segunda-feira, 25 de abril de 2011

Adventistas reforçam campanha da Páscoa

A campanha de incentivo à doação de sangue realizada pela Fundação Hemopa, nos dias 19 e 20, contou com 724 voluntários. "Renove a esperança nesta Páscoa, doando sangue”, foi o tema da mobilização na sede do hemocentro. A ação contou com a parceria de instituições religiosas, entre elas comunidades católicas e evangélicas como o projeto “Vida por Vidas”, da Igreja Adventista do 7ª Dia.
Dando prosseguimento a parceria, nesta segunda-feira,25, o Hemopa está com campanha externa até às 17h, na Escola Adventista do Coqueiro. No dia 26, de 8h às 17h, a unidade móvel de coleta de sangue estará na Escola Adventista da Cidade Nova V. Dias 27 e 28, no Hospital de Clinicas “Gaspar Viana”, de 8h às 19h. no dia 29, de 8h às 15h, efetivação de cadastro de doação de medula óssea durante apresentação do show “Rock na Veia”, no Ginásio do “Abacatão”, em Ananindeua.Dia 30, a ação acontecerá na Farmácia Forte Center, de 8h às 16h, na Senador Lemos- Telégrafo. Essas ações reforçarão o estoque estratégico do hemocentro para manter atendimento satisfatório da rede hospitalar.
A gerência de Captação de Doadores do hemocentro, sob a coordenação da assistente social Juciara Farias, intensificou calendário de campanhas externas até o final deste mês para suprir o estoque de sangue. “Agradecemos todos aqueles que atenderam nosso apelo e salvaram vidas com a doação de sangue”, destacou.
Atualmente o hemocentro enfrenta dificuldades com a diminuição no comparecimento voluntários. O Hemopa tem a responsabilidade de abastecer mais de 200 hospitais, sendo que 85 deles somente em Belém.
Quem pode doar sangue: Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença da Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos.
Serviço:O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109.Maiores informações pelo fone: 08002808118 ou 32429100.www.hemopa.pa.gov.br.

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Renove a vida, doando sangue

No primeiro dia da campanha de doação de sangue da Páscoa promovida pelo Fundação Hemopa no dia 19, resultou em 266 comparecimentos. A ação se estenderá até às 18h de hoje e, até o momento, 12h, houve comparecimento de 130 voluntários.A mobilização ainda não atingiu a meta de 300 coletas. Os candidatos à doação tem até este sábado de 7h30 às 12h30, para salvar vidas com esse gesto solidário que vai garantir atendimento satisfatório de milhares de pacientes que aguardam por transfusões nos leitos hospitalares do Estado.
“Renove a esperança de vida nesta Páscoa, doe sangue”. É o tema campanha que nesta quarta-feira, às 10h, recebeu a última coleta da doadora Waldeci Melo da Silva que em junho deste ano completará 65 anos, que é a data limite para doação no Brasil. Com tipo de sangue A Negativo, ela exercita esse gesto humano desde 1998, que ao longo dos anos já somou 25 doações que salvaram cerca de 100 pacientes. “É um prazer ajudar outras pessoas. Aconselho a todos que possam, fazer o mesmo”, recomendou, informando que seu filho de 43 anos também é um voluntário. “Ele é minha herança de vida. Muitas pessoas continuarão sendo salvas por ele”, disse orgulhosa.
Para a diretora técnica do hemocentro, a médica Socorro Ferreira, são pessoas como Waldeci Melo que renovam a vida a asseguram o atendimento das necessidades hospitalares, especialmente de pacientes nas unidades de urgência, emergência e UTI´s de hospitais conveniados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). “Apostamos na natureza solidária de nossa população para atingir a meta da campanha”.
Atualmente o hemocentro enfrenta dificuldades com a redução drástica do volume de doadores voluntários de sangue, interferindo no atendimento das solicitações transfusionais.
Quem pode doar sangue: Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença da Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos.
Serviço:O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109.Maiores informações pelo fone: 08002808118 ou 32429100.www.hemopa.pa.gov.br.

Foto 1- A doadora Waldeci Melo se despede da doação de sangue, mas promete que será uma captadora de doadores. Foto 2- Hemopa tem que atingir a meta de 300 coletas/dia.

terça-feira, 19 de abril de 2011

III Congresso Pan Amazônico

Agende o mais importante evento científico que a cidade de Belém sediará: o III Congresso Pan Amazônico de Hematologia e Hemoterapia, nos dias 26 e 27/05, no Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, o Hangar. O evento que será promovido pela Associação Brasileira de Hematologia e Hemoterapia - ABHH, receberá participantes de todas as regiões do Brasil e de outros países, com o objetivo de promover intercâmbio e troca de experiências e conhecimentos.Haverá ainda oficinas, IV Encontro Anual do Comitê de Glóbulos Vermelhos, entre outros.

Feliz Páscoa!

A alta administração da Fundação Hemopa deseja uma Feliz Páscoa para todos os servidores da hemorrede, doadores, pacientes e familiares.
“A Páscoa significa renascimento, renascer.
Desejamos que neste dia, comemoramos o seu renascimento para a vida eterna,
possamos renascer também em nossos corações.Que neste momento tão especial de reflexão possamos lembrar daqueles que estão aflitos e sem esperanças.Doe vida, doe sangue”.

Parabéns, aniversariantes da semana

Semana- 18 a 25/04- Sede-Rosicleide Teodozio de Lima (18), Geraldo Miranda (19), Edson Neves (21), Larissa Martins Frances (21),Denise de Oliveira (21), Antonio Neto (22), Antonio Guimarães Neto(23), Jorge Martins Leão (23), Maria Machado (24), Renata Hermes (25). Santarém: Maria Selma Rocha de Freitas (21), Cleimar Corrêa Costa (24). Abaetetuba: Joice Moraes da Silva Lobato (18).

Campanhas externas

Para incrementar o número de doações de sangue e de cadastro de medula óssea, o Hemopa realiza campanhas externas: Dia 19 e 20, no Shopping Castanheira, de 10 às 19h. Dia 25, na Escola Adventista do Coqueiro, 8h às 17h, na Mário Covas.Dia 26, Escola Adventista, da Cidade Nova V, 8h às 17h.Dias 27 e 28, no Hospital de Clinicas “Gaspar Viana”, de 8h às 19h.Dia 29, de 8h às 15h, cadastro de doação de medula óssea “Rock na Veia”, no Ginásio do “Abacatão”, em Ananindeua.Dia 30, Farmácia Forte Center, de 8h às 16h, na Senador Lemos- Telégrafo.

Ouvidoria-Usuário elogia atendimento

O serviço de Ouvidoria da Fundação Hemopa envia manifestação da doadora de sangue Ana Maria Araújo de Souza, que através de formulário presencial, elogiou o atendimento recebido por funcionários do hemocentro, no dia de sua doação de sangue. No email ela diz: "Quero registrar o meu agradecimento pelo atendimento recebido a começar pela Recepção de Doadores, na sala de Coleta, depois o atendimento na Copa. Gostaria que todos os órgãos públicos tivessem esse atendimento.”

Cursos CAPACIT à Distância

O CAPACIT/UFPA em parceria com a Escola Nacional de Administração (ENAP), está oferecendo cursos à distância, no período de maio à dezembro, de acordo com a necessidade de Capacitação/2011. Informamos a programação e período dos seguintes cursos: e-Mag- Cartilha Técnica de Acessibilidade, de 31/05 à 20/06. Gestão Estratégica de Pessoas e Planos de Carreira, de 07/06 à 27/06. Atendimento ao Cidadão, de 14/06 à 04/07. Ética e Serviço Público ( com tutoria), de 05/07 à 25/07. Legislação Aplicada à Gestão de Pessoas- Lei 8.112/90, de 12/07 à 08/08. e-Mag- Modelo de Acessibilidade do Governo Eletrônico, de 02/08 à 22/08. Gestão de Convênios e de Contratos de Repasse- Convenentes, de 09/08 à 12/09. Análise e melhoria de Processos - MASP, de 30/08 à 03/10. Legislação Aplicada à Logística de Suprimentos- Lei 8666/93, de 13/09 à 10/10. Ética e Serviço Público (sem tutoria), de 20/09 à 10/10. Fundamentos em Gerência de Projetos, de 08/11 à 05/12. Mais informações na Assessoria de Gestão de Pessoas- AGESP Hemopa.

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Campanha da Páscoa para elevar doações

"Renove a esperança nesta Páscoa, doando sangue”. É o tema da campanha de incentivo à doação de sangue e formação de cadastro de doação de medula óssea que a Fundação Hemopa promoverá nos dias 19 e 20, em homenagem à Páscoa e com o objetivo de elevar o número de voluntários que reduziu em torno de 50%, desde o início deste mês. A meta de coleta de sangue é de 300 doações/dia. A campanha contará com a parceria de instituições religiosas, entre elas comunidades católicas e evangélicas como o projeto “Vida por Vidas”, da Igreja Adventista do 7ª Dia, cuja atuação começou no dia 10, com formação de ‘Agentes Multi8plicadores”, no ginásio Almir Gabriel, mais conhecido como “Abacatão”, em Ananindeua.O curso foi oferecido por assistentes sociais da Gerência de Captação de Doadores (GECAD) do Hemopa aos jovens adventistas. Paralelamente a campanha do hemocentro coordenador Belém, o Hemopa realizará nos dias 19 e 20, campanha externa em parceria com o Shopping Center Castanheira, de 10 às 21h. Na sede da instituição haverá distribuição de ovos da Páscoa, além de lanche especial com chocolate quente. Atualmente o hemocentro enfrenta dificuldades com a redução drástica do volume de doadores voluntários de sangue, interferindo no atendimento das solicitações transfusionais de pacientes da rede hospitalar pública e privada. Somente na capital são cerca de 85 casas de saúde. Com o deslocamento de boa parte da população para aproveitar o feriadão da Páscoa, o hemocentro do Pará, assim como os da hemorrede brasileira, desenvolverá ações estratégicas para garantir atendimento satisfatório dos pacientes internados hospitais conveniados com Sistema Único de Saúde (SUS), entre eles, grandes emergências, maternidades e UTI´s. Quem pode doar sangue: Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença da Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado. Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Serviço:O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109.Maiores informações pelo fone: 08002808118 ou 32429100.www.hemopa.pa.gov.br.

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Chuva afasta doadores de sangue

A Fundação Hemopa enfrenta sérias dificuldades com a evasão de doadores voluntários de sangue nesta primeira quinzena do mês que já atinge uma redução nas coletas de aproximadamente 50%, o que pode prejudicar o atendimento satisfatório da demanda transfusional de pacientes internados nos hospitais conveniados do Sistema Único de Saúde (SUS),urgências, emergências e UTI´s. O período de intensas chuvas é um dos fatores determinantes para a expressiva diminuição de doações. Em estado de alerta, a gerente de Captação de Doadores do Hemopa, a assistente social Juciara Farias convoca a população potencialmente doadora para comparecer no hemocentro. “Quem não tiver tempo durante a semana pode aproveitar o sábado para exercitar esse ato solidário e salvar vidas”, sugeriu, revelando a preocupação de priorizar atendimento de urgência e emergência, podendo adiar cirurgias eletivas (sem risco de morte). Outro fator preocupante é a proximidade do feriadão da Páscoa que começa na próxima quarta-feira, 21, com homenagem a “Tiradentes”, seguido da sexta-feira Santa . “Serão dois dias sem coleta, fora o domingo. Na segunda-feira, 25, certamente o movimento será bem fraco”, previu a assistente social, informando que neste domingo, 17, haverá campanha externa com a unidade móvel do hemocentro na Praça da República, de 8h às 14h. O cronograma de ações externas prossegue no dia 18, na Escola Adventista de Icoaraci, até às 15h. Nos dias 19 e 20, será realizada campanha no Shopping Castanheira, de 9h às 20h. No dia 25, na Escola Adventista do Coqueiro, até às 15h. Dia 26, na Escola Adventista da Cidade Nova V, até às 15h. Nos dias 27 e 28, no Hospital de Clínicas, até às 17h. Juciara Farias aproveitou a oportunidade parta divulgar a realização da campanha de doação de sangue e formação de cadastro de doação de medula óssea alusiva à Páscoa, nos dias 19 e 20, na sede do hemocentro, de 7h30 às 18h. De acordo com ela, a média diária de coletas no Hemopa é de 250 para atendimento de aproximadamente 350 transfusões na rede hospitalar pública e privada que somente em Belém é composta por 85 hospitais. Quem pode doar sangue: Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença da Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado. Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Serviço:O Hemopa espera por você na Travessa Pe. Eutíquio, 2109.Maiores informações pelo fone: 08002808118 ou 32429100.www.hemopa.pa.gov.br.

Dia da Hemofilia com orientações preventivas

Neste domingo, 17, o mundo inteiro estará comemorando o Dia da Hemofilia. No Pará, a Fundação Hemopa promoverá ações alusivaS à data no dia 18, com palestra, apresentação de vídeos educativos, distribuição de material educativo, apresentação do Grupo Sorria da UNIMED e apresentação do teatro de Bonecos intinerantes do Laboratório Beneficente de Belém, além de lanche aos participantes das atividades de transcorrerão de 8h às 17h, na Sala de Recepção de Pacientes. Segundo a titular da GESES, a assistente social Cristina Santos, a programação voltada para comemorar o Dia Mundial da Hemofilia vai acentuar a necessidade de tratamentos eficazes e eficientes, com centros de tratamento multidisciplinar, que atendam não só os dos problemas físicos da hemofilia, mas também as vertentes emocionais, psicológicas, educacionais e sociais dos pacientes, como faz o Hemopa, que oferece, inclusive, a associação de técnicas alternativas, como a acupuntura e de Mulligan, ao tratamento convencional da patologia, com excelente resultados. Para a coordenadora de Atendimento Ambulatorial do Hemopa, dra. Iêda Pinto, o tratamento preventivo da doença é a forma mais eficaz de garantir a integridade física, psíquica e social dos hemofílicos. A médica ressalta que as pessoas com hemofilia podem ter qualidade de vida e ser totalmente ativas, desde que façam o tratamento corretamente, inclusive com orientação familiar para que todos possam ter o entendimento da extrema importância da assistência médica especializada. Ela informa ainda que atualmente o Hemopa possui o cadastro de 347 pacientes portadores da Hemofilia tipo “A” e 97 do tipo “B”. De acordo com a Federação Brasileira de Hemofilia (FBH), o Brasil ocupa a terceira posição mundial em número de diagnósticos, com cerca de 10 mil pacientes. O tratamento oferecido à maioria ainda é feito por demanda, ou seja, apenas quando ocorrem episódios de hemorragia. Isso traz complicações irreversíveis, como o comprometimento das articulações, que pode levar a limitações físicas. HEMOFILIA É um distúrbio hereditário que se origina de um defeito da coagulação sangüínea, provocando sangramento. Depois de uma lesão, o corpo depende da coagulação para parar o sangramento. A coagulação normal previne as equimoses (manchas roxas) e o sangramento dentro dos músculos e articulações, que poderiam ser o resultado de pequenas lesões em consequência das atividades da vida diária. Isso depende de elementos do sangue que são chamados fatores de coagulação. Se um desses fatores não estiver presente em quantidade suficiente, pode acontecer um sangramento excessivo. O portador de hemofilia possui menor quantidade ou ausência de alguns fatores da coagulação.A doença tem dois tipos mais comuns: o tipo A, mais freqüente, é devido a deficiência Fator VIII (FVIII). A Hemofilia B ocorre em função de uma deficiência do Fator IX (FIX), ambos afetando quase exclusivamente os homens. O hemofílico bem atendido pode ter uma vida normal. Mais informações: www.hemofiliabrasil.org.br .No Dia Mundial da Hemofilia, a FBH pretende alertar para as dificuldades desnecessárias pelas quais as pessoas com hemofilia ainda passam no Brasil e evitar que as crianças que nascem com esse transtorno da coagulação corram o risco de se tornarem deficientes. O tratamento preventivo desde a infância garante às crianças a inserção social e as condições necessárias para seu desenvolvimento integral, com liberdade e dignidade.

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Hemopa Castanhal com campanha da Páscoa

Em sintonia com a programação de ações estratégicas do Hemocentro Coordenador Belém, o Hemocentro Regional de Castanhal realizará campanha de incentivo à doação de sangue e formação de cadastro de doação de medula óssea alusiva à Páscoa nos dias 19 e 20/04, de 7h às 13h, com o objetivo de restabelecer o estoque técnico de sangue daquela unidade que reduziu em torno de 30%, desde o início deste mês. A meta é de 30 coletas e 15 cadastro de medula/dia. “Renove a esperança nesta Páscoa, doando sangue". É o tema da mobilização que oferecerá aos doadores do período lanche especial. A campanha será realizada em parceria com o batalhão do 5º Batalhão da Polícia Militar de Castanhal. Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado. É necessário apresentar documento oficial original e com foto. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado. O Hemopa Castanhal está sob a responsabilidade técnica da médica, Sandra Lobato. A unidade funciona para coleta de sangue de 7h às 13h, de segunda a sexta-feira, na Travessa Floriano Peixoto, Alameda Rita de Cássia, Conj. Maria Alice, casa B-2 e B-3. Fone: (91) 3721.2986 / 3721.4008. E-mail: hrc@linknet.com.br ou ainda hemopacastanhal@yahoo.com.br

Pará aumenta número de doadores de medula

Embora a pesquisa aponte a Região Norte com menor número de cadastro enviado ao Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome), o Pará, através da Fundação Hemopa tem elevado gradativamente o número de inscritos, que somente de 2009 para 2010 aumentou 142%, contribuindo decisivamente para que pacientes encontrem doadores compatíveis fora o círculo familiar no Pará e no Brasil


Recente pesquisa feita pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA), que traçou o perfil dos 2 milhões de candidatos à doação de medula óssea no Brasil inscritos no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Rdome), revelou que 56% são mulheres e 88% dos doadores tem menos de 45 anos. O levantamento também apontou que a Região Sudeste possui 48% dos doadores, seguidos por 25% do Sul e 14% do Nordeste. No Centro-Oeste, o total é de 8% e no Norte estão 5% dos cadastrados do país. Responsável pelo serviço no Pará, a Fundação Hemopa tem registrado siginificativo crescimento do número de cadastro de 2002 até março deste ano que chegou a 61 mil 372 inscrições. Somente entre 2009 para 2010 a elevação foi de 142%, o que significa o aumento de 8.549 para 20.725. Para tanto, o hemocentro desenvolve campanhas interna e externa para aumentar cada vez mais as chances de pacientes que precisam encontrar doador compatível de medula óssea, tendo em vista a grande miscigenação da população brasileira. Segundo a pesquisa, já se verifica uma tendência ao equilíbrio: Rio de Janeiro, São Paulo, Espírito Santo e Minas Gerais agora têm menos da metade dos cadastrados no Redome. “O levantamento é importante para sabermos em quais regiões é necessário um reforço nas campanhas, tendo em vista que a diversidade genética da população brasileira é muito vasta”, esclarece o diretor do Centro de Transplante de Medula Óssea do INCA e coordenador do Redome, Luís Fernando Bouzas. A marca de 2 milhões de pessoas cadastradas no país, motivada por campanhas de sensibilização promovidas pelo Ministério da Saúde (MS) e o INCA, em parceria com os hemocentros estaduais, aumenta as chances de pacientes aguardando transplante de medula óssea.Atualmente cerca de 1.200 pessoas aguardam por um doador compatível. No Pará essa lista chega a 150 pacientes. Para incentivar esse ato solidário no Estado, foi instituído o Dia Estadual da Doação de Medula Óssea, no dia 11 de maio de 2009. A data tem como referência ao primeiro transplante não aparentado de medula óssea realizado no Brasil, em 1985, com doador cadastrado no Redome. Para torna-se um candidato à doação de medula óssea é muito fácil: basta estar bem de saúde e tem entre 18 e 55 anos. Os interessado em fazer o cadastro devem na Fundação Hemopa, de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30, na Travessa Pe.Eutíquio, 2109.Mais informações: 08002808118/32429100-R- 325/205.

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Oficinas da Escola de Governo

A Escola de Governo divulga programação com grade de Oficinas para os servidores públicos do Estado, para os meses de abril e maio de 2011.
De 25 a 29/04- Oficina de Pintura em Tecidos e sabonetes, de 8h às 12h, ministrado por Jandira Carodoso.Inscrições de 11 a 15/04..
De 02 a 06 de maio, curso de “Mosaico”, por Laise Lobato, de 8h às 12h. Inscrição de 11 a 15/04. De 09 a 13 de maio, Oficina de “Caixeteria” ministrada por Maria Helena, de 8h ás 12h.As inscrições serão de 25 a 29/04.De 23 a 27/05, curso de “Pintura em telas”, por Marlene Lopes, de 8h às 12h.Inscrições: 25 a 29/04.
Mais informações: Régia Vasconcelos: 32146835

Hemocentro convoca população para campanha da Páscoa

“Renove a esperança nesta Páscoa, doando sangue”. É o tema da campanha de incentivo à doação de sangue que o Hemocentro Regional de Marabá promoverá no período de 11 a 15, em homenagem à Páscoa e com o objetivo de elevar o número de voluntários. A meta de coleta de sangue é de 120 doações. A campanha contará com a parceria de três turmas de calouros da Universidade Estadual do Pará-UEPA, através do projeto "Trote pela Vida" que já acontece alguns anos. A ação estratégica também contará com o apoio da Igreja Adventista do 7º, com mobilização de 18 a 29 de abril, o Projeto "Vida por Vidas" onde cada congregação irá ficar responsável por sensibilizar e incentivar ao ato da doação de sangue,inclusive na Escola Adventista com a realização do "Projeto Doador do Futuro", estimulando os pais a comparecerem ao Hemocentro e se tornarem doadores. Para o responsável técnico pelo Hemopa Marabá, dr Fernando Monteiro, a parceria com os adventistas significa importante reforço no estoque de sangue do hemocentro que atenderá a demanda transfusional do feriadão da Páscoa. “Agradecemos todas as instituições públicas e privadas que colaboraram com a melhoria da saúde pública de Marabá e região, através da responsabilidade social da doação de sangue”, destacou o médico. Durante o período da campanha haverá distribuição de lanche especial com bolo e chocolate quente, além de bombons de chocolate aos doadores aptos Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado. É necessário apresentar documento oficial original e com foto. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado. O Hemopa Marabá espera por você na Rod. Transamazônica, Quadra 12, S/N. Entre Av. Hiléia e Av. Amazônia. Bairro: Amapá CEP: 68.502-290 Fone: (94) 3324.1645 / 3324.1810.E-mail: hemopa@skorpionet.com.br .

Foto: Voluntários do projeto "Vida por Vidas", em campanha do ano passado.

Gerenciamento de resíduo na hemorrede

Nesta terça-feira, (12), a Fundação Hemopa estará realizando a I Oficina de Resíduos no Núcleo de Hemoterapia (NH) de Redenção com o objetivo de manter aplicação contínua de uma estratégia ambiental de forma preventiva e integrada, em processos, produtos e serviços, visando aumentar sua eficiência e reduzir riscos ao homem e ao meio ambiente Para a responsável técnica do Programa de Gerenciamento de Resíduos do hemocentro, a enfermeira Kati Seixas, a ação vai sensibilizar os funcionários da hemorrede para as práticas de ações em busca de maior qualidade nos resultados dos processos, respeitando os aspectos socioambientais. O curso que se estenderá até o dia 14. A oficina que se estenderá para as unidades da hemorrede será ministrada pelas enfermeiras Marilda Souza e Kati Seixas, que é a responsável técnica pelo Programa de Gerenciamento de Resíduos do Hemopa. “É um esforço em conjunto para garantir a prática e a manutenção de ações com qualidade, segurança e de preswervação do meio ambiente”, comentou Kati seixa, que informa o calendário das próximas oficinas:De 26 a 28/04, no NH de Altamira. De 10 a 12/05, no NH de Tucuruí.De 17 a 19/05, NH de Capanema. De 28 a 30?06, no Hemocentro Regional (HR) de Santarém. De 10 a 12/05, no NH Abatetuba. De 01 a 03/06, no HR Marabá. De 07 a 09/06, No Hemocentro Coordenador de Belém.De 14 a 16/6, no HR de Castanhal.

quinta-feira, 7 de abril de 2011

usuário agradece atendimento

O serviço de Ouvidoria da Fundação Hemopa envia manifestação da doadora de sangue Silvia Heloiza Souza Torres, que através de email, elogiou o atendimento recebido por funcionários do hemocentro, no dia de sua primeira doação de sangue. No email ela diz: "Como cidadã venho pela primeira vez nesta instituição beneficiar pacientes com a minha doação de sangue.Parabenizo pelo atendimento e orientações destinados a minha pessoa".

Jovens adventistas doam sangue

Presente em oito países da América latina, o projeto “Vida por Vidas”, da Igreja Adventista do 7º Dia do Pará, inicia sua VI edição em parceria com a Fundação Hemopa para estimular a doação de sangue, de plaqueta e de medula óssea em jovens adventistas, bem como em toda população potencial doadora. A ação tem início neste domingo, 10, com o passeio ciclístico “Pedalando pela Vida” e se estenderá com campanhas externa e interna até o dia 06 de maio. A meta será de 3 mil doações voluntárias. De acordo com a programação de ações, neste domingo, a corrida que terá três diferentes pontos de concentração:em frente a Escola Adventista de Icoaraci, às 8h; em frente ao Parque de Exposições do Entroncamento, às 8h, com grande encontro na Praça Matriz de Ananindeua onde todos os participantes participarão da sensibilização para formação de “Agentes Multiplicadores”, promovido pelas assistentes sociais da Gerência de Captação de Doadores do hemocentro, no Ginásio “Almir Gabriel”, mais conhecido como “Abacatão”, em Ananindeua. No dia 17, está agendado campanha externa com a unidade móvel do Hemopa na Praça da República, de 8h às 14h, com meta de 100 coletas. A ação continuará até o dia 06 de maio com participação na sede do hemocentro coordenador em Belém, que contará com presença dos líderes das Igrejas Adventistas e demais comunidades evangélicas. Para a titular da GECAD, a assistente social Juciara Farias, a ação estratégica tem importante impacto da suprir estoque de sangue do hemocentro. “Parabenizamos e agradecemos a Igreja Adventista por participar pela sexta vez do projeto Vida por Vida”, ressaltou, afirmando que a mobilização resulta na qualidade do atendimento transfusional de pacientes internados nos 218 hospitais do Estado, além de estimular o segmentos jovem que se coloca a disposição para melhora a saúde pública do Pará com ações de responsabilidade social da doação de sangue, plaquetas e medula óssea. Segundo o coordenador do projeto no Pará e Amapá, o pastor Renato Seixas, a ação solidária foi lançada em 2005 envolvendo jovens adventistas do Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai, Chile, Equador, Bolívia e Peru. No Pará, a parceria teve início em 2006 e perdura até hoje com sua 6º edição em 2011. O projeto, disse o pastor, já obteve reconhecimento da Organização Mundial de Saúde (OMS). “É um privilégio estar à frente desse projeto que nasceu da preocupação de jovens adventistas com o abastecimento de sangue para atendimento satisfatório da demanda transfusional especialmente em período de férias e feriados prolongados”, destacou o pastor que aposta no sucesso da ação. Quem pode doar sangue: Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença da Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado. Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Serviço:O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109.Maiores informações pelo fone: 08002808118 ou 32429100.www.hemopa.pa.gov.br.

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Comemoração ao Dia Internacional da Hemofilia

Até o dia 18 deste mês, as atividades desenvolvidas pela Gerência de Serviço Social de Pacientes (GESES), da Fundação Hemopa está plenamente voltada para o desenvolvimento de ações de preventivas de saúde, socioculturais e recreativas para pacientes atendidos pelo hemocentro e seus familiares com a finalidade de incentivar maior integração com a instituição e elevar a autoestima dos pacientes, mostrando que com o tratamento especializado eles podem ter uma vida normal e potencialmente produtiva. São vários os programas desenvolvidos para o melhor atendimento dos pacientes. Dentro do projeto “Criar e Recriar”, o Hemopa está realizando desde o dia 04, curso de “Pintura em Tecido”, que se estenderá até o dia 19, na Sala de Estar, no 3º, com 19 participantes. O curso está sendo realizado em parceria com o SENAC que disponibilizou a instrutora Rosa Maria Dias. Nesta quinta-feira, 7, às 8h e 14h, na Sala de Recepção de Pacientes, será ministrada palestrada sobre “Saúde Bucal” pelo odontólogo do Hemopa, Eduardo Pádua. Atualmente o serviço atende uma média mensal de 120 pacientes portadores de patologias hematológicas, sendo que uma média 30 são hemofílicos, que normalmente sofrem de sangramento por inflamação gengival que pode ser devidamente controlado com atendimento especializado. O Hemopa oferece procedimentos preventivos, de restauração e cirúrgicos. São quatro profissionais que fazem atendimento ininterrupto de 8h às 18h, de casos de urgências e/ou agendados. No dia 18, em comemoração alusiva ao Dia Internacional da Hemofilia, comemorado dia 17, o Hemopa promoverá palestra, apresentação de vídeos educativos, distribuição de material educativo, apresentação do Grupo Sorria da UNIMED e apresentação do teatro de Bonecos itinerantes do Laboratório Beneficente de Belém, além de lanche aos participantes das atividades de transcorrerão de 8h às 17h, na Sala de Recepção de Pacientes..

Hemopa com Ouvidoria on line

Desde 2004 a Fundação Hemopa possui o serviço de Ouvidoria voltado para funcionários, doadores, pacientes, fornecedores e a comunidade em geral que desejam receber informações, enviar sugestões e opiniões sobre o hemocentro que disponibiliza vários canais de acesso ao serviço, entre eles, o on line, através do site do Hemopa, que atende o usuário em tempo real e com registro do número de protocolo. Atualmente 99% das manifestações são respondidas em tempo hábil.. Segundo a responsável pelo serviço, a socióloga Silvânia Assunção, o hemocentro oferece outros canais de comunicação com a Ouvidoria, entre eles o presencial, pro formulário, e o 08002808118. Em 2010, o serviço obteve 1.360 acessos, a maioria deles em busca de informações sobre os serviços prestados pelo hemocentro. “A atividade vem sofrendo melhorias sistemáticas para garantir a qualidade do atendimento aos seus usuários, contribuindo dessa forma para a democratização e transparência das ações e nas respostas aos anseios da sociedade”, destacou, revelando que dos atendimentos efetuados ano passo, 555 foram por meio do 0800; 458 através de email; e 133 on line; e o restante por meio de formulários e presencial. Dos acessos disponibilizados, ela ressaltou a necessidade de divulgação do meio on line. “É uma manifestação em tempo real que oferece também número de protocolo para acompanhamento. É uma tecnologia de contato semelhante ao mundialmente conhecido MSN”, comentou, enfatizando a agilidade para aqueles que tem a internet como principal ferramenta de comunicação. Silvânia Assunção informa ainda que as Ouvidorias surgiram no Brasil como reflexo do processo de redemocratização e ganharam mais força com o Código de Defesa do Consumidor. “São estruturas que favorecem o controle social sobre o setor público através do acolhimento de manifestações da sociedade”. O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109. Mais informações:08002808118 ou 32429100.

terça-feira, 5 de abril de 2011

Parcerias incrementam campanhas externas

A Fundação Hemopa prossegue com a sistemática de campanhas externas em pontos estratégicos da cidade e em parceria com instituições públicas e privadas, visando suprir estoque técnico de sangue do hemocentro que vem enfrentando dificuldades com a redução de coletas estimada em 20%. Nesta terça-feira (5), de 14 às 21h, a unidade móvel de coleta de sangue estará no centro de Estudos Superiores do Pará (Cesupa) para doação de sangue e formação de cadastro de doadores de medula óssea. Amanhã (6), estará sendo realizada ação estratégica no Shopping Castanheira, de 10 às 20h, para doação de sangue. Na quinta-feira, 7, de 10h às 20h, será promovida campanha para cadastro de doação de medula óssea no Hospital “João de Barros Barreto”. O cronograma de campanhas externas vai até o dia 29 deste mês. No entanto, destacamos que a programação pode sofrer eventuais alterações de data e horário.Consultar sempre site do Hemopa. Instituições interessadas em compor parceria para coletas externas podem entrar e contato com a Gerência de captação de Doadores (GECAD), de 2ª a 6ª-feira, de 8h às 17h; e aos sábado de 7h30 às 12h30, através do fones: 32245048 ou 32429100- R- 205. Quem pode doar sangue: Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença da Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado. Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Serviço:O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109.Maiores informações pelo fone: 08002808118 ou 32429100.www.hemopa.pa.gov.br. Foto 1- Unidade móvel de coleta com segurança e conforto dos usuários.Foto 2- Doações efetivadas nas unidades dão suporte ao estoqte técnico de sangue do hemocentro.

Contagem regressiva para o III PAN Amazônico

A cidade de Belém sediará o III Congresso Pan Amazônico de Hematologia e Hemoterapia, nos dias 26 e 27/05, no Centro de Convenções e Feiras da Amazônia- HANGAR. O evento que será promovido pela Associação Brasileira de Hematologia e Hemoterapia (ABHH) receberá participantes de todas as regiões do Brasil e de outros países, com o objetivo de promover intercâmbio e troca de experiências e conhecimentos. Temas que serão debatidos: Coagulopatias Hereditárias; Doenças Hemorrágicas; Hemoglobinopatias; Hemostasia e Trombose; Leucemias Crônicas e Agudas; Linfomas; Logística da coleta e distribuição de sangue; Medicina Transfusional; Mieloma Múltiplo; Púrpura Trombocitopênica Trombótica; Síndromes Mielodisplásicas; Terapia Celular; Transfusão de sangue.Durante o congresso será realizado oficinas de Captação de Doação de Sangue, Enfermagem, Fisioterapia, Gestão em Hemoterapia, Hemovigilância, Hematologia Clínica e Laboratorial, Hematologia Pediátrica, Imunohematologia e Odontologia, além do IV Encontro Anual do Comitê de Glóbulos Vermelhos e do Ferro da ABHH. Segundo a presidente da Comissão Científica do PAN, a presidente da Fundação Hemopa, dra. Luciana Maradei, uma das novidades do evento será a instituição do prêmio “João Carlos Pina Saraiva” para os melhores trabalhos científicos inscritos no evento, nas modalidades de hemoterapia e hematologia. O médico homenageado é fundador do Hemopa e membro da ABHH. Antecedendo o evento, a Fundação Hemopa e instituições parceiras promoção cursos pré-congresso de 12 a 25/05. A programação completa sobre o evento científico pode ser encontrada no site www.panamazonico.com.br. Foto- Dr. João Carlos Saraiva.

Hemopa Castanhal com semana da saúde

O Hemocentro Regional de Castanhal inicia nesta manhã a semana da Sapude com a V Caminhada Ecológica daquele município com o objetivo de socializar informações e orientações relevante à saúde dos servidores. Segundo a resposnável técnica pelo hemocentro, Dra. Sandra Lobato, a programação começa às 11 de hoje e se estenderá até às 13h, com palestra sobre “Administrando Conflitos no Ambiente Organizacional”. No dia 06, de11 às 13h, haverá Ginástica Laboral. No dia 07, de 11 às 13h, será disponibilizado serviços de saúde capilar. No doa 08, os servidores poderão desfrutar de massagem relaxante e Higienização facial, de 9h às 11h. Logo depois, de 11 às 13h, os participantes recebrão Orientação Nutricional com Érica Castanheira. A vasta programação será encerrada no dia 09, com com a “V Caminhada Ecológica” e atividades lúdicas e recreativas no Sítio Mocajubinha, de 8h30 às 16h. A médica destaca que durante toda a semana, os servidores receberão imunização, verificação de Glicemia, Pressão Arterial (P.A), Hemoglobina e Índice de Massa Corpórea (I.M.C). O Hemopa Castanhal espera por você para coleta de sangue de 7h às 13h, de segunda a sexta-feira, na Travessa Floriano Peixoto, Alameda Rita de Cássia, Conj. Maria Alice, casa B-2 e B-3. Fone: (91) 3721.2986 / 3721.4008

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Parabéns, funcionários


Aniversariantes da semana- 04 a 11/04- Belém: Danilo Henrique Sousa (04), Cleison Martins (07), Vera Lucia Santana (07), Gisele Nobre da Cunha (08), Albertina da Costa (08), Rosa de Fátima Gurjão (08), Nilda Lima dos Santos (09), Rosangela Gonçalves (09), Elen Luce Elmescany (10), Francisco de Assis Barreto (11). Abaetetuba: Davidson Adegas (11). Capanema: Maria Cristina de Souza (07). Castanhal: Edson Rodrigues Cardoso (06). Tucurui: Luciene Martins (06), Beocleyton Mendes (06). Marabá: Cheila Oliveira (05), Maria do Socorro Leão (08). Redenção: Maria do Socorro Lima (08). Altamira: Nelice da Costa Goulart (04).

Campanha em Marabá supera meta

O Hemocentro Regional de Marabá comemorou o resultado da campanha de incentivo à doação voluntária de sangue realizada em parceria com o Hospital Regional e UNIMD –Sul, de 21 a 25/03, que culminou em 245 comparecimentos e 214 coletas de sangue, sendo que 11 de homens e 103 do público feminino, superando a meta de 200 doações. “Todo voluntário é sangue bom” foi o tema da 12ª ação que contou com o importante do grupo de Mobilização de Doadores “Amigos de Sangue”, do Hospital Regional.

Campanha externa

Para incrementar o número de doações de sangue e de cadastro de medula óssea, o Hemopa elaborou programação de campanhas externas: Dia 05, de 14h às 21h, no Centro Universitário do Pará (CESUPA), doação de sangue e cadastro de medula. Dias 06 e 07, de 10h às 20h, no Shopping Castanheira. Dia 07, de 08h às 13h, no Hospital Universitário João de Barros Barreto. Dia 09, de 8 às 16h, na Igreja Assembléia de Deus, no Tapanã, com doação de sangue e cadastro de medula

III Pan Amazônico em Belém


A cidade de Belém sediará o III Congresso Pan Amazônico de Hematologia e Hemoterapia, nos dias 26 e 27/05, no Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, o Hangar. O evento que será promovido pela Associação Brasileira de Hematologia e Hemoterapia - ABHH, receberá participantes de todas as regiões do Brasil e de outros países, com o objetivo de promover intercâmbio e troca de experiências e conhecimentos.Haverá ainda oficinas, IV Encontro Anual do Comitê de Glóbulos Vermelhos e do Ferro da ABHH. A novidade deste ano será a instituição do prêmio "João Carlos Pina Saraiva" para os melhores trabalhos científicos inscritos, nas modalidades de hemoterapia e hematologia. O médico homenageado é fundador do Hemopa e membro da ABHH. Mais informações: www.panamazonico.com.br. Foto:Dr. Saraiva

Captação Hospitalar

Nesta segunda-feira,04, técnicos da Gerência de captação de Doadores do Hemopa ministrarão palestra ao corpo clínico do Hospital Ophir Loyola, para estreitar a parceria e melhorar o índice de doação de sangue de familiares de pacientes internados. A ação faz parte do programa de "Captação Hospitalar" desenvolvido pelo hemocentro.

Capanema com semana da saúde

A equipe de técnicos do SASS orientou profissionais do Serviço Social do Hemonúcleo de Capanema a realizar a IV Semana da Saúde de 05 a 08 deste mês, com o objetivo de socializar informações e orientações relevante à saúde dos servidores da unidade.Programação:Dia 05, às 11h, palestra sobre “Saúde do Trabalhador o Uso de EPI´s”, que será ministrada pela enfermeira Rosemary Dourado.Dia 06, às 10h, “Saúde Bucal”, ministrado pelo Educador Social/OdontoSESC Higino Santos.Dia 07, às 11h,sobre “Ruídos e Riscos Ocupacional/Teste de Audiometria”, pela fonoaudióloga Sirley Alévalo.Dia 08, às 11h, orientações sobre “Beleza e Saúde/Higienização Facial Profunda”, pela esteticista Flávia Leal.A programação será encerrada com sorteio de brindes aos participantes.

Hemopa com semana da saúde


A Assessoria de Gestão de Pessoas, através do Serviço de Assistência à Saúde do Servidor (SASS), promoverá VIII Semana da Saúde de 04 a 08/04, com o objetivo de socializar informações e orientações relevante à saúde dos servidores. Durante a programação, os participantes assistirão palestras show sobre “Conflitos no Ambiente de Trabalho”, oficinas de “Motivação Comunicação e Relacionamento Interpessoal”. Haverá ainda disponibilidade de alguns serviços como Verificação de Glicemia, Aferição de Pressão Arterial, Massagens Relaxantes, entre outras. As inscrições estão sendo realizadas no SASS, a partir do dia 01/04. Participem!

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Hemopa faz campanha em pontos estratégicos da cidade

O período de intensas chuvas, associado a feriados prolongados são alguns dos fatores que provocam a redução do número de comparecimento de candidatos à doação voluntária de sangue na hemorrede. Na sede da Fundação Hemopa, a queda nas doações atinge cerca de 20%, que pode interferir na qualidade do atendimento da demanda transfusional. Para suprir o estoque, o Hemopa está intensificando cronograma de campanhas externas. A meta é manter uma média de 100 coletas/dia nas unidades móveis. De acordo com a programação, nesta sexta-feira, 1º, a unidade móvel estará no 8° Depósito de Suprimento do Exército (DSUP) para coleta de sangue e cadastro de medula óssea, de 8h às 15h. No dia 2, de 8h às 16h, a ação será realizada no supermercado Líder, da avenida Independência, com doação de sangue. Na próxima terça-feira, 5, haverá campanha no Centro de Estudos Superiores do Pará (Cesupa), de 14h às 21h, para doações de sangue e formação de cadastro de doação de medula óssea. A programação segue até o dia 29 de abril, cujo calendário será divulgado semanalmente, até porque ele pode sofrer eventuais alterações de data e hora. Segundo a titular da Gerência de Captação de Doadores (GECAD), a assistente social Juciara Farias, as ações externas com as unidades móveis do hemocentro reforçam o estoque estratégico para garantir atendimento das solicitações de sangue da rede hospitalar do Estado, que atualmente é composta por 218 hospitais. "Qualquer instituição pública ou privada pode compor parceria com o Hemopa, afinal ninguém trabalha sozinho. Precisamos do apoio popular para garantir qualidade e quantidade do sangue para milhares de pacientes, diariamente", destacou. Qualquer pessoa saudável com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de 50 quilos pode salvar vidas, doando sangue. É necessário portar documento de identidade original e com foto. Com a doação de sangue é realizada uma bateria de exames: Doença de Chagas, Sífilis, Hepatites, AIDS, HTL I e II, além da tipagem sanguínea. O Hemopa funciona na Trav. PE. Eutíquio, 2109, com Caripunas e Serzedelo Corrêa. Mais informações: 08002808118.