quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Parabéns, servidor público!!!

A Fundação Hemopa reuniu os funcionários em comemoração ao Dia do Servidor Público, às 8h30 de hoje, no refeitório. A homenagem contou com a presença da direção que recepcionou e parabenizou os presentes. Com a palavra, a presidente do hemocentro dra. Maria de Fátima Pombo Montoril agradeceu a dedicação e o profissionalismo do quadro funcional.
Ela ressaltou as diversas ações de valorização dos servidores desenvolvidas pelo Hemopa, entre elas, a elevação de 27% no valor do vale refeição, aumento de 22% no valor da Gratificação de Desempenho Institucional (GDI), o aumento da satisfação na pesquisa de clima organizacional que passou de 76% para 80%, além de aumento no valor do abono do Círio e Natal, Risco de Vida para 100% dos servidores contemplados na legislação.
A médica também ressaltou programas voltados para o bem estar e satisfação dos funcionários da hemorrede, com destaque para os seguintes projetos: “Preparação para a Aposentadoria”, “Acompanhamento de funcionárias grávidas”, “De olho na alimentação”, “Aniversariantes do trimestre”, “Conhecendo a Organização”, “Comemoração do dia de categorias”. “Mas também fico muito feliz ao saber que os servidores tem orgulho em trabalhar nesta instituição, o que foi constatado na Pesquisa de Clima Organizacional”.
Fátima Montoril encerrou seu discurso compartilhando o Prêmio Estadual da Qualidade (PEQ/PA), Ciclo 2010, na Faixa Ouro e a Premiação nacional da Gestão Pública, (PQGF), Ciclo 2010, na Faixa Prata. A solenidade do PEQ/PA, será no dia 25/11, no teatro Maria Sylvia Nunes, na Estação das Docas e do PQGF, será no dia 24/11, em Brasília, que contará com a presença de 20 servidores representantes da hemorrede estadual, que foram eleito pelo processo mais transparente e democrático: sorteio.
“Nada disso seria possível sem a dedicação dos funcionários. A qualidade de nossos serviços independente de quem está na direção, porque é um processo contínuo que já faz parte da cultura de nós, servidores públicos do Hemopa”, encerrou.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Projeto leva alegria no "Goeldi"

Muita alegria e diversão marcaram a “Manhã de Lazer” de dezenas de crianças das comunidades “Pantanal” e “Paraíso Verde”, que são atendidas pela Fundação Hemopa, através das ações de responsabilidade socioambiental. O passeio foi no parque zoobotânico do museu “Emílio Goeldi”.
O passeio incluiu famialiares das crianças atendidas por esse projeto social do hemocentro que inclui cursos profissionalizantes, educacionais e culturais, para geração de fonte de renda
Eles visitaram vários setores do museu, inclusive, os espaços de exposições que impressionaram todos eles. O parque zoobotânico também encantou os presentes, cuja maioria, não conhecia o local. Os animais foram uma surpresa à parte, especialmente os macacos e a diversificação de aves.

Parabéns, odontólogos!

A Fundação Hemopa parabeniza os odontólogos, especialmente aos que fazem parte do quadro funcional, pelo seu dia que é comemorado neste dia 25.
O Dia Nacional do Dentista coincide com a assinatura do decreto 9.311 que criou os primeiros cursos de graduação em odontologia no país, especificamente nos estados da Bahia e Rio de Janeiro. Através de uma portaria do Conselho Federal de Odontologia, a data passou a homenagear quem se dedica à profissão no Brasil.Quem pensa que dentista só cuida dos dentes se enganou. Também trata dos problemas da gengiva, boca e ossos da face. Na verdade, ele cuida da saúde bucal como um todo, além da parte estética.
Foto: Atendimento odontológico especializado oferecido pela equipe multidisciplinar do Hemopa.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Programação campanhas externas

O Hemopa estará realizando campanhas nos seguintes locais: Dia 20, de 8h às 17h, no Hospital Betina, Rua Augusto Correa, UFPA. Dia 20, de 8h às 13, na COHAB, Pass. Gama Malcher, 361; Dia 21, de 8h às 14h, Tribunal de Contas do Estado-TCE, Rua dos Tamoios com Padre Eutíquio; Dia 22, 8h às 14h, Escola Jaderlândia, Conj Jaderlândia, Ananindeua; Dia 23, às 19h, Palestra na Igreja Cristã Evangélica Vida, Ananindeua; Dia 23, às 9h, Palestra Escola Ana Teles; Dia 23, de 8 às 16h, Campanha Tramontina, Distrito Industrial de Icoaraci, Rod. Augusto Montenegro.
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado. É necessário apresentar documento oficial original e com foto. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum.
O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

Hemopa homenageia crianças

No próximo dia 26, o Hemopa homenageará suas crianças pacientes com “Manhã Alegre”, de 9h às 12h, em parceria com o espaço “Fuzuê”. A comemoração é alusiva ao Dia das Crianças e haverá muita brincadeira, doces e distribuição de brindes, doados por instituições parceiras. Cerca de 100 crianças devem participar da comemoração.
A Fundação HEMOPA é referência para atendimento especializado de doenças hematológicas, ou seja doenças do sangue. Este atendimento se destina aos pacientes encaminhados pela rede básica de saúde –SUS- através da ficha de referência contra-referência, devidamente preenchida, assinada e carimbada pelo médico solicitante, contendo exames atualizados.
O perfil do atendimento no HEMOPA é de consultas previamente agendadas e ambulatoriais, ou seja, para pacientes estáveis, não devendo portanto ser prática desta Fundação os atendimentos de urgência e emergência, que devem ser encaminhados para serviços que tenham o perfil para tal atendimento.
O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

Capacitação e renda

A Coordenadoria de Atendimento Ambulatorial (COAMB), através da Gerencia de Serviço Social (GESES), promoveu no dia, 15, Feirinha de Artesanato, no hall do Auditório, de 9h às 13h, que comercializou produtos artesanais, entre eles, sandálias, biquínis, bolsas e outros produtos que foram produzidos por pacientes e familiares atendidos pela Fundação. A atividade faz parte do Projeto Criar e Recriar: Construindo Cidadania, e tem a finalidade de integração entre pacientes, familiares e a instituição, garantindo também, mais uma fonte de renda para todas as participantes das oficinas.
O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

Simpósio de saúde mental

O Núcleo de Ensino e Pesquisa (NEPES), informa a programação do I Simpósio Brasileiro de Saúde Ambiental-Ciência e Saúde Ambiental Teorias, metodologias e Práxis”, que será realizado no período de 06 a 10 de dezembro deste ano, em Belém. O evento será promovido pela ABRASCO em parceria com o Instituto Evandro Chagas e a Secretaria de Vigilância Sanitária. Inscrições até o dia 04/12. Mais informações:www.iec.pa.gov.br.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Aniversariantes da semana-18 a 25 de outubro

Hemopa Sede: Mariana Costa da Cunha (18), José Rodrigues da Costa (19), Maria Elizabeth Leão (20), Cristiane do Socorro Arias (23), Aline Lira do Nascimento (23), Gilmar Antonio Couto da Rocha (23), Paula do Perpetuo Socorro Dantas (24). Abaetetuba: Jerusa Braga do Nascimento (18), Sebastião Quaresma Gomes (23), Marlea de Nazaré Dias (24), Albino Progenio da Cunha (24). Santarém: Edenira Nunes Costa (23), Wanderlucia Barroso (24). Altamira: Max Kelson Araújo Andrade (20). Parabéns!!!

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Campanha externa impulsiona cadastro de medula óssea

A população atendeu o apelo da campanha externa comemorativa ao Dia Estadual da Doação de Medula Óssea, promovida pela Fundação Hemopa, no dia 06, em frente a Agência do Banco do Brasil, na Presidente Vargas, que resultou em 212 novos cadastros, superando a meta de 200 inscrições. A ação contou com a ativa participação de familiares de pacientes que aguardam na fila por um doador compatível.
A unidade móvel do hemocentro permaneceu na Presidente Vargas de 8h às 17h. A ação contou com a participação de familiares do paciente Matheus Miranda, 5 anos, portador de Leucemia Mielóide Aguda (LMA); e da pequena Isabelle da Silva Teixeira, 5 anos, portadora de Leucemia Linfóide Aguda (LLA), que tiveram indicação para transplante de medula óssea. Matheus aguarda por um doador há 5 meses e Isabelle há 3 anos.
Incansável, o pai de Isabelle, o funcionário público municipal, Wladimir Teixeira, não perde a esperança e conta com a solidariedade de amigos e de todos que possam salvar não apenas sua filha, como também os demais 150 pacientes no Estado que engrossam a fila para realização de transplante de medula óssea. “Agradeço a equipe do Hemopa e do Hospital Ofir Loiola pelo atendimento e atenção”, ressaltou, afirmando a intenção de promover campanha para formação de cadastro em Ananindeua, onde reside com sua família.
O dia também contou com a captação dos tios do garoto Matheus, Sara e Igor Miranda. Intensamente dedicados a encontrar um doador, eles também contam com apoio de amigos, inclusive, da Igreja. “O sofrimento serviu para reforçar os laços de família e reafirmar a esperança nos Homens”, comentaram.
“Você já pensou em salvar uma vida?”. Foi o tema de campanha que teve o objetivo de aumentar o número de candidatos à doação de medula óssea que atualmente é mais de um milhão no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (REDOME), que fica no Instituto Nacional do Câncer (INCA), no Rio de Janeiro e é consultado por pacientes que precisam encontrar doador compatível. O Pará, através do serviço de REDOME do Hemopa, já enviou 44 mil cadastros efetivados desde 2002.
O Dia Estadual da Doação de Medula Óssea foi instituído no dia 11 de maio de 2009, para estimular o ato solidário na população, mas especialmente entre os funcionários públicos. A data tem como referência ao primeiro transplante não aparentado de medula óssea realizado no Brasil em 1985, com doador cadastrado no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome). As ações comemorativas foram desenvolvidas em parceria com instituições públicas e privadas, além de familiares de pacientes que aguardam por transplantes. No Brasil são cerca de 3.348. Somente no Pará são cerca de 150 pessoas.
Para torna-se um candidato à doação de medula óssea é muito fácil: basta estar bem de saúde e tem entre 18 e 55 anos é um candidato à doação em potencial. Salve vidas.
Para quem não pode comparecer na campanha externa, pode efetivar seu cadastro na Fundação Hemopa, de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30, na travessa Pe.Eutíquio, 2109.Mais informações: 08002808118/32429100-R- 325/205.
Foto:1- Candidatos aguardando para efetivar o cadastro de medula; 2-Funcionária do hemopa Cassandra Gaby; 3- Familiares de pacientes.

Círio de Nazaré: Fé e devoção

A festa do Círio de Nazaré é a mais comovente manifestação religiosa do povo brasileiro, que teve início em 1793, hoje com mais de dois milhões de pessoas, em Belém e com a participação dos Estados vizinhos, acontece uma explosão de fé para reverenciar Nossa Senhora de Nazaré. São 15 dias de homenagem à Virgem santíssima. É em Belém do Pará que a Virgem de Nazaré recebe a maior expressão de fé e devoção. É aqui que acontece o que todos consideram a maior procissão católica do mundo: o Círio de Nazaré. Mas, a crença em Nossa Senhora não é privilégio só dos paraenses. Aliás, o culto a Maria Santíssima é herança dos nossos irmãos portugueses. É de lá, mais precisamente de Praia Grande, que se tem as primeiras notícias da devoção em Nossa Senhora. No Pará, historiadores contam que o culto à Rainha dos Paraenses começou pelo município de Vigia, antes mesmo da chegada dos padres jesuítas naquele município.Isso teria sido em 1697.
O Círio de Nazaré, celebrado no segundo domingo de outubro, hoje conta com mais de 2 milhões de participantes e é um dos maiores cortejos católicos do Brasil e do mundo. Na véspera do Círio, uma réplica da imagem de Nossa Senhora de Nazaré é levada de uma capela próxima à basílica para a catedral da Sé, na procissão de transladação. A procissão do Círio começa às 7 horas da manhã, na Sé, e percorre 6 km de ruas, até a basílica. Durante aproximadamente 4 horas, ao som de rezas e cantos monocórdios, a multidão acompanha a berlinda ornamentada que conduz a santa. Muitos devotos, descalços, seguram a corda que protegem a berlinda com tanta força que machucam as mãos; outros levam ex-votos, e alguns, também em cumprimento de promessas, oferecem água aos participantes. Ao lado da basílica é instalado o arraial de Nazaré com comidas típicas e mercado de artesanato onde destaca-se obras confeccionadas com miriti, retratando a vida dos ribeirinhos. Durante a procissão dos barcos enfeitados que estão na baía Guajará são lançados fogos de artifício. A festa dura 15 dias e termina com a procissão do Recírio, na segunda-feira, que reconduz a réplica da imagem de Nossa Senhora de Nazaré para a capela ao lado da basílica.
Em mais de 300 anos de veneração é fé, esperança e devoção na Virgem de Nazaré, várias cidades do Estado também escolheram a Mãe de Jesus como padroeira de seus filhos. Além de Belém e Vigia, os municípios de Bragança, Cametá, Marabá, Mãe do Rio, Macapazinho, São Miguel do Guamá, Soure, Muaná e São João de Pirabas realizam romarias em louvor a Nossa Senhora.Da fé em Maria nasceram procissões que ultrapassam as fronteiras do Pará. Atualmente, a imagem da Virgem de Nazaré peregrina por cidades de vários Estados brasileiros, entre eles, Rio de Janeiro, São Paulo, Amazonas, Amapá, Ceará, Acre, Rondônia, Roraima e o Distrito Federal compartilham com os paraenses as bençãos de Nossa Senhora. É a fé unindo os povos em um só coração.
O Círio é a expressão de dois sentimentos fortes do povo brasileiro: a fé religiosa e o gosto pela festa. Durante os quinze dias que duram a festa, Belém é envolvida por um espírito de união, onde a família paraense se confraterniza.O ponto alto da festa é o almoço do Círio. Com mesa farta de comidas típicas de dar água na boca: o pato no tucupi, a maniçoba, o tacacá ou o casquinho de caranguejo. À noite, o espetáculo é ver a Basílica iluminada, mais de 4.000 lâmpadas são colocadas para fazer os contornos da fachada da Basílica de Nazaré.Por isso, a Fundação Hemopa deseja um FELIZ CÍRIO não apenas a todos os paraenses, como todos aqueles que visitam nossa cidade na fé com nossa Senhora de Nazaré.

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Hemopa de Abaeté supera meta de doações

No período de 20 a 24/09/, o Hemonúcleo de Abaetetuba (HENAB) realizou campanha estratégica de incentivo à doação voluntária de sangue com o tema: FAÇA UM GOL PELA VIDA, DOE SANGUE, que superou a meta de 80 candidatos à doação, obtendo um saldo de 121 comparecimentos e coleta de 101 bolsas de sangue.
Durante o período, os candidatos à doação assistiram palestras com a presença de jogadores do time do Vênus atlético Clube, que ainda doaram sangue. Os doadores, por sua vez, foram brindados com doações de camisas oficiais dos times de futebol do Vênus e o Abaeté, além de ingressos para os jogos de encerramento do campeonato local.
Para a assistente social Marléa Sobrinho, o saldo da campanha foi bastante satisfatório e serviu de reforço para o estoque de sangue da unidade que atende a demanda da localidade e municípios vizinhos. “Agradecemos todos aqueles que compareceram no hemonúcleo”, enfatizou
A mobilização solidária contou com apoio da imprensa local, entre outros, a rádio Comunitária Guarany FM, rádio Educativa Conceição FM, TV Matauíra de Comunicação, Programa de TV Naldo Araújo, jornal o Diário do Pará.
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e portar documento de identidade.Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis,Doença da Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado. O Hemopa de Abaeté espera por você na Tv. Santos Dumont, S/N, bairro de São Lourenço. Mais informações: 3751.4458. Foto: doadora atende apelo da campanha.

Campeonato pela vida.

O Hemonúcleo de Abaetetuba, sob a direção do médico Elias Serruya, desenvolverá campanha de incentivo à doação voluntária de sangue este mês de outubro, com o início do Campeonato Paraense de Futebol 2010 - 2011. A ação tem o objetivo de incentivar a doação de sangue no município em parceria com os times de futebol do Vênus Atlético Clube e Abaeté Futebol Clube, times de nossa região que irão participar do referido campeonato.
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e portar documento de identidade.Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis,Doença da Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado. O Hemopa de Abaeté espera por você na Tv. Santos Dumont, S/N, bairro de São Lourenço. Mais informações: 3751.4458. Foto: Dr. Elias Serruya.

Parabéns, Hemopa!!

O HEMOPA e seus funcionários continuam recebendo congratulações pelas premiações do OURO pelo Programa Estadual de Qualidade do Pará (PEQ/PA/2010) e a Faixa Prata do Programa Nacional de Gestão Pública do Governo Federal/2010.
Data e Local da cerimônia de entrega das premiações:
Programa Nacional de Gestão Pública: 24/11/2010, em Brasília.
PEQ/PA: 25/11, em Belém, no teatro Maria Sylvia Nunes
.

Governadora Ana Júlia Carepa: “Parabenizo o Hemopa e cada funcionário da hemorrede por mais essas duas importantes vitórias em favor da vida, através da melhoria contínua do atendimento no serviço público do nosso Estado”.

Diretor presidente do Hemocentro do Amapá, dr. João Carlos Silva Almeida: “O Hemopa tem mostrado valores inalienáveis ao cidadão na busca de serviços de qualidade. Fico feliz pelos resultados e mais uma vez a nossa parceria”.

Dr. Saraiva: Provamos HEMOPA e HEMORIO que a única diferença entre publico e privado pode ser apenas a origem dos recursos financeiros. Com competência e valorizando as pessoas somos competitivos eficazes e eficientes! Um grande abraço a todos no HEMOPA.

Diretora presidente do Hemocentro do Amazonas, dra. Leny Passos: Em nome de todos os servidores do HEMOAM e de sua diretoria vimos por meio deste congratular a FUNDAÇÃO HEMOPA pela dedicação ao desenvolvimento da Hemoterapia no Pará. Dedicação e empenho reconhecidos pela premiação na Faixa Prata, Ciclo 2010, no Programa de Qualidade do Governo Federal (PQGF). Queremos ainda agradecer à importante parceria com este Hemocentro. Aproveitamos ainda a oportunidade para manifestar nossos sinceros votos de sucesso e conquistas a todos os colaboradores.

Diretor presidente do Hemocentro do Amapá, dr. João Carlos Silva Almeida: “O Hemopa tem mostrado valores inalienáveis ao cidadão na busca de serviços de qualidade. Fico feliz pelos resultados e mais uma vez a nossa parceria”.

Jornalista da Tv Cultura João Plaça: Vera, transmito minhas saudações a você e a toda equipe dessa eficienteorganização.

Diretor do CEMO/INCA /Brasilcord/REDOME/REREME dr. Fernando Bouzas: Prezados Srs recebam os nossos respeitos e congratulações por este tão merecido Prêmio.
GESPÙBLICA-Roseli Farias:Prezados, Parabéns pela conquista, vamos publicar a matéria no portal Gespública.
Instituto de Pesquisa Aplicada, William Campos:Tenho acompanhado o esforço de todo HEMOPA na consecução de seus objetivos e com o trato da qualidade de seus serviços prestados à Comunidade. Hoje vejo esse HEMOPA com o Prêmio Faixa Prata” concedido pela Secretaria de Gestão do Ministério do Planejamento.Parabéns!

Federação Brasileira de Hemofilia: Parabéns a vocês pelo lindo trabalho!

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Campanha supera meta de mil doações

Muitas vidas salvas por 1.271 bolsas de sangue. Esse foi o saldo da 12ª Campanha de Doação Voluntária de Sangue das empresas Albras (Alumínio Brasileiro S.A.) e Alunorte (Alumina do Norte do Brasil S.A.), que encerrou no dia primeiro de outubro, em Barcarena. A campanha mobilizou empregados, familiares e moradores da região, superando a meta de mil bolsas estipulada no início da ação.
A Fundação Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará (Hemopa) é parceira da Albras e da Alunorte nesta iniciativa solidária. Durante três dias, médicos e enfermeiros do Hemopa se juntaram às equipes de medicina preventiva e aos voluntários das empresas para transformar o ambulatório da Albras em um grande centro de coleta de sangue. O objetivo é nobre: abastecer o hemocentro às vésperas do Círio, época em que a cidade recebe milhares de visitantes e, por consequência disso, aumenta a necessidade de transfusões nos hospitais. Em 11 anos mais de 16 mil doações foram computadas, número que pode ter beneficiado cerca de 60 mil pessoas. Este ano houve um acréscimo de 117 doações em relação ao ano passado.
Para quem doou, o sentimento é de satisfação e dever cumprido. Ana Rita Rosendo de Souza, prestadora de serviço da Albras e doadora de primeira viagem, se surpreendeu ao descobrir ter sido a milésima doadora, marca que é celebrada pela organização da campanha. A motivação para a doação veio após assistir a uma palestra, na qual ela descobriu que poderia ajudar mais de uma pessoa com o ato. “Foi ótimo saber que posso salvar até quatro pessoas adultas ou cinco bebês com meu sangue”, afirmou. Segundo Socorro Ferreira, médica do Hemopa, a campanha pretende reforçar a consciência solidária dos empregados das empresas e da comunidade. “Devemos aproveitar este momento de intensa espiritualidade e pensar em como ajudar o próximo, por isso pedimos que as pessoas acreditem na solidariedade e se disponibilizem a doar”, explicou Socorro.
A Campanha de Doação Voluntária de Sangue é reconhecida pelo Hemopa como a maior iniciativa do órgão em parceria com o setor privado. O evento já faz parte do calendário anual das empresas e é motivo de orgulho para toda a equipe. “Nós agradecemos a todos os que doaram na empresa, e também aqueles que doaram em Belém em nome da campanha”, concluiu Amanda Reis, enfermeira do trabalho da Albras. “Esperamos que esta ação cidadã se repita por muitos anos”, ressaltou Miriam Melonio, técnica de enfermagem da Alunorte.

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Parabéns, doador de medula óssea!

A Fundação Hemopa preparou vasta programação em homenagem ao Dia Estadual da Doação de Medula Óssea, comemorado no próximo dia 06 outubro. A previsão é de 400 cadastros. O Hemopa estará com unidade móvel para formação de cadastro na Agência do Banco do Brasil, na Presidente Vargas, de 8h às 17h. A ação estratégica também será desenvolvida na sede do hemocentro, de 7h30 às 18h.
A data foi instituída no dia 11 de maio do ano passado, para estimular o ato solidário na população, mas especialmente entre os funcionários públicos. A data tem como referência ao primeiro transplante não aparentado de medula óssea realizado no Brasil em 1985, com doador cadastrado no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome). As ações comemorativas serão desenvolvidas em parceria com instituições públicas e privadas, além de familiares de pacientes que aguardam por transplantes. No Brasil são cerca de 3.348. Somente no Pará são cerca de 150 pessoas.
“Você já pensou em salvar uma vida?”. É o tema de campanha que tem o objetivo de aumentar o número de candidatos à doação de medula óssea que atualmente é mais de um milhão no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (REDOME), que fica no Instituto Nacional do Câncer (INCA), no Rio de Janeiro e é consultado por pacientes que precisam encontrar doador compatível. O Pará, através do serviço de REDOME do Hemopa, já enviou 44 mil cadastros efetivados desde 2002.
Na Fundação Hemopa, o cadastro pode ser feito de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30.
Para torna-se um candidato à doação de medula óssea é muito fácil: basta estar bem de saúde e tem entre 18 e 55 anos é um candidato à doação em potencial. Salve vidas.
Passo a passo para se tornar um doador
• Qualquer pessoa entre 18 e 55 anos com boa saúde poderá doar medula óssea. Esta é retirada do interior de ossos da bacia, por meio de punções, e se recompõe em apenas 15 dias.
• Os doadores preenchem um formulário com dados pessoais e é coletada uma amostra de sangue com 5ml para testes. Estes testes determinam as características genéticas que são necessárias para a compatibilidade entre o doador e o paciente.
• Os dados pessoais e os resultados dos testes são armazenados em um sistema informatizado que realiza o cruzamento com dados dos pacientes que estão necessitando de um transplante.
• Em caso de compatibilidade com um paciente, o doador é então chamado para exames complementares e para realizar a doação.
• Tudo seria muito simples e fácil, se não fosse o problema da compatibilidade entre as células do doador e do receptor. A chance de encontrar uma medula compatível é, em média, de UMA EM CEM MIL no país. Uma em 10 mil no Estado.
• Por isso, são organizados Registros de Doadores Voluntários de Medula Óssea, cuja função é cadastrar pessoas dispostas a doar. Quando um paciente necessita de transplante e não possui um doador na família, esse cadastro é consultado. Se for encontrado um doador compatível, ele será convidado a fazer a doação.
• Para o doador, a doação será apenas um incômodo passageiro. Para o doente, será a diferença entre a vida e a morte.
• A doação de medula óssea é um gesto de solidariedade e de amor ao próximo.
• É muito importante que sejam mantidos atualizados os dados cadastrais para facilitar e agilizar a chamada do doador no momento exato. Para atualizar o cadastro, basta que o doador ligue para o Serviço de Redome do Hemopa: 32429100/R-325.