quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Análise Crítica reuniu hemorrede

Nos dias 23 e 24/08, aconteceu a 1ª Reunião de Desempenho Institucional, no auditório da Fundação, com a participação de todos os gerentes hemorrede do Estado, que apresentaram um balanço geral sobre o desempenho das atividades desenvolvidas no período de janeiro a junho deste ano.

10º SERVIFEST.

Desde o dia 1º de agosto estão abertas as inscrições para o “Festival de Música do Servidor público do Pará”, que acontecerá nos dias 25, 26 e 27 de novembro, que culminará com a gravação das doze músicas finalistas e R$ 55.000 em prêmio.

Mais informações: (91) 3214-6835 e cvc1.egpa@gmail.com .

Gestão socioambiental




Atendendo convênio nº 1627/2007, com recursos repassados pelo Ministério da Saúde (MS), a Fundação Hemopa promoveu “I Oficina de Resíduos”, nos dias 30 à 31/08, com o objetivo de orientar, esclarecer e envolver todos os servidores para uma gestão de gerenciamento de resíduos que integra as etapas de segregação até a destinação final dos resíduos, de acordo com a legislação vigente. A atividade tem a finalidade de eliminar, minimizar ou compensar os impactos ambientais e riscos de acidentes com material biológico. O programa aperfeiçoa os processos para a redução dos resíduos, ações preventivas, sem a perda da qualidade da atividade afim.

Aniversariantes da Semana– Agost/Set


ANIVERSÁRIANTES DA SEMANA– AGOSTO/SETEMBRO Sede: Belém: Domingas da Costa (29), Edigleuma da Mota (30),Michele Caires (01),Nelma Ramos (01),Augusto Ferreira(02),Telma Josino(3),Raimunda Garcia (03) Kátia Nunes(04),Maria das Dores(04),Maria do Socorro Ferreira(05),
Castanhal:João Maia(02), Santarém: Helder Neves (05), Marabá: Vicente de Souza (04).



REFLEXÃO DA SEMANA
“Entre o passado, onde estão nossas recordações e o futuro, onde estão nossas esperanças, fica o presente, onde está nosso dever.”

Parabéns, Hemopa!!







No período de 25 a 27 de agosto, foi realizada comemoração alusiva aos 33 anos da Fundação Hemopa, que festejou o aniversário no dia 02/08. A programação teve início com visita da de Nª Srª de Nazaré, Missa em Ação de Graças, seguida de cerimônia para a inclusão de novos quadros, na Galeria dos Ex-Presidentes, com homenagem para as médicas Maria de Fátima Pombo Montoril e Mª Luiza de Miranda Moutinho da Conceição. Nos dias 26 e 27,
foi realizada campanha “Seja um servidor Doador”, com estímulo à doação de sangue e cadastro de doação de medula óssea juntos aos funcionários do Hemocentro Coordenador. Neste período houve ainda “Feirinha de Artesanato”, no pátio da Fundação. A programação foi encerrada com um “Abraço Simbólico” ao prédio da Fundação Hemopa, que reuniu servidores, doadores e familiares.

terça-feira, 30 de agosto de 2011

HOL com campanha externa

Para incrementar o estoque técnico de sangue, a Fundação Hemopa desenvolveu ações externas em parcerias com instituições públicas e privadas por todo o mês de agosto que resultaram em 1.270 doações de sangue e 389 novos cadastros e doadores de medula óssea. A programação será encerra com campanha no Hospital Ophir Loyola (HOL), hoje e amanhã (30 e 31) de 8h às 18h, para coleta de sangue e cadastramento de doadores de medula óssea, com o tema “Pra você uma gota..para o outro uma vida”.
Essa é a segunda campanha deste ano em parceria com o HOL para atendimento da demanda de pacientes com câncer, internados, em tratamento com quimioterapia, em processo de cirurgia, assim como pacientes de ambulatório. A ação estimulará a captação de doares em grande escala para que a demanda do hospital seja atendida na quantidade requerida e com qualidade. Durante o evento, haverá animações com pessoas fantasiadas de super-heróis para incentivar candidatos ao ato solidário. Durante a ação estratégica também serão distribuídas 200 camisas para envolver a sociedade potencialmente doadora para interagir com o HOL e abraçar essa causa em favor da vida.
De acordo com a gerente de Captação de Doadores do Hemopa, a assistente social Juciara Farias, o hemocentro realizou 14 campanhas externas neste mês. “Agradecemos a todos que atendem nossos apelos de campanha para salvar vidas. A solidariedade que nos move todos os dias”, finalizou.
Quem pode doar: candidatos com boa saúde; idade entre 18 anos completos e 67 anos, 11 meses e 29 dias. Podem ser aceitos candidatos à doação de sangue com idade de 16 e 17 anos, com o consentimento formal do responsável legal.
Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Um grande abraço!

A Fundação Hemopa, que completou 33 anos no dia 02 deste mês, encerrará a programação de eventos comemorativos à data, neste sábado (27), com campanha de incentivo à doação de sangue e cadastro de medula óssea voltado para os funcionários como estratégia para estimular esses atos solidários e dar exemplo de cidadania à população. A campanha que tem como tema: “Seja um servidor doador” será realizada de 7h30 às 17h.
Às 9h, está agendado um “Abraço simbólico ao prédio da Fundação”, que deverá reunir funcionários, doadores, familiares, instituições parceiras e a sociedade em geral como forma de parabenizar e expressar o orgulho de ser servidor público. Hoje e amanhã (27), de 9h às 16h, produtos regionais estão sendo comercializados na “Feirinha de Artesanato”, produzidos por funcionários, pacientes e familiares, durante oficinas promovidas pela Hemopa.
Para Maria Soares, 61 anos, que está participando com venda na feirinha, o evento incentiva e desenvolve o lado artístico do funcionário da instituição. Doadora de sangue, ela é mãe de um servidor do Hemopa. “Parabenizo a Fundação pela qualidade dos serviços”. O servidor Amauri Martins, ficou bastante entusiasmado com a criatividade, beleza e preços dos produtos ofertados.
A programação comemorativa ao aniversário do hemocentro teve início no dia 25, com visita a imagem peregrina de Nossa senhora de Nazaré, seguida missa em Ação de Graças, no auditório do hemocentro que ficou lotado de servidores e familiares. Logo após, houve a inclusão das fotos das médicas Maria Luiza de Miranda Moutinho da Conceição e Maria de Fátima Pombo Montoril na Galeria dos Ex-Presidentes.
A campanha de doação de sangue e cadastro de doadores de medula óssea junto aos servidores da instituição teve início hoje e se estenderá até manhã (27). A meta será de 100 coletas/dia.
Quem pode doar: candidatos com boa saúde, idade entre 16 anos completos e 68 anos e
peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

Foto 1- Missa em Ação de Graças.Foto 2- A senhora Maria Soares.Foto 3- Geral da feirinha de artesanato.

Servidor do Hemopa na final de festival de música

O servidor da Fundação Hemopa, Jorginho Gomez, é um dos cinco finalistas no III Festival de Música Popular Paraense, promovido pela Rede Brasil Amazônia (RBA). A seleção aconteceu na noite desta quinta-feira, 25, na boate do Para Clube. Ele concorreu com 706 candidatos inscritos, sendo pré-selcionados 36. A disputa final pelo prêmio do festival será no próximo dia 15 de setembro, na boate da Assembleia Paraense.
Jorginho Gomez concorreu com carimbó de sua autoria "Não esquece do meu tambor", misturando-se nos mais diversos estilos, letras, melodias e timbres vocais apresentados no festival. Todos funcionários e amigos torcem pela vitória de Jorginho Gomez, que atualmente está lotado na Gerência de Tecnologia da Informação (Getin).
As músicas que concorreram nesta fase foram julgadas por júri formado pelo percursionista Arlindo Castro, o produtor musical Júlio Vicari, o pianista Robenari Marques e o jornalista Elias Pinto. As canções selecionadas: “Não esquece do meu tambor”, do cantor compositor Jorginho Gomez; “Minke subiu”, de Maria Lídia; “Vaticínio”, de Led Gil; “Nas sendas do equador”, de Alfredo Reis; e “Choro solitário”, de Jaime Bibas.
Uma nova seletiva acontece no dia 31, para escolher outras cinco canções para a final do Festival de Música Popular Paraense.

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Hemopa comemora 33 anos com usuário

A Fundação Hemopa, que completou 33 anos dia 02 de agosto, convida servidores, doadores, pacientes atendidos, familiares, parceiros e a sociedade em geral para participação nas comemorações alusivas ao aniversário do hemocentro. Dia 25, às 11h, a instituição receberá visita da Imagem Peregrina de Nª Srª de Nazaré, seguida de Missa em Ação de Graças, celebrada pelo padre jesuíta da Capela de Lourdes, Adilson Santos.
Logo após haverá inclusão de quadros na Galeria dos Ex-Presidentes com as fotos das médicas Mª Luiza Moutinho e Mª de Fátima Montoril.
Nos dias 26 e 27, será realizada campanha de doação de sangue e cadastro de doação de medula óssea com os funcionários do hemocentro. "Seja um servidor doador de sangue". É o tema da ação estratégica de visa internalizar e incentivar o ato solidário na capital e hemorrede do Estado.
A funcionária Cristiane Ferreira, lotada na Coordenadoria de Laboratórios (Colab) há três anos é doadora 100% por aférese (coleta de sangue total que separa a plaqueta dos demais componentes do sangue). “A sensação de salvar vidas é maravilhosa.Para quem nunca doou, largue o medo.Temos uma equipe de profissionais preparados para atender a todos com carinho e dedicação”, afirmou.
A gerente de captação de doadores, a assistente social Juciara Farias, aposta na adesão maciça de funcionários “Nós fazemos constante campanhas de captação de doadores. Então, vamos dar o exemplo para a população”, incentivou, explicando que funcionário que doar sangue ou trouxer a partir de dois doadores ganhará mais um dia no seu período de férias. A organização do evento enfatiza que o servidor deverá apresentar o comprovante de doação de sangue à sua gerência.
No dia 27, às 10h, está programado "Manhã Festiva" com um simbólico “Abraço de Parabéns” no prédio da Fundação. Durante toda a manhã haverá “Feirinha de Artesanato”, no pátio do Hemopa, para comercialização de produtos gerados pelas oficinas realizadas com funcionários, pacientes e familiares. A direção do hemocentro conta com a participação maciça de servidores, familiares e amigos.
Quem pode doar: candidatos com boa saúde, idade entre 16 anos completos e 68 anos e
peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

HC com especialização

O Hospital de Clínicas GAspar Viana em parceria com o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo - HCFMUSP, passará a ofertar dois cursos presenciais em Belém de Especialização Latu Sensu em Psicologia Hospitalar e Neuropsicologia, que serão ministrados pelo Corpo Docente da Divisão de Psicologia - DIP do HCFMUSP e do CEPSIC (Centro de Estudos em Psicologia da Saúde) que é também vinculado à DIP e ao HC São Paulo.
A primeira Turma de Especialização em Psicologia Hospitalar com aulas teóricas e prática hospitalar a ser realizada toda dentro do HCGV em Belém irá iniciar em março de 2012, e a primeira turma de Especialização em Neuropsicologia funcionando no mesmo formato será ofertada em agosto de 2012, ambos os cursos com certificação pela USP/Faculdade de Medicina/Divisão de Psicologia/CEPSIC/Conselho Federal de Psicologia (pois esses cursos são também credenciados pelo CFP).
Para quem ainda não conhece, o HCFMUSP é o hospital onde se iniciou no Brasil a prática de psicologia hospitalar nos anos 50 do século passado, sendo uma instituição de referência em ensino, extensão, pesquisa e assistência de psicologia no Brasil e nas américas.

Servidor participa de eliminatória

Cantor e compositor há 14 anos, o servidor da Fundação Hemopa, Jorge Antônio Gomez Alves, 33 anos, mais conhecido como Jorginho Gomez é um dos 24 finalistas do III Festival de Música Popular Paraense/2011, promovido pela Rede Brasil Amazônia de Comunicação (RBA). Na próxima quinta-feira,25, ele estará defendendo o carimbó de sua autoria “Não esquece do meu tambor”, com letra genuinamente paraense para resgatar o potencializar o valor de nossa cultura, de nosso folclore.
Embora com agenda lotada todo o final de semana com apresentação de shows em bares, casas noturnas e eventos em geral, Jorginho Gomez afirma que é a primeira vez que participa de festival de música. “Entrei na briga com quase 500 concorrentes. Ficaram 24 para disputar o primeiro lugar do festival.Tem muita gente boa e com talento”, destacou, parabenizando a iniciativa da RBA em incentivar e valorizar a música popular paraense, além de oferecer oportunidade para a descoberta e reconhecimento de muitos talentos do Estado do Pará.
No Hemopa, Jorginho Gomes está lotado na Gerência de Tecnologia da Informação (Getin) e ocupa o cargo de operador de computador. Muito estimado pelos colegas de trabalho, ele contará com uma empolgante torcida nas eliminatórias do festival que acontecerãonos dias 25 e 31 deste mês, a partir das 20h na boate do Pará Clube. A entrada é franca.Os ingressos estão sendo distribuídos nos quiosques do TEM Classificados, Shopping Pátio Belém, Castanheira e no IT Center.Mais informações: WWW.diarioonline.com.br/festivaldemusica.

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Moradia

Oito servidores do Hemopa (Belém/Castanhal/Abaetetuba) foram contemplados com o CREDICASA que será entregue pelo Governo do Estado, no dia 23/08, às 10h, em solenidade no Hangar.

Parabéns, Hemopa!

A alta administração do hemocentro convida servidores, doadores, pacientes e familiares para programação alusiva aos 33 anos do Hemopa: Dia 25: Às 11h - Visita da Imagem Peregrina de Nª Srª de Nazaré. Missa em Ação de Graças ao aniversário. Inclusão de quadros na Galeria dos Ex-Presidentes.Nos dias 26 e 27: Campanha de doação de sangue "Seja um servidor doador de sangue". No dia 27: "Manhã Festiva". Às 9h, Simbólico “Abraço de Parabéns” no prédio do hemocentro. De 9h às 15h, “Feirinha de Artesanato”, no pátio do Hemopa, para comercialização de produtos gerados pelas oficinas realizadas com funcionários, pacientes e familiares.

Desempenho institucional

Nos dias 23 e 24, o Hemopa realizará I Reunião de Análise do Desempenho Institucional, referente ao período de janeiro/agosto/11.O evento será no auditório , de8h às 12h; e das 14h às 17h30.

Gestão socioambiental

O Hemopa promoverá “I Oficina de Resíduos”, nos dias 30 a 31/08, com o objetivo de orientar, esclarecer e envolver todos os servidores para uma gestão de gerenciamento de resíduos que integra as etapas de segregação até a destinação final dos resíduos de acordo com a legislação vigente, com a finalidade de eliminar, minimizar ou compensar os impactos ambientais e riscos de acidentes com material biológico. O programa otimiza os processos para a redução dos resíduos, ações preventivas, sem a perda da qualidade da atividade afim.

Parabéns, servidores!

A Fundação Hemopa parabeniza so anivertsariantes da semana de 22/29 de Agosto:
Sérgio dos Santos(22), Abraão Galúcio (22)Alessandra Leite(23), Maria Ferreira(24),Celina Cortinhas(24),Ruth Souza(25),Fabiana Carvalha (25), João Raiol(25), Daniel de Oliveira(25),Regina Brandão (25), Luciana Maradei Pereira(26), Vânia Maia(26), Marcelo Aranha(26),Domingas Costa(29),
Santarém:Cleidsonmar Costa(27), Edna Furtado(28), Altamira: Abaetetuba:Afonso Negrão(23), Marabá: Maria de Sousa(26).Hosana da Silva(27) .


Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118

Auditores da qualidade

Nos dias 31/08, 01 e 02/09, o Hemopa estará realizando “Oficina de Formação de auditores Internos da Qualidade”. para 26 servidores de diversos setores s de Belém e Castanhal. O curso será ministrado pelo biomédico Maurício Palmeira Koury que é graduado como Auditor Líder. O evento será realizado de 8h às 14h no auditório do convento dos Mercedários. Após a capacitação, os participantes poderão realizar auditorias para verificar a eficácia do sistema de qualidade.

Jovens da Universal doam sangue


Neste sábado, 20, a Fundação Hemopa desenvolverá campanha em parceria com a Igreja Universal. Cerca de 40 jovens do grupo “Força Jovem” participarão da ação estratégica com doação voluntária de sangue e efetivação do cadastro de doadores de medula óssea, de 8h às 10h, com a finalidade de reforçar estoque técnico do hemocentro para atendimento satisfatório da demanda transfusional do início da próxima semana.
A parceria culminará com as comemorações alusivas aos 33 anos do Hemopa, festejado dia 02/08, que está transcorrendo todos os sábados deste mês, com distribuição de camisetas personalizadas em brinde ao aniversário da instituição e lanche especial.
No sábado anterior, com promoção da campanha em homenagem ao Dia dos Pais, o hemocentro recebeu mais de 160 comparecimentos, superando a média de 80 voluntariado.
Quem pode doar: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos, 11 meses e 29 dias. Podem ser aceitos candidatos à doação de sangue com idade de 16 e 17 anos, com o consentimento formal do responsável legal.
Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

Técnica do Hemopa em evento no HUJBB

A titular do Núcleo de Qualidade (NQ), da Fundação Hemopa, a socióloga Lígia Garcia, ministrará palestra sobre “Estratégia GesPública - desafios da modernização institucional para os Hospitais Universitários”, no dia 22, às 15h, durante realização do IV Congresso do Hospital Universitário João de Barros Barreto, que será realizado no período de 19 a 23 deste mês, no Hangar – Centro de Convenções e Feiras da Amazônia,no Hospital Universitário João de Barros Barreto e Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência.
O evento terá como tema “A Atenção à Saúde como Responsabilidade Social”, com programação de palestras,mesas redondas, oficinas, além de cursos, inclusive para a comunidade, com a presença de profissionais do HUJBB e convidados de outros estados.
O congresso terá como público alvo estudantes e profissionais da área da saúde,
Ligia Garcia é também responde pela Coordenadoria Executiva Regional do GesPública e Núcleo de Excelência Pública no Pará .

Agentes de saúde estimulam doação de sangue

Cerca de 40 voluntários da comunidade “Parque Amazônia I”, do bairro do Guamá, participam do mutirão pela vida, doando sangue na sede da Fundação Hemopa, nesta manhã de sexta-feira (20). O grupo foi conduzido até o hemocentro por agentes comunitários do Programa Saúde Família (PSF), que participaram da Oficina de “Formação de Agentes Multiplicadores para Captação de Doadores de Sangue e Cadastro de Doadores de Medula Óssea”, ministrado por técnicos da Gerência de Captação de Doadores (Gecad) do hemocentro, nos dias 13, 14 e 27 de julho; e 03/08, que resultou na capacitação de quase 100 agentes.
A agente comunitária Lucélia Barbosa, 33 anos, participou da primeira oficina. “É muito importante essa parceria do Hemopa com a Secretaria Municipal de Saúde. Assim, além de prevenir doenças, podemos também salvar vidas, fazendo a sensibilização e captação de doadores de sangue e de medula óssea”, afirmou, destacando que cada agente comunitário atua em grupo familiar com aproximadamente 100 pessoas.
Bastante satisfeita pelo resultado imediato do trabalho juntos aos agentes de saúde da Região Metropolitana de Belém (RMB), a titular da Gecad, a assistente social Juciara Farias, ressaltou que o objetivo da atividade é formar consciências críticas sobre o processo e voluntariado da doação de sangue e cadastro de doação de medula óssea, estimulando esses gestos solidários em suas respectivas áreas de atuação para potencializar o atendimento da demanda da rede hospitalar.
Instituições interessadas em firmar parceria com o hemocentro devem entrar em contato com a Gecad, de 2ª a 6ª-feira, de 8h às 17h; e aos sábados de 8h às 16h, através dos fones:32245048 ou 32429100 R- 205.
Quem pode doar: candidatos com boa saúde; idade entre 18 anos completos e 67 anos, 11 meses e 29 dias. Podem ser aceitos candidatos à doação de sangue com idade de 16 e 17 anos, com o consentimento formal do responsável legal.
Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

Foto1- Lucélia Barbosa (centro).Foto 2-Doadora atende apelo de agentes.Foto 3- André Dantas fazendo sua parte, doando sangue.

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Hemopa convoca doador tipo B Negativo

A Fundação Hemopa convoca doadores de sangue do tipo B Negativo para efetivar doação voluntária de sangue para atendimento urgente da demanda da rede pública hospitalar .
Quem pode doar: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos, 11 meses e 29 dias. Podem ser aceitos candidatos à doação de sangue com idade de 16 e 17 anos, com o consentimento formal do responsável legal.
Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Parabéns, Hemopa


A Fundação Hemopa, que completou 33 anos dia 02 de agosto, prossegue com ações comemorativas à data durante todo o mês. Dia 25, às 11h, o hemocentro receberá visita da Imagem Peregrina de Nª Srª de Nazaré, seguida de Missa em Ação de Graças ao aniversário. Logo após haverá inclusão de quadros na Galeria dos Ex-Presidentes com as fotos das médicas Mª Luiza Moutinho e Mª de Fátima Montoril.
Nos dias 26 e 27, será realizada campanha de doação de sangue e cadastro de doação de medula óssea com funcionários com o tema "Seja um servidor doado de sangue". O funcionário que doar sangue ou trouxer a partrir d dois doadores ganhará mais um dia no seu período de férias. A organização do evento ressalta que o servidor deverá apresentar o comprovante de doação de sangue à sua gerência.
No dia 27, também está programado "Manhã Festiva" com um simbólico “Abraço de Parabéns” no prédio da Fundação. Durante toda a manhã haverá “Feirinha de Artesanato”, no pátio do Hemopa, para comercialização de produtos gerados pelas oficinas realizadas com funcionários, pacientes e familiares.
A direção do Hemocentro conta com a participação maciça de servidores, familiares e amigos.

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Parabéns, aniversariates da semana.

A Fundação Hemopa agradece e parabeniza os aniversariantes da hemorrede.
Fátima Montoril (15),Fabricia Ribeiro(16), Ana Lima (16), Rosana Mendes (16),Roberta Paz (16), Ana Saraiva (17),Adriana Souza (17), Alan Souza (17), Marcelo Lima(18), Elizabete Batista (19), Waldecir Duarte (19), Nazaré Santos(20) Karla de Almeida (21), Antonio Souza (21),Carlos Pacheco (21), Sérgio dos Santos(22), Abraão Galucio (22),
Castanhal: Maria Picanço(20),Capanema: Edilson Pinheiro(17), Altamira: Francisco Santana (17), Benilde Silva (22), Abaetetuba: Eliete Sena (19), Capanema: Ednilson Pinheiro(17).
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118

Saldo campanha dos Pais

A campanha alusiva ao Dia dos Pais, promovida pelo Hemopa, no dia 13, obteve significativo saldo de 160 comparecimentos. Martinho da Costa Monteiro, 46, doador há 4 anos, foi um dos homenageados. Eles fez 1ª doação atendendo o pedido de uma amiga. Com o tipo de sangue O-, ele foi incompatível, mas nada o impediu de ajudar a outras pessoas que também precisam dessa solidariedade. Desde então, Martinho Monteiro não parou mais de salvar vidas. Ele é pai e dá uma grade lição de vida para seus filhos.
Quem pode doar: candidatos com boa saúde; idade entre 18 anos completos e 67 anos, 11 meses e 29 dias. Podem ser aceitos candidatos à doação de sangue com idade de 16 e 17 anos, com o consentimento formal do responsável legal.
Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118

OI com solidariedade

Cerca de 20 funcionários da empresa de Telefonia OI doaram sangue na sede do Hemopa, aderindo movimento nacional com atuação na hemorrede brasileira. A iniciativa reforçou estoque de sangue do hemocentro. “Ajudar a salvar vidas e repassar essa corrente de solidariedade é muito importante”, destacou João Bordin, 39, administrador jurídico da empresa. Ele aproveitou a oportunidade para voltar a doar, algo que não fazia há algum tempo. “Agora vou doar com regularidade”, afirmou. Alguns voluntários também efetivaram cadastro de doação de medula óssea.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 18 anos completos e 67 anos, 11 meses e 29 dias. Podem ser aceitos candidatos à doação de sangue com idade de 16 e 17 anos, com o consentimento formal do responsável legal.
Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

Parabéns, Hemopa!

A Fundação Hemopa, que completou 33 anos dia 02 de agosto, prossegue com ações comemorativas à data durante todo o mês. Dia 25, às 11h, o hemocentro receberá visita da Imagem Peregrina de Nª Srª de Nazaré, seguida de Missa em Ação de Graças ao aniversário. Logo após haverá inclusão de quadros na Galeria dos Ex-Presidentes com as fotos das médicas Mª Luiza Moutinho e Mª de Fátima Montoril.
Nos dias 26 e 27, será realizada campanha de doação de sangue e cadastro de doação de medula óssea com funcionários. Quem participar da ação solidária será premiado com um dia a mais nas férias.
A programação ainda prevê, com data a ser defibida entre os dias 27 e 28, Manhã Festiva com “Caminhada da Solidariedade”, com concentração às 8h na Av. Serzedelo Corrêa c/ Caripunas. Saída prevista às 9h, pela Trav. Pe .Eutíquio, fazendo contorno pela Praça da Batista Campos, retornando pela Av. Serzedelo Corrêa até o prédio do Hemocentro, onde acontecerá o “Abraço de Parabéns” no prédio da Fundação.Durante todo este dia haverá “Feirinha de Artesanato”, no pátio do Hemopa, para comercialização de produtos gerados pelas oficinas realizadas com funcionários, pacientes e familiares.

Comemoração alusiva aos 33 anos Hemopa

Prosseguem as comemorações alusivas aos 33 anos da Fundação Hemopa, por todo o mês de agosto, a direção do hemocentro estará desenvolvendo ações em homenagem ao segundo hemocentro mais antigo do Brasil, inaugurado pelo dr. João Carlos Pina Saraiva, no dia 02 de agosto de 1978.
Programação:
DIA 25:
Hora: 11h-
Visita da Imagem Peregrina de Nª Srª de Nazaré
Missa em Ação de Graças aos 33 anos do Hemopa
Inclusão de quadros na galeria de Ex-Presidentes

DIAS 26 e 27:

Campanha Interna de Doação de Sangue e Cadastro de doadores de medula óssea. Com premiação de 01 folga para quem participar da ação solidária.

PARTICIPEM!!

Hemopa Marabá festeja Dia dos Pais

Em comemoração alusiva ao Dia dos Pais, o diretor do Hemocentro regional de Marabá, dr. Fernando Monteiro promoveu comemoração alusiva ao Dia dos Pais, aos seus fun cionários, no dia 14, com oferta de café da manha. O evento contou com o apoio da supervisora Técnica, dra. Socorro Leão.
Durante a homenagem, os pais funcionários receberam um certificado de "PAI HEMOPA 2011". A homenagem teve o objetivo motivar e provocar maior integração ao corpo funcional da instituição, além de parabenizar e agradecer a dedicação e profissionalismo de cada servidor. Na oportunidade também foi comemorado os aniversariantes do mês .

O Hemopa Marabá espera por você na Rod. Transamazônica, Quadra 12, S/N.
Entre Av. Hiléia e Av. Amazônia. Bairro: Amapá CEP: 68.502-290
Fone: (94) 3324.1645 / 3324.1810.E-mail: hemopa@skorpionet.com.br

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Campanha em homenagem aos pais.

Neste sábado (13), a Fundação Hemopa realizará campanha com o slogan “Nem todo ídolo tem fama. Parabéns, pai doador” para estimular a doação voluntária de sangue e cadastro de doadores de medula óssea, em comemoração alusiva ao Dia dos Pais, com o objetivo de suprir o estoque técnico do hemocentro para atendimento satisfatório da rede hospitalar no início da próxima semana. A meta será de 150 coletas.
Durante a comemoração Martinho da Costa Monteiro, 46, doador há 4 anos, será um dos homenageado. Ele efetuou sua primeira doação atendendo pedido de uma amiga que necessitava de transfusão de sangue. Com o tipo de sangue O-, ele foi incompatível. Mas isso não o impediu de ajudar outras pessoas que também precisavam dessa solidariedade. Desde então, Martinho Monteiro, que é autônomo, não parou mais de salvar vidas. Ele é pai e dá uma grande lição de vida para seus filhos com esse gesto de amor e solidariedade.
A ação estratégica deste sábado brindará o doador com uma camiseta dos 33 anos do Hemopa, além da oferta de lanche especial. Para garantir a presença maciça de pais doadores, a Gerência de Captação de Doadores (Gecad), está enviando convite por mala direta aos voluntários cadastrados.
A comemoração, neste sábado, também é uma estratégia da Gecad para sensibilizar e incentivar a doação de sangue aos sábados como um programa de final de semana para as famílias e reforçar a ampliação do horário de atendimento para coleta de sangue que passou de 7h30 às 12h30, para até às 17h. “Nós arrumamos mais tempo para ajudar a salvar vidas. Faça esse gesto nobre e traga um parente ou amigo”, sugeriu a titular da captação de doadores, a assistente social Juciara Farias.
Das cerca de 250 coletas diárias do hemocentro coordenador Belém, aproximadamente 75% são do sexo masculino. Mas com a ampliação da faixa etária para doação de sangue, apresentada pelo Ministério da Saúde (MS), que passou de 18/65 anos para 16/68 anos, a população potencialmente doadora do Estado será de 787.177, sendo que 396.977 somente de homens. “Isso representa uma expectativa muito positiva para o aumento da coleta de sangue na hemorrede estadual”, afirmou Juciara farias.
Quem pode doar: candidatos com boa saúde; idade entre 18 anos completos e 67 anos, 11 meses e 29 dias. Podem ser aceitos candidatos à doação de sangue com idade de 16 e 17 anos, com o consentimento formal do responsável legal.
Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

Foto 1- Campanha reforçará estoque de sangue.Foto 2- Ação voltada para estimular doação do sexo masculino. Foto 3- Doador Martinho é um dos homenageados.

Parceiras impulsionam doações de sangue

Neste sábado (13), de 8h às 17h, a Fundação Hemopa estará realizando campanha externa de doação de sangue e cadastro de doadores de medula óssea em parceria com a Igreja Quadrangular.No entanto, a coleta será feita nas instalações da Escola Superior de Educação Física, na Av. João Paulo II com a Trav.Timbó. O calendário de ações estratégicas continua até o dia 31 deste mês.
De acordo com o cronograma de ações estratégicas, nos dias 16 e 17, de 10h às 20h, a unidade móvel do hemocentro estará coletando sangue e cadastro de medula óssea no Shopping Center Castanheira. Simultaneamente, no dia 17, de 8h às 13h, outra unidade móvel do hemocentro estará na Casa do Trabalhador, somente para efetivação de cadastro de medula óssea.
No dia 18, de 15 às 20h, a parceria será com a Faculdade Brasil Amazônia (Fibra), para coleta de sangue e cadastro de medula.
Antecedendo essas ações, no dia 9/08, houve campanha externa para doação de sangue e cadastro de medula óssea em parceria com a Igreja de Nª Srª do Perpétuo Socorro que resultou em 95 comparecimentos de doadores e 27 novos cadastros. No dia 11, a campanha externa em parceria com a Prefeitura Municipal de Belém (PMB), rendeu 131 doações e 60 inscrições para cadastro de medula óssea. A campanha teve slogan “Servidor Sangue Bom”.
Diante de significativos resultados, a gerente de Captação de Doadores (Gecad), a assistente social Juciara Farias parabeniza e agradece as instituições parceiras, e sobretudo, o voluntariado dessas ações.
Quem pode doar: candidatos com boa saúde; idade entre 18 anos completos e 67 anos, 11 meses e 29 dias. Podem ser aceitos candidatos à doação de sangue com idade de 16 e 17 anos, com o consentimento formal do responsável legal.
Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

quinta-feira, 11 de agosto de 2011


Associativismo de Hemofílicos

No dia 14 de setembro deste ano, a Fundação Hemopa, através da Gerência do Serviço Social do Ambulatório (Geses) promoverá a “I Oficina de Associativismo para Hemofílicos do Pará”, em parceria com a Associação Brasileira de Hemofilia, concretizando um antigo sonho de aproximadamente 500 pacientes portadores da doença atendidos pelo hemocentro. O evento se dará no auditório da instituição, de 8h30 às 17h.
Segundo a titular da Geses, a assistente social Cristina Santos, a atividade é o primeiro passo para impulsionar a criação e implementação da Associação dos Hemofílicos do Estado do Pará. “O associativismo potencializará a qualidade de vida do segmento, entre outros benefícios externos”, pontuou.
A participação efetiva dos pacientes portadores da patologia é de fundamental importância para o êxito da ação. “Contamos com a presença de todos para juntos concretizarmos um antigo sonho com o apoio do Hemopa”.
Com vagas limitadas, os interessados podem fazer suas inscrições grátis até o dia 12/09, na sala da Geses, de 2ª a 6ª, de 8h às 18h.
A realização da oficina conta com a parceria dos Laboratórios BAYER e NOVONORDISK

Reunião de diretores de hemocentros

A presidente da Fundação Hemopa, dra. Luciana Maradei e a diretora Técnica, dra. Socorro Ferreira confirmaram presença no I Encontro da Hemorrede Pública 2011, que será realizado no Estado da Bahia, no período de 17 a 19 deste mês. O evento está sendo promovido pela Coordenadoria de Sangue e Hemoderivados (CGSH), do Ministério da Saúde (MS).
Durante o encontro, que será aberto pelo titular da CGSH, dr. Guilherme Genovez, serão debatidos os seguintes temas: ‘Hemoterapia:Situação do Teste NAT e Discussão da Portaria nº 1353/2011”, “A Hemorrede Pública Nacional e a Nova gestão do Ministério da Saúde:Planejamento estratégico PPA 2012/2015 e Implicações Orçamentárias 2012”, “Apresentação de Fluxo de Recebimento e Distribuição de Pró-Coagulantes interno ao Ministério da Saúde”, “Apresentação da proposta consolidada de regulamentação da distribuição de pró-coagulantes para a Hemorrede”, “Papel dos Hemocentros na atenção às pessoas com Doença Falciforme”, entre outros .

Foto 1-.Dra. Luciana Maradei.FGoto 2-Dra.Socorro Ferreira.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Projeto desenvolvido na rede de ensino melhora qualidade de vida de pacientes.

A Fundação Hemopa, através da Gerência de Serviço Social do Ambulatório de Pacientes (Geses), está desenvolvendo uma iniciativa inovadora na rede ensino Fundamental e Médio da Região Metropolitana de Belém (RMB), com a execução do projeto “Vida Educa”, que tem a finalidade de estimular o diálogo com o corpo docente dessas instituições nas quais os pacientes em idade escolar atendidos pelo hemocentro estão inseridos, sobretudo, os portadores de Hemofilia e Doenças Falciformes. No primeiro semestre deste ano, foram envolvidas cinco escolas, por meio de 20 visitas com 16 reuniões e palestras educativas.
Segundo a gerente do serviço, a assistente social Cristina Santos, o projeto tem como foco específico a internalização de informações claras e corretas sobre as patologias dos alunos portadores de doenças hematológicas. “Nossa intenção é esclarece e orientar os profissionais dessas escolas, proporcionando uma melhor assistência e encaminhamento desses educandos para o atendimento médico especializado”, explicou, destacando que o hemocentro dispõe de equipe multidisciplinar com médicos, fisioterapeutas, fisiatras, assistentes sociais, pedagogos, psicólogos, odontólogos, enfermeiros, terapeutas ocupacionais e técnicos de enfermagem”, destacou.
De acordo com ela, atualmente o Hemopa possui cerca de 20 mil pacientes cadastrados e com atendimento ativo, desse total, 444 são hemofílicos e 584 doentes falciformes.
De maio a junho, o projeto foi executado nos seguintes estabelecimentos de ensino Fundamental e Médio das redes pública e particular: Escola “Vera Simplício”, do bairro do Telégrafo; Escola “Santos Dumond”, no bairro do Guamá; Escola “Carrossel”, do bairro da Pedreira; Escola “Florestan Fernandes”, do bairro do Parque Verde, em Ananindeua;Escola “ Paraguatinga Barata”, no bairro Val de Cães.
Para o segundo semestre deste ano já está agendado o envolvimento de mais oito escolas no“Vida Educa”.
O que é Hemofilia: É um distúrbio hereditário que se origina de um defeito da coagulação sangüínea, provocando sangramento. A doença tem dois tipos mais comuns: o tipo A, mais freqüente, é devido a deficiência Fator VIII (FVIII). A Hemofilia B ocorre em função de uma deficiência do Fator IX (FIX), ambos afetando quase exclusivamente os homens.
O que é Doença Falciforme: A doença falciforme é hereditária, transmitida da mãe para o bebê durante a gravidez. A criança com anemia falciforme apresenta má-formação das hemácias, que se assemelham a foices. Esse tipo de anemia é predominante na população negra. Porém, como no Brasil há miscigenação de raças, é comum também encontrar pessoas de pele branca acometidas pelo problema.
Serviço: Atendimento médico: de 2ª a 6ª-feira, de 7h às 17h. Agendamento de consulta por telefone: de 2ª a 6ª-feira, de 10h às 12h, e das 15h às 17h. O Hemopa espera por você na Trav. Padre Eutíquio, 2109.Mais informações: 08002808118.

HEMOPA

REFLEXÃO DA SEMANA
Somos todos iguais.Nenhuma pessoa, mesmo no maior cargo do mundo, é maior do que você.

ANIVERSARIANTES DA SEMANA-/AGOSTO
Márcio de Almeida(09),Virgínia de Barros(10),
Anita Leite(11),Sandra Borges(12),Marcos Gomes(13),Márcia Basílio(13),Georgeane de
Araújo(13),Jaime dos Santos(13),Marcos Mâncio(14),Maria F. Montoril(15)Castanhal:Antonio Paiva(11)Santarém:Maurício Vasconcelos(13)Valdir Mesquita(14),Tucuruí:Antonia Santos(13),Marabá:
Fernando Monteiro(11),Nilma Pereira(13) Francisco de Oliveira (14).

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Doacão de sangue na PMB


O hemopa e a prefeitura de Belém promovem na próxima quinta feira, 11, a campanha de doador de sangue “servidor Sangue Bom”, cujo objetivo é incentivar a doação de sangue e de medula óssea a pacientes internados em 218 hospitais de Belém conveniados com o Sistema Único de Saúde (SUS), entre eles, urgências e emergências, maternidades e UTI’s. A coleta acontecerá em frete ao Palácio Antônio Lemos – sede da Prefeitura, e contará com o apoio da unidade móvel do Hemopa.
Quem pode doar: candidatos com boa saúde; idade entre 18 anos completos e 67 anos, 11 meses e 29 dias. Podem ser aceitos candidatos à doação de sangue com idade de 16 e 17 anos, com o consentimento formal do responsável legal.
Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Hepatite: uma doença silenciosa

Grave problema de saúde pública no Brasil e no mundo, a hepatite é a inflamação do fígado. Pode ser causada por vírus, uso de alguns remédios, álcool e outras drogas, além de doenças autoimunes, metabólicas e genéticas. São doenças silenciosas que nem sempre apresentam sintomas, mas quando aparecem podem ser cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras.
No Brasil, as hepatites virais mais comuns são as causadas pelos vírus A, B, C e D. Existe, ainda, o vírus E, mais frequente na África e na Ásia. Milhões de pessoas no Brasil são portadoras dos vírus B ou C e não sabem. Elas correm o risco de as doenças evoluírem (tornarem-se crônicas) e causarem danos mais graves ao fígado como cirrose e câncer. Por isso, é importante ir ao médico regularmente e fazer os exames de rotina que detectam a hepatite.
A evolução das hepatites varia conforme o tipo de vírus. Os vírus A e E apresentam apenas formas agudas de hepatite (não possuindo potencial para formas crônicas). Isto quer dizer que, após uma hepatite A ou E, o indivíduo pode se recuperar completamente, eliminando o vírus de seu organismo. Por outro lado, as hepatites causadas pelos vírus B, C e D podem apresentar tanto formas agudas, quanto crônicas de infecção, quando a doença persiste no organismo por mais de seis meses.
As hepatites virais são doenças de notificação compulsória, ou seja, cada ocorrência deve ser notificada por um profissional de saúde. Esse registro é importante para mapear os casos de hepatites no país e ajuda a traçar diretrizes de políticas públicas no setor.
Causada pelo vírus B (HBV), a hepatite do tipo B é uma doença infecciosa também chamada de soro-homóloga. Como o VHB está presente no sangue, no esperma e no leite materno, a hepatite B é considerada uma doença sexualmente transmissível.
Formas de transmissão:Relações sexuais sem camisinha com uma pessoa infectada;
Mãe infectada para o filho durante a gestação, o parto ou a amamentação;compartilhar material para uso de drogas (seringas, agulhas, cachimbos), de higiene pessoal (lâminas de barbear e depilar, escovas de dente, alicates de unha ou outros objetos que fura ou cortam) ou de confecção de tatuagem e colocação de piercings,por transfusão de sangue contaminado.
Como evitar o contágio:Evitar a doença é muito fácil. Basta tomar as três doses da vacina, usar camisinha em todas as relações sexuais e não compartilhar objetos de uso pessoal, como lâminas de barbear e depilar, escovas de dente, material de manicure e pedicure, equipamentos uso de drogas, confecção de tatuagem, e colocação de piercings. O preservativo está disponível na rede pública de saúde. Caso não saiba onde retirar a camisinha, ligue para o Disque Saúde (0800 61 1997).
Além disso, a toda mulher grávida precisa fazer o pré-natal e os exames para detectar a hepatites, a aids e a sífilis. Esse cuidado é fundamental para evitar a transmissão de mãe para filho. Em caso positivo, é necessário seguir todas as recomendações médicas, inclusive sobre o tipo de parto e a não amamentação.
Diagnóstico: Hepatite B é feito por meio de exame de sangue específico. Após o resultado positivo, o médico indicará o tratamento adequado. Além dos medicamentos (quando necessários), indica-se corte no consumo de bebidas alcoólicas pelo período mínimo de seis meses, e remédios para aliviar sintomas como vômito e febre.
Vacinação: Atualmente, o Sistema Único de Saúde (SUS) disponibiliza gratuitamente vacina contra a hepatite B em qualquer posto de saúde. É necessário:Ter até 24 anos, 11 meses e 29 dias - essa faixa será ampliada para até 29 anos em 2012; Pertencer ao grupo de maior vulnerabilidade - gestantes, trabalhadores da saúde, bombeiros, policiais, manicures, populações indígenas, doadores de sangue, gays, lésbicas, travestis e transexuais, profissionais do sexo, usuários de drogas, portadores de DST (veja lista completa).
A imunização é realizada em três doses, com intervalo de um mês entre a primeira e a segunda dose e de seis meses entre a primeira e a terceira dose.

Usuário parabeniza atendimento

O serviço de Ouvidoria da Fundação Hemopa recebeu elogio do doador voluntário de sangue Luiz Henrique Silva de Carvalho. “Parabéns pelo atendimento, em todas as etapas do serviço. O lanche estava uma delícia. Deus abençoe as pessoas dessa instituição”.
O atendimento do serviço é voltado para funcionários, doadores, pacientes, fornecedores e a comunidade em geral que desejam receber informações, enviar sugestões e opiniões sobre o hemocentro que disponibiliza vários canais de acesso ao serviço, entre eles, o on line, através do site do Hemopa, que atende o usuário em tempo real e com registro do número de protocolo. Atualmente 99% das manifestações são respondidas em tempo hábil..
Segundo a responsável pelo serviço, a socióloga Silvânia Assunção, o hemocentro oferece outros canais de comunicação com a Ouvidoria, entre eles o presencial, formulário e o 08002808118.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118

Hemopa conclui formação de agentes multiplicadores

A agente comunitária Iara Nascimento Souza, 29 anos, da Unidade de Saúde da Família (USF), do Riacho Doce, foi uma das 100 participantes do ciclo de treinamento para “Formação agentes multiplicadores para captação de doadores de sangue” voltado para integrantes dos Programas Saúde da Família (PSF) e Agentes Comunitários de Saúde (PACS). As atividades foram desenvolvidas nos dias 13, 14 e 27 de julho; e 03/08. A ação teve o objetivo de formar consciências críticas sobre o processo e voluntariado da doação de sangue e cadastro de doação de medula óssea, estimulando esses gestos solidários em suas respectivas áreas de atuação para potencializar o atendimento da demanda da rede hospitalar.
“Como várias pessoas, tinha dúvidas sobre doação sangue e de medula óssea. Com o treinamento, acabei com diversos mitos. Agora posso repassar esses conhecimentos e incentivar essas ações, além de contribuir com a minha primeira doação de sangue”, ressaltou Iara Souza.
Durante a capacitação eles assistiram palestra sobre “O atendimento a Pacientes na Fundação HEMOPA”, “Atuação da Captação de Doadores de Sangue no HEMOPA”, “Planejamento das Estratégias de ação para efetivação do Projeto agente da doação junto ao programa saúde da família”, Apresentação dos trabalhos e discussão/plenária .Os agentes assistiram ainda apresentação de vídeo sobre o Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome), seguida de discussão sobre o tema.
O evento foi encerado com o “Hemotur”, que é uma visita técnica às instalações do hemocentro acompanhado/orientado por assistentes sociais da Gerência de captação de Doadores (Gecad).
Instituições interessadas em firmar parceria com o hemocentro devem entrar em contato com a Gecad, de 2ª a 6ª-feira, de 8h às 17h; e aos sábados de 8h às 16h, através dos fones:32245048 ou 32429100 R- 205.
Quem pode doar: candidatos com boa saúde; idade entre 18 anos completos e 67 anos, 11 meses e 29 dias. Podem ser aceitos candidatos à doação de sangue com idade de 16 e 17 anos, com o consentimento formal do responsável legal.
Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118.