quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Campanha da Fundação Hemopa tem recorde de doações de sangue


Agência Pará de Notícias
Atualizado em 28/11/2011

O Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará (Hemopa) comemora o comparecimento de mais de 3.200 doadores de sangue aos posto de atendimento, da capital e do interior, tornando a campanha nacional para captação de sangue um recorde no Estado. A maior participação de voluntários ocorreu no período de 21 a 26 deste mês, período em que se comemorou o Dia Nacional do Doador de Sangue.
De acordo com a gerente de triagem de doadores da Fundação Hemopa, Dra. Paula Amarantes, das 3.260 pessoas sensibilizadas durante este período, 2.782 puderam doar efetivamente e, ainda assim, o número foi satisfatório para o banco de sangue da Fundação, superando as expectativas. “Esperávamos cerca de 300 doações por dia, mas este número foi bem maior. Chegamos numa média de 460 doações/dia e este recorde se deu, principalmente, pela divulgação nos veículos de comunicação que possibilitaram o aumento pela procura dos doadores”, garantiu Amarantes.
A mobilização foi realizada simultaneamente nos Hemocentros Regionais de Castanhal, Marabá e Santarém; e nos Hemonúcleos de Abaetetuba, Altamira, Tucuruí, Redenção e Capanema e beneficiou centenas de pacientes que precisam de atendimentos de urgência e emergência nos mais de 200 hospitais do Pará.
Foi o caso de Antonino Loureiro Portal, de 50 anos, que recentemente, durante um exame de rotina, recebeu a notícia de que estava com as taxas de hemoglobinas baixas e precisaria fazer uma transfusão de sangue, caso contrário, correria riscos de morte. Imediatamente sua irmã, Jaira Portal Matos, 55, buscou o banco de sangue da Fundação Hemopa e deu entrada nos procedimentos. Ainda debilitado, Antonino não pode conversar, mas sua irmã confessou não saber (até o momento em que precisou) a importância da doação de sangue. “Hoje me tornei uma voluntária. Não imaginava a importância do banco de sangue e acredito que temos que nos unir cada vez mais para fortalecer esta linda campanha. Agradeço a todas as pessoas que doaram sangue”, comemorou a dona de casa.
Para doar sangue o candidato deve estar com boa saúde; ter idade entre 16 anos completos até 67 e peso acima de 50 kg. É necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.

Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.
Serviço:
O Hemopa funciona na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.
Cora Coralina - Secom

Hemopa de Castanhal comemora 26 anos

Segundo hemocentro a inaugurado no Brasil, no dia 02 de agosto de 1978, a Fundação Hemopa foi o pioneiro na interiorização dos serviços de hemoterapia e hematologia no país ao implantar o Hemocentro Regional de Castanhal, que no último dia 25/11, comemorou 26 anos de atendimento especializado e de qualidade aos usuários cidadãos castanhalenses e à população de mais municípios do Nordeste paraense.
Para comemorar o aniversário, a diretora da unidade, dra. Sandra Lobato, informou duas novidades à população com a instalação dois modernos sofwares, o NEOVITA para realização de cadastros de candidatos a medula óssea e o LABMASTER, que permite a emissão online de exames de pacientes hematológicos, agilizando o diagnóstico e tratamento dos pacientes. “Nos preocupamos em manter atendimento eficiente, eficaz e com qualidade contínua aos nossos usuários”, ressaltou a médica.
Com uma média anual de 4.800 atendimentos transfusionais, o Hemopa Castanhal coordena as ações do Núcleo de Hemoterapia de Capanema e das Agências Transfusionais de Paragominas, Tomé-Açu, Salinas e Bragança, que corresponde a uma média de 314 coletas/mês. Das doações efetivadas no primeiro semestre deste ano, 2.412 foram de natureza espontânea e 976 do sexo feminino.
“Agradecemos todos os doadores da região pela solidariedade e amor ao próximo. À população garantimos produtos seguro e de qualidade”, afirmou Sandra Lobato.
O Hemopa Castanhal espera por você para coleta de sangue de 7h às 13h, de segunda a sexta-feira, na Travessa Floriano Peixoto, Alameda Rita de Cássia, Conj. Maria Alice, casa B-2 e B-3. Fone: (91) 3721.2986 / 3721.4008

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Doadores lotam sede do Hemopa



Nesta sexta-feira, 25, a Fundação Hemopa comemora o Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue, com significativo saldo parcial de 2009 comparecimentos e 1.730 coletas nos dias 21, 22, 23 e 24, superando a previsão de 300 doações/dia. O secretário de Estado de Saúde Pública do Pará, dr. Hélio Franco, representou o governador Simão Jatene, durante homenagem aos doadores do estado. Até às 13h de hoje, mais 625 voluntários compareceram na sede do hemocentro.
Durante os parabéns, na área de estacionamento do hemocentro, o doador Rubens Felipe Cunha, que já efetuou 52 doações, recebeu a primeira fatia do bolo do secretário, em nome dos demais doadores do Pará e do Brasil. Com suas doações, ele já ajudou 208 pacientes adultos ou até 416 crianças, tendo em vista o fracionamento da bolsa de sangue total em hemocomponentes.
Em meio ao grande movimento da campanha, a estudante de enfermagem Juliana Pereira Pinto Cordeiro, 34, doou sangue acompanhada do filho Flávio de Lima Cordeiro, 19 anos. “Aceitei o convite da minha mãe e superei o medo da coleta. Se todas as famílias se reunissem para esse gesto de caridade o mundo seria bem melhor”, ressaltou,
A adolescente Adriane Caroline Santos da Silva, 17 anos, aproveitou a campanha para realizar um antigo sonho: doar sangue, que só foi possível graças a Portaria nº 1.353, do Ministério da Saúde (MS), publicada em junho deste ano, que ampliou a faixa etária para candidatos à doação de 16 a 67 anos. “Estou estudando para ser médica e ajudar as pessoas. Enquanto isso, ajudo com a doação de sangue”, comentou.
Para agilizar o atendimento, o Hemopa disponibilizou mais 10 cadeiras de coletas para agilizar o atendimento, transformando todo o andar térreo em uma grande sala de coleta. O atendimento médico à pacientes funcionou em caráter de urgência no prédio anexo, de 7h às 18h.
Atualmente, 1.9% dos brasileiros doa sangue regularmente. No Pará a média é de 1.7%. O percentual atende a meta estabelecida pela Organização Mundial de Saúde (OMS), que varia entre 1% a 3% da população. No entanto, a necessidade de aumentar o número de bolsas coletadas cresce a cada ano. As 3,5 milhões de doações por ano no Brasil já não são suficientes para suprir a demanda, por exemplo, dos transplantes de órgãos. O ideal é atingir a 5,7 milhões anuais.
“Nosso banco precisa do seu depósito. Invista na Vida”. É o slogan da mobilização em homenagem ao doador de sangue que está acontecendo em mais oito municípios paraenses, que se estenderá até dia 26.
Muitas atrações durante todo o dia de hoje: apresentação de artistas locais, da Equipe Bio, “Grupo Rock na Veia”, grupos de dança, Coral do Hemopa. Tudo isso para agradecer você, doador de sangue!
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118

Mensagem do secretário de Saúde.


“Em nome de todos que trabalham pela Saúde no Estado e, em especial, em nome de todos os pacientes e familiares beneficiados com hemoderivados, queremos manifestar nosso apreço, gratidão, respeito e admiração para com aqueles verdadeiros heróis que, literalmente, deram sangue a seus semelhantes. E quando falamos em beneficiado, vale ressaltar que mesmo quem não precisou de reposição de algum hemocomponentes também, foi beneficiado. Afinal alguns procedimentos não devem ser realizados caso não haja a garantia do hemocomponente no local do procedimento.
Consideramos a doação de sangue uma das mais belas atitudes de solidariedade humana. Jesus deu seu sangue para salvar a humanidade dos pecados. Por que também não doamos alguns mililitros para salvar vidas?Finalmente, conclamamos a quem puder, que seja também um doador, ou que não podendo doar, que estimule e sensibilize outros a fazerem”.

Secretário de Estado de saúde do Pará, dr.Hélio Franco

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Hemopa Capanema homenageia doador e comemora 6 anos de fundação.


A campanha comemorativa ao doador de sangue, promovida pela Hemonúclo de Capanema ,tem saldo parcial de 122 coletas. A ação estratégica prosseguirá até o final deste mês. Fazendo parte da programação, ontem (23), a unidade recebeu visita da imagem peregrina da santa padroeira da cidade, Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, para abençoar os doadores, funcionários e as instalações do prédio. Houve leitura do Evangelho, orações e reflexões sobre a solidariedade e o amor ao próximo, atitudes e sentimentos presentes no voluntariado.
“Nosso banco precisa do seu depósito. Doe sangue e invista na vida”.É o tema da mobilização que está sendo realizada em todas as unidades do Hemopa, na capital e interior do estado. Durante a ação, o Hemopa de Capanema vem recebendo coletas de doadores do município e região. Os funcionários também têm dado exemplo de generosidade. As servidoras Deisiane da Silva Mesquita, do administrativo; e a técnica em Enfermagem Katiuscia Batista de Souza, que são doadoras fidelizadas, contribuíram para a campanha com suas doações. Elas fazem da "Equipe HENCA de Captação".
Mas, outras histórias de solidariedade também fazem parte do Henca. É o caso do de Edson Pereira Lima, vigilante, que foi salvo por uma transfusão de sangue, ao sofrer um grave acidente com arma de fogo no exercício de sua profissão. "A doação de sangue salvou a minha vida. Foi uma pessoa que eu nunca vou conhecer. Por isso eu agradeço a ela e a todos os doadores de sangue”, destacou, revelando esse ser o motivo de também ter se transformado em um doador. “O trabalho do Hemopa é muito importante, pois se eu não fosse atendido rapidamente, hoje não estaria aqui”, enfatizou, agradecido.
A programação de amanhã (25), a partir das 8h, haverá dupla comemoração: Dia Nacional do Doador de Sangue e aniversário de seis anos do Hemopa Capanema, completado no último dia 19. A homenagem começa com ação ecumênica, seguida de café da manhã para doadores, parceiros, colaboradores e servidores. Durante o dia, ainda haverá outras homenagens para representantes de instituições parceiras, doadores fidelizados e Agentes Comunitários de Saúde (ACS,) do programa Agente da Doação. Tudo isso na sede do Henca.
A programação será encerada dia, com evento de 8h às 12h, com desenvolvimento de ação de Ação de Cidadania 4º CRS/SESPA,com oferta de serviços em saúde.
O Hemopa Capanema espera por você, de 2ª a 6ª feira, das 7h às 12h30, na Rodovia PA-242, Km 0, S/N. Bairro: São Cristóvão
Fone: (91) 3462.2744/2329.




Foto 1-Grupo de doadores voluntários participa da campanha.Foto 2- servidora Katiuscia dando exemplo de solidariedade.Foto 3- Paciente salvo se transforma em doador.

Cheque Moradia

A Secretaria de Estado de saúde do Pará (Sespa) informa que dará início ao cadastro do Programa Cheque Moradia para os servidores da Secretaria, mas somente aos que trabalham e residem em Belém e Região Metropolitana. O cadastro será realizado no período de 05 a 09/12/2011, no Nível Central (Rua Presidente Pernambuco, 489), somente para os servidores que nunca foram beneficiados. Os documentos que devem ser apresentados: comprovantes de renda, comprovante de residência, comprovante do imóvel, CPF e carteira de identidade.

Hemopa tem representante no X Servifest

Nesta sexta-feira (25), a Fundação Hemopa tem um forte concorrente que participará do “X SERVIFEST” promovido pelo Governo do Estado nos dias 25, 26 e 27, no teatro Margarida Shivasappa, no centur, a partir das 16h. Trata-se do servidor Jorge Gomez, que faz parte da equipe da Gerência de Tecnologia da Informação (Getin), que concorrerá com a canção “TERRA DESUNIDA”, que fala sobre os conflitos de terra na Amazônia.
Ele conta com o apoio dos colegas de trabalho para torcida nesta sexta-feira. Os ingressos já estão disponíveis na sede da escola de governo, das 9h às 17h. São dois ingressos por servidor que deve comprovar o vínculo com o Governo do estado.
Com larga experiência no mercado, recentemente, ele foi um dos finalistas do III Festival de Música Paraense com a canção, do Grupo Rede Brasil Amazônia (RBA) ao defender a música “NÃO ESQUECE DO MEU TAMBOR”, um carimbó-funk que alerta nosso povo sobre a valorização do carimbó
Após passar por várias bandas de nosso estado, Jorginho Gomez, hoje, está em carreira solo, utilizando a experiência adquirida em shows pela região Norte e em grandes eventos sociais, somando a sua faceta de compositor. Com uma proposta dançante, versátil e inovadora, que mistura elementos da música eletrônica com ritmos do nosso estado e sucessos nacionais, vem conseguindo destaque no cenário local.
Mas antes disso tudo, Jorginho começou sua carreira como cavaquinhista de um grupo de samba, intitulado Astral do Samba. Com ânsia perfeccionista, Jorginho aprimorou suas técnicas de canto e começou a compor canções de diversos estilos musicais, devido a isso montou, com alguns remanescentes do antigo grupo a BANDA ASTRAL. Com a experiência adquirida à frente da BANDA ASTRAL, ele ganhou destaque na classe musical, recebendo convites para integrar grandes bandas do nosso estado, entre elas, “ QUERO MAIS, KANAXÊ” e “TECNO SHOW”. inclusive participando da gravação do 1º DVD ao lado de Gaby Amarantos.
Depois disso reuniu músicos amigos e montou a banda VIA NORTE, que depois mudou o nome para MOVIN’ ON, destacando-se nas noites de Belém. Após essa experiência, ele ingressou na banda MAKING OFF, e logo depois recebeu o convite para fazer parte do Projeto FRUTA QUENTE ELÉTRICO.
Mais informações: 8131-8514 / 8701-9580.Visite:www.jorginhogomez.com.br/www.palcomp3.com/jorginhogomez/www.youtube.com/jorginhogomez.

Hemopa comemora saldo de doações e celebra missa.

A Fundação Hemopa compartilha com a sociedade em geral a comemoração de 1.445 comparecimentos e 1.227 coletas nos três primeiros dias da campanha (21, 22 e23), superando a previsão de 300 doações/dia. “Nosso banco precisa do seu depósito. Invista na Vida”. É o slogan da mobilização em homenagem ao doador de sangue que está acontecendo em mais oito municípios paraenses, que se estenderá até dia 26.
Dando prosseguimento a semana comemorativa, nesta manhã quinta-feira (24), à 8h30, será celebrada Missa em Ação de Graças, seguido de “Café da Manhã”. A partir das 9h30, haverá apresentação do Coral do Hemopa, composto totalmente por servidores da instituição.
Nesta sexta-feira (25), no Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue, o Hemopa transformará todo o andar térreo em uma grande sala de coleta de sangue para proporcionar melhor acesso, mais comodidade e agilidade no atendimento. Neste dia, o atendimento médico à pacientes funcionará excepcionalmente em caráter de urgência no prédio anexo, de 7h às 18h.
Muitas atrações para o dia 25: apresentação de artistas locais, da Equipe Bio, “Grupo Rock na Veia”, grupos de dança, Coral do Hemopa, bolo de parabéns e brincadeiras, para agradecer você, doador de sangue!
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118


Foto 1: Festa do doador de sangue ano passando Foto 2: Professores da equipe Bio, prestigiaram o Dia Nacional do Doador voluntário de Sangue.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Instituições parceiras reforçam estoque de sangue





“Nosso banco precisa de seu depósito. Invista na vida. Doe sangue”. É o tema da campanha em homenagem ao doador de sangue que o Hemopa deu início ontem (21) e se estenderá até o próximo sábado (26). O primeiro dia de mobilização contabilizou 436 comparecimentos e 375 doações de sangue, superando a meta de 300 doações/dia.
A programação da semana comemorativa, hoje, contou com a realização de “Encontro com instituições parcerias na captação de doadores de sangue e de medula óssea”, que lotou o auditório da instituição, com a realização de palestras e relatos de experiências positivas de representantes de instituições parceiras. Os participantes foram recepcionados pela dra. Rosângela Monteiro, que no ato representou o secretário de Estado de Saúde do Pará (Sespa), dr.Hélio Franco, que está no município de Paragominas para o lançamento de programa de “Atenção primária à saúde”. Ela agradeceu a presença de todos a parabenizou a fidelidade das instituições parceiras com a causa da doação de sangue e de medula óssea.Logo em seguida, a médica leu mensagem de parabéns ao doador de sangue, enviada pelo secretário.
A presidente do hemocentro Luciana Maradei falou em seguida da importância de todos os parceiros para o sucesso das ações de saúde desenvolvidas pela instituição. A médica fez sua apresentação com demonstração de importantes resultados de campanhas promovidas com seus parceiros institucionais. De janeiro a outubro deste ano, ela mostrou que das 57.389 coletas efetivadas, 25% são oriundas de campanhas em parcerias, obtidas com 137 ações estratégicas que resultaram em uma média de 98 voluntários por ação. “O saldo é muito positivo. A vida agradece a todos vocês”
Ao final do evento, os participantes receberam “kit” com camiseta, boné e um DVD com vídeo educativo. Dando prosseguimento a semana comemorativa, dia 24, à 8h30, será celebrada Missa em Ação de Graças, seguido de “Café da Manhã”. A partir das 9h30, haverá apresentação do Coral do Hemopa, composto totalmente por servidores da instituição.
No dia 25, o Hemopa destinará seu atendimento exclusivamente aos antigos e novos doadores. Para tanto, todo o andar térreo estará transformado em uma grande sala de coleta de sangue para proporcionar melhor acesso, mais comodidade e agilidade na coleta de sangue, disponibilizando o espaço físico do paciente, bem como toda sua equipe de profissionais que também estará voltada ao propósito de atender da melhor forma possível esse convidado tão especial: o doador de sangue. Neste dia, o atendimento a doadores inaptos será estendido nos turnos da manhã e tarde. O atendimento médico à pacientes funcionará excepcionalmente em caráter de urgência no prédio anexo, de 7h às 18h.
Muitas atrações para o dia 25, entre elas: apresentação de artistas locais, dos professores da Equipe Bio, “Grupo Rock na Veia”, grupos de dança, Coral do Hemopa, bolo de parabéns, brincadeiras, apresentação de vídeos e muito mais.Tudo isso, para agradecer você, doador de sangue!
A ação estratégica está sendo realizada, paralelamente, nos hemocentros regionais de Marabá, Santarém e Castanhal; e nos Hemonúcleos de Abaetetuba,Altamira, Tucuruí, Redenção e Capanema.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118 . Foto 1- Hemopa superando meta de coletas graças a solidariedade dos voluntários. Foto 2-Dra. Rosângela Monteiro parabeniza doadores em nome do secretário de Saúde. Foto3- Representantes de instituições parcerias lotam auditório.

Foto 1- Equipe Albras e direção do hemopa.Foto 2- PACS Amazônia I.Foto 3-PACS da Radional II. Representantes do projeto "Vida por Vidas", da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Doador festeja aniversário em campanha

“Nosso banco precisa de seu depósito. Invista na vida.Doe sangue”.É o tema da campanha em homenagem ao doador de sangue que o Hemopa deu início na manhã de hoje (21) e se estenderá até o próximo sábado (26).Até o momento, 15h30, 400 candidatos à doação efetivaram cadastramento. A ação estratégica está sendo realizada, paralelamente, nos hemocentros regionais de Marabá, Santarém e Castanhal; e nos Hemonúcleos de Abaetetuba,Altamira, Tucuruí, Redenção e Capanema.A meta da coleta na capital é de 300 doações/dia.
O doador de sangue Cleonaldo Reis dos Santos, que completará 45 anos nesta quarta-feira, 23, antecipou seu presente aos pacientes com doação de sangue, efetivada nesta manhã de segunda-feira, ao atender solicitação da Gerência de Captação de Doadores (Gecad), por ter sangue fenotipado para pacientes politransfundidos.
Com sangue O Positivo, Cleonaldo dos Santos já repetiu esse ato solidário 26 vezes, que significa atendimento de aproximadamente 104 pacientes adultos ou de até 208 crianças. Desse total de coletas, duas vezes foi de forma fenotipada, que é destinada para aqueles pacientes que necessitam de várias transfusões. Normalmente para pacientes portadores de Anemia Falciforme ou Anemias Hemolíticas. “O sangue fenotipado reduz riscos de reação transfusional dos pacientes politransfundidos”, explicou a médica Socorro Ferreira.
Para ele, a doação é um ato de humanidade. “Muitas pessoas se preocupam somente com o seu Eu e esquecem do Nós. Me sinto muito feliz em ajudar alguém”, afirmou, desejando parabéns para todos os demais doadores do Pará e do Brasil.
O grupo de comunicação Rede Brasil Amazônia (RBA), fez a abertura oficial da campanha, às 7h, com entrevista da diretora Técnica do hemocentro, dra. Socorro Ferreira, no programa “Cidade contra o crime”, do apresentador Luis Eduardo Anaice. Durante toda a manhã, a campanha contou com a participação de artistas locais: Banda Pop Show, Irreverência, Nossa História, Jorginho Gomez e Nosso Tom, que deram uma “palhinha” e mensagem de estímulo à doação de sangue. Toda a programação da Tv voltada para divulgação da campanha.A parceria, com a “ XI edição Especial RBA X Hemopa”, já resultou em 3.308 doações em 10 campanhas realizadas, que proporcionou atendimento de mais de 13 mil pacientes.
De 21 a 26, coleta de sangue e cadastro de doação de medula óssea com distribuição camiseta, cartão de agradecimento e preservativos . Dia 22, de 8h às 12h, será promovido “Encontro com as instituições parceiras na captação de doadores” com palestras, mesa-redonda e depoimentos de experiências positivas sobre a doação de sangue. Os participantes receberão DVD com vídeo educativo. Dia 24, à 8h30, será celebrada Missa em Ação de Graças, seguido de “Café da Manhã”. A partir das 9h30, haverá apresentação do Coral do Hemopa, composto totalmente por servidores da instituição.
No dia 25, o Hemopa destinará seu atendimento exclusivamente aos antigos e novos doadores. Para tanto, todo o andar térreo estará transformado em uma grande sala de coleta de sangue para proporcionar melhor acesso, mais comodidade e agilidade na coleta de sangue, disponibilizando o espaço físico do paciente, bem como toda sua equipe de profissionais que também estará voltada ao propósito de atender da melhor forma possível esse convidado tão especial: o doador de sangue. Neste dia, o atendimento a doadores inaptos será estendido nos turnos da manhã e tarde. O atendimento médico à pacientes funcionará excepcionalmente em caráter de urgência no prédio anexo, de 7h às 18h.
Durante todo esse dia, haverá muitas atrações, entretenimento com apresentação de artistas locais, dos professores da Equipe Bio, “Grupo Rock na Veia”, grupos de dança, Coral do Hemopa, bolo de parabéns, brincadeiras, apresentação de vídeos e muito mais.Tudo isso, para agradecer você, doador de sangue!
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118 .Foto 1- Cleonaldo festeja aniversário, doando sangue.Foto 2- Cadastro ágil para maior comodidade do candodato. Foto 3- Doadores atendem apelo de campanha.

Doador comemora aniversário doando sangue.

O doador de sangue Cleonaldo Reis dos Santos, que completará 45 anos nesta quarta-feira, 23, antecipou seu presente aos pacientes com doação de sangue, efetivada no sábado passado, 18, ao ser acionado pelo Serviço Social de Pacientes por ter sangue fenotipado para um paciente especifico.
Com sangue O Positivo, Cleonaldo dos Santos já repetiu esse ato solidário 26 vezes, que significa atendimento de aproximadamente 104 pacientes adultos ou de até 208 crianças. Desse total de coletas, duas vezes foi de forma fenotipada que é destinada para aqueles pacientes que necessitam de várias transfusões. Normalmente para pacientes portadores de Anemia Falciforme ou Anemias Hemolíticas. “O sangue fenotipado reduz riscos de reação transfusional daquele paciente politransfundido”, explicou a médica Socorro Ferreira.
Para ele, a doação é um ato de humanidade. “Muitas pessoas se preocupam somente com o seu Eu e esquecem do Nós. Me sinto muito feliz em ajudar alguém”, afirmou, desejando parabéns para todos os demais doadores do Pará e do Brasil.

sábado, 19 de novembro de 2011

Mulheres de Ananindeua doam sangue

Neste sábado, 19, a Fundação Hemopa recebeu doações voluntárias de sangue de aproximadamente 100 mulheres das Igrejas Universal, de Ananindeua. A iniciativa foi da presidente da Associação de Mulheres de Carreira Jurídica daquele município, Andréa Gil. Essa é a terceira campanha em parceria com o hemocentro para reforçar estoque de sangue para favorecer atendimento satisfatório da demanda transfusional da rede hospitalar.
A grande adesão ao movimento solidário surpreendeu Andréa Gil. “Muitas dessas voluntárias estão doando pela primeira. Havia muitos mitos e informações equivocadas sobre a doação de sangue”, comentou, informando que, antecedendo a campanha, houve um intenso trabalho de sensibilização para esclarecimento e estímulo a essa ato solidário.
Para ela, a doação de sangue é um ato de generosidade e exercício da cidadania. “Todos deveriam praticar”, sugeriu, sem esquecer de parabenizar todos os voluntários do estado Pará que serão alvo da campanha “Nosso banco precisa do seu depósito. Doe sangue e invista na vida”, que o hemocentro desenvolverá de 21 a 26 deste mês, com muitas atrações para agradecer essas pessoas que salvam vidas todos os dias.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118 .

Foto 1- Andréa Gil (de listra) com doadoras de sangue.

Hemopa abre semana do doador

A partir desta segunda-feira, 21, até o dia 26, a Fundação Hemopa estará de portas abertas para parabenizar os doadores voluntários de sangue, que tem seu dia comemorado em 25 de novembro. “Nosso banco precisa do seu depósito. Doe sangue e invista na vida”. É o tema da campanha que deve coletar 300 bolsas/dia, para suprir estoque estratégico de sangue. A mobilização será realizada simultaneamente nos Hemocentros Regionais de Castanhal, Marabá e Santarém; e nos Hemonúcleos de Abaetetuba, Altamira, Tucuruí, Redenção e Capanema.
Durante toda a semana, a equipe de funcionários do Hemopa, pacientes e a sociedade em geral terão a oportunidade de dizer “Muito Obrigada por salvar vidas!”, para milhares de voluntários anônimos.
Este ano, a semana comemorativa ao doador de sangue, promovida pela Fundação Hemopa, de 21 a 26 deste mês, contará com abertura oficial do grupo de comunicação Rede Brasil Amazônia (RBA), a partir das 7h, na sede do hemocentro que receberá artistas locais e personalidades que formam opinião positiva sobre o tema. A mobilização contará com a realização da “XI edição Especial RBA X Hemopa”, que também envolverá a participação das rádios e jornal do grupo. A parceria já resultou em 3.308 doações em 10 campanhas realizadas que proporcionou atendimento de mais de 13 mil pacientes.
De acordo com a programação, de 21 a 26, será realizada a coleta de sangue e cadastro de doação de medula óssea com distribuição camiseta, cartão de agradecimento e preservativos . Dia 22, de 8h às 12h, será promovido “Encontro com as instituições parceiras na captação de doadores” com palestras, mesa-redonda e depoimentos de experiências positivas sobre a doação de sangue. Os participantes receberão DVD com vídeo educativo. Dia 24, à 8h30, será celebrada Missa em Ação de Graças, seguido de “Café da Manhã”. A partir das 9h30, haverá apresentação do Coral do Hemopa, composto totalmente por servidores da instituição.
No dia 25, quando o Brasil inteiro festeja o Dia Nacional do Doador de Sangue, o Hemopa destinará seu atendimento exclusivamente aos antigos e novos doadores. Para tanto, todo o andar térreo estará transformado em uma grande sala de coleta de sangue para proporcionar melhor acesso, mais comodidade e agilidade na coleta de sangue, disponibilizando o espaço físico do paciente, bem como toda sua equipe de profissionais que também estará voltada ao propósito de atender da melhor forma possível esse convidado tão especial: o doador de sangue. Neste dia, o atendimento a doadores inaptos será estendido nos turnos da manhã e tarde. O atendimento médico à pacientes funcionará excepcionalmente em caráter de urgência no prédio anexo, de 7h às 18h.
Durante todo esse dia, haverá muitas atrações, entretenimento com apresentação de artistas locais, dos professores da Equipe Bio, “Grupo Rock na Veia”, grupos de dança, Coral do Hemopa, bolo de parabéns, brincadeiras, apresentação de vídeos e muito mais.Tudo isso, para agradecer você, doador de sangue!
Para Juciara Farias, tão importante quanto a doação de sangue é a repetição desse gesto humanitário que se multiplica na vida de cada paciente. “Todos os dias devemos festejar o voluntariado da doação em suas diversas formas”, destacou, convidando a população potencialmente doadora a aderir a campanha.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Parabéns, Hemopa de Capanema.

Neste sábado (19), o Núcleo de Hemoterapia de Capanema (Henca) completará 6 anos de prestação de atendimento à população local e demais municípios da região. A data culminará com a realização da campanha “Nosso banco precisa do seu depósito. Doe sangue e invista na vida”, que será promovida de 16 a 30/11, em homenagem ao doador de sangue. A meta será de será de 50 coletas/dia.
O aniversário da unidade, inaugurada em 2005, será comemorado no Dia Nacional do Doador de Sangue que é festejado em todo Brasil em 25 de novembro. Com vasta programação, a homenagem contará com celebração de Missa Ecumênica, a partir das 8h. Em seguida será oferecido “Café da Manhã” para doadores, representantes de instituições parceiras, servidores e familiares. Será um dia de homenagens, inclusive para Agentes Comunitários de Saúde (ACS) do “Programa Agente da Doação”. No dia 30, no encerramento da campanha, haverá “Ação de Cidadania” em parceria com 4º CRS/SESPA.
Tudo isso, para agradecer e parabenizar todos os doadores de sangue, especialmente os de Capanema, Bragança, Ourém, Salinópolis, São João de Pirabas, Tracuateua, Bragança, Santa Luzia do Pará e Primavera, onde inclusive são realizadas campanhas externas para reforçar estoque de sangue, periodicamente.
O doador de sangue Domingos Amaro da Silva, 65 anos será um dos homenageados durante o aniversário do Henca. Com mais de 20 doações, ele já salvou cerca de 80 pacientes. ”Sentir a satisfação de salvar a vida de outras pessoas não tem preço”, afirmou o doador que comemorou a portaria ministerial 1.353, publicada em junho deste ano, que estabelece o novo Regulamento Técnico de Procedimentos Hemoterápicos que estendeu a faixa etária da doação de 16 para até 67 anos, tendo em vista que anteriormente era de 18 a 65 anos. Domingos também atribui o excelente atendimento dos funcionários como importante motivo de ter se tornado um doador fidelizado.
Para o gerente do Henca, o médico Jaques da Silva Neves, a unidade faz aniversário e quem ganha é o usuário com a constante diversificação da oferta de serviços e produtos com qualidade.“Ao longo dos anos, o Hemopa de Capanema vem avançando, modernizando e refinando seu modelo de gestão em respeito ao cidadão”, enfatizou, apostando na superação da meta de coletas da campanha.
Com a responsabilidade de garantir atendimento transfusional de nove hospitais da localidade e municípios de Bragança, Ourém e Salinópolis, o Henca tem importante atuação na área de hemoterapia na região ao efetuar uma média mensal de 200 coletas e cerca de 230 atendimentos transfusionais, graças ao voluntariado da região. “Eles vencem todos os obstáculos e todas as dificuldades impostas pela distância geográfica. O amor ao próximo fala mais alto”, ressaltou a coordenadora de Captação de Doadores do Henca, a assistente social Luiza Helena Santana, que convida antigos e novos doadores para participarem dessa dupla comemoração.
Hoje a unidade possui uma equipe composta por 27 profissionais capacitados para o desenvolvimento de ações que atendem as necessidades de transfusões sanguíneas da região, com fornecimento de hemocomponentes e hemoderivados; a captação de doadores, coleta de sangue e realização de cadastro de medula óssea; além da distribuição de hemocomponentes para a rede hospitalar.


O Hemopa Capanema espera por você, de 2ª a 6ª feira, das 7h às 12h30, na Rodovia PA-242, Km 0, S/N. Bairro: São Cristóvão .Fone: (91) 3462.2744/2329.

Hemopa de Castanhal homenageia doadores

Em sintonia com a programação do Hemocentro Coordenador de Belém, o Hemocentro Regional de Castanhal (HRC) promoverá campanha de 21 a 26/11, em homenagem ao Dia Nacional do Doador de Sangue, comemorado por todos os hemocentros do Brasil em 25 de novembro. Durante a mobilização haverá distribuição do “kit doador” com camiseta, preservativo e cartão de agradecimento. A meta da campanha será de 360 coletas e 120 novos cadastros de doadores de medula óssea.
A ação estratégica contará com a parceria da Secretaria de Estado de Saúde do Pará (Sespa), Secretaria Municipal de Transporte (Semutran), Prefeitura de Castanhal, Comércio e Empresas locais.
Bastante otimista, a gerente da unidade, dra. Sandra Lobato aposta na superação da meta de coletas. “A população doadora dos municípios e localidades próximas sempre atendem nossos apelos para adesão de campanhas”, afirmou, antecipando agradecimentos para antigos e novos doadores.
O Hemocentro Regional de Castanhal é responsável pela cobertura transfusional de 48 municípios da região, o que corresponde a distribuição de 4.800 bolsas/ano, que corresponde a uma média mensal de 314 atendimentos transfusionais. “Temos uma média mensal de 533 doações”, revelou a médica, ressaltando que no primeiro semestre deste ano houve o registrou de 2.412 doações do tipo espontâneas e 976 do sexo feminino.A produtividade do hemocentro é resultante da atuação da equipe de captadores de doadores de sangue que conseguiu sensibilizar 631 voluntários por mês, somente no primeiro semestre de 2011.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.
O Hemopa Castanhal espera por você para coleta de sangue de 7h às 13h, de segunda a sexta-feira, na Travessa Floriano Peixoto, Alameda Rita de Cássia, Conj. Maria Alice, casa B-2 e B-3. Fone: (91) 3721.2986 / 3721.4008 .

Foto 1- Fachada do hemopa Castanhal.Foto 2- Funcionários do hemocentro estão esperando por voc~e, doador de sangue.

Hemopa recebe cerca de 700 doações durante o final de semana e feriado

O Hemopa convocou e foi atendido. Durante o final de semana e o feriado prolongado, o hemocentro abriu as portas para receber os doadores e registrou cerca de 700 doações. Somente na terça-feira, 15, dia da Proclamação da República, 286 pessoas compareceram para doar sangue. “Os doadores atenderam o nosso pedido. Estávamos com um estoque abaixo do que os hospitais estavam nos solicitando, agora a situação já começa a melhorar”, conta Juciara Farias, gerente de captação de doadores do Hemopa.
A baixa no estoque do hemocentro se deu por conta dos constantes feriados que ocorreram. Atualmente o Hemopa precisa atender, além dos pacientes hematológicos, a demanda de 218 hospitais. Por este motivo, além dos feriados, o atendimento também está sendo feito aos sábados, das 7h30 às 17h. “Nós recebíamos, em média, entre 200 e 250 doações por dia. Hoje, em decorrência dos feriados e finais de semana prolongados, esse número reduziu para 160. Queremos voltar a ter a média anterior e fazer com que o ato de doar sangue torne-se um programa de família”, enfatiza Juciara.
O estudante André Coelho, 22 anos, foi um dos que atendeu o chamado do Hemopa. Sem nunca ter doado sangue, ele resolveu ir até o hemocentro para praticar a solidariedade. “Fiquei imaginando pessoas que poderiam estar sofrendo, precisando de sangue, e eu em casa, com saúde e sem fazer nada. Decidi vim e a partir de agora serei um fiel doador”, conta. Diferente dele, a doméstica Maria Neuza, 36 anos, é doadora há 3 anos e sempre que pode, faz a sua doação. “Não consigo ficar muito tempo sem doar sangue. E o melhor é que toda vez que eu termino de doar, sinto uma sensação maravilhosa, fico com a certeza de que estou ajudando alguém”, diz.
Os pacientes que dependem diariamente de sangue, são os que mais agradecem. Pai da pequena Taís, seu Josimar Gadelha conta que a filha precisa fazer quatro transfusões por ano. “Graças a Deus nunca faltou sangue para minha filha. Não consigo nem imaginar o dia em que isso acontecer. Agradeço a todos os doadores que, mesmo sem saber, estão ajudando a minha filha e aproveito para pedir para as pessoas que nunca doaram, que façam essa boa ação e experimentem a sensação maravilhosa que é ajudar o próximo”, conclui.
Dia Nacional do Doador – Um ótimo dia para doar sangue será o dia 25 de novembro, quando se comemora o dia Nacional do Doador de Sangue. O Hemopa preparou vasta programação no período de 21 a 26 de novembro para atrair os doadores. Com o tema “Nosso banco precisa do seu depósito. Doe sangue e invista na vida”, o hemocentro pretende coletar 300 bolsas por dia, para suprir o atendimento transfusional do mês de dezembro, quando todos os hemocentros do Brasil enfrentam dificuldades devido o período de férias escolares.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118
Foto 1- A população atendeu ao chamado e compareceu ao Hemopa para doar sangue no final de semana e feriado.Foto 2-André Coelho fez a sua primeira doação de sangue e promete não parar mais.Foto 3- Josemar Gadelha é pai de paciente que recebe transfusão de sangue no Hemopa e agradece aos doadores


sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Hemopa coletará sangue neste feriado

A Fundação Hemopa informa à população que funcionará normalmente para coleta de sangue no dia 14/11 e no feriado da Proclamação da República, dia 15, com a finalidade de restaurar o estoque estratégico de sangue da instituição que está tendo dificuldades no atendimento às solicitações transfusionais da rede hospitalar por causa da diminuição de aproximadamente 30% das doações. A queda do número de coletas está sendo provocada pelos sucessivos feriados nos meses de outubro e novembro, quando os serviços foram suspensos.
A gerente de Captação de doadores, a assistente social Juciara Farias aposta no significativo comparecimento daquelas pessoas que ficarão na cidade. “Os candidatos à doação podem tirar o feriado para fazer uma boa ação, doando sangue”, sugeriu, apelando para a população potencialmente doadora comparecer no hemocentro e salvar vidas com esse gesto simples e solidário. “Neste feriado, faça da doação de sangue um programa de família”,
Ela destaca ainda, a mobilização que o Hemopa realizará de 21 a 26/11, em comemoração ao Dia Nacional do Doador de Sangue, com o objetivo de formar estoque para atendimento de trasnfusões em dezembro, quando a hemorrede brasileira enfrenta outras dificuldades com evasão de doadores por causa das férias escolares e do caráter festivo daquele mês. “Temos que tomar essas iniciativas para administrar eventual crise no estoque de sangue.Por isso, contamos com a presença maciça de antigos e novos doadores não apenas na sede do hemocentro em Belém, bem como nos Hemocentros Regionais de Marabá, Castanhal e Santarém; e nos Hemonúcleos de Hemoterapia de Abaetetuba, Altamira, Tucuruí, Redenção e Capanema.
Durante a campanha o Hemopa também realizará cadastramento de doadores de medula óssea. De 2002 até setembro, o Hemopa já contribuiu com mais de 65 mil inscrições ao Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome).
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

Hemopa precisa de mais doadores para manter estoque de sangue

Fábio Henrique Conceição tem 32 anos e desde que nasceu sofre de um tipo de anemia grave, a falciforme – uma deficiência que impede os glóbulos vermelhos de produzirem sangue. Por causa da doença, Fábio, que é servidor público, cresceu fazendo transfusões, rotina que nem sempre foi fácil para ele. “Quando eu nasci não se tinha o costume de fazer o teste de pezinho. Hoje em dia essa anemia já é detectada por esse teste e o tratamento inicia imediatamente com um remédio oferecido pelo Ministério da Saúde. Eu só passei a tomar o remédio há 10 anos, e desde pequeno faço a transfusão. Enfrentei momentos muito difíceis, quando não havia sangue disponível para eu receber”, conta.
Assim como Conceição, muitos sofrem de doenças hematológicas e precisam do sangue para sobreviver. Não apenas esses pacientes, mas pessoas que realizam algum procedimento cirúrgico ou são portadores de outros males também necessitam fazer transfusões. Todos eles dependem do estoque do Hemocentro do Pará, o Hemopa, que nas últimas semanas enfrenta dificuldades para manter a quantidade ideal de bolsas com sangue. Uma campanha está sendo desenvolvida para convocar os doadores já cadastrados e novos, que podem ajudar a manter o estoque.
“Não costumamos ter essa queda no estoque no mês de novembro, mas como tivemos muitos feriados acumulados, acreditamos que a população esteja mais fora da capital e, por isso, os doadores não têm comparecido ao Hemopa”, estima Lílian Buth, assistente social da gerência de captação de doadores do Hemopa. Ela diz que o hemocentro do Pará costuma receber, em média, cerca de 300 doações por dia, mas que nas últimas semanas esse número não chega a 200. Nível considerado preocupante para o estoque de sangue que abastece hospitais de todo o Estado.
Segundo ela, a campanha que o Hemopa está realizando é para garantir o equilíbrio das doações neste período e, principalmente, uma grande quantidade para o fim de ano, na época das festas, quando muitos doadores costumam viajar e a média de doações cai novamente. Por isso, o Hemopa está convocando por telefone e carta os voluntários, principalmente os de sangue mais raros, como os tipos O, A , B E AB negativos. “É preciso reforçar agora antes que haja o desabastecimento e pacientes fiquem esperando. Por isso, vamos funcionar inclusive no feriado do dia 15”, ressaltou Lílian.
Mitos e Doação
A assistente social afirma a importância de que pessoas que não são doadoras se interessem em colaborar com o hemocentro. De acordo com ela, a doação é um gesto de solidariedade e não causa nenhum problema de saúde ao doador. “A população costuma acreditar em alguns mitos, como, por exemplo, o que diz que doar sangue pode causar alguma contaminação, ou que pode engordar ou emagrecer, ou ainda que prejudica a produção de sangue do organismo. Nada disso é fato”, destaca Buth, que deixa claro que todo o material utilizado durante a coleta do sangue é descartável, evitando qualquer contaminação do doador.
Para os interessados em colaborar, ela explica que mulheres podem doar a cada 90 dias. As gestantes não podem doar até, pelo menos, um ano depois do período de amamentação. Os homens podem doar a cada 60 dias. Todas as pessoas devem estar em bom estado de saúde, e devem ter entre 16 e 67 anos. Os menores de idade devem ser acompanhados pelos pais ou responsáveis. O processo de doação dura, em média, 45 minutos, entre o processo de cadastro, triagem, pela qual o doador passa por entrevistas e exames, e a doação. Esta última é a mais rápida, dura entre 5 a 10 minutos.
A assistente social ressalta que durante o processo de triagem o doador é rigorosamente entrevistado por profissionais de saúde e passa por exames para avaliar o seu estado de saúde. “Caso esse doador esteja com algum problema de saúde ou algum indício de resistência baixa, como uma gripe, ou quantidade de plaquetas baixa, ele é orientado a voltar depois que estiver totalmente recuperado”, pontua.
Por causa da falta de informação da população e, principalmente, por ainda existirem os mitos que vão contra a doação, Fábio Henrique, que conhece a importância de ter doadores ativos no Hemopa, promove uma campanha por conta própria por meio da internet, nas mídias sociais, replicando informações sobre a doação de sangue e esclarecendo dúvidas. “É muito importante as pessoas conhecerem essa necessidade para que se sensibilizem e sejam doadoras. Eu faço a minha parte, colaborando com o Hemopa nessa divulgação a favor da vida”, comenta.
Quem já faz a sua parte a favor da vida sabe que não custa nada doar um pouco do seu sangue. Danielle Santos, de 31, é doadora há 2 anos. Começou a colaborar com o hemocentro por causa do avô, que fez uma cirurgia e precisou de sangue. Depois que viu o problema na família, ela decidiu que ajudaria outras pessoas. “É tão rápido e a gente ajuda tantas pessoas. Vale a pena a gente se doador”.
Paralelo a essa campanha de emergência, o Hemopa promoverá entre os dias 21 e 26 de novembro a Semana do Doador, comemorando no dia 25 o Dia Nacional do Doador de Sangue. Uma série de atividades serão realizadas nesse período para homenagear essas pessoas e também para incentivar a doação de sangue. Fotos 1:Sala de coleta.Foto 2-Pacientes dependem da ação solidária de doadores.Foto 3- O paciente Fábio Conceição transformou-se em captador nas redes sociais.
Thiago
Melo - Secom

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Gincana solidária

A Gerência de Serviço Social de Pacientes do Hemopa convida todos os funcionários da hemorrede para participarem da IV edição da "Gincana Solidária", no período de 17/11 a 16/12, para arrecadação de brinquedos novos e alimentos não perecíveis que serão entregues para pacientes carentes atendidos por esta instituição.

A gerência sugere que cada setor seja representado por um funcionário na primeira renião para organização do evento, no dia 17, às 8h, no auditório do hemocentro.

Cursos EGPA

Informamos aos funcionários públicos do estado, que a Escola de Governo do Pará (EGPA) está oferecendo os seguintes cursos no período de 21 a 25/11: Lei de Responsabilidade Fiscal, de 8h às 12h; Básico de Secretariado, de 8h às 12h; Informática Avançada Word, de 14h às 18h; Gestão de Material e Patrimônio, de 14h às 18h.

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Marabá instalou comitê transfusional

Ao priorizar a qualidade do processo transfusional na rede hospitalar do Sul do Pará, a direção do Hemocentro Regional de Marabá, promoveu o “I Encontro Regional para a implantação do Comitê Transfusional”, no dia 07 deste mês. Entre os principais objetivos, destacam-se a necessidade de monitorar e orientar a prática hemoterápica nos serviços de saúde que realizam transfusões sanguíneas e Implementar as ações que garantem a rastreabilidade do sangue em todas as suas etapas até o atendimento na rede hospitalar.
Segundo o diretor do hemocentro, dr. Fernando Monteiro, a instalação do Comitê Transfusional proporcionará a melhoria da qualidade na prestação dos serviços aos ususários ao promover, por exemplo, atividades educacionais e de hemovigilância no município e regiões. “Vamos integrar os serviços de saúde para troca de experiências, correção de não conformidades e nivelamento da qualidade dos procedimentos hemoterápicos”, ressaltou.
O encontro que foi realizado no auditório do Hemocentro regional contou com a participação de representantes dos hospitais das regiões Sul e Sudeste do estado que são responsáveis pela Hemovigilância. Ao final do evento, entrega de Certificados e distribuição de CD´s com informações sobre o tema.
O Hemopa Marabá tem uma média mensal de 576 coletas e 716 transfusões. Desse total de bolsas coletadas, 91.15% são doações de origem espontânea e 38 % do sexo feminino, despontando nesse tipo de doação na hemorrede brasileira que tem uma média mensal de 30% das doações de mulheres.
A unidade é responsável pela cobertura transfusional do Hospital Regional do Sudeste do Pará, Hospital Municipal de Parauapebas e Hospital de Canaã de Carajás. O hemocentro tem sob sua responsabilidade de gestão o Núcleo de Hemoterapia (NH) de Redenção.
O Hemopa Marabá espera por você na Rod. Transamazônica, Quadra 12, S/N. Bairro: Amapá .Fone: (94) 3324.1645 / 3324.1810
E-mail: hemopa@skorpionet.com.br .Mais informações:08002808118.

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Semana Comemorativa ao Dia Nacional do Doador de Sangue
21 a 26/11/2011

Informamos que no dia 25/11/2011:

O atendimento médico à pacientes funcionará excepcionalmente em caráter de urgência, no prédio Anexo I, de 7h às 18h.

 Os profissionais do Hemocentro terão escala de atendimento.

 Toda área do ambulatório será destinada ao atendimento do doador de sangue.

INFORMAÇÕES: 08002808118

Hemopa convoca doadores com urgência

O estoque de sangue da Fundação Hemopa está seriamente comprometido com a insuficiência do número de doações desde o início deste mês. A situação pode chegar até a priorização do atendimento de urgência e emergência, com adiamento de cirurgias eletivas, em favor de pacientes em estado mais grave.
A demanda diária transfusional é de aproximadamente 300 atendimentos para cerca de 250 coletas/dia, para abastecimento de 218 hospitais da rede, sendo que 85 somente em Belém. A redução do número de bolsas coletadas chega a 30%, o que significa grande impacto no atendimento. Diante da situação, o Hemopa convoca doadores de todo tipo de sangue com urgência.
Quantidade de bolsas no estoque: A+ com 45 unidades; A Negativo com 8 unidades; O Negativo com 13 unidades; O + com 85; B+ com 13; B Negativo com 3 unidades; e AB + com 7 unidades; AB Negativo com 3 unidades. Total de bolsas aguardando liberação da sorologia: 74 bolsas.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 e 67 anos.
Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados até às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

Natal solidário




Bolsas de sangue em formato de bota do Papai Noel para incentivar doaçao nas festas
09:31 É tradicional nas épocas de festas de fim de ano que os hemocentros e bancos de sangue insistam ainda mais na doaçao de sangue, pois é exatamente nesse período que os estoques tem uma grande baixa por conta dos acidentes durante as comemoraçoes de natal e reveillon. Para tentar incentivar a doaçao de sangue e, quem sabe, também ajudar a dar um toque de decoraçao de natal aos hemocentros, o artista Lee Ki Seung criou essas bolsas de sangue em formato de bota de papai Noel - quem sabe o melhor presente que você pode colocar na botinha é mesmo a doaçao de algo que pode salvar a vida de alguém. Deu no Trendhunter. 08/11 Jacqueline Lafloufa

Hemopa homenageia doador de sangue

O dia 25 de novembro é a data mais importante do calendário da hemorrede brasileira, que comemora o Dia Nacional do Doador de Sangue. É a oportunidade de dizer “Muito Obrigada por salvar vidas!”, para milhares de voluntários que salvam vidas anonimamente, todos os dias. Para festejar a data, a Fundação Hemopa preparou vasta programação de 21 a 26/11. “Nosso banco precisa do seu depósito. Doe sangue e invista na vida”. É o tema da campanha que deve coletar 300 bolsas/dia, para suprir o atendimento transfusional do mês de dezembro, quando todos os hemocentros do Brasil enfrentam dificuldades com as férias e festas de final de ano que provocam a redução do número de comparecimento de doadores.
Este ano, a campanha será aberta oficialmente com o apoio do grupo de comunicação Rede Brasil Amazônia (RBA), dia 21, a partir das 8h, com a “XI Especial RBA X Hemopa”, com programação ao vivo nas instalações do hemocentro, apresentação de artistas locais e muitas atrações envolvendo a participação das rádios e jornal do grupo. De 21 a 26, será realizada a coleta de sangue e cadastro de doação de medula óssea com distribuição de um kit com camiseta, boné, cartão de agradecimento, preservativo e um DVD com vídeos educativos sobre o tema. Dia 22, de 8h às 12h, será promovido “Encontro com as instituições parceiras na captação de doadores” com realização de palestras, mesa-redonda e depoimentos de experiências positivas sobre a doação de sangue. Dias 22 e 23, de 9h às 18h, haverá “Ação de Cidadania” com ofertas de serviços com apoio da Secretaria de Estado de Saúde do Pará (Sespa) e PROPAZ. Dia 24, à 8h30, será celebrada Missa em Ação de Graças, seguido de “Café da Manhã”. A partir das 9h30, haverá apresentação do Coral do Hemopa, composto totalmente por servidores da instituição.
No dia 25, quando o Brasil inteiro festeja o Dia Nacional do Doador de Sangue, a Fundação Hemopa estará de portas abertas para parabenizar e agradecer todos os 400 mil doadores cadastrados no hemocentro e recepcionar novos voluntários. Para tanto, todo o andar térreo estará transformado em uma grande sala de coleta de sangue para proporcionar melhor acesso, mais comodidade e agilidade na coleta de sangue, disponibilizando o espaço físico do paciente, bem como toda sua equipe de profissionais que também estará voltada ao propósito de atender da melhor forma possível esse convidado tão especial: o doador de sangue. Neste dia, o atendimento a doadores inaptos será estendido nos turnos da manhã e tarde. O atendimento médico à pacientes funcionará excepcionalmente no prédio anexo, de 07h às 18h.
Durante todo esse dia, haverá muitas atrações, entretenimento com apresentação de artistas locais, dos professores da Equipe Bio, “Grupo Rock na Veia”, grupos de dança, Arte Educadores, Coral do Hemopa. Bolo de parabéns, brincadeiras, apresentação de vídeos e muito mais.T udo isso, para agradecer você, doador de sangue!

Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.

Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Hemopa em forum de Ouvidorias


No próximo dia 11, o Fórum de Ouvidores do Pará promoverá o II Encontro Estadual de Ouvidores, no auditório da SUDAM. A Fundação Hemopa será representada pela sua Ouvidora, a socióloga Silvânia Assunção e pela assessora do Programa de Qualidade do hemocentro, a socióloga Lígia Garcia, que ministrará palestra sobre GESPÚBLICA.
O encontro terá como tema “ OUVIDORIA - UM INSTRUMENTO DE GESTÃO E CONTROLE SOCIAL”.Durante a programação, que deverá reunir responsáveis pelas Ouvidorias do Executivo (federal, estadual e municipal), do Legislativo e do Judiciário, que trabalharão vários temas, entre eles, as práticas exitosas no Estado do Pará, mediação de conflitos, Direitos Humanos e Gespública (Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização).

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Semana do doador de sangue









Semana comemorativa ao Dia Nacional do Doador de Sangue
Período:21 a 26/11/2011

PROGRAMAÇÃO:
De 21 a 26- Campanha de doação de sangue “Nosso banco precisa do seu depósito.Doe sangue e invista na vida”.
Dia 21- Abertura Oficial com Especial HEMOPA X RBA.
Dia 22- De 8h às 12h- Encontro c/ instituições parceiras p/ captação de doadores.
Dias 22 e 23- De 9h às 18h-Ação de Cidadania com ofertas de serviços- PROPAZ/SESPA.
Dia 24- às 8h30- Missa em Ação de Graças
Local: Estacionamento do hemocentro
*Café da Manhã: Às 9h30.
*Apresentação Coral do Hemopa
Dia 25- De 7h30 às 18h- Apresentação de artistas, Equipe Bio, “Grupo Rock na Veia”, Grupos de dança, Arte Educadores, Coral do Hemopa. Bolo de parabéns.
Durante toda a semana: Entrega de “kit Doador”, lanche especial, Grupo de Arte Educadores, filmes sobre prevenção à saúde e muito mais.
Mais informações:www.hemopa.pa.gov.br ou 08002808118

Convite confraternização



CONVITE
CONFRATERNIZAÇÃO


A Fundação Hemopa convida funcionários, familiares, doadores, pacientes e a sociedade em geral para sua festa de confraternização:
Dias 15 e 16/12- “Feirinha de Artesanato”, de 8h às 15h.
Local: Área de estacionamento do hemocentro.
Dia 16- A partir das 19h, “I Recital do Hemopa” com o Coral da instituição.
Às 20h- Apresentado do “Auto de Natal”, composto por funcionários e familiares do hemocentro.
Inscrições p/ participar da feirinha: De 07 a 11/11.
Inscrições p/ peça teatral do Auto de Natal: De 07 a 18/11.
Local: Sala do SASS, de 8h às 14h, R- 237.

Hemopa Castanhal parabeniza servidor

A gerência do Hemocentro Regional de Castanhal brindou seus funcionários com palestras em comemoração alusiva ao Dia do Servidor, nos dias 26 e 27/10, abordando os temas sobre “A importância da Humanização no Serviço Público”, ministrada pela enfermeira Idalina Tobias, da Coordenação Estadual de Humanização da Secretaria de Estado de Saúde do Pará (Sespa); e sobre “Previdência Privada”, pelo administrador daquela unidade, Sérgio Moaraes. O evento realizado na recepção, contou com a participação maciça dos servidores.
Após a palestra, Idalina Tobias promoveu capacitação de um grupo de servidores que vai atuar na instituição para internalizar sobre o tema o referido dentro da organização.Segundo Sérgio Moraes, os servidores sempre demonstraram interesse em saber os benefícios acerca da previdência.
"Foi um momento de integração e valorização do servidor, haja vista que o capital humano representa o nosso maior patrimônio. Todos estão de parabéns”, ressaltou a diretora do hemocentro, a médica.Sandra Lobato.O evento foi com a confraternização entre os colegas de trabalho.
O Hemopa Castanhal espera por você para coleta de sangue de 7h às 13h, de segunda a sexta-feira, na Travessa Floriano Peixoto, Alameda Rita de Cássia, Conj. Maria Alice, casa B-2 e B-3. Fone: (91) 3721.2986 / 3721.4008

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Informe

A Fundação Hemopa informa à população que não funcionará para coleta de sangue nesta quarta-feira, 02, Dia de Finados. No entanto, o serviço funcionará normalmente no feriado do próximo dia 15. Para restaurar o estoque estratégico de sangue que vem sofrendo redução no número de bolsas coletadas em função de seguidos feriados prolongados em outubro.Para reverter o quadro. a direção do hemocentro retomou a realização de campanhas externas com salas montadas em parceria com instituições públicas e privadas. A queda no estoque atinge cerca de 20% das doações efetivadas na sede do órgão.
De acordo com a programação de campanhas externas, o Hemopa estará neste sábado, 5, na Escola Madre Celeste, na Rod. Augusto Montenegro, para coleta de sangue.Dia: 12,no Centro de Estudos Integrados, no Distrito de Icoarací, para coleta de sangue e cadastro de doadores medula óssea. Dia 13, será na Igreja Batista, na Av. Assis de Vasconcelos. para coleta de sangue e cadastro de medula óssea. Dia15, Igreja Cristã Evangélica (ICEV) “Igreja Vida”, para coleta de sangue e cadastro de medula óssea. Dia 19, na Escola. H. de Campos, para cadastro de medula óssea. Dias 17 e 18 de novembro, no Comando Geral dos Bombeiros, da Av. Júlio César, para coleta de sangue e cadastro de medula óssea. Todas as campanhas acontecerão de 8h às 16h.
Segundo a gerente de Captação de Doadores, a assistente Juciara Farias, a suspensão temporária de campanhas externas com as duas unidades móveis do Hemopa, em pontos estratégicos da Região Metropolitana de Belém (RMB), é outro fator que está contribuindo para a diminuição no número de doações de sangue. “Os veículos estão passando por revisão técnica. As campanhas foram suspensas até final de dezembro”, justificou, convidando os doadores para se dirigirem até a sede do hemocentro.
Quem pode doarsangue:candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.
Serviço:O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.