terça-feira, 31 de agosto de 2010

Campanha externa no BB

A Fundação Hemopa estará realizando campanha externa com sua unidade móvel de coleta de sangue, nesta quinta e sexta-feira, 01 e 02 de setembro, de 8h às 15h, em frente a Agência Central do Banco do Brasil, na Presidente Vargas. Colabore com a vida, doando sangue.
Quem pode doar?
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado. É necessário apresentar documento oficial original e com foto. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado.
O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118 ou pelo site: www.hemopa.pa.gov.br

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Aniversariantes da semana

A Fundação Hemopa parabeniza funcionários da hemorrede.
A partir dsta segunda-feira, 30, a Fundação Hemopa publicará lista de aniversariantes da semana, com listagem de funcionários da hemorrede. A relação também será divulgada na fonia interna do hemocentro.
Aniversarientes semana: Agosto/Setembro. Sede: Edigleuma Dulce da Mota (30), Michele de Barros Caires (01), Nelma do Socorro Salim (01), Augusto Chagas Ferreira (02), Telma Dias Josino (03), Raymunda de Souza Garcia (03), Cassandra Gaby Rocha (04), Katia Cilene lisboa Farias (04), Maria do Socorro Ferreira (04), Marcos Berman (04), Maria do Socorro Ribeiro Ferreira (05), Carlos Benedito Cunha Gaia (06).Capanema: Antonia Pinheiro do nascimento (06).Castanhal: João de Souza maia (02).Santarém: Helder Colares Neves (05).Marabá: Vicente Monteiro de Souza (04).

Curso de sabonete

Teve início esta manhã, 30, e se estenderá até o dia primeiro de setembro, de 11h às 13h, curso para "Produção de sabonete artesanal", que está sendo promovido pelo Serviço de Atendimento a Saúde do Servidor (SASS). Com cerca de 20 participantes, a atibvidade faz parte do projeto “Compartilhando Habilidades”, a oficina é voltada para funcionários e seus familiares, com objetivo de desenvolver e aprender novas habilidades, como na produção de sabonete, garantindo também mais uma fonte de renda familiar.
Foto: Alunas durante a aula ministrada pela profssora Paula.

Conhecendo a Instituição

A Assessoria de Gestão de Pessoas (AGESP), promove 2ª Reunião do Projeto “Conhecendo a Organização”, nos dia 30, de 10 às 12h, no auditório do hemocentro. Pauta da reunião: “Direitos e deveres do serviço púb lico” e “Plano de Cargos, Carreiras e Salários”, ambos ministrados pela Assessoria Jurídica (AJUR); e “Planejamento Estratégico Institucional”, pelo Núcleo da Qualidade.
A primeira reunião aconteceu no mês de junho e reuniu mais de 50 funcinários no auditório.
Foto: A advogada Andreza Etheene, da AJUR.

Parabéns, Nutricionista!!

A alta administração da instituição agradece e parabeniza os profisisonais de Nutrição pelo seu dia que será comemorado nesta terça-feira, 31. “Ao profissional de NUTRIÇÃO, que faz do seu trabalho uma busca constante pela qualidade de vida e saúde dos seres humanos, nossas sinceras homenagens”.
A profissão de nutricionista foi criada pela Lei nº 5.276, de 24 de abril de 1967. Em 17 de setembro de 1991, a Lei nº 8.234, regulamentou a profissão de nutricionista e definiu as atividades privativas desta profissional .
Histórico da Profissão:

1939 - Criação do primeiro curso de Nutrição, na Universidade de São Paulo.
1949 - Criação da Associação Brasileira de Nutricionistas (ABN). Esta entidade deu origem à Federação Brasileira de Nutrição (FEBRAN).
1950/1975 - Ampliação do número de cursos, de nutricionistas e de áreas de atuação; regulamentação da profissão.
1980 - Criação do Conselho Federal de Nutricionistas (CFN) e dos Conselhos Regionais de Nutricionistas (CRN).
1985/2000 - Intensificação da mobilização e politização da categoria. Substituição da Federação Brasileira de Nutrição (FEBRAN) por Associação Brasileira de Nutrição (ASBRAN).
1991 - Estabelecidas as áreas de atuação do nutricionista, pela Lei nº 8.234.
2005 - Resolução CFN nº 380, estabelece as áreas de atuação do nutricionista

Conhecendo a instituição

A Assessoria de Gestão de Pessoas (AGESP), da Fundação Hemopa, promove 2ª Reunião do Projeto “Conhecendo a Organização”, nos dia 30, de 10 às 12h, no auditório do hemocentro. Pauta da reunião: “Direitos e deveres do serviço púb lico” e “Plano de Cargos, Carreiras e Salários”, ambos ministrados pela Assessoria Jurídica; e “Planejamento Estratégico Institucional”, pelo Núcleo da Qualidade(NQ).

Responsabilidade social na viação Icoaraci

No dia 24, às 10h, Hemopa recebeu um grupo com cerca de 25 funcionários que realizaram “Hemotur” para conhecer as ações do hemocentro e, posterior doação de sangue e efetivação do cadastro de medula.O grupo foi recebido por profissionais da Gerência da Captação de Doadores (GECAD), que ministraram palestra sobre a importância da participação da sociedade e instituições públicas e privadas no processo da doação voluntária de sangue e de medula óssea.
A parceria foi de iniciativa da empresa de viação VIP Transportes visando colaborar com a qualidade do atendimento sendo estimuladas junto aos antigos e novos funcionários.

Para a gerente de captação de doadores, a assistente social Juciara Farias, esse de relacionamento favorece diretamente o usuário dos serviços, sobretudo aqueles que precisam de transfusão para sobreviver. “Essas ações são de extrema importância para o atendimento satisfatório de nossa demanda transfusional que representada por milhares de pacientes espalhados pelos leitos de aproximadamente 218 hospitais paraenses.
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado. É necessário apresentar documento oficial original e com foto. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado.
O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118 ou pelo site: www.hemopa.pa.gov.br.
Foto: Grupo de funcionários com assiste social, Maria Cláudia Oliveira.

Residentes do curso de Medicina doam sangue


No último dia 26, o Hemopa recebeu cerca de 30 medicos residentes, atuantes no Sistema Único de Saude (SUS), que participaram do Dia de Doação de Sangue pela Saúde Pública. A ação fez parte da mobilização nacional de greve por parte dos residentes, que reivindicam reajuste de 38,7% na bolsa-auxilio, ampliação da licença maternidade de quatro para seis meses, 13º salario, auxilio moradia e alimentação. No Brasil, cerca de 22 mil residentes atuam no Sistema Único de Saúde (SUS), e no Para, são 367, atuando no hospital Santa Casa de Misericordia, Ophir Loyola, “Gaspar Viana”, “Barros Barreto” e no hospital Universitário Bettina Ferro de Souza, na UFPA.

A titular da gerência de Captação de Doadores do Hemopa, a assistente social, Juciara Farias, agradeceu e parabenizou a iniciativa dos voluntários. "O movimento é nacional e beneficiará a hemorrede brasileira", comentou, incentivando o ato em todos os segmentos.
Foto: Grupo de residentes do curso de Medicina, no Pará.

Desfile escolar evidencia doação de sangue

Nesta quinta-feira, a Fundação Hemopa participará do Desfile Escolar da Semana da Pátria do muncípio de Ananindeua, com a escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio “Izabel Amazonas”, que terá pelotão com tema sobre incentívo à doação voluntária de sangue. A atividade faz parte do Progrema Doador do Futuro, que visa preparar o aluno desde o ensino fundamental, para encarar o ato solidário como exercício de cidadnia, ao atingir a maioridade.
Atualmente mais de 50% das bolsas de sangue coletadas no Estado são do segmento jovem. Para a gerente de Captação de Doadores, a assistente social Juciara Farias, isso é o resultado prático do Programa Doador do Futuro. “Ficamos muito feliz com o resltado concreto de um trabalho iniciado ainda em 1994. O objetivo é mostrar que a educação é o caminho para o desenvolvimento e melhoria da qualidade de vida da população”, explicou, enfatizando que a população jovem é muito receptiva as ações de rsponsabilidade social em favor da vida.
A prática do Programa Doador do Futuro envolve estudantes da na rede de ensino das áreas públipública e privada, e envolve professores, diretores pais e comunidade abrangente. “Os interessados em participar desse rpogramapode entrar em contato”, sugeriu.
Ela considera o desfile escolar uma importante oportunidade de visualização das ações estratégicas do hemocentro voltadas ao incentivo do voluntariado, quando as escolas podem mostrar, de forma de forma lúdica, a importância do papel da sociedade no processo da doação voluntária de sangue.
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado. É necessário apresentar documento oficial original e com foto. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada três meses e a mulher a cada dois meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Contato do Banco de Sangue

Informamos que a linha direta do Banco de Sangue de Cordão Umbilical e Placentário-BSCUP/HEMOPA é: (91) 3225-0150 e o ramal de acesso é 209. Ligue e tire suas dúvidas.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Empresa de viação estimula doação de sangue e de medula óssea

O desenvolvimento de ações de responsabilidade social na área privada está em plena expansão para a melhoria da qualidade de vida da sociedade em geral, em especial aos usuários do serviço público. Diante deste contexto, a empresa Viação Icoaraci Pará adotou o incentivo à doação voluntária de sangue e para cadastro de doadores de medula óssea como atitudes que serão estimuladas junto aos antigos e novos funcionários. Nesta terça-feira, 24, às 10h, Hemopa receberá um grupo com cerca de 25 funcionários que realizarão “Hemotur” para conhecer as ações do hemocentro e, posterior doação de sangue e efetivação do cadastro de medula.
Os grupo será recebido por profissionais da Gerência da Captação de Doadores (GECAD) que ministrarão palestra sobre a importância da participação da sociedade e instituições públicas e privadas no processo da doação voluntária de sangue de medula óssea. A parceria foi de iniciativa da empresa de viação visando colaborar com a qualidade do atendimento.
Para a gerente de captação de doadores, a assistente social Juciara Farias, esse de relacionamento favorece diretamente o usuário dos serviços, sobretudo aqueles que precisam de transfusão para sobreviver. “Essas ações são de extrema importância para o atendimento satisfatório de nossa demanda transfusional que representada por milhares de pacientes espalhados pelos leitos de aproximadamente 218 hospitais paraenses.
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado. É necessário apresentar documento oficial original e com foto. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado. O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118 ou pelo site: www.hemopa.pa.gov.br

Hemopa sedia curso de inspeção sanitária

Redução dos riscos sanitários e a evolução da qualidade da saúde. São alguns dos principais benefícios do serviço de inspeção, destacados pelo gerente de Sangue e Componentes, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, dr. João Baccara, durante abertura do curso em “Inspeção sanitária nos serviços de hemoterapia”, que teve início esta manhã, 23, às 9h, e que se estenderá até o dia 27 deste mês. A ação tem o objetivo de capacitar inspetores da Vigilância Sanitária (VISA) na área do sangue e componentes. Promovido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA)/Ministério da Saúde (MS), o evento abrangerá profissionais dos estados do Pará, Amapá e Tocantins. O curso está sendo realizado no auditório da Fundação Hemopa.
Na oportunidade, Baccara agradeceu o apoio da Secretaria Estadual de Saúde Pública do Pará (SESPA), Fundação Hemopa e demais parceiros para a realização desse projeto piloto. “Começamos pela região Norte por entender as necessidades e as dificuldades naturais encontradas para a prática da VISA e pela capacidade de superação desses desafios. Com isso, queremos também prestigiar todos vocês pela dedicação e qualidade do trabalho exercido”, enfatizou, destacando que a ANVISA é uma instituição parceira para orientar e corrigir as não conformidades. “Não há possibilidade de fazer um bom trabalho sem a eficiente atuação dos inspetores VISA”, afirmou ele.
Com a palavra, a diretora da VISA do Pará, a enfermeira Ruth Cardoso, agradeceu o apoio da ANVISA e demais instituições parceiras que colaboram para o desenvolvimento da ação no Pará. Ela destacou a necessidade de expansão do serviço e número de inspetores no Norte para cobrir em 100% a fiscalização nas Agências Transfusionais (AT´s) que atualmente somam 34 unidades espalhadas pelo Estado. “O planejamento e execução do curso vai facilitar e garanbtir a qualidade final dos produtos das AT´s”, afirmou.
A diretora Técnica do Hemopa, dra. Silvia Teixeira, que no ato representou a presidente do hemocentro, dra. Maria de Fátima Montoril, ao recepcionar os participantes, ressaltou que a instituição já pratica a hemovigilância que é de suma importância para a garantia do sangue transfundido.
Ela explicou que o uso de sangue, outros tecidos, células e órgãos humanos para tratamento de agravos é uma tecnologia já disponível no Brasil. “Para garantir a qualidade e a segurança destes tratamentos, a vigilância sanitária elabora normas e regulamentos técnicos, inspeciona os serviços credenciados, capacita profissionais e monitora a ocorrência de eventos adversos com a utilização das tecnologias disponíveis”, reforçou a médica.
Durante o período, especialistas do Hemopa, da ANVISA, da FIOCRUZ e do Hemocentro do Amazonas, estarão focados na exposição e debates de pontos críticos de controle de risco no clico do sangue com apresentação teórica e prática das técnicas, procedimentos hemoterápicos, jurídicos e regulatórios, além dos aspectos gerais de inspeção sanitária. Serão apresentado ainda o controle das práticas, normas técnicas e padrões de produção, visando a qualificação da gestão e a garantia dos serviços e produtos oferecidos aos usuários.
Programação científica
Dia 23/08, de 8h às 18h, Sistema Nacional de Vigilância Sanitária do Sangue, Inspeção Sanitária- Visão Geral do Serviço de Hemoterapia (MOD I), pelo dr. João Batista Junior, da ANVISA; Captação, pela assistente social Juciara Farias, do Hemocentro do Pará; Recepção, cadastro, seleção de doadores e coleta de sangue total e por aférese, dra Socorro Ferreira, do Hemocentro do Pará.Dia 24/08, de 8h às 18h, Mod II Roteiro de Inspeção: Recepção, cadastro, e seleção de doadores e coleta de sangue total e por aférese (MOD VI), dra.Denise Ferreira Leite, da ANVISA; Triagem laboratorial-Sorologia; triagem Laboratorial- Imunohematologia do doador e receptor; MOD III- Roteiro de Inspeção- Triagem Laboratorial (Prática)-INCQS/FIOCRUZ.Dia 25/08, de 8h às 18h, MOD III-Roteiro de Inspeção-Triagem Laboratorial (Pratica); Agencia Transfusional, Terapia Transfusional e Procedimentos Especiais, dra Maria de Fátima Fernandes, da ANVISA; Reações Transfusionais/ hemovigilância e retrovigilância. Dia 26/08, de 8h às 18h, Processamento de hemocomponentes- dra. Maria José Coelho, do Hemocentro do Amazonas; Controle de qualidade de hemocomponentes, dra. Adriana Estácio - Hemocentro do Pará; transporte de hemo; Mod IV-Roteiro de inspeção- Processamento,rotulagem,armazenamento e distribuição, dr João Batista Junior - ANVISA; Aspectos Jurídicos e Dispositivos Legais em Vigilância Sanitária, dra Denise Ferreira Leite – ANVISA.Dia 27/08, de 8h às 17h30,Gestão de equipamentos, o administrador Renato Figueiredo, do Hemocentro do Pará; Gerenciamento de Resíduos em Serviços de Hemoterapia, a enf. Kati Seixas, Hemocentro do Pará; Metodologia de Avaliação dos Serviços de Hemoterapia, dr João Batista Junior, da ANVISA.O tema sobre “Gestão de equipamentos”, ainda será repassado aos profissionais dos Estados do Amazonas, Acre e Roraima, no dia 24/08, também por Renato Figueiredo, no auditório do Hemocentro de Manaus.
especialista em Regulação da Vigilância Sanitária o farmacêutico bioquímico analista clínico João Batista Júnior.
Foto 1- Dr. João Baccara.Foto 2- Diretora Técnica do Hemopa, Dra. Silvia Teixeira. Foto 3- Público presente.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Biblioteca Virtual em Saúde - Brasil

Através do financiamento do Ministério da Saúde e seus parceiros, o Hospital Ophir Loyola estará inaugurando no próximo dia 03 de setembro, ás 9h, no auditório Luiz Geolaz de Moura Carvalho/HOL, a estação Biblioteca Virtual em Saúde- BVS Brasil, que tem como objetivo convergir as redes temáticas brasileiras da BVS e integrar suas redes de fontes de informação em saúde, fortalecendo-as e dando visibilidade as mesmas por meio do Portal da BVS Brasil. As fontes de informação da BVS Brasil são oriundas das BVS Temáticas Nacionais, obedecendo a seus controles de qualidade e metodologias.
A programação segue com a demonstração da BVS Brasil, BVS Saúde Pública e com a visita do local que será implantada à estação no Hospital Ophir Loyola. Após a inauguração, haverá um treinamento para capacitar os usuários para obter acesso as informações que a biblioteca virtual disponibilizará, ministrado pela equipe BIREME/ OPAS/ OMS.
As inscrições para o treinamento , estão sendo feitas no Departamento de Eventos do HOL. Maiores informações pelo tel. 3342 1319/3342 1209/3342 1317.

Dia do psicólogo 27 de agosto


O profissional de psicologia é, como o próprio nome da teoria sugere, um conhecedor da mente humana. A palavra deriva do grego e significa psyche (mente ou alma) e logos (conhecimento), ou seja, "ciência da alma": sua definição mais antiga. Tudo começou com os filósofos, os primeiros a fazer especulações em relação a problemas psicológicos, em busca de respostas sobre a natureza da alma e de sua relação com o corpo. Daí o costume de se dizer que a filosofia é a mãe da psicologia ou que os filósofos foram os precursores dos psicólogos.
Hoje, a definição da psicologia é outra e cabe ao psicólogo "estudar os fenômenos da mente e do comportamento do homem com o objetivo de orientar os indivíduos a enfrentar suas dificuldades emocionais e ajudá-los a encontrar o equilíbrio entre a razão e a emoção".
O objeto de estudo do psicólogo é o comportamento humano e o seu principal objetivo é compreender o homem. Veja algumas das divisões desse estudo:
- psicologia da personalidade - ocupa-se dos diagnósticos e desenvolvimento das personalidades.
- psicologia social - estuda o comportamento dos indivíduos dentro do grupo.
- psicologia comparativa - compara o comportamento animal com o do homem.
- psicologia do desenvolvimento - avalia as mudanças que acontecem com o indivíduo.
- psicologia experimental - analisa os fenômenos psicológicos com fenômenos naturais, em condições monitoradas em laboratório.
- psicologia clínica - tratamento das neuroses e demais problemas psíquicos.

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Para com diagnóstico precoce da doença falciforme

O Pará está habilitado a fazer o diagnóstico precoce para a doença falciforme desde abril deste ano, por meio da triagem neonatal. Quanto mais cedo é identificado esse tipo de anemia, mais chances a pessoa tem para evitar as manifestações graves da doença e aumentar a qualidade de vida. Para ter acesso ao serviço, basta ir a uma unidade de saúde e solicitar o teste do pezinho nos primeiros sete dias de vida do bebê.A Coordenadoria de Atendimento Ambulatorial da Fundação Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará (Hemopa), referência no Estado para o tratamento da doença falciforme, já cadastrou 528 pessoas para o acompanhamento e tratamento da doença. Desse total, 311 são pacientes da anemia falciforme.Segundo a coordenadora interina do Atendimento Ambulatorial do Hemopa, a pediatra e hematologista Saide Maria Sarmento Trindade, há cerca de 30 anos era registrado um alto índice de morbimortalidade de pacientes na faixa etária de 25 a 30 anos.Mas, apesar de ter ocorrido redução nas mortes provocadas pelas complicações da doença falciforme, ela afirma que o índice ainda é considerado alto. A expectativa é que, com os novos protocolos estabelecidos (como tratamentos com hidroxiureia e quelação de ferro por via subcutânea e oral) seja aprovada a portaria ministerial para o transplante de medula óssea desses pacientes.Desde os oito meses de idade, Fábio Henrique Almeida da Conceição, 31 anos, convive com a doença. Ele conta que tem uma vida normal porque, ao ser descoberto o problema, sua mãe não relaxou com os cuidados que um paciente de anemia falciforme precisa.As medicações, oferecidas gratuitamente, a transfusão de sangue e a alimentação equilibrada foram essenciais para que Fábio tivesse qualidade de vida e condições para estudar e trabalhar. Ele é graduado em Administração, com habilitação em Marketing, e exerce a profissão.Por saber dos problemas enfrentados pelos pacientes da doença falciforme, o administrador passou a divulgar a doença. Ele criou no orkut a comunidade "doe sangue no Hemopa" e o http://www.twitter.com//anemiafalciform, para esclarecer as pessoas sobre a doença, oferecendo informações sobre diagnóstico, tratamento e prevenção das doenças oportunistas."É necessário que as pessoas estejam bem informadas, porque não só o povo desconhece a doença, como também há muitos profissionais que desconhecem esse problema. O importante é que hoje, pelo teste do pezinho, desde os primeiros dias de vida pode-se descobrir se a criança tem a doença, e com isso controlar a anemia", ressalta.Informação - Estar informado sobre a anemia falciforme é fundamental para que a pessoa saiba como agir quando alguém recebe o diagnóstico da doença. Por esse motivo, ao completar em 2010 os 100 anos da descoberta científica da doença falciforme, os meios de comunicação passaram a ser os maiores aliados para a prevenção das doenças oportunistas, como a pneumonia.Para lembrar o centenário da descoberta, o Ministério da Saúde, em parceria com organizações não governamentais, promove uma campanha na mídia desde o último dia 30 de junho, com a finalidade de informar a população sobre a incidência da doença falciforme nas diversas regiões do país e estimular o cuidado entre as pessoas com a doença.A pediatra Saide Maria Sarmento Trindade ressalta que a doença falciforme é considerada um problema de saúde pública, tanto que, há cinco anos, o Ministério da Saúde publicou uma portaria voltada à atenção integral à pessoa com anemia falciforme.A doença falciforme é hereditária, transmitida da mãe para o bebê durante a gravidez. A criança com anemia falciforme apresenta má-formação das hemácias, que se assemelham a foices. Esse tipo de anemia é predominante na população negra. Porém, como no Brasil há miscigenação de raças, é comum também encontrar pessoas de pele branca acometidas pelo problema.Política pública - A anemia falciforme foi incluída nas ações da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da População Negra, fundamentada pela Portaria GM/MS, nº 1391, de 16 de agosto de 2005, que define as diretrizes da Política Nacional de Atenção Integral às Pessoas com Doença Falciforme, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).As pessoas acometidas pela doença apresentam anemia crônica e dores severas nos ossos, decorrentes do processo de obstrução sanguínea causado pela forma de foice que as hemácias assumem. Dependendo do sistema imunológico do paciente, surgem as doenças oportunistas.No Pará, após a constatação da doença, a criança é encaminhada ao Hemopa para realização de novos exames. Em caso positivo, a criança é cadastrada na Fundação para iniciar o tratamento. As consultas ocorrem às quartas-feiras, às 13h, e às sextas-feiras, às 11h.Serviço: Fundação Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará (Hemopa) está localizada na Travessa Padre Eutíquio, 2109, bairro Batista Campos. Contatos pelos telefones:(91) 3242-9100 e 0800-280-8118 ou e-mail: hemopa@hemopa.pa.gov.br. Foto 1- Dra. Saide trindade.Foto 2- O paciente Fábio Henrique.Foto3: Ambulatório do Hemopa.
Crédico: jornalista Edna Nunes - Secom

De olho na alimentação

O projeto “De olho na alimentação” foi elogiado pela servidora Albertina Martins, que agradece sua participação no mesmo:”Ele veio me ajudar e muito, eu estava acima do peso e em três meses consegui perder 7 kg, e isso elevou minha auto estima”.

PARABÉNS!!!!

A presidente da Fundação o Hemopa, dra. Maria de Fátima Pombo Montoril, que aniversariou no dia 15 passado, recebeu homenagens dos colegas de trabalho no dia 13, com café da mnhã na sala de estar do hemocentro. Visivelmente emocionada, ela agradeceu o carinho e a homenagem de todos.

Hemopa capacita em hemovigilância

Atendendo solicitação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), através do especialista em Regulação da Vigilância Sanitária, o farmacêutico bioquímico analista clínico João Batista Júnior, o Hemopa promoverá curso de capacitação “Inspeção sanitária nos serviços de hemoterapia”, de 23 a 27/08, de abrangência dos estados do Pará, Amapá e Tocantins. O evento se dará no auditório do hemocentro. O uso de sangue, outros tecidos, células e órgãos humanos para tratamento de agravos é uma tecnologia já disponível no Brasil, garantindo a qualidade e a segurança dos serviço capacitando profissionais e monitorando a ocorrência de eventos adversos com a utilização das tecnologias disponíveis.

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Cadastros aumentam chances de vidas

Com a implantação de um novo sistema integrado de informática, o cadastro de doadores de sangue da Fundação Hemopa poderá ser feito, simultaneamente, com o de doadores de medula óssea. Inicialmente, o novo serviço elevará em torno de 50% o número de doadores de medula que, desde 2002 até ontem, 12, já efetivou 41.718 inscrições para o Registro de Doadores de Medula Óssea (REDOME), que fica no Instituto Nacional do Câncer (INCA), e é consultado por pacientes que procuram doadores não aparentados e compatíveis.
O novo sistema, denominado de Neovita, foi instalado no dia primeiro deste mês, e até o dia 12, foram efetivados 740 novos cadastros, que representa um aumento de 22%, levando-se em consideração que no mês de junho, houve registro de 1.500 novos candidatos na hemorrede, sendo que somente de Belém, foram 800. O serviço é oferecido aos doadores de sangue no momento da efetivação de seu cadastro. Ele recebe orientações de técnicos do hemocentro. Ao concordar com o cadastro, no ato da doação, também é colhido 5 ml de sangue para a tipagem da medula, fazendo com que esse ato seja uma ação dupla de cidadania e solidariedade.
Segundo a gerente de captação de Doadores do Hemopa, a assistente social Juciara Farias, todos os candidatos são orientados sobre a importância e os requisitos para a realização do cadastro de medula óssea, ainda no atendimento, na sala de recepção de doadores. “Não estamos mais coletando amostras de sangue no prédio em anexo.Tudo foi transferido para a sede do hemocentro”, reforçou, garantindo que agora ficou mais fácil para o candidato e para o hemocentro, tendo em vista que a abordagem é feita para todos, na recepção. “Se o candidato optar pelas duas ações voluntárias, nós agradecemos. Se optar por uma delas, também não haverá problemas. Agradecemos da mesma forma. Ambos atos são voluntários e altruístas, prevalecendo a vontade e a solidariedade de cada um em salvar dias”, ressaltou a assistente social.
Ela aproveita a oportunidade para informar que o Estado do Pará tem uma média de 150 pacientes que aguardam por transplante de medula óssea. “Esse esforço em conjunto reflete em mais uma chance de salvar vidas, tendo em vista que a possibilidade de compatibilidade entre doador e receptor é de uma em 100 mil no país, informou, enfatizando que no momento do cadastro o candidato está depositando a esperança e, se um dia for compatível, doará vida, através de sua medula.
Para doar sangue é muito simples: Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado. É necessário apresentar documento oficial original e com foto. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada três meses e a mulher a cada dois meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum.
Para cadastro de medula: ter boa vontade, estar bem de saúde e ter 18 e 55 anos. Não esquecer documento de identidade.
O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118.
Foto 1-Doador efetuando seu cadastro. Foto 2- Com a doação de sangue coleta de amostra para tipagem de medula óssea.Foto 3- Pacientes dependem da doação voluntária de sangue e de transplante de medula óssea.

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Hemopa avalia resultados de ações

Foi bastante significativa a participação na 1ª Reunião Semestral de Análise de Desempenho Institucional da Fundação Hemopa, referente aos resultados das ações obtidas no período de janeiro a junho deste ano. O evento contou com a participação da alta administração, coordenadores, assessores, gerentes, dirigentes da hemorrede e demais funcionários da instituição, que lotaram o auditório nos dois dias de atividades, 10 e 11/08. Foram 121 participantes.A presidente da fundação, dra. Maria de Fátima Montoril destacou a importância do evento e agradeceu os resultados obtidos, bem como o desempenho e a dedicação de cada gerente e servidor.

Parabéns, advogados e economistas!!

A presidência da Fundação Hemopa parabeniza os advogados pelo seu dia, comemorado hoje, 11; e estende as congratulações aos economistas, pelo seu dia festajado no próximo dia 13.

Origem do Dia do Advogado
O dia 11 de agosto é a data da lei de criação dos cursos jurídicos no Brasil e é também o Dia do Advogado. Esse dia é também conhecido como o "Dia do Pendura", uma tradição do início do século 20, quando comerciantes costumavam homenagear os estudantes de Direito deixando-os comer de graça. O dia é até hoje temido nos restaurantes, pois dizem que a tradição de comer sem pagar continuou a ser seguida.
No país, o curso surgiu logo após a Independência do Brasil, já se realizavam debates na Assembléia Constituinte, e depois na Assembléia Legislativa, em prol da criação dos cursos jurídicos. Em 11 de agosto de 1827 foram criados os dois primeiros cursos, um em São Paulo, outro em Pernambuco (Olinda).
Também havia o desejo de criar uma instituição que acolhesse e orientasse os advogados, o que aconteceu em 1843, com a criação do Instituto dos Advogados Brasileiros. Esse instituto tinha como principal objetivo constituir uma Ordem dos Advogados do Império.Mesmo com o projeto de criação apresentado ao Senado, em 1851, depois detido na Câmara dos Deputados e discutido exaustivamente, a Ordem dos Advogados, durante o período do Brasil Império, nunca conseguiu se constituir.Somente após a Revolução de 1930, instalado o Governo Provisório, em 18 de novembro de 1930, foi criada a Ordem dos Advogados do Brasil, OAB, numa época em que advogados e juristas já participavam ativamente da movimentação em torno da renovação e das mudanças na política do país (era a época da chamada República Velha).
Origem do curso de Ecomonia
Hoje, 13 de agosto, é o Dia do Economista. O dia foi escolhido devido a Lei 1441 que regulamentou a profissão de economista no dia 13.08.1951. Esta lei foi sancionada pelo presidente Getúlio Vargas. Segundo a Wikipédia Economista é a profissão daqueles que buscam compreender, modelar e prever o comportamento dos indivíduos, instituições e os fenômenos econômicos.. Quem estuda economia tem um amplo conhecimento, pois o curso oferece forte formação em matemática, estatística, história, sociologia e noções de administração, direito e ciências contábeis. É um curso que abre muitas portas e facilita a atuação em muitas áreas.

Calendário Campanhas Externas/Agosto

Para reforçar o estoque de sangue, o Hemopa realizará campanha externa, no mês de agosto, nos seguintes locais:
Dias: 17 e 18, das 8h às 19, no Hospital Ophir Loyola.

Dia: 19, na Universidade Federal do Pará (UFPA), de 8h às 17h.

Dia: 21, das 8h às 16h, na ação "Justiça Solidária", do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), na Praça Brasial.

Dia: 24, de 10h às 19h, na Universidade Estadual do Pará (UEPA).

Dia: 26, de 8h às 18h, na 8ª Região Militar

Dia: 25, de 8h às 18h, na Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA)

Dia: 28, de 8h às 17, na Comunidade de Santa Luzia.

Instituições públicas ou privadas interessadas em desenvolver campanhas externas, entrar em contato com a Gerência de Captação de Doadores (GECAD), de 2ª a 6ª feira, de 8h às 14h.

Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado. É necessário apresentar documento oficial original e com foto. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada três meses e a mulher a cada dois meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum.
O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

Campanha convoca pais doadores de sangue

Desde o dia 9 até o dia 13 deste mês, o Núcleo de Hemoterapia de Capanema promoverá campanha de incentivo à doação de sangue comemorativa ao Dia dos Pais. A meta é de 70 bolsas e 10 cadastros de doadores de medula óssea. As doações efetivadas reforçarão estoque técnico de sangue da unidade.
A ação estratégica conta com ofereta de lanche especial, música ao vivo e repasse de informações sobre Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) e AIDS. A mobilização conta com apoio da mídia local, do 4º Conselho Regional de Saúde (CRS), SMS Capanema, SMS Bonito, SMS Tracuateua, SMS Primavera, SMS Santarém Novo, ATs de Bragança e de Salinópolis.
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado. É necessário apresentar documento oficial original e com foto. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada três meses e a mulher a cada dois meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum.
A unidade, gerenciada pelo dr. Tiego Miranda Lopes, atende 10 hospitais, distribuídos nos municípios de Capanema, Bragança, Ourém, Salinópolis , Augusto Correa e Viseu
O Hemopa Capanema espera pó você na Lopes.Rodovia BR 308 KM 0 S/N – Bairro São Cristóvão. Mais informações: 3462-2744 / 3462-2329

III Módulo do curso de pedrarias

A Fundação Hemopa, através da Coordenadoria de Atendimento Ambulatorial (COAMB)/Gerência de Serviço Social (GESES), está desenvolvendfo, desde 09, o III Módulo do Curso de Bordado e Pedrarias para pacientes e familiares, que se estenderá até o dia 22. A atividade, faz parte do projeto “Criar e Recriar: Construindo Cidadania”. O SENAC, novamente, participará como importante parceiro na continuidade do curso que contará com 25 participantes.
Além de integrar e capacitar, a atividade proporciona capacitação outra opção de renda aos participantes.
A última oficina, para confecção dos produtos artesanais, ocorreu no período de 7 a 21 de junho, que foi o II Módulo do Curso de Bordado com fitas e pedrarias.

Parabéns, pais funcionários!!

A Fundação Hemopa prestou homenagem alusiva ao Dia dos Pais, na sexta-feira passada, 06, às 12h, com almoço para funcionários na sala estar da instituição. A alta administração, presidente e diretores parabenizaram todos os presentes. A reunião foi animada com música ao vivo do colega da Gerência de tecnologia da Informação (GETIN) Jorge Gomes.

Campanha dos pais com quase 300 doadores

Foi bastente significativo o saldo de 288 comparecimentos durante a campanha de doação de sangue comemorativa ao Dia dos Pais, que a Fundação Hemopa promoveu nos dias 6 e 7/08. "Pai inteligente cuida-se e doa sangue”. Foi o tema da mobilização que ofereceu serviços de enfermagem para orientação alimentar e dicas para a promoção da saúde do homem; apresentação de arte educadores do SIEPA, que abordaram temas relativos à promoção da saúde do homem; além de lanche especial para parabenizar e agradecer todos os doadores da campanha. O funcionário da Gerência de Tecnologia da Informação (GETIN), Jorge Gomes fez apresentação musical.
Do total de doações efetivadas no Estado, 73% são dos homens e o restante de mulheres. Essa predominância masculina no processo da doação de sangue é imperativa nos hemocentros brasileiros. Para aumentar a presença feminina, o Ministério da Saúde (MS) desenvolve frentes de trabalhos para estimular esse gesto. No Pará, o perceNtual vem aumentando, mas precisa atingir 30% como determina o MS.
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado. É necessário apresentar documento oficial original e com foto. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada três meses e a mulher a cada dois meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum.
O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118.
Foto 1- Pais doadores atenderam apelo da campanha e reforçam estoque de sangue do hemocentro. Foto 2- O funcionário Jorge Gomes, colaborando com a ação com música na copa dos doadores.

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Hemopa Marabá supera meta de campanha

A população do município de Marabá atendeu o apelo da campanha comemorativa ao Dia dos Pais, realizada pelo hemocentro nos dias 2, 3 e 4 deste mês, resultou em 94 doações voluntárias de sangue, que abastecerá a demanda transfusional da rede hospitalar da localidade e outros municípios da região.
Segundo a assistente social Andréia Alfaia, o saldo da ação estratégica foi bastante satisfatório.“Agradecemos a cada doador de sangue, antigos e novos. Eles são responsáveis pela felicidade de cada família de paciente que precisa de uma transfusão de sangue para melhorar a qualidade de vida ou de sobreviver. Eles possibilitam que outros pais possam comemorar a data com seus filhos”, ressaltou.
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado. É necessário apresentar documento oficial original e com foto. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada três meses e a mulher a cada dois meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. Gerenciado pelo médico Fernando Augusto Fonseca Monteiro, o Hemocentro Regional de Marabá espera por você na Rod. Transamazônica, Quadra 12, S/N. Mais informações: (94) 3324.1645 / 3324.1810.E-mail: hemopa@skorpionet.com.br

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Hemopa parabeniza pais doadores de sangue

Nesta sexta e sábado, 6 e 7, a Fundação Hemopa desenvolverá campanha de doação de sangue para homenagear pais como o doador Edmilson Nascimento Pessoa, 47 anos, dos quais 15 deles doando sangue, salvando vidas como a do paciente Manoel Caldas, 65 anos, portador de anemia falciforme, e que depende diretamente desse gesto solidário para sobreviver e, assim, poder comemorar datas importantes com familiares e amigos. A meta da campanha é de 150 coletas/dia.
Portador de uma doença crônica, Manoel sempre dependeu das doações para ter melhor qualidade de vida.Ele sente na pele as dificuldades de sensibilizar e captar doadores. “As pessoas devem cooperar, ajudar. Assim como eu, muitos estão aguardando doações de sangue para dar continuidade ao tratamento”, ressaltou, convidando antigos e novos doadores para aderirem a essa nova ação estratégica do hemocentro.
Efetuando mais uma doação de sangue, Edmilson Pessoa pede para que outras pessoas se conscientizem da importância da doação na vida do ser humano. “Não tenha vergonha de ajudar o próximo. Venha e convide familiares e amigos”, sugeriu, reforçando que o ato não representa riscos à saúde do doador e que o próprio organismo encarrega-se de repor o líquido doado.
Doador há mais de 10 anos, Waldemir Oliveira, 47 anos, ressalta ainda que aonde há vida, há esperança. “Não abandone o próximo. Muitos dependem de você. Venha doar sangue e traga amigos e familiares. Fale sobre a importância da doação para todos”. Ambos doadores de sangue também são cadastrados como doadores de medula óssea.
“Pai inteligente cuida-se e doa sangue”. É o tema da mobilização ofertará serviços de enfermagem para orientação alimentar e dicas para a promoção da saúde do homem; Arte educadores do SIEPA, abordarão temas relativos à promoção da saúde do homem; haverá ainda apresentação do Coral do HEMOPA e do Grupo de Pagode “Gota d´água”; além de lanche especial para parabenizar e agradecer todos os doadores da campanha. O funcionário da Gerência de Tecnologia da Informação (GETIN), Jorge Gomes vai colaborar com apresentação musical, na sexta, pela manhã.
Do total de doações efetivadas no Estado, 73% são dos homens e o restante de mulheres. Essa predominância masculina no processo da doação de sangue é imperativa nos hemocentros brasileiros. Para aumentar a presença feminina, o Ministério da Saúde (MS) desenvolve frentes de trabalhos para estimular esse gesto. No Pará, o perceNtual vem aumentando, mas precisa atingir 30% como determina o MS.
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado. É necessário apresentar documento oficial original e com foto. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada três meses e a mulher a cada dois meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum.
O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118.
Foto 1- Doadores de sangue: Os dadores Wlademir Oliveira e Edmilson Pessoa. Foto 2- Paciente Manoel Caldas

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Campanha de doação de sangue homenageia pais

A campanha de incentivo à doação de sangue do veraneio que a Fundação Hemopa promoveu do dia primeiro a 31 de julho rendeu o excelente saldo 4.831 comparecimentos. A mobilização deu suporte para estoque técnico de sangue do hemocentro. A ação aconteceu simultaneamente nos Hemocentro Regionais de Marabá, Santarém e Castanhal; e nos Núcleos de Hemoterapia de Abaetetuba, Altamira, Tucuruí, Redenção e Capanema.
No Pará, os homens são responsáveis por 73% das doações voluntárias de sangue efetivadas. A participação feminina nesse processo está aumentando, no entanto, precisa melhorar mais e atingir 30%, como determina o Ministério da Saúde (MS).
Dando prosseguimento ao cronograma de ações estratégicas, o Hemopa desenvolverá campanha de doação de sangue comemorativa ao Dia dos Pais, nos dias 6 e 7 de agosto, com o tema "Pai inteligente cuidfa-se e doa sangue". A meta diária será de 150 coletas. Durante o período haverá oferta de serviços de enfermagem para orientação alimentar e dicas para a promoção da saúde do homem; apresentação do Coral do HEMOPA e do Grupo de Pagode “Gota d´água”; além de lanche especial para parabenizar e agradecer todos os doadores da campanha.
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado. É necessário apresentar documento oficial original e com foto. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada três meses e a mulher a cada dois meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Hemopa Capanema convoca pais doadores

No período de 09 a 13 deste mês, o Núcleo de Hemoterapia de Capanema promoverá campanha de incentivo à doação de sangue comemorativa ao Dia dos Pais. A meta será de 70 bolsas e 10 cadastros de doadores de medula óssea. As doações efetivadas reforçarão estoque técnico de sangue da unidade.
Durante a ação estratégica haverá lanche especial, música ao vivo e repasse de informações sobre Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) e AIDS. A mobilização contará com apoio da mídia local, do 4º Conselho Regional de Saúde (CRS), SMS Capanema, SMS Bonito, SMS Tracuateua, SMS Primavera, SMS Santarém Novo, ATs de Bragança e de Salinópolis.
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado. É necessário apresentar documento oficial original e com foto. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada três meses e a mulher a cada dois meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum.
A unidade, gerenciada pelo dr. Tiego Miranda Lopes, atende 10 hospitais, distribuídos nos municípios de Capanema, Bragança, Ourém, Salinópolis , Augusto Correa e Viseu O Hemopa Capanema espera pó você na Lopes.Rodovia BR 308 KM 0 S/N – Bairro São Cristóvão. Mais informações: 3462-2744 / 3462-2329

Parabéns ao Hemopa

A Fundação Hemopa agradece todas as congratulações pelos seus 32 anos de existência
Mensagens copiadas do Orkut do Hemopa.
Alan:
Parabens!!! Grande abraçooo!!!
Binho:
Parabéns!!!
FBRS:
Passei para desejar tudo de bom a essa fundação que já ajudou a salvar milhares de vidas;PARABÉNS HEMOPA e a todos que fazem o hemocentro acontecer!!! Devo muito a todos vcs!
Vera:
PARABÉNS pelos SEUS 33 anos salvando vidas.Parabéns tb aos doadores voluntários de sangue que fazem a vida florescer com um simples gesto:doando sangue.Tenho muito orgulho que fazer parte do quadro funcional desta instituição que muito orgulha o Pará e o Brasil.VIVA O HEMOPA. VIVA A VIDA!!
sueli:
Parabéns, que Deus ilumine o amor em ambudância que o HEMOPA distribui

Viviane:
Parabens Hemopa!
Paulo Pamplona:
Parabéns, Fundação!
RONALDO AMARAL:
PARABENS P/ VC , NESTA DATA QRIDA , MUITAS FELICIDADES , E MUITOS ANOS D VIDA !
Ingrid:
Um Grande Parabéns para NÓS!!!
ARMANDO GOMES:
Parabéns.

Funcionários parabenizam Hemopa pelos 32 anos salvando vidas!!!




Clique na imagem para ampliar.

Parabéns ao Hemopa pelos 32 anos salvando vidas!!!

PARABÉNS HEMOPA, PELO SEUS 32 ANOS!!!


ANTONIO DONATO DA COSTA
32 ANOS DE HEMOPA- GEPRO
“Agradeço por trabalhar no Hemopa e muito feliz em fazer parte da equipe que inaugurou o hemocentro, dos trabalhos realizados e dos prêmios recebidos, durante todos esse anos de fundação. Parabéns Hemopa!”.


RAIMUNDO CUSTÓDIO
17 ANOS DE HEMOPA- GEINE
“Tenho muito a agradecer, desde a presidência aos funcionários pelo tratamento, qualidade e respeito entre os funcionários e o seu público”.



JORGE GOMES
4 MESES DE HEMOPA- GETIN
“Fico feliz por fazer parte desta instituição tão importante para a população de nosso Estado, que completa 33 anos de dedicação e empenho no que faz, tendo como alicerce os doadores voluntários e seus colaboradores que desempenham suas funções com amor e responsabilidade. Parabéns, e que continue sendo referência em qualidade por muitos anos mais”.


MARIA DALVA CONCEIÇÃO
25 ANOS DE HEMOPA- GEMAN
“Parabenizo o Hemopa pelo seu aniversário, e agradeço por fazer parte desta instituição que é referência em saúde pública de qualidade e qualificação dos servidores para com seu público”.



JOSUÉ DA CONCEIÇÃO CORDEIRO
6 ANOS DE HEMOPA- GEREN
“Parabenizo a Fundação pelo seus 32 anos e que continue com sua missão de salvar vidas e proporcionar atendimento humanizado aos pacientes e doadores”.


ORLANDO BORGES
23 ANOS DE HEMOPA- GEDOI
“É um satisfação trabalhar no Hemopa, onde constitui também a minha família, e o bom entendimento que temos com nossos colegas de trabalho, isso faz do Hemopa uma instituição de referência”.

TELMA LÚCIA SARAIVA
18 ANOS DE HEMOPA- GEMAN
“Primeiramente, tenho orgulho de fazer parte da instituição, pois o Hemopa possui uma equipe que busca melhorar seus serviços para atender ao público, dispõe da infraestrutura de qualidade e uma relação interpessoal entre seus funcionários”.

DUCELENE MONTEIRO
3 ANOS DE HEMOPA- COLAB- ANEXO I
“Espero que a Fundação Hemopa cresça cada vez mais com excelência que possui e busque alcançar seu objetivo que é salvar vidas e captar mais e mais doadores. Como servidora só tenho a agradecer e que possamos ainda, comemorar muitos anos de instituição”.


JUCIARA FARIAS
16 ANOS DE HEMOPA- GECAD
“O Hemopa comemora 33 anos de vida que é o real significado da instituição. Sua existência é o fluxo da solidariedade, voluntariado, e que tenha sempre esse objetivo do comprometimento com o cidadão no processo da educação em saúde para doação de sangue”.