terça-feira, 30 de novembro de 2010

Parabéns, aniversariantes

Aniversariantes da semana–NOVEMBRO/DEZ Sede: Belém: Cristiane Ferreira (23), Carlos Eduardo de Melo Amaral (23), Daniel Fontes Pereira (23), Maria da Graça Dias de Sousa (27), Marcelo Souza da Silva (27), Roseli das Graças da Fonseca Garcia (27), Ilvia Bentes Guimarães (27), Maria Rosilda Nascimento Harada (29), Izael Cunha de Lima (01), Edilma Monteiro Ferreira (01), Ana Elisa Mendes Pereira (06), Rovervânia Silva de Aguiar (06). Abaetetuba: Celinea dos Santos Moraes (27).Capanema: Daniele Pires Ribeiro (30). Castanhal: Regina Amélia Braga Cardoso (02). Santarém: Maria das Graças Sardinha de Souza (23), Joaquim Augusto Aquino de Azevedo (25). Marabá: Paulo Gaby de Almeida (23), Diana Galvão Austríaco (23), Soraya Sousa Povoas (26), Carlos Calixta de Souza (27). Maria de Jesus Silva dos Santos (01), Sandra Moura Batista (01), Sara Iaghi Salame Carvalho (05). Redenção: Ismaene Marciano Reis (26). Ubiratan Ribeiro de Jesus (02), Eva da Silva Souza (05). Altamira: Aurélia Oliveira Piemonte (28).

Cronograma de campanhas externas

Para incrementar o número de doações de sangue e de cadastro de medula óssea, em dezembro, a Fundação Hemopa elaborou programção de campanhas externas durante toto o mês.
As ações estratégicas começam no dia 02, de 8h às 13h, no Tribunal de Justiça do Estado (TJE), com coleta de sangue e cadastro de medula. Nos dias 6 e 7, no Hospital de Clínicas, doação de sangue de 8h às 19h. Nos dias 09 e 10, no Hospital Metropolitano, de 8h às 18h, com coleta de sangue e cadastro de medula. No dia 13, de 8h às 16h, com cadastro de medula no Hospital Ophir Loiola. Nos dias 15 e 16, no Hospital de Santa Casa, com coleta de sangue e medula, de 8h às 18h. No dia 17, na Escola Estadual “Ruth Almeida”, com coleta de sangue medula óssea, até às 16h. Nos dias 21 e 22, e 28 e 29, na Agência do Banco do Brasil, da Pres. Vargas, com coleta de sangue até às 15h.

Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e portar documento de identidade é um doador em potencial.Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis,Doença da Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada três meses e a mulher a cada dois meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado.
O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109.Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118 ou pelo site: http://www.hemopa.pa.gov.br/ ou pelo blog: http://fundacaohemopa.blogspot.com/

Campanha do doador é um sucesso

“Estenda a mão a quem precisa. Doe Sangue”. Foi o tema da campanha que o Hemopa realizou em comemoração ao Dia do Doador Voluntário de Sangue, de 22 a 27/11. O significativo saldo de 2.639 comparecimentos foi bastante festejado ao superar a meta de 300 voluntários/dia. Somente no Dia Nacional do Doador de Sangue, 25, o hemocentro recebeu cerca de 800 voluntários. A ação também foi desenvolvida nos Hemocentro Regionais de Castanhal, Marabá e Santarém; e nos Núcleos de Hemoterapia de em Belém, Abaetetuba, Altamira, Capanema, Redenção e Tucuruí.
A campanha contou com importantes parcerias que foram decisivas para o total sucesso da campanha que aumentou o número de doações, além de conquistar novos doadores de sangue e cadastro de doadores de medula óssea. Entre as parcerias, citamos o envolvimento direto com os públicos dos 10 hospitais com Agências Transfusionais (AT´s) na capital; apresentações de artistas da terra, do coral do Hemopa, arte educadores, realização de oficina com palestras sobre hábitos saudáveis, filmes educativos sobre doação de sangue e cadastro de doadores de medula óssea, culto ecumênico, parabéns com bolo e lanche especial.A mobilização ganhou reforço com a utilização da unidade móvel para cadastro de medula.Durante a semana, o Hemopa recebeu mais de mil comparecimentos. O ponto alto da comemoração foi a participação da “Equipe Bio”, formada pelo prof. e biólogo Rinaldo Barral, prof e farmacêutico Rosivaldo Abreu, prof e médico Augusto Alcântara e pelo prof e ambientalista Wagner Souto.
Para o hemocentro, a semana foi agitada e de grande importância, tendo em vista que no dia 24/11, o Hemopa recebeu Prêmio Nacional da Gestão Pública do Governo Federal, Faixa Prata, Ciclo 2010, em Brasília. No dia 25, a instituição foi brindada com a entrega do Prêmio Estadual da Qualidade (PEQ/PA), Faixa Ouro, Ciclo 2010. O saldo positivo da campanha em homenagem ao doador fechou um ciclo no dia 27, com milhares de comparecimentos de doadores, assegurando reforço no estoque técnico de sangue da hemorrede estadual, levando-se em consideração que a mobilização aconteceu simultaneamente em oito unidades do hemocentro localizadas no interior paraense.
Para a gerente de Captação de Doadores (GECAD), a assistente social Juciara Farias, o saldo da campanha servirá de suporte para atendimento satisfatório da demanda de dezembro, quando normalmente a hemorrede brasileira enfrenta redução de aproximadamente 30% do número de comparecimento de doadores. No Pará não é diferente. Para reverter a situação, a GECAD promove ações estratégicas para garantir atendimento das solicitações transfusionais com promoção de campanhas externas com as unidades móveis de incentivo à doação de sangue e cadastro de medula óssea.
A programação começa no dia 02, de 8h às 13h, no Tribunal de Justiça do Estado (TJE), com coleta de sangue e cadastro de medula. Nos dias 6 e 7, no Hospital de Clínicas, doação de sangue de 8h às 19h. Nos dias 09 e 10, no Hospital Metropolitano, de 8h às 18h, com coleta de sangue e cadastro de medula. No dia 13, de 8h às 16h, com cadastro de medula no Hospital Ophir Loiola. Nos dias 15 e 16, no Hospital de Santa Casa, com coleta de sangue e medula, de 8h às 18h. No dia 17, na Escola Estadual “Ruth Almeida”, com coleta de sangue medula óssea, até às 16h. Nos dias 21 e 22, e 28 e 29, na Agência do Banco do Brasil, da Pres. Vargas, com coleta de sangue até às 15h.
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e portar documento de identidade é um doador em potencial.Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis,Doença da Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada três meses e a mulher a cada dois meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado.
O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109.Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118 ou pelo site: http://www.hemopa.pa.gov.br/ ou pelo blog: http://fundacaohemopa.blogspot.com/

Agradecimento a participação no PQGF

A servidiora Eloisa Ribeiro, lotada na Agência Transfusional (AT do Hospital "Barros Barreto", agradeceu a oportunidade de participar da solenidade de entrega do Prêmio Nacional da Gestão Pública do Governo Federal, que concedeu Faixa Prata, Ciclo 2010, à Fundação Hemopa, na noite do dia 24/11, na Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio (CNTC).
"Fiquei muito envaidecida por ser funcionária desta instituição e pude verificar a importância que o Hemopa tem em âmbito nacional. Tenho certeza que todos que presenciaram a premiação sentiram a mesma emoção no momento da entrega do troféu.Sou funcionária do hemocentro desde 1990 e sem me orgulhei muito disso", disse Heloisa Ribeiro em um trecho do documento enviado ao Serviço de Ouvidoria desta instituição.
Foto: Heloisa Ribeiro (2ª esq) com os demais colegas do Hemopa sorteados para participação no evento.

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Hemopa é destaque no PEQ/PA com Faixa Ouro

Torcidas formadas por servidores de várias organizações estaduais do Estado se fizeram presentes na quinta-feira (25), às 19h, no Centro de Eventos Ismael Nery, do Centur, para comemorar a entrega do Prêmio Estadual de Qualidade 2010 (PEC 2010), que concedeu este ano medalha de ouro à Fundação Hemocentro de Hemoterapia e Hematologia do Pará (Hemopa). Esta foi a primeira vez que a instituição recebeu ouro como reconhecimento aos serviços prestados à população paraense.
A presidente do Hemopa, Maria de Fátima Pombo Montoril, comemorou a premiação com uma festa dupla, lembrando que, desde 2005, quando aderiu ao programa, a equipe da Fundação tem caminhado em uma história de conquista de vários prêmios: bronze, prata e, agora, ouro.
"Mais importante é que não fomos premiados só no Pará. Na quarta-feira, viemos de Brasília, onde recebemos do governo federal a medalha de prata. Dormimos prata e acordamos ouro em Belém do Pará", disse Montoril, com satisfação. Ela comentou que o prêmio também era um presente ao doador de sangue, lembrando que o dia 25 de Novembro é comemorado o Dia do Doador Voluntário de Sangue.
Além do Hemopa, também receberam medalhas o Hospital de Clínicas Gaspar Viana, que levou prata, e a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa), Prodepa, Jucepa, Fundação Santa Casa, Banpará e Laboratório Central da Sespa, agraciados com medalha de bronze. O PEC 2010 homenageou também com título Menção Honrosa para Ceasa e Hospital Ophir Loyola.
O presidente do Hospital de Clínicas, Benedito Paulo Bezerra, declarou que receber a premiação é um reconhecimento de todos os funcionários do hospital. É uma prova de que estão na direção certa. "Essa é uma avaliação de todo o contexto do órgão, qualidade do atendimento, do serviço oferecido à comunidade. Nós somos referências em três especialidades: psiquiatria, nefrologia e cardiologia, e, com isso, mostra a importância do nosso serviço", ressaltou ele.
A cerimônia de entrega do PEQ 2010 contou com a presença da governadora do Estado, Ana Júlia Carepa, que enfatizou a importância da premiação como termômetro de qualificação do serviço público, bem como prestar o melhor atendimento à população. Ela frisou que este ano, em especial, a satisfação ainda foi maior porque o Hemopa ainda foi reconhecido nacionalmente.
"Isso é um esforço dos servidores públicos do nosso Estado, é um esforço dos dirigentes e um esforço do nosso governo para melhorar a qualidade do serviço público", observou Ana Júlia. Ela disse ainda que não só o governo e as organizações são agraciados com a premiação, mas, sobretudo, o povo do Pará.Os juízes do Prêmio Estadual da Qualidade este ano foram Edvaldo Menezes Sales (ex-coordenador de Qualidade da Albras), Cláudio Nascimento Cunha (analista de Qualidade do Sistema Integrado de Gestão da Albras) e Jayme Celson Bentes Canto (oficial engenheiro naval da Marinha do Brasil).
Foto 1- Fátima Montoril recebe troféu Ouro do PEQ/PA da governadora Ana Júlia Carepa. Foto 2-Médica ergue o prêmio compartilhando conquista inédita no Governo do Estado. foto 3- Funcionários comemoram o prêmio e o dia dos doadores de sangue.
Edna Nunes - Secom

Hemopa recebe Faixa Prata do PQGF

A Fundação Hemopa, através de sua presidente dra. Maria de Fátima Pombo Montoril, recebeu o Prêmio Nacional da Gestão Pública (PQGF-2010), Faixa Prata, do secretário de Gestão do Ministério do Planejamento, Tiago Falcão, na noite do dia 24/11, em solenidade realizada no auditório da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio (CNTC), em Brasília. O evento foi coordenado pelo secretário-executivo adjunto do Ministério do Planejamento, Francisco Gaetani. “Quando um prêmio como esse se renova a cada ano, todos querendo fazer cada vez melhor o que estão fazendo, é uma satisfação”, disse Gaetani, que estava representando o ministro Paulo Bernardo.
Bastante emocionada, Fátima Montoril dedicou a premiação pela excelência do modelo de gestão aos funcionários da hemorrede, doadores, pacientes e a sociedade em geral. “Temos que buscar a qualidade e a excelência dos serviços, incessantemente.Temos que melhorar sempre”, enfatizou.
O presidente do Conselho do PQGF, Jorge Gerdau, afirmou que as conquistas proporcionadas pelo prêmio “só são possíveis mediante grande esforço e dedicação” e acrescentou que o trabalho pela qualidade no serviço público é uma demonstração de respeito pelo cidadão. “O PQGF é um atestado da maturidade brasileira na área de gestão”, destacou Gerdau.
O Hemopa ainda obteve destaque na solenidade de premiação do PQGF por fazer parte das instituições públicas que implantaram a “Carta de Serviços”, atendendo o Decreto N° 6.932, de 11 de agosto de 2009, da Presidência da República . A edição tem o objetivo de orientar e facilitar o acesso aos serviços e produtos oferecidos, em respeito ao cidadão, em suas áreas de atendimento ao cidadão. Os documentos, disponíveis para a população na internet, funcionam como um guia dos serviços prestados pelas instituições e fornecem os critérios e os compromissos para alcançarem essa finalidade.
Antecedendo a entre dos prêmios, no dia 24, de 9h às 13h, os dirigentes das organizações vencedoras participaram do “Seminário das Organizações Reconhecidas PQGF/Ciclo 2010”. A dra. Fátima Montoril ministrou palestra sobre das boas práticas de gestão do Hemopa, de 10h30 às 11h, na sala 1, da CNTC. A solenidade contou com a presença de 20 funcionários da hemorrede, que foram selecionados pelo processo mais transparente e democrático:sorteio. Estiveram em Brasília: o diretor Administrativo Financeiro, o adm Gilmar Rocha; a diretora Técnica dra. Silvia Teixeira, a assessora do Núcleo de Qualidade, a socióloga Ligia Garcia, Nazaré Leão, Adriana Guimarães, Ana Nery Araújo, Carmem Cordero, Eloísa Ribeiro, Francisco de Assis, Jairo de Castro, Katerine de Azevedo, Kennie Amazonas, Klebson de Abreu, Lacy brito, Maria do Socorro Cardoso, Wilson Pereira, Tânia Regina Costa, Fernando Monteiro e Walter Cunha.
Histórico do Prêmio Nacional da Gestão PúblicaHá 12 anos, o PQGF reconhece as organizações públicas que se destacaram por suas práticas de excelência na gestão, sempre focadas no atendimento ao cidadão. As instituições eleitas foram avaliadas segundo o modelo de Excelência em Gestão Pública adotado pelos setores público e privado em mais de 120 países.
Foto1-(Esq) Gilmar Rocha, Silvia Teixeira e Fátima Montoril recebendo troféu do PQGF de Tiago Falcão. Foto 2- Fátima Montoril com grupo de funcionários presentes na solenidade. Fotos 3 e 4- Funcionários antes da solenidade de entrega do PQGF, Faixa Prata/2010.

Hemopa comemora premiações e saldo de campanha

A Fundação Hemopa registra, agradece e parabeniza pelos 1.816 comparecimentos de doadores de sangue, que corresponde a média diária de 454 participações, durante campanha em homenagem ao doador. Desse montante, 791 voluntários somente ontem, 25, em comemoração ao Dia Nacional do Doador de Sangue. “Estenda a mão a quem precisa. Doe Sangue”. É o tema da campanha que começou dia 22 e se estenderá sábado, 27. A ação superou a meta de 300 coletas/dia.
O Hemopa tem vários motivos para festejar, tendo em vista que a semana do doador, coincidiu com a concessão de duas importantes premiações ao modelo de excelência de gestão do hemocentro, dirigido pela médica Mª de Fátima Pombo Montoril, que recebeu no dia 24, às 19h, Prêmio Nacional da gestão Pública do Governo Federal, Faixa Prata, Ciclo 2010, em Brasília; e ontem, a inédita Faixa Ouro do Prêmio Estadual da Qualidade (PEQ/PA), Ciclo 2010, que foi entregue pela governadora Ana Júlia Carepa, às 19h, no auditório “Ismael Nery”, no Centur, que estava lotado com funcionários públicos.
Para a dra. Maria de Fátima, essas premiações brindam antigos e novos doadores da hemorrede do estado, que é composta por 45 unidades. “Temos muito a comemorar com o saldo da campanha e muito a compartilhar com as premiações recebidas. Nada seria possível sem a dedicação de nossos funcionários e nossos doadores de sangue”, enfatizou, reforçando convite para quem ainda não doou, aproveitar o período da campanha que vai até amanha, com muitas atrações.
A “Equipe Bio”, composta pelo prof. e biólogo Rinaldo Barral, prof e farmacêutico Rosivaldo Abreu, prof e médico Augusto Alcântara e pelo prof e ambientalista Wagner Souto, foi o ponto alto das trações, ontem. Eles lotaram a área de estacionamento do hemocentro com o show, em homenagem aos doadores e lançaram uma paródia de estímulo à doação de sangue. A música é a forma que eles usam para ensinar biologia e ações de responsabilidade social aos alunos.
A programação contou ainda com apresentação do Grupo de Arte Educadores “Tititica”, que usa o humor para repassar orientações corretas sobre doação de sangue; distribuição de material educativo, lanche especial, bolo e parabéns a todas essas pessoas que salvam vidas, diariamente
A gerente de Captação de Doadores do Hemopa, a assistente social Juciara Farias além de parabenizar pelo comparecimento da semana, agradeceu a compreensão de todos pela paciência em aguardar atendimento, tendo em vista o imenso fluxo de participantes nesta quinta-feira, que superou todo os dias da semana. “Tinha certeza que nossos antigos e novos doadores iriam atender apelo da campanha”, desabafou, lembrando que a campanha prossegue até amanhã, sábado, de 7h30 às 12h30.
A homenagem ao doador de sangue acontece em toda hemorrede brasileira para agradecer e parabenizar 1.8% da população doadora de sangue. No Pará, esse índice é de 1.7%. Ambos índices estão bem abaixo do que determina a Organização Mundial de Saúde que aponta a necessidade de 3% a 5% da população praticar esse ato solidário no Brasil. Das doações efetivadas na sede do hemopa, em Belém, 45,26% são de repetição; 26,46% do sexo feminino e 45% de jovens. Os homens são responsáveis por 74% das coletas.
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e portar documento de identidade é um doador em potencial.Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis,Doença da Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado. O Homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses.
O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109.Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118 ou pelo site: http://www.hemopa.pa.gov.br/ ou pelo blog: http://fundacaohemopa.blogspot.com/.
Foto 1- Dra. Fátima recebendo Troféu OURO da governadora Ana Júlia Carepa.Foto 2- Funcionários festejam a premiação, no Centur. Foto 3- Médica ergue o troféu compartilhando mais uma conquista do hemocentro. Foto 4- Quase 800 comparecimentos num único dia: 25/11.Parabéns, doador de sangue.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Obrigado, doador de sangue!

A semana comemorativa ao Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue, que a Fundação Hemopa está promovendo desde o dia 22 e se estenderá até o próximo sábado, 27, já resultou em 671 comparecimentos e 560 bolsas coletadas, que ainda não atingiu a meta de 300 doações/dia. Mas a direção do hemocentro aposta na superação da meta a partir de hoje.
Amanhã, 25, é a culminância da campanha em comemoração ao Dia Nacional do Doador. Muitas homenagens marcarão o dia, entre elas, culto ecumênico, parabéns com bolo, apresentação teatral com arte educadores desenvolvendo performance sobre o tema. O ponto alto do dia será a apresentação show da “Equipe Bio”, composta pelo prof. e biólogo Rinaldo Barral, prof e farmacêutico Rosivaldo Abreu, prof e médico Augusto Alcântara e pelo prof e ambientalista Wagner Souto. Eles fazem sucesso entre estudantes do ensino médio e vestibulandos, com músicas paródias para ensinar biologia e informar sobre assuntos de responsabilidade social, como a doação de sangue. A “Equiipe Bio” chega a reunir cerca de 7 mil alunos em “shows aula” que apresentam pelo estado.
professores
“Estenda a mão a quem precisa. Doe Sangue”. É o tema da campanha que está sendo realizada, simultaneamente, nos Hemocentros Regionais de Castanhal, Marabá e Santarém; e nos Hemonúcleos de Abatetuba, Altamira, Tucuruí, Redenção e Capanema. A ação estratégica também conta com apoio do corpo técnico dos hospitais com Agências Transfusionais (AT´s) na capital: Porto Dias, Santa Casa, Hospital de Pronto Socorro Municipal (PSM) da 14 de Março e do Guamá; Hospital Barros Barreto, Saúde Mulher, Divina Providência, “Gaspar Viana”, Metropolitano e D. Luis. O objetivo é envolver funcionários, familiares de pacientes e comunidade do entorno.
Durante todo o período da campanha, os doadores estão sendo brindados com música ao vivo na copa dos doadores, filmes educativos no circuito doador, distribuição de camiseta, cartão de agradecimento e apresentação do grupo de arte educador. Ano passado, a campanha em homenagem ao doador de sangue superou as expectativas com saldo de 2.632 comparecimentos.
A homenagem ao doador de sangue acontece em toda hemorrede brasileira para agradecer e parabenizar 1.8% da população doadora de sangue. No Pará, esse índice é de 1.7%. Ambos índices estão bem abaixo do que determina a Organização Mundial de Saúde que aponta a necessidade de 3% a 5% da população praticar esse ato solidário no Brasil. Das doações efetivadas na sede do hemopa, em Belém, 45,26% são de repetição; 26,46% do sexo feminino e 45% de jovens. Os homens são responsáveis por 74% das coletas efetivadas no Pará.
“Queremos convidar antigos e novos doadores nesta quinta-feira, 25, para festejar essa data tão importante para a hemorrede brasileira. Queremos agradecer aos milhares de pessoas que ajudam outras milhares a sobreviver com o simples e humanitário gesto da doação de sangue”, ressaltou, destacando que hoje,24/11, às 19h, o Hemopa estará recebendo Prêmio Nacional de Gestão Governo Federal (PQGF), Faixa Prata, em Brasília; e nesta quinta-feira, 25/11, às 18h30, o Prêmio Estadual da Qualidade (PEQ/PA), Faixa OURO, no auditório “Ismael Nery”, no Centur. “ Isso representa qualidade , respeito e dignidade a todos que utilizam nossos serviços”, afirmou, reforçando que todos os doadores estão convidados a comparecer na cerimônia do Centur.
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e portar documento de identidade.Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis,Doença da Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado. O Homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses.
O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109.Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118 ou pelo site: http://www.hemopa.pa.gov.br/ ou pelo blog: http://fundacaohemopa.blogspot.com/.
Foto 1- Grupo de Arte Educador Tititica e Neise.Foto 2- Doadores atendem apleo da campanha.foto 3- Equipe Bio.Ponto alto da programação com apresentação show, dia 25/11.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Bancários da Caixa doam sangue

Um grupo de aproximadamente 20 voluntários formado por gerentes da Caixa Econômica Federal de Belém, doou sangue na manhã de hoje, 23, na sede da Fundação Hemopa, durante o segundo dia da campanha comemorativa ao Dia Nacional do Doador de Sangue, que se estenderá até o dia 27. “Campanha de doação de vida”. É o tema da mobilização nacional está sendo promovida pela Federal Nacional dos Gerentes da Caixa Econômica e envolve funcionários, clientes e parceiros de lotéricas.
A coordenação da ação estratégica em Belém, coordenada pelo presidente da associação da categoria Fernando Carneiro Pereira e pelo diretor da Federação Nacional, Marcos Benedito Pereira. “Fizemos a divulgação da campanha por email e cartazes para sensibilizar o maior número pessoas”, comentou, explicando que a iniciativa de responsabilidade social em favor da sociedade faz parte do estatuto da federação dos bancários. Pelo terceiro ano consecutivo a categoria optou pela doação voluntária de sangue.
Segundo Marcos Pereira, a atividade acontece anualmente em novembro para reforçar o estoque técnico de sangue da hemorrede brasileira e contribuir para o atendimento da demanda transfusional de dezembro, quando normalmente o País enfrenta uma redução de aproximadamente 40% do número de coletas. No Pará não é diferente. “No próximo ano promoveremos campanha para cadastramento de doadores de medula óssea”, adiantou o bancário.
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e portar documento de identidade.Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis,Doença da Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado. O Homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses.
O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109.Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118 ou pelo site: http://www.hemopa.pa.gov.br/ ou pelo blog: http://fundacaohemopa.blogspot.com/.
Foto 1-. Grupo de bancários com a gerente de Captação de Doadores do Hemopa, a assistente social Juciara Farias (ponta esq). Foto 2- os coordenadores da campanha em Belém, os bancários Marcos e Fernando

Campanha ainda não atingiu meta de coletas

O garoto Ruan Michel Arruda, sete anos, paciente atendido pela Fundação Hemopa desde os 8 meses de idade, quando a mãe descobriu que ele era portador de anemia falciforme, surpreende a toda equipe de técnicos com sua astúcia e entendimento de seu problema de saúde. Durante suas consultas mensais, ele diverte-se bastante no espaço da “brinquedoteca” que possui livros brinquedos educativos para os pacientes da pediatria
. A atividade é orientada por pedagogas e enfermeiras.
Na sua mais recente consulta, Ruan Arruda, enquanto esperava sua vez, montou três bonecos nas cores vermelho, amarelo e o outro com as cores misturadas, que na sua leitura o personagem de cor vermelho é o doador, o amarelo o paciente, e o com as cores vermelho e amarelo juntos era o paciente após receber a transfusão de sangue. Ele, na sua inocência, simbolizou o bem estar após o gesto nobre e humanitário da doação voluntária de sangue para todos aqueles que precisam dessa solidariedade a vida inteira, tendo em vista que muitos dos pacientes atendidos pelo hemocentro são portadores de doenças crônicas.
Para a mãe do paciente, Silvani de Lima Arruda, essas atividades são de grande valor expressivo. “Ele adora brincar com os coleguinhas aqui nesse espaço, que também serve para unir e fortalecer os laços de amizade com outras crianças e técnicos do hemocentro”, comentou, aproveitando a oportunidade para agradecer e parabenizar antigos e novos doadores pelo Dia Nacional dos Doadores Voluntários de sangue, que será comemorado no próximo dia 25.
Para festejar a data, o Hemopa lançou campanha com vasta programação de 22 a 27/11, com distribuição de camiseta, cartão de parabéns, lanche especial, música e muitas outras atrações. Durante a ação estratégica, a instituição também estará efetivando cadastro para doação de medula óssea, nas unidades móveis na área externa do prédio.
Segundo a gerente de Captação de Doadores do Hemopa, a assistente social Juciara Farias, o primeiro dia da campanha não atendeu a meta de 300 coletas/dia. No primeiro de campanha houve comparecimento de 299 candidatos à doação e 250 coletas.Ela aposta na superação da meta. “A população sempre atende nossos apelos, especialmente nesse momento tão especial para agradecer essas pessoas que amam o próximo como a si mesmo, através da doação de sangue”, ressaltou, informando que o tema da campanha é “Estenda a mão a quem precisa.Doe sangue”, que está sendo realizada simultaneamente nos Hemocentros Regionais de Santarém, Castanhal e Marabá; e nos Hemonúcleos de Altamira, Abaetetuba, Redenção, Capanema e Tucuruí.
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e portar documento de identidade.Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis,Doença da Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado. O Homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses.
O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109.Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118 ou pelo site: http://www.hemopa.pa.gov.br/ ou pelo blog: http://fundacaohemopa.blogspot.com/.

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

HENCA festeja niver e parabeniza doador

A visita da imagem peregrina de Nª Senhora do Perpétuo Socorro, café da manhã e culto ecumênico marcaram as comemorações do aniversário de 5 anos do Hemonúcleo de Capanema (HENCA), nesta sexta-feira, 19, que contou com a participação de funcionários, doadores, pacientes e familiares.O evento ainda disponibilizou espaço para oração dos colegas evangélicos.
Na oportunidade, o responsável técnico pela unidade, o dr. Cláudio Tiego, reforçou a necessidade de adesão da população local à campanha em homenagem ao Dia Nacional do Doador de sangue, que está acontecendo desde o dia 15/11 e se estenderá até o dia 01/12. A meta é de 250 coletas e 100 cadastro de doadores de medula óssea.
Segundo ele, a campanha “Estenda a mão a quem precisa. Doe Sangue”, teve início com apresentação cultural com show artístico na Praça Magalhães Barata, para sensibilizar a população com distribuição de material educativo. De 16 a 30, haverá coleta de sangue na sede da unidade, de 7h às 12h, com distribuição de camiseta, preservativos e repasse de informações sobre cuidados com a saúde, lanche especial e música ambiente.
A campanha será encerrada com café da manhã servido para doadores, pacientes, representantes de instituições parceiras e Agentes Comunitários de Saúde (ACS), do programa “Agentes da Doação de Sangue”.
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos é um doador em potencial. Necessário portar documento de identidade.Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis,Doença da Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada três meses e a mulher a cada dois meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado.O Hemopa Capanema espera por você de segunda a sexta-feira, de 8h às 12h, na Rodovia PA 242, KM 0, S/N, bairro São Cristóvão. Mais informações pelo fone: (19)3262.2329.
Foto: Fachada Hemonúcleo de Capanema

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Parabéns, doador de sangue!!

Tudo pronto para a semana comemorativa ao Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue, que o Hemopa realizará de 22 a 27 deste mês. Muitas surpresas aguardam antigos e novos doadores de sangue e candidatos à doação de medula óssea. Para tanto, a direção do hemocentro já providenciou decoração para parabenizar e receber todos os voluntários do período. A meta de coleta de sangue é de 300 bolsas/dia.
“Estenda a mão a quem precisa. Doe Sangue”. É o tema da campanha que acontecerá simultaneamente nos Hemocentros Regionais de Castanhal, Marabá e Santarém; e nos Hemonúcleos de Abatetuba, Altamira, Tucuruí, Redenção e Capanema. A ação estratégica também contará com apoio do corpo técnico dos hospitais com Agências Transfusionais (AT´s) na capital: Porto Dias, Santa Casa, Hospital de Pronto Socorro Municipal (PSM) da 14 de Março e do Guamá; Hospital Barros Barreto, Saúde Mulher, Divina Providência, “Gaspar Viana”, Metropolitano e D. Luis. O objetivo é envolver funcionários, familiares de pacientes e comunidade do entorno.
A programação iniciará com oficina que repassará orientações sobre cuidados com alimentação, importância da atividade física e hábitos saudáveis. O evento será destinado aos associados do Clube de Doadores Raros (CDR), Clube 25, composto por jovens doadores com idade entre 18 e 25 anos; e servidores do hemocentro.
De 22 a 27, haverá coleta de sangue, música ao vivo na copa dos doadores, filmes educativos no circuito doador, distribuição de camiseta, cartão de agradecimento, apresentação do grupo de arte educador. Ano passado, a campanha em homenagem ao doador de sangue superou as expectativas com saldo de 2.632 comparecimentos.
No dia 25, a comemoração ao Dia Nacional do Doador começará com culto ecumênico, café da manhã e bolo de parabéns, seguido da apresentação da Equipe Bio, que faz sucesso entre estudantes do ensino médio e vestibulandos, com músicas paródias para ensinar biologia e informar sobre assuntos de responsabilidade social, como a doação de sangue. Eles chegam a reunir cerca de 7 mil alunos em “shows aula” que apresentam pelo estado. O grupo é formado pelo prof. e biólogo Rinaldo Barral, prof e farmacêutico Rosivaldo Abreu, prof e médico Augusto Alcântara e pelo prof e ambientalista Wagner Souto.
A homenagem ao doador de sangue acontece em toda hemorrede brasileira para agradecer e parabenizar 1.8% da população doadora de sangue. No Pará, esse índice é de 1.7%. Ambos índices estão bem abaixo do que determina a Organização Mundial de Saúde que aponta a necessidade de 3% a 5% da população praticar esse ato solidário no Brasil. Das doações efetivadas na sede do hemopa, em Belém, 45,26% são de repetição; 26,46% do sexo feminino e 45% de jovens. Os homens são responsáveis por 74% das coletas.
Em 33 anos de existência o Hemopa possui mais de 400 mil doadores cadastrados. Mas, nem todos são doadores assíduos. A média diária de coleta oscila entre 200 a 250 bolsas de sangue para atendimento transfusional diário de aproximadamente 300 transfusões na rede hospitalar. São cerca de 218 hospitais em todo o Estado, sendo que na capital são 85. A cobertura transfusional, garantida por 44 unidades, atinge 95%. Para a gerente de Captação de Doadores do hemocentro, a assistente social Juciara Farias, a campanha vai superar a meta de 300 coletas/dia. “Queremos agradecer a todas essas pessoas que ajudam outras a sobreviver com o simples e humanitário gesto da doação de sangue”, ressaltou, destacando que no dia 24/11, o Hemopa estará recebendo Prêmio Nacional de Gestão Governo Federal (PQGF), Faixa Prata, em Brasília; e no dia 25/11, às 18h30, o Prêmio Estadual da Qualidade (PEQ/PA), Faixa OURO, no auditório “Ismael Nery”, no Centur. “ Isso representa qualidade , respeito e dignidade a todos que utilizam nossos serviços”, afirmou.
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e portar documento de identidade.Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis,Doença da Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado. O Homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses.
O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109.Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118 ou pelo site: http://www.hemopa.pa.gov.br/ ou pelo blog: http://fundacaohemopa.blogspot.com/.
Foto 1- Recepção de Doadores decorada para receber os candiatos á doação. Foto 2- A ger~encia de captação de Doadores aposta na superação da meta de 300 coletas/dia. Foto 3. Equipe Bio será principal atração no dia 25/11.

Oficina para prestigiar doador de sangue

No período de 22 a 27 deste mês, o Hemopa estará comemorando o Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue, homenageado dia 25/11. Fazendo parte da programação, será promovida oficina que repassará orientações sobre cuidados com alimentação, importância da atividade física e hábitos saudáveis. O evento será destinado aos associados do Clube de Doadores Raros (CDR), Clube 25, composto por jovens doadores com idade entre 18 e 25 anos; e servidores do hemocentro.
Às 8h30, a presidente do hemocentro, dra. Fátima Montoril, fará abertura oficial do evento.Logo em seguida, terá início a palestra show “Melhoria da qualidade de vida dos doadores de sangue”, que será ministrada pela especialista em qualidade de vida, Mª de Lourdes Almeida com apoio do músico Jorginho Gómez. Às 10h, será a palestra sobre “A importância da alimentação saudável para a saúde do doador”, pela nutricionista Hellen da Silva Cabral. Às 11h, haverá apresentação do Coral do Hemopa, do Exército e da Banda Parafernia. As atividades serão encerradas às 12h.
mais informações sobre a programação integral em comemoração ao Dia nacional do Doador de Sangue no site do Hemopa: http://www.hemopa.pa.gov.br/ e neste Blog.
O Hemopa espera por você na Trav. Pe.Eutíquio, 2109.mais informações: 08002808118/32429100. Visite nosso site: www.hemopa.pa.gov.br.
Foto 1- Entrega de certificados pela participação da oficina realizada em novembro do ano passado. Foto 2- Simulação de Primeiros Socorros, durante oficina realizada em 2009.

Projeto musical exalta cantigas infantis

Pacientes e familiares atendidos pela Fundação Hemopa tiveram um momento muito especial com a apresentação do grupo musical formado por 12 pessoas entre crianças e adolescentes que fazem parte do projeto “Ciranda de Música” da Fundação Carlos Gomes m(FCG). A atividade está ligada ao projeto “Música e Cidadania” daquela instituição, que visa a inclusão social de pólos ligados a FCG. A apresentação na Recepção de Pacientes foi bastante aplaudida pelas cirandas e cantigas de roda, que foi acompanhado por teclado, violão e as crianças com flautas. O grupo veio acompanhado dos professores Romeo Amorin, Josué Silva e Anderson Nobre, além da coordenadora do projeto “Movimento Emaús”, Tatiane Borges juntamente a prof. Ana Lúcia da Silva.
Segundo o prof. Romeo Amorin, o projeto “Ciranda Cidadã” atende 11 Organizações Não Governamentais (OGN´S) e trabalha com o lema “Mãos que tocam a memória”, que propõe a pesquisa de músicas dos compositores Villa Lobos e Wilson Fonseca. “Simbolicamente, as cirandas e cantigas de roda remetem gestos infantis com vários significados, como o dar as mãos, ser igual, incluir, respeitar”, comentou, ressaltando que o grupo apresenta-se em diversas instituições públicas, como asilos e hospitais, provendo a cultura como ação de responsabilidade social, visando a promoção do bem estar e acesso aos bens culturais da humanidade, como a música.
Para a gerente do Serviço Social (GESES), a assistente social Marilda Brito, a parceria com a FCG só tem a agregar valores como a promoção da alegria, satisfação e interação com pacientes e seus familiares. “Ficamos muito felizes com mais essa parceria. É maravilhoso ver essas crianças levando amor, através da música. Estamos muito agradecidos. Espero que voltem sempre”, enfatizou.O hemopa espera por você na trav. Pe. Eutíquio, 2109. Mais informações: 08002808118. Visite nosso site: http://www.hemopa.pa.gov.br/.
Foto 1-O grupo levando música e cultura para público de diversas instituições. Foto 2- Integração e harmonia na regência do prof.Romeo.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Estoque de sangue necessita de doadores

A Fundação Hemopa convoca doadores voluntários de sangue para comparecer ao hemocentro para aumentar o número de coletas para atendimento satisfatório da demanda transfusional da rede hospitalar, tendo em vista a redução de aproximadamente 30% do comparecimento de doadores na sede do Hemopa, em Belém, que vem sendo constatada desde o início deste mês.

Para reverter a situação, a gerência de Captação de Doadores do hemocentro, coordenada pela assistente social Juciara Farias, está desenvolvendo ações para incrementar a realização de campanhas externas com as duas unidades móveis do hemocentro em pontos estratégicos da cidade, além de parcerias com instituições públicas e privadas.

As campanhas estão promovidas desde o dia 09 deste mês. No 17, haverá campanha na Faculdade Ensino Superior da Amazônia – ESAMAZ, campus da Municipalidade, de 8h às 15h. No dia 18, cadastro para doação de medula óssea na escola Ana Teles, na Av. Nações Unidades-Centro-Benevídes, de 8h às 14h. No dia 30, na Escola Salesiana do Trabalho, na Av. Pedro Miranda, 2403, bairro da Pedreira, de 8h às 16h.

O Hemopa tem uma média diária de 250 coletas para cerca de 300 atendimentos transfusionais da rede hospitalar composta por cerca de 218 hospitais, que corresponde a cobertura transfusional de 96%, através de 44 unidades espalhadas pelo território paraense, através do hemocentro coordenador na capital, Hemocentros Regionais em Castanhal, Santarém e Marabá; Núcleos de Hemoterapia em Abaetetuba, Altamira, Tucuruí, Redenção e Capanema; e Agências Transfusionais.

“Temos que reverter esse quadro e manter o atendimento a pacientes que necessitam de transfusão para sobreviver. Todos nós somos responsáveis por isso. O sangue só pode ser coletado a partir da solidariedade de quem estende a mão e ajuda a quem precisa”, ressaltou, chamando atenção para a próxima campanha estratégica em comemoração ao Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue, que acontecerá de 22 a 27 de novembro.

O Hemopa não funcionará nesta segunda-feira, 15. O expediente será retomado no dia 16. Todas as pessoas que atendem os critérios básicos da doação voluntária de sangue podem comparecer e fazer sua parte salvando vidas, doando sangue.

Através de cada bolsa, o hemocentro atende até quatro pacientes adultos, devido ao processamento do sangue total que separa seus componentes em concentrados de hemácias, plaquetas, plasma e crioprecipitado. Dependendo das condições clínicas, o paciente necessita de só um componente.Normalmente a transfusão de sangue é usada em casos de cirurgias, traumatismos e sangramentos, entre outros casos clínicos.

Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e portar documento de identidade.Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis,Doença da Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado. O Homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses.

O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109.Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118 ou pelo site:www.hemopa.pa.gov.br ou pelo blog: http://fundacaohemopa.blogspot.com.

sábado, 13 de novembro de 2010

Hemopa convoca doadores de sangue

A Fundação Hemopa não funcionará para coleta de sangue nesta segunda-feira, 15. No entanto, o atendimento transfusional é ininterrupto (24h).
No dia 16/11, compareça ao Hemopa e faça sua parte salvando vidas, doando sangue. O número de comparecimento de doadores reduziu em torno de 30% desde o início deste mês.
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e portar documento de identidade.Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis,Doença da Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado.
O Hemopa espera por você na Trav. Pe.Eutíquio, 2109. Mais informações: 08002808118/32429100.

Hemopa Abaetetuba supera meta de doações

O Núcleo de Hemoterapia de Abaetetuba, dirigido pelo médico Elias Serruya, superou a meta de 80 para 101 doações voluntárias de sangue, durante campanha estratégica realizada de 20 a 24/09, que teve como tema "Faça um gol pela vida.Doe Sangue". Do total coletado, 89 foram do sexo masculino e 12 do público feminino.
A ação contou com apoio da Escola Cristo Trabalhador, NEPAM, Rotary Club, Diretoria do Vênus Altético Clube e da Diretoria do Abaeté Futebol Clube. A imprensa local teve relevante contribuição ara o êxito da campanha.

Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e portar documento de identidade.Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis,Doença da Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado.
O Hemopa de Abaeté espera por você na Tv. Santos Dumont, S/N, bairro de São Lourenço. Mais informações: 3751.4458.Visite site do Hemopa: ww.hemopa.pa.gov.br.Fala parte de nossa rede social de comunicação e acesse o Orkut e Facebook.

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Transportando bem estar

Esta semana vamos apresentar a atuação da Gerência de Transporte (GETRA), que fica no andar térreo do hemocentro. Gerenciado pelo Adm. Wilson Pereira, o setor tem importante atuação dentro do sistema de gestão da instituição ao garantir o transporte ágil, seguro e ininterrupto de produtos, cargas e pessoas, assegurando o exercício pleno das atividades com profissionais capacitados para a promoção do bem estar e satisfação dos usuários do serviço.
A equipe é composta pelos auxiliares administrativos Edileuza Barroso, Jorivaldo Santos, Nilson Lima Júnior e Víriginia Semblano , 31 motoristas e 01 mecânico. A frota é composta por 28 veículos.
O Hemopa espera por você na Trav. Pe.Eutíquio, 2109.Mais informações: 08002808118 ou 32429100.Visite http://www.hemopa.pa.gov.br. Faça parte do nosso Orkut e Facebook.

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Seminário antecede premiações

A presidente da Fundação Hemopa, dra. Mª de Fátima Montoril, participará do “Seminário das Boas Práticas de Gestão- PQGF 2010”, promovido pela Secretaria de Gestão do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, no dia 24 deste mês, das 9h às 13h, na Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio- CNTC (SGAS 902, Bloco C), em Brasília/DF. A médica apresentará as ações de excelência em gestão, com foco no cidadão e na sociedade.
O evento antecederá a cerimônia de entrega da premiação das organizações vencedoras do Prêmio Nacional de Gestão Pública –PQGF, que será às 19h, no dia 24/11, em Brasília. O Hemopa estará presente com 20 servidores que foram sorteados para participar da solenidade que o hemocentro conquistou a Faixa Prata, Ciclo 2010.Programação: http://www.gespublica.gov.br/. Mais informações: (61) 2020-4941 ou comunicacao.seges@planejamento.gov.br.
O Hemopa espera por você na Trav. Pe. Eutíquio, 2109. Mais informações: 0800.2808118.

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Parabéns, doador de sangue

“Estenda a mão a quem precisa. Doe Sangue”. É o tema da campanha que o Hemopa realizará em comemoração ao Dia do Doador Voluntário de Sangue, festejado no dia 25/11. A ação será desenvolvida de 22 a 27/11, na sede do hemocentro, nos Hemocentro Regionais de Castanhal, Marabá e Santarém; e nos Núcleos de Hemoterapia de Abaetetuba, Altamira, Capanema, Redenção e Tucuruí. O objetivo é aumentar o número de doações e conquistar novos doadores de sangue e cadastro de doadores de medula óssea. A campanha contará com parceria e envolvimento direto com o público dos 10 hospitais com Agências Transfusionais (AT´s) na capital. Durante a semana haverá apresentação de artistas da terra, do coral do Hemopa, arte educadores, realização de oficina com palestras sobre hábitos saudáveis, filmes educativos sobre doação de sangue e cadastro de doadores de medula óssea, culto ecumênico, parabéns com bolo e lanche especial.A mobilização ganhará reforço com a utilização da unidade móvel para cadastro de medula.
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado. É necessário apresentar documento oficial original e com foto. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum.
O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

Projeto Conhecendo a Organização

Esta semana vamos apresentar a atuação da Gerência de Administração de Pessoas (GEAPE), que fica no 3º andar da instituição. Gerenciado pelo Adm. Walter Silva, o setor tem o objetivo de controlar a execução de normas relacionadas à política de salários, calcular o valor dos encargos, organizar e manter os registros atualizados dos servidores, orientar e cadastrar os servidores no programa PIS/PASEP, realizar estudo mensal de dados financeiros para projeção da folha de pagamento. A equipe é formada por: adm. Antonio Neto, Carmencilda Correa, contador Kelser Tavernard, adm. Lúcia Salvador, adm. Marcelo Reis, Naldyr Souza, e a economista Regina Brandão.
O Hemopa espera por você na Trav. Pe. Eutíquio, 2109.mais informações: 08002808118. Doe vida.Doe Sangue

Projeto Conhecendo a organização

Esta semana vamos apresentar a atuação da Gerência de Triagem de Doadores (GETRD), que fica no andar térreo. Gerenciado pela dra. Paula Amarantes, o setor abrange a Recepção de Doadores, Pré-triagem e Triagem de Doadores, Voto de Autoexclusão e Ambulatório de Inaptos. Nesse ciclo, o candidato à doação começa com seu cadastro, logo em seguida passa pela pré-triagem, onde são verificados sinais vitais.Na triagem clínica, ele passa por avaliação que diagnosticará sua aptidão ou não para a coleta efetivamente. Se apto, o sangue será coletado e submetido a uma bateria de exames hematológicos e sorológicos. Com exame satisfatório, o resultado é enviado ao doador. Se houver necessidade de exames complementares, o doador será acionado e receberá orientações sobre novas condutas. A equipe é formada por: Dra. Paula Amarantes, Isabel Fernades, Arielma Freitas, Claudia Pimentel, Antonio C. Neto, Raimundo Edson,Claurilene Contigio, Márcio Almeida.

Cronograma campanhas externas

O Hemopa incrementa o estoque técnico de sangue com realização de campanhas externas em parceria com várias instituições. Dia 09/11- Doação de sangue: No Hospital Anita Gerosa, na BR 316/Km 09, Centro Ananindeua, de 8h às 17h. Dias 10 e 11/11- Doação de sangue: Na agência do BB, Presidente Vargas, de 8h às 15h. Dia 17/11- Doação de sangue: Na faculdade Ensino Superior da Amazônia – ESAMAZ, campus da Municipalidade, de 8h às 15h. Dia 18/11- cadastro para doação de medula óssea: Na escola Ana Teles, na Av. Nações Unidades-Centro-Benevídes, de 8h às 14h.Dia 30/11: Na escola Salesiana do Trabalho, na Av. Pedro Miranda, 2403-Pedreira, de 8h às 16h.
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado. É necessário apresentar documento oficial original e com foto. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118. A vida agradece!
Foto: Unidade móvel do Hemopa.
A direção da Fundação Hemopa parabeniza os aniversariantes da semana de 08 a 15 denovembro/2010.
Sede: João Felipe Ataíde (02), Roberval Farias (02), Danielle Muruci (03), Ingrid Galvão (03), Izabel Soares (05), Christine Mota (06), Rosangela Santos (07), Marinete Ferreira (09), Margareth Tenório (10), Maria Tereza Braga (10), Salviano Borges (12), Giselia dos Santos (13), Ruth Pantoja (14), Joana D’arc de Queiroz (15), Leda Maria Veiga (15), Sergio Sardinha (15), Euzamar Gaby Rocha (15). Abaetetuba: Anilza Dias (05), Simone Maria Vilhena (09). Castanhal: Zuleide Maia (11), Rosana do socorro Cabral (15). Tucuruí: Tatiana dos santos (03), Patrícia Silva (07). Marabá: Ursula da Costa (07), Ana Neri Araujo (12), Erick Veloso (15). Altamira: Guaraciara Picanço (08).
Doe vida, doe sangue.O Hemopa espera por você na trav. Pe.Eutíquio, 2109.Mais informações: 08002808118/32429100.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Obrigado, doador de sangue!

“Estenda a mão a quem precisa. Doe Sangue”.É o tema da campanha que o Hemopa promoverá em comemoração ao Dia do Doador Voluntário de Sangue, festejado no dia 25/11. A ação estratégica será desenvolvida de 22 a 27 de novembro, na sede do hemocentro, nos Hemocentro Regionais de Castanhal, Marabá e Santarém; e nos Núcleos de Hemoterapia de Abaetetuba, Altamira, Capanema, Redenção e Tucuruí. O objetivo é aumentar o número de doações e conquistar novos doadores de sangue e cadastro de doadores de medula óssea.No hemocentro coordenador a meta será de 350 coletas e 150 novos cadastros/dia.
A campanha contará com parceria e envolvimento direto com o público dos 10 hospitais com Agências Transfusionais (AT´s) na capital: Porto Dias, Santa Casa de Misericórdia do Pará, os dois Pronto Socorro Municipais, Hospital universitário Barros Barreto, Saúde da Mulher, Divina Providência, Hospital de Clínicas Gaspar Viana, Metropolitano e Dom Luis.
Com vasta programação, a semana comemorativa contará com apresentação musical de artistas da terra, do coral do Hemopa, arte educadores, realização de oficina com palestras sobre hábitos saudáveis, filmes educativos sobre doação de sangue e cadastro de doadores de medula óssea, culto ecumênico, parabéns com bolo e lanche especial durante toda a semana.A mobilização ganhará reforço com a utilização da unidade móvel para cadastro de medula.
Com muita expectativa para superar a meta de coleta de bolsas de sangue, a gerente de Captação de Doadores do Hemopa, a assistente social Juciara Farias aposta na adesão maciça da campanha por parte de novos doadores e rever os antigos. “Esta é o momento de culminância de todas as campanhas do ano. É a hora de parabenizar e agradecer todas essas pessoas que promovem a vida com a doação de sangue. Parabéns”, destacou, enfatizando que ano passado o Hemopa coletou 2.632 bolsas de sangue que possibilitou o atendimento de aproximadamente 10.528 pacientes adultos.
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e portar documento de identidade.Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis,Doença da Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado. O Homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses.O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109.Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118 ou pelo site: http://www.hemopa.pa.gov.br/ ou pelo blog: http://fundacaohemopa.blogspot.com/.
Foto 1- Doadores atendem apelo da campanha, ano passado. Foto 2- Eventos com interação do público. Foto 3- Presidente do Hemopa, dra. Fátima Montoril corta bolo em comemoração à data com doadora de sangue.

Técnica do Hemopa fala sobre Gespública

A assessora Técnica da Qualidade da Fundação Hemopa, a socióloga Ligia Garcia, ministrará palestra sobre o “Programa Nacional da Gestão Pública e Desburocratização – GesPública”, no Hospital Universitário João de Barros Barreto, dia 08, às 14h.O evento contará com a presença dos diretores, coordenadores e gerentes daquele hospital.
Ela ainda acumula função de coordenadora Executiva Regional do GesPública e do núcleo de Excelência Pública do Pará.
A Fundação Hemopa espera por você na Trav. Pe.Eutíquio, 2109, com Caripunas e Serzedelo Corrêa. Mais informações: 0800 280 81 18. Doe Vida, Doe Sangue.

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Calendário campanhas externas

Para reforçar o estoque de sangue, o Hemopa realizará campanha externa nos seguintes locais:
Dias 04 e 05/11- Doação de sangue: Na agência Banco do Brasil, na Presidente Vargas, de 8h às 15h. Dia 09/11- Doação de sangue: No Hospital Anita Gerosa, na BR 316/Km 09, Centro Ananindeua, de 8h às 17h. Dias 10 e 11/11- Doação de sangue: Na agência do BB, Presidente Vargas, de 8h às 15h.
Dia 17/11- Doação de sangue: Na faculdade Ensino Superior da Amazônia – ESAMAZ, campus da Municipalidade, de 8h às 15h. Dia 18/11- cadastro para doação de medula óssea: Na escola Ana Teles, na Av. Nações Unidades-Centro-Benevídes, de 8h às 14h.Dia 30/11: Na escola Salesiana do Trabalho, na Av. Pedro Miranda, 2403-Pedreira, de 8h às 16h.
Para torna-se um candidato à doação de medula óssea: basta estar bem de saúde e tem entre 18 e 55 anos é um candidato à doação em potencial. Salve vidas.
Para tornar-se um doador de sangue: Ter idade entre 18 e 65 anos e peso acima de 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado. É necessário apresentar documento oficial original e com foto. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada três meses e a mulher a cada dois meses. Para fazer a coleta de sangue não é preciso estar em jejum.

Hemopa faz cadastro para REDOME

Desde janeiro de 2002, que a Fundação Hemopa é referência para cadastramento de candidatos a doadores de medula óssea no Estado do Pará, no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (REDOME), que funciona no Instituto Nacional do Câncer (INCA), no Rio de Janeiro, e que atualmente possui 1,4 milhão de possíveis doadores.
A medula óssea é um tecido esponjoso que ocupa a cavidade dos ossos e produz todas as células do sangue. No caso das leucemias, mielomas, linfomas e outras neoplasias do sangue cujo tratamento com quimioterapia, radioterapia e/ou medicamentos não deu resultado, a única alternativa é fazer transplante de medula óssea, que proporciona resultados duradouros e superiores às terapêuticas convencionais.
Para fazer o cadastro, o candidato à doação assiste palestra sobre o tema e, se concordar, faz coleta de uma pequena quantidade de sangue para exames realizados no Laboratório de Imunogenética (LIG), que identifica a tipagem de medula óssea. Essas informações são enviadas para fazer parte da lista nacional do REDOME. Por sua vez, o paciente que precisa encontra doador tem seus dados cadastrais inseridos no Registro Nacional de Receptores de Medula Óssea (Rereme). Os dados genéticos são cruzados para verificar a compatibilidade entre doador e receptor.
Verificada a compatibilidade, o doador é convocado para fazer a doação de medula óssea. Quando não existe doador compatível no cadastro do REDOME, recorre-se a outra fonte de células-tronco para transplante de medula óssea. O sangue de cordão umbilical, que pode ser obtido na BrasilCord, rede que reúne os Bancos Públicos de Sangue de Cordão Umbilical. Esgotada essa opção, começa a busca nos bancos de medula internacionais.
No Brasil, as chances de encontrar uma medula compatível de doador não aparentado é, em média, de uma a 100.000. E para encontrar medula compatível de doador aparentado é de aproximadamente 30%. A dificuldade deve-se sobretudo a miscigenação de raças. Enquanto um paciente brasileiro leva cerca de 7 meses para encontrar doador compatível, no Japão, por exemplo, demora menos de um mês, pela baixa miscigenação da população.
Para melhorar essa situação, os organismos de saúde e entidade que congregam brasileiros com neoplasias do sangue fazem periodicamente campanhas nacionais e regionalizadas.
Quem pode ser um doador: Qualquer pessoa saudável com idade entre 18 e 55 anos é um doador em potencial. Basta ir ao hemocentro mais próximo de onde você mora e cadastre-se. Há duas formas de coleta de medula óssea: pode-se retirá-la dos ossos da bacia ou da corrente sanguínea do doador. A retirada do liquido dos ossos da bacia é a mais comum, é feita em centro cirúrgico e com anestesia. Fazem-se múltiplas punções com agulhas nos ossos e se aspira 10% da medula. O material é colocado em bolsas e injetado na veia do paciente.
A medula é rica em células progenitoras, que, uma vez na corrente sanguínea, se alojam na medula do doente e se multiplicam. A retirada não prejudica doador, pois a medula óssea se refaz em semanas. O doador fica hospitalizado por pelo menos 24 horas. Em geral, sente apenas desconforto na região puncionada por cerca de três dias e retoma suas atividades em uma semana.
As pessoas interessadas em doar medula óssea podem fazer cadastro no Hemopa, de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados, de 7h30 às 12h30.
O Hemopa espera por você na Trav. Padre Eutíquio, 2109. Mais informações: 08002808118/32429100- R- 205/325. Visite nosso site: http://www.hemopa.pa.gov.br/ ou o Blog:http://fundacaohemopa.blogspot.com..Faça parte de nossa rede social do Orkut/Facebook e Twitter.
*Informações obtidas com dr.Celso Massumoto (CRM4892).Ele ´médico hemato-oncologista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz e membro do Comitê Científico da Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia (Abrale).
Fotos: 1- Captação de doadores em via pública. 2- Coleta de sangue na unidade móvel.3 realização de sorologia no sangue do doador.