quarta-feira, 30 de junho de 2010

Campanha da copa em Altamira vai até julho.

O Núcleo de Hemoterapia de Altamira já contabilizou 147 coletas de sangue, até o dia 29/06, com a realização da campanha de incentivo à doação referente à Copa do mundo, cuja mobilização teve início no dia 20/06, e se estendera até o dia 02/07, devido o cronograma da copa com jogos da seleção brasileira.A ação estratégica contou com apoio de instituições de ensino, das Igrejas Adventista e Nossa Senhora do Perpétuo do Socorro que mobilizaram seus respectivos freqüentadores e familiares para maior adesão à campanha. A imprensa local também teve substancial importância na sensibilização de captação de doadores ao divulgar com repasse de informações claras e precisas sobre a importância da sociedade no processo voluntária da doação de sangue junto à população de Altamira e municípios vizinhos.
Para a gerente Técnica da unidade, médica Cristina Ferreira da Silva, embora a campanha da copa esteja na metade, a parcial com quase 150 coletas é considerada bastante satisfatória. “A população está atendendo nosso apelo e temos certeza do reforço do estoque técnico de sangue da unidade para garantir atendimento da demanda transfusional, especialmente, no mês de julho, quando normalmente a parte da população desloca-se para outras localidade para aproveitar o veraneio”, comentou, agradecendo desde já a participação de doadores na campanha da copa.
Quem pode doar- Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado. É necessário apresentar documento oficial original e com foto. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum.
O Hemopa Altamira espera por você na Av. Brigadeiro Eduardo Gomes, s/n, bairro do Recreio. Mais informações: (93) 35152186.
Foto: Doadores atendem apelo da campanha que vai até o final da copa.

terça-feira, 29 de junho de 2010

Parabéns, Telefonistas!!

A Fundação Hemopa parabeniza os telefonistas pelo seu Dia comemorado hoje, mas especialmente esses profissionais que facilitam o dia-a-dia da instituição, tornando a comunicação mais eficiente. O dia foi instituído desde 29/06 de 1956. A partir daí, essa data foi escolhida para lembrar, homenagear e agradecer a esses profissionais que facilitam o nosso dia-a-dia, tornando a comunicação instituição mais eficiente.
Surgimento da profissão
A primeira central telefônica do mundo entrou em funcionamento no dia 25 de janeiro de 1878, em Connecticut, nos Estados Unidos. Central ajudou a popularizar o uso do telefone. Segundo o diretor do Museu da Comunicação em Frankfurt, Helmut Gold, descreve assim o trabalho das primeiras telefonistas: "No painel à frente da telefonista, havia uma tomada para cada aparelho telefônico instalado. Ela recebia o telefonema e perguntava a quem devia chamar. Ela podia conectar qualquer telefone, enfiando o pino na tomada correspondente. Feito isto, avisava a pessoa sobre a chamada e transferia a ligação".
As exigências para a aceitação no emprego eram uma boa formação escolar, fineza de trato e, se possível, conhecimento de idiomas estrangeiros. Além disso, as moças deviam ser jovens e de "boa família". O seu treinamento era feito pela empresa dos correios, que detinha o monopólio da telefonia na Alemanha, desde os seus primórdios até a década de 90 do século 20.
Segundo Helmut Gold, o treinamento não passava de uma explicação sobre o funcionamento dos respectivos aparelhos. Era feita também uma série de testes, sendo os mais importantes os de dicção e locução.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Doação de sangue para aquecer o veraneio

No período de primeiro a 15 de julho, a Gerência de Captação de Doadores (GECAD) da Fundação Hemopa realizará campanha de incentivo à doação voluntária de sangue referente ao veraneio, quando normalmente a demanda transfusional da rede hospitalar eleva em torno de 15%, e inversamente, o comparecimento de doadores reduz. ‘Neste verão, faça o calor humano aumentar. Doe sangue”. Será o tema da mobilização que envolverá unidades da hemorrede e composição de parcerias com órgãos públicos e privados, para formação de estoque técnico de sangue. A meta será de 250 coletas/dia.
Para a titular da GECAD, a assistente social Juciara Farias, a ação estratégica será realizada, simultaneamente, nos Hemocentros Regionais de Castanhal, Marabá e Santarém; e nos Núcleos de Hemoterapia de Abaetetuba, Altamira, Tucuruí, Redenção e Capanema, para onde uma boa parte da população se desloca para passar o veraneio. “Antes de sair de Belém, passe no Hemopa faça sua parte e doe sangue. Mas ao deslocar-se para o interior do Estado, não esqueça de passar em uma de nossas unidades para aumentar o calor humano com sua doação de sangue”, sugeriu.

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Circo Monte Carlo incrementa doação de sangue

No dia 22/06, das 8h30 às 13h, o Hemopa receberá palhaços, mágicos, equilibristas, malabaristas e trapezistas do Monte Carlo Circus, que pelo seu quinto ano consecutivo realiza campanha de incentivo à doação de sangue. Este ano, pela primeira vez, será montado o “Globo da Morte”. Tudo isso no pátio do hemocentro. Quem doar sangue receberá um ingresso, oferecido pelo circo, para assistir um dos espetáculos circense.
Segundo o diretor de Marketing do “Monte Carlo”, Sérgio Robattini, a parceria tem a finalidade de dinamizar as doações na sede do hemocentro e conscientizar o maior número de pessoas potencialmente doadoras de sangue. “Sabemos da importância desta campanha que já é feita há mais de 13 anos pelo circo em todas a cidades onde passou, e foi realizada junto a vários hemocentros de todo o país”, revelou, afirmando que aposta no grande comparecimento de candidatos á doação, à exemplo de outros anos.
A gerente de Captação de Doadores do Hemopa agradece mais um ano parceria que sempre resultou em inúmeras doações de sangue e reforço para estoque técnico do hemocentro. “A responsabilidade social ligada ao voluntariado, sensibiliza e valoriza as ações. Nós agradecemos ao grupo Beto Carrero, através do Monte Carlo Circus, pelo inestimável apoio que vem nos dando ao longo desses anos”, finalizou Juciara Farias.
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado. É necessário apresentar documento oficial original e com foto. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado.
O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118 ou pelo site: www.hemopa.pa.gov.br .
Foto: Circo esteve no Hemopa ano passado, por ocasião da semana comemorativa ao Dia Nacional do Doador de Sangue, em novembro.

segunda-feira, 14 de junho de 2010

MS homenageia doador de sangue pelo seu dia

O Ministério da Saúde (MS), através da Coordenadoria Geral do Sangue e Hemoderivados (CGSH), e o Departamento de Atenção Espe­cializada da Secretaria de Atenção à Saúde, lançará campanha em todo Brasil, hoje, 14, campanha nacional de incentivo à doação de sangue em comemoração ao Dia Mundial do Doador de Sangue, com veiculação de vídeos durante o intervalo do Jornal Nacional, com depoimentos reais que fica­rão disponíveis no hot site “facaalguemnascerdenovo.com.br”, que é tema da mobilização, cuja divulgação contará ainda com distribuição de folderes, cartazes, anúncio em revistas, mobiliário urbano e spot de rádio serão disponibilizados para todo o país. No Pará, o Hemopa inseriu a homenagem aos doadores na campanha estratégica da Copa do Mundo, que se estenderá até o dia 19. Do início da ação, 08, até o dia12, foram registrados 1.877 comparecimentos e 1.561 doações, superando a meta de 300 coletas/dia.
Segundo o MS, hoje, 1,8% da população brasileira doa sangue voluntariamente, que resulta em 3,5 milhões de bolsas por ano, quando o ideal seriam 5,7 milhões. No Pará, a população habitualmente doadora é de 1.7%. Para aumentar esse percentual, a Gerência de Captação de Doadores (GECAD) desenvolve diversas frentes de trabalho para elevar o número de captação de doadores em todos os segmentos sociais, especialmente mulheres e jovens entre 19/29 anos, que atualmente são responsáveis por 25% e 53%, respectivamente, das doações efetivadas no Estado do Pará, através da hemorrede estadual que conta com 44 unidades e uma cobertura transfusional de 93%, correspondente ao atendimento de milhares de pacientes distribuídos nos leitos de aproximadamente 218 hospitais paraenses.
De acordo com a gerente de captação de doadores do Hemopa, a assistente social Juciara Farias, todo sangue doado é separado em diferentes componentes (como hemácias, plaquetas, plasma e outros), e assim, poderá beneficiar até quatro pacientes adultos com apenas uma única doação. “Se as pessoas tivessem o hábito de agendar pelo menos duas doações ao ano, o estoque técnico de sangue da hemorrede brasileira não passaria por algumas dificuldades com eventual insuficiência de sangue”, comentou, reforçando que as ações no Pará contam com a parceria de instituições públicas e privadas, que dinamizam as atividades e incrementam o estoque de sangue, que assegura atendimento satisfatório da demanda de solicitações de transfusões de sangue, cujos componentes são distribuídos para os hospitais e clínicas da cidade para atender casos de emergência, pacientes internados e pessoas com doenças hematológicas. “As unidades que apresentam reatividade sorológica são descartadas pelo método de incineração”, observou. Algumas causas impedem a doação de sangue, entre elas, destacamos: quem teve diagnóstico de hepatite após os 10 anos de idade. Mulheres grávidas ou que estejam amamentando. Pessoas que estão expostas a doenças transmissíveis pelo sangue, como AIDS, hepatite, sífilis e doença de chagas.Usuário de drogas. Aqueles que tiveram relacionamento sexual com múltiplos parceiros nos últimos 12 meses. “Nunca venha doar sangue em jejum”, destacou, reforçando que o candidato à doação não deve ingerir bebida alcoólica nas 12 horas anteriores, evitar fumar por pelo menos 2 horas antes da doação e também evitar alimentos gordurosos. Entretanto, ela enfatiza que esta relação não esgota o assunto e algumas situações não estão inclusas nesta lista, mas que são definidas no ato da triagem clínica pela enfermeira ou pelo médico que analizarão o seu questionário.
Juciara Farias aproveita a oportunidade para estender convite aos antigos e novos doadores de sangue para campanha da copa que vai até o dia 19. A ação também está sendo realizada nos municípios de Castanhal, Marabá, Santarém, Abaetetuba, Altamira, Tucuruí, Redenção e Capanema.
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado. É necessário apresentar documento oficial original e com foto. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada três meses e a mulher a cada dois meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado.
O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118 ou pelo site: www.hemopa.pa.gov.br .
Fot 1- Presidente do Hemopa, dra. Maria de Fátima Pombo Montoril. Foto 2- Doações reforçam estoque técnico de sangue

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Adesivagem das unidades móveis

Atendendo programação prevista no Plano Plurianual (PPA), do Programa de Transparência de Controle Social/Ação: Mecanismos de Implementação da Assessoria de Imprensa da Fundação hemopa, as duas unidades móveis do Hemopa estão com nova adesivagem que além de valorizar a marca institucional, gera estímulo ao ato solidário com mensagens sugestivas à doação voluntária de sangue e identificação dos critérios básicos para o exercício desse gesto nobre e solidária que salva vidas anonimamente. As unidades são utilizadas para incrementar o estoque técnico de sangue do hemocentro com desenvolvimento de campanhas externas em parcerias com instituições públicas e privadas. Os interessados em formar parceria com o hemocentro, devem entrar em contato com a Gerência de Captação de Doadores (GECAD) do Hemopa, de segunda a sexta-feira de 7h30 à 14h, pelos fones: 32429100/R-205/243 ou 32245048.
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado. É necessário apresentar documento oficial original e com foto. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado.
O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118 ou pelo site: www.hemopa.pa.gov.br

Doador elogia atendimento em Marabá

O doador de sangue Wahib Mahmud recorreu ao serviço de Ouvidoria do hemocentro Regional de Marabá para elogiar o atendimento recebido. “Se todas as instituições de saúde pública funcionassem como o Hemopa Marabá, certamente teríamos as melhores instituições do mundo, e seríamos referência para outras”, descreveu ele.
Agradecemos o elogio e adiantamos que a Fundação Hemopa foi considerado o segundo melhor hemocentro do Brasil, pelo Programa Nacional de Qualidade da Hemorrede (PNQH), do Ministério da Saúde (MS).Ressaltamos ainda que é o nosso dever oferecer serviço de qualidade em respeito ao cidadão usuário.

Curso de especialização

A falta de especialistas é um dos maiores problemas enfrentados pela saúde pública do Brasil, especialmente na área hemoterápica que precisa atender os anseios da demanda. Para reverter esse quadro, a Fundação Hemopa, em parceria com a Universidade do Estado do Pará (UEPA), implantou o I Curso de Especialização em Hemoterapia, no dia 03/12/09, com o objetivo de melhorar a qualidade da assistência ao doador de sangue e ao paciente portador de doença hematológica, visando a eficiência e eficácia das ações para o desempenho ético da hemoterapia. O curso tem recursos financeiros oriundos de convênio com o Ministério da Saúde (MS)/Coordenação Geral de Sangue e Hemoderivados
Com público alvo de médicos, enfermeiros, biomédicos e farmacêutico-bioquímicos, o curso está em seu 7º módulo, contando com 33 vagas, sendo que 30 destinadas para servidores do Hemopa com representante de cada unidade da hemorrede estadual, e o restante para o Hemocentro do Amapá.
Já foram ministrados os seguintes módulos: Metodologia Científica I, Captação e Triagem Clínica de Doadores, Coleta de Sangue Convencional e Seletiva, Testes de Triagem e Diagnóstico de Doenças Transmitidas pelo sangue de Doadores, Processamento e controle da Qualidade, Imunohematologia I e II.A especialização deve ser concluída no dia 14/12/10.

Manifestação consulta pública

Em relação à Consulta Pública sobre a Portaria de Regulamento Técnico de Procedimentos Hemoterápicos, publicada em 02.06.2010, com prazo para encerrar as manifestações até 02.08.2010, informamos que não encontram-se vigentes as modificações sugeridas, devendo os hemocentros encaminhar as sugestões dentro do prazo de 60 dias após a portaria ter entrado para consulta pública.
Entre as sugestões, temos a ampliação da faixa etária com a proposta de jovens de 16 e 17 anos poderem realizar a doação voluntária de sangue, desde que tenham o consentimento dos pais (provavelmente consentimento por escrito), e a extensão da faixa etária até de 65 para 67 anos, 11 meses e 29 dias, lembrando que o limite para a realização da 1ª doação é de 60 anos, 11 meses e 29 dias.
A Fundação HEMOPA está reunindo com as coordenações e gerências para avaliar a nova proposta de regulamento técnico e encaminhar sugestões para contribuir com a nova legislação que regulamenta os procedimentos hemoterápicos.

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Hemopa convoca população para sua seleção de campeões

A Fundação Hemopa inicia uma de suas principais campanhas de doação de sangue deste ano que começa nesta quarta-feira, 09, alusiva à copa do mundo, e que se estenderá até o dia 19. A ação também será desenvolvida nas unidades do Hemopa em Castanhal, Santarém, Marabá, Redenção, Abaetetuba. Altamira, Tucuruí e Redenção. “Brasileiro de coração, doa sangue”.É o tema da campanha que tem a meta de 300 coletas/dia, com a finalidade de abastecer satisfatoriamente os leitos da rede hospitalar do Estado, cuja demanda deve aumentar em torno de 15%, devido aos excessos cometidos em épocas festivo.
Os doadores do período ganharão camiseta, adesivo e folder com orientações sobre doação de sangue e tabela com jogos da copa, além de lanche especial com iguarias juninas e música ao vivo na copa.
Para a gerente de Captação de Doadores, a assistente social Juciara Farias, a atuação em parceria é fundamental para a melhoria do serviço público. “Estamos abertos para composição de novas parcerias e renovação de outras”, comentou, enfatizando que o maior beneficiado com essas ações é o usuário cidadão precisa desse gesto nobre e humano para sobreviver ou melhorar a qualidade de vida.
Ela também destacou a atuação da imprensa local com fator impactante para atingir a meta de coleta de sangue e para maior sensibilização da população potencialmente doadora. “A informação é o caminho para esclarecimento e exercício da doação de sangue como um ato espontâneo e de cidadania. Se todas as pessoas, que atendem critérios básicos, efetivassem 2 doações ao ano, a hemorrede brasileira não sofreria eventualmente com a insuficiência no estoque técnico de sangue”, comentou apostando na superação da meta de 300 coletas/dia.
Atualmente o hemocentro tem uma média diária de 250 coletas para cerca de 300 transfusões de sangue. Com a responsabilidade de abastecer milhares de leitos nos 218 hospitais espalhados pelo Estado, o Hemopa garante cobertura transfusional superior a 95%, que corresponde a hemorrede com 44 unidades, entre Hemocentros Regionais, Núcleos de Hemoterapia e Agências Transfusionais. Atendendo programação do Plano Plurianual (PPA), até final deste mês deverão ser inauguradas mais quatro AT´s em Tucumã, Novo Progresso, Breves e Canaã dos Carajás.
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado. É necessário apresentar documento oficial original e com foto. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado.
O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118 ou pelo site: www.hemopa.pa.gov.br.
Foto 1- Recepção de doadores lotada de voluntários. Foto 2- As doações reforçarão estoqeu técnico de sangue. Foto 3- Banda "HGU" anima ambiente para homenagaer doadores.

Campanha da RBA supera meta de doações de sangue

A campanha de doação de sangue da copa do mundo “Brasileiro de coração, doa sangue”, que a Fundação Hemopa promoverá a partir desta quarta-feira, 09 até o dia 19, ganhou importante apoio com a parceria do grupo de comunicação da RBA, que fez o lançamento da ação estratégica no dia 08, que resultou em 280 comparecimentos, superando a meta de 120 coletas. Na sede do hemocentro, a campanha prosseguirá com distribuição de camisetas, folder com tabela dos jogos, adesivos e lanche com iguarias típicas da quadra junina. A meta será de 300 coletas/dia.
O doador Raimundo Ferreira Lopes, que não conseguiu doar na unidade móvel na RBA, não desistiu e dirigiu-se até a sede do hemocentro, com mais três colegas. “Essa é a 16ª doação. É sempre privilégio doar sangue. Sinto-me feliz por salvar vidas, sendo meu parente ou não”, comentou bastante satisfeito, após sua coleta. Essa é a IX edição da parceria que já efetivou a transfusão de mais de 44 mil pessoas, que garantirá o atendimento de mais pacientes que necessitam desse gesto solidário para sobreviver.
Para a gerente de Captação de Doadores, a assistente social Juciara Farias, o exemplo do grupo de comunicação RBA deve ser seguido em todos os segmentos da sociedade. “A atuação em parceria é fundamental para a melhoria do serviço público. Além das coletas de sangue, que reforçarão nosso estoque técnico, a imprensa tem o importante papel de sensibilizar a população com informações e esclarecimentos sobre o processo da doação de sangue.Isso gera estímulo”, observou, agradecendo o apoio.
Com a divulgação da campanha na programação da Tv e rádios da RBA e no jornal o Diário do Pará, muitos doadores dirigiram-se à sede do Hemopa para efetuar sua coleta de sangue, alterando a rotina com mais de 360 comparecimentos registrados, superando a meta diária de 250, que representa um importante incremento para o início da campanha da sede. Durante toda a ação estratégica haverá música ao vivo com a Banda “HGB”, com o Herick, Géssicaa e Billaboy.
Paralelamente a campanha do hemocentro coordenador, haverá ações no Hemopa Castanhal: de 09 a 19/06. Hemopa Marabá: 14 a 18; e 21 a 25/05.Hemopa Abaetetuba: 07 a 11/06. Hemopa Abaetetuba; de 13 a 30/06.
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado. É necessário apresentar documento oficial original e com foto. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado.
O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118 ou pelo site: www.hemopa.pa.gov.br.
Fotos:1-Doadores atenderam apelo da campanha da RBA em parceria com o hemocentro. Foto:2-A campanha superou a meta de coletas com quase 300 doações. Foto 3: Dj Juninho do Super POP colaborando com a campanha.

terça-feira, 8 de junho de 2010

ANIVERSARIANTES SEMANA JUNHO.Sede:

Joaquim Araújo Henriques (07), Priscila Miranda Menezes (09), Thania Maria Cruz (09), Leila Regina Batista (10), Marcos Antonio de Sousa (10), Andrea Castro Marçal (11), Neli de Fátima Nascimento (11), Patrícia Danin Jordão (11), Karla Andrea da Silva (13), Elizabete Keiko Takahashi (13), Marco Antonio Galvão de Almeida (14). Capanema: Iracy Araujo de Oliveira (09). Castanhal: Edgar Flavio de Queiroz Lemos (13). Santarém: Andréia de Souza Neves (08). Tucuruí: Áurea de Sousa Silva (11). Redenção: Leidiane Oliveira dos Santos Silva (08), Danielle de Moraes Alves (09).

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Campanha da copa convoca doadores de sangue

Mais uma vez o Hemopa entrará em campo para salvar vidas com a campanha de doação de sangue referente à Copa do mundo, de 09 a 19 deste mês."Se você tem sangue de campeão venha pro nosso time". É com esse slogan que ação estratégica convocará a população potencialmente doadora para participar dessa campanha e assegurar o atendimento transfusional de junho, que costuma elevar por conta do caráter festivo, que este ano associa- se as comemorações dos jogos da copa. Somente na capital são mais de 85 hospitais públicos e privados. São milhares de pacientes que dependem dessa "seleção de campeões" para salvar vidas, anonimamente. A meta é de 300 coletas/dia.
A campanha de Belém contará com importante apoio do Grupo de comunicação da RBA que fará lançamento a campanha nesta terça feira, 08, com realização de coleta externa com as duas unidades móveis do Hemopa que ficarão no estacionamento da emissora, de 8h às 16h. A meta será de 120 doações. Essa é a IX edição da parceria que já rendeu 13.512 coletas de sangue que atenderam cerca de 44.048 pacientes adultos. A parceria conta ainda com chamadas da campanha durante toda a programação na Tv e rádios, entrevistas e flashes ao vivo das unidades móveis, além da participação de pessoas que formam opinião positiva sobre a doação voluntária de sangue.
Paralelamente, a campanha será desenvolvida no Hemopa Castanhal: de 09 a 19/06. Hemopa Marabá: 14 a 18; e 21 a 25/05.Hemopa Abaetetuba: 07 a 11/06. Hemopa Abaetetuba; de 13 a 30/06. As peças publicitárias da mobilização foram produzidas com foto de doadores reais, são eles: Cristiane Ferreira, Wanderson Borralhos, José Pantoja, Osvaldo Bellarmino, Carlos da Silva, Fabrício Domingues, Carlos Moraes, Marcelo Costa e João de Sena, e os funcionários doadores Edileuza Lopes e Jefferson da Silva.
Durante a campanha haverá distribuição de camisetas, adesivos, folder com orientações sobre o procedimento e tabela com jogos da copa e lanche especial com iguarias típicas da quadra junina, na sede do hemocentro. Para a gerente de Captação de Doadores do hemocentro, a assistente social Juciara Farias, a campanha deste ano terá a copa como um atrativo a mais. “Acreditamos na superação da meta de doações de sangue. Isso vai nos tranquilizar quanto ao atendimento satisfatório da demanda transfusional, que neste período deve aumentar devido aos excessos cometidos em épocas festivas”, ressaltou, convidando antigos e novos doadores para compor o time de campeões do Hemopa. Ela adiantou que no dia 14, será comemorado o Dia Mundial da Doação de Sangue, sendo mais um motivo para os doadores comemorarem a data salvando vidas, doando sangue.
Atualmente o hemocentro tem uma média diária de 250 coletas para cerca de 300 transfusões de sangue. Com a responsabilidade de abastecer milhares de leitos nos 218 hospitais espalhados pelo Estado, o Hemopa garante cobertura transfusional superior a 95%, que corresponde a hemorrede com 44 unidades, entre Hemocentros Regionais, Núcleos de Hemoterapia e Agências Transfusionais. Atendendo programação do Plano Plurianual (PPA), até final deste mês deverão ser inauguradas mais quatro AT´s em Tucumã, Novo Progresso, Breves e Canaã dos Carajás.
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado. É necessário apresentar documento oficial original e com foto. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado.
O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118 ou pelo site: www.hemopa.pa.gov.br

terça-feira, 1 de junho de 2010

Aniversariantes do mês de Maio/ Junho.

Bernadete Reis (25/05), Jackson Couto (25/05), Antonio Fernandes Costeira (25/05), Leila Cristina Pereira (26/05), Shirliane Silva de Moraes (26/05), Jose Roberto Guimarães (26/05), Neidiane Farias (28/05), Marily Borges Pacheco (28/05), Saide Maria Sarmento Trindade (28/05), Carolina Queiroz (28/05), Paulo Sergio Almeida (29/05), Soraya Gouvea (29/05), Carmencilda de Vasconcelos (29/05), Marcelo Maia Reis (30/05).
Cileide do Socorro Dutra (01/06), Andressa Barbosa (02/06), Rodrigo Oliveira (02/06), Ana Rita Valente (02/06), Rosangela Maria Queiroz (03/06), Mauricio Koury (03/06), Rosa Maria Oliveira (03/06), Klebson Lima de Abreu (04/06), Maria da Conceição Lopes (04/06), Roberta Nice Salgado (05/06), Maria José Amâncio (05/06), Claudia Patrícia Maciel (05/06), Eliene Ayan Neves (05/06), Lindalva da Cunha (05/06), Joaquim Araújo Henriques (07/06).

Coral do Hemopa na EMBRAPA

Foi bastante aplaudida a apresentação do Coral de Vozes do Hemopa, que apresentou-se no dia 25, às 10h, no auditório da EMBRAPA, durante campanha para cadastramento de doadores de medula óssea. Regido por Twaina Souza, atualmente o coral é composto por 18 funcionários.
DIA DA IMPRENSAA alta administração do Hemopa parabeniza a equipe da Assessoria de Imprensa do hemocentro, pelo Dia da Imprensa que é homenageado no dia 01/06.
Foto: Coral de Vozes do Hemopa e sua regrente.

Hemopa convoca população para campanha da copa

Tem início no próximo dia 09, a campanha de doação de sangue da Copa do Mundo, que se estenderá até o dia 19, com distribuição de camiseta, adesivo, folder com tabela dos jogos, lanche especial e decoração típica. No dia 08, o Grupo RBA fará lançamento oficial da ação com campanha externa com as duas unidades móveis de coleta, que ficarão no estacionamento do prédio da emissora, que vai convidar artistas, jogadores e outras personalidades para incentivar o ato solidário na população. Haverá ainda chamadas ao vivo, participação na programação da tv, rádio, numa parceria que já dura mais de 8 anos. Cronograma de campanhas da copa do mundo: Hemopa Castanhal: de 09 a 19/06. Hemopa Marabá: 14 a 18; e 21 a 25/05.Hemopa Abaetetuba: 07 a 11/06. Hemopa Capanema: 13 a 30/06. A foto das peças da campanha foi feita com doadores, entre eles funcionários: Cristiane Ferreira, Wanderson Borralhos, José Pantoja, Osvaldo Bellarmino, Edileuza Lopes, Carlos da Silva, Fabrício Domingues, Jefferson da Silva, Carlos Moraes, Marcelo Costa e João de Sena. Obrigada!!