quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Calouros doam sangue em trote solidário

A Fundação Hemopa deu início às ações estratégicas do “Trote pela vida com calouros” com universitários de várias instituições de ensino superior público e privado, que assistirão palestra sobre a importância da participação de todos os segmentos da sociedade no processo da doação voluntária de sangue e cadastramento de doadores de medula óssea, visando elevar o percentual de coletas do segmento jovem (18/29anos), que atualmente é responsável por quase 50% das coletas efetivadas na hemorrede estadual.
Nesta quinta-feira (01), às 17h, técnicas da Gerência de Captação de Doadores (Gecad) participarão da aula inaugural com calouros da Universidade Federal do Pará (Ufpa), no ginásio de esportes, no setorial básico I. No dia 02, às 14h, calouros do curso de Medicina da Ufpa, estarão no auditório do Hemopa para assistirem palestra, seguida de visitação às instalações do prédio, denominado de “Hemotur”.
O calendário de ações do “Trote pela vida com calouros” prossegue no dia 05, de 9h às 12h,e de 14h às 17h, com palestra para estudante do curso de Enfermagem, da Universidade Estadual do Pará (Uepa) . Dia 06, às 9h, técnicos do Hemopa recebem alunos do curso de Biomedicina, da Ufpa, no auditório do hemocentro. No dia 13, estudante do curso de Enfermagem, da Uepa, participam do trote. Em todos os casos, os calouros podem doar sangue ou fazer cadastro de doação de medula óssea, após programação científica.
Bastante otimista, a titular da Gecad, a assistente social Juciara Farias aposta na coleta de sangue e cadastro de medula óssea de grande parte dos calouros. “Os jovens são grandes incentivadores de ações de responsabilidade social.Eles estão abraçando essas causas em favor do bem estar da população.Nós agradecemos cada coleta de bolsa de sangue e cadastro de medula. Muitos pacientes serão salvos com essas iniciativas”, destacou.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118

Cadastro de medula óssea somente com CNS

Atendendo determinação do Ministério da Saúde (MS), a Fundação Hemopa estruturou seus serviços e já disponibiliza o número do Cartão Nacional de Saúde (CNS) aos candidatos ao cadastro de doadores de medula óssea, que só poderão ser voluntários com a apresentação do número do referido documento, que já pode ser obtido no ato do cadastramento, na Recepção de Doador do hemocentro.
Segundo a gerente de Captação de Doadores, a assistente social Juciara Farias, criado pela portaria Ministerial -940, de abril de 2011, o Cartão Nacional de Saúde (CNS) é um instrumento que possibilita a vinculação dos procedimentos executados no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) ao usuário, ao profissional que os realizou e também à unidade de saúde onde foram realizados. Para tanto, é necessária a construção de cadastros de usuários, de profissionais de saúde e de unidades de saúde. A partir desses cadastros, os usuários do SUS e os profissionais de saúde recebem um número nacional de identificação.
“Ao oferecermos esse serviço aos nossos voluntários, não corremos o risco de enfrentar eventual queda no número de novos cadastros. Mas, ressaltamos que o serviço é apenas para os que vão fazer cadastro de doação de medula óssea. Por enquanto, os doadores de sangue não estão incluídos”, alertou.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Campanha de doação de sangue em homenagem a mulher

A Fundação Hemopa está elaborando vasta programação para campanha de incentivo à doação de sangue nos dias 8, 9 e 10/03, em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, comemorado dia 08. “Ninguém melhor para dar vida.Mulher dom da vida”.É o tema da ação estratégica de incentivo a doação de sangue no segmento feminino que é responsável por 29% das coletas efetivadas no estado do Pará. A meta da campanha é de 300 coletas/dia.
Segundo a gerente de Captação de Doadores do Hemopa, a assistente social Juciara Farias, muitas atrações, oferta de serviço de beleza, além de lanche especial. Tudo isso para parabenizar e agradecer antigas e novas doadoras de sangue.
“A presença feminina no processo da doação voluntária de sangue aumenta a cada dia. Saímos de 13% para os atuais 29%, mostrando que mulher é sangue bom. Afinal dar vida, está no sangue da mulher”, destacou, apostando na adesão maciça de doações femininas, tendo em vista que os únicos impedimentos temporários à doação de sangue das mulheres é no gestacional e de amamentação.

Elogio

“Gostaria de agradecer ao excelente atendimento que tive nesta Instituição através da Psicóloga Carolina Queiroz. Na ocasião, em abril de 2010, fui diagnosticado com leucemia aguda. O mundo desabou sobre mim e me angustiei muito. A Dra. Karol, no entanto, com sua atenção carinhosa e doces palavras de psicóloga e amiga, conseguiu diminuir e muito a tristeza que sentia. Tive fé para continuar lutando... Obrigado. !” Paciente: Cleidson da Silva Rodrigues

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Hemopa Marabá intensifica ações



No período de 16 a 18/01, o Hemocentro Regional de Marabá recebeu alunos do Centro Técnico Profissionalizante (CTP). Foram turmas com 10 alunos por dia. No dia 15/02, houve campanha de doação na sede do hemocentro.
Nos dias 21 e 22/01, foi realizada a campanha externa do município de Rondon do Pará, que resultou em 239 bolsas de sangue. No dia 26/01, foi desenvolvido “I Treinamento de captação hospitalar”, com o objetivo de atualizar conhecimentos dos funcionários dos hospitais e centro de saúde daquele município, para impulsionar a captação de doadores nos ambientes de trabalho. Ao final do encontro foram distribuídos kit's com folders e cartazes educativos.

Hemopa Castanhal supera meta de doações

O Hemocentro Regional de Castanhal encerrou campanha de doação de sangue com o excelente saldo de 333 coletas, sendo que 37% foram doações de mulheres. A campanha que superou a meta de 300 doações, foi encerrada com o arrastão do “Bloco da Solidariedade”, durante desfile oficial do carnaval daquele município, que aconteceu no bairro do Apeu.
“No carnaval são muitas as fantasias, use a de doador”.Foi o tema das mobilização, realizada no período de 11 a 17/02, que contou com a participação voluntária de 210 doadores e 123 doadoras da região. Com isso, o estoque de sangue do hemocentro fica garantido para atender toda a demanda transfusional da rede hospitalar dos 48 municípios do nordeste paraense.
Os doadores que compareceram durante a campanha foram homenageados com um kit, contendo uma camisa e preservativos masculinos, lanche especial, musica ambiente e decorado à caráter.
A campanha foi encerrada com o desfile do “B loco da Solidariedade” que levou centenas de brincantes, entre funcionários, doadores, familiares e amigos às principais ruas do bairro do Apeu que celebrou o “Carnapeu”. Segundo a diretora da unidade, Dra. Sandra Lobato, este ano o bloco teve maior adesão de foliões e de todas as idades. “Fomos muito aplaudido.Recebemos muito elogios no corredor da folia, formando uma verdadeira onda de solidariedade”, afirmou agradecendo o carinho da sociedade castanhalense pela intensa manifestação de apreço e solidariedade.
O Hemopa de Castanhal espera por você na Travessa Floriano Peixoto, Alameda Rita de Cássia,Conj. Maria Alice, casa B-2 e B-3. Fone: (91) 3721.2986 / 3721.4008
E-mail: hrc@linknet.com.br

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Capanema supera meta de doações

A campanha de doação de sangue do carnaval desenvolvida pelo Hemonúcleo de Capanema superou a meta de 120 coletas, com um saldo final de 148 bolsas de sangue que reforçaram o estoque da unidade que atende a rede hospitalar do município. Do total de doações, 41,22% foram do segmento feminino.
Assim como no hemocentro coordenador de Belém, a ação da hemorrede teve como tema “No carnaval são muitas as fantasias. Use a de doador”. Em Capanema a campanha foi realizada de 13 a 17/02. Os doadores do período foram brindados com kit de camiseta e material educativo sobre o tema.
O saldo positivo das coletas deu um fôlego para o atendimento satisfatório da demanda transfusional. Para a assistente social da unidade, Luiza Helena Santana, a adesão à campanha reflete o resultado concreto das ações de sensibilização à população local que sempre atende aos apelos de mobilização da unidade. “Agradecemos todos que compareceram ao Hemopa para salvar vidas”, enfatizou.
A próxima ação desenvolvida pela hemorrede será em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, em março. Na capital, a campanha será nos dias 8, 9 e 10/03. A hemorrede ainda está definindo calendário especifico, com data para cada unidade, de acordo com suas respectivas realidades.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.
Serviço:O Henca espera por você na Br 308, Km zero, S/N (próximo ao Corpo de Bombeiros). Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, das 07h às 12h:30.Mais informações: 3462-2744 /2329 – E-MAIL capanema@hemopa.pa.gov.br.

Hemopa de Capanema com reforço da UPA

O serviço de captação de doadores do Hemonúcleo de Capanema ( 165km de Belém) ganhou novo aliado para impulsionar as doações voluntárias de sangue com a parceria da Unidade de Primeiro Atendimento (UPA), que tem o objetivo de fomentar permanentemente a captação permanente de doadores de sangue e de medula óssea. A ação deverá iniciar na próxima semana com os próprios servidores da UPA, familiares e amigos.
A proposta de parceria partiu do Serviço Social do Hemopa Capanema e que foi prontamente aceito pelo diretor da Unidade, o enfermeiro Rogério Gomes Pereira. Inaugurada no dia 11 deste mês, a UPA já inicia suas atividades no município com seus funcionários atuando como agentes multiplicadores da doação de sangue, cuja capacitação foi feita por técnicos do Hemonúcleo, através de palestras, envolvendo médicos, enfermeiros, assistentes sociais, técnicos em enfermagem e pessoal administrativo, somando 36 profissionais que atuarão junto aos trabalhadores do serviço, seus familiares, amigos e população atendida pelo serviço.
Segundo a assistente social do Hemopa, Luiza Helena Santana, por se tratar de atendimento de urgência, os profissionais da UPA são os primeiros a ter contato com pessoas vítimas de violência, acidente de trânsito e demais ocorrências que envolvam risco de morte, e que possivelmente necessitarão de transfusão de sangue nos hospitais da região, fato esse que os sensibiliza muito mais a tornarem-se captadores e atuarem junto a familiares e amigos de usuários do serviço.
“Ficamos bastante satisfeitos com mais essa parceria, que com certeza renderá novos doadores de sangue ao núcleo, beneficiando centenas de pacientes internados na rede hospitalar da região”, agradeceu.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.
Serviço:O Henca espera por você na Br 308, Km zero, S/N (próximo ao Corpo de Bombeiros). Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, das 07:00h às 12:30h.Mais informações: 3462-2744 /2329. Email: capanema@hemopa.pa.gov.br.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Hemopa debate Gestão estratégica

"Compromisso com a gestão por resultados". Foi a sugestão da presidente do Hemopa, dra. Luciana Maradei, durante abertura da “I Reunião de Gestão Estratégica de 2012”, realizada na manhã desta sexta-feira (17), no auditório do hemocentro, que contou com a presença maciça de gerentes de toda a hemorrede. O evento teve o objetivo de estimular a otimização do uso dos recursos públicos a partir do planejamento e da gestão estratégica do governo do estado, referente ao exercício de 2012 a 2015.
Ao sugerir compromisso com a gestão, a médica estava se reportando ao projeto de Modernização e Fortalecimento da Capacidade de Gestão Pública, que adota gestão por resultados, define acompanhamento dos programas/ações constantes na agenda mínima de governo.Ao
agradece a todos os presentes, Luciana Maradei enfatizou que em 2011, a estratégia de gestão foi corretiva. Mas, em seguida avisou que, este ano, a estratégia será preventiva. "Temos que atender os anseios de resultados da sociedade porque somos agentes públicos e, para isso, temos que ter vocação a desafios.Temos que contagiar, provocar a interação”. destacou.
‎Finalizando, ela enfatizou a necesidade de agregação de valores na gestão e nas relações. “Temos que quebrar paradgmas todos os dias.Formar equipes motivadas e investir no capital intelectual dos funcionários.Temos que gerenciar com pessoas".
Logo em seguida, a responsável pela Assessoria Técnica e de Planejamentodo hemocentro,Tterezinha Negrão Gomes fez abordagem sobre as diretrizes estratégicas de governo e o respectivo desdobramenbto institucional para 2012. O encontro foi encerrado com a participação do coordenador de Apoio Administrativo, Jorge Rêgo, que falou sobre os métodos de acompanhamento e monitoramento do PPA 2012 a 2015.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Comunidade apóia Hemopa de Capanema

Em sinotnia com a hemorrede estadual, o Hemonúcleo de Capanema, encerrará campanha de doação “No carnaval as fantasias são muitas.Use a de doador”, nesta sexta-feira (17).A ação quem teve início no dia 13, já efetivou a coleta de 86 bolsas de sangue, atingindo mais de 90% da meta prevista com ma finalidade de garantir atendimento da necessidade transfusional da rede hospitalar do município, no feriadão carnavalesco.
Na manhã desta quinta-feira, o Serviço Social da unidade recepcionou um grupo de doadores fidelizados, moradores dos bairros de Aparecida e da 1ª Travessa, para colaborar com a ação estrat´gica do carnaval.
Segundo a assistente social Luiza Helena Santana, esses voluntários fazem parte da comunidade atendida pelo Hemonúcleo. “Eles estão presentes em todas as Ccmpanhas do HENCA, respondendo sempre ao chamado para doação de sangue”, afirmou, definindo o grupo como “sangue bom”.Após a doação, os voluntários já deixaram agenda a proxima doação de sangue. A vida agradece.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Serviço: O Hemopa Capanema espera por você na Rodovia PA-242, Km 0, S/N. Bairro: São Cristóvão.Fone: (91) 3462.2744/2329

Hemopa de Castanhal comemora saldo de doações

Nesta sexta-feira (17), o Hemocentro Regional de Castanhal (HRC) estará encerrando a campanha de doação de sangue “No carnaval são muitas as fantasias. Use a de doador”, com o arrastão do “Bloco Solidariedade”, no desfile oficial do carnaval do município, pelo 3º ano consecutivo. Até hoje (16), a ação estratégica somou 350 doações, superando a meta de 50 coletas/dia.
Segundo a gerente do HRC, Dra. Sandra Lobato, a previsão é que cerca de 100 brincantes solidários participem do bloco com desfile pela Avenida Barão do Rio Branco, no bairro do Apeu, a partir das 18h, onde acontece o desfile do carnaval. “Temos muito a comemorar, agradecer e compartilhar com a população local a satisfação de fazer um carnaval mais feliz para os pacientes internados na rede hospitalar da região, que necessitam de transfusão de sangue”, enfatizou, convidando funcionários, doadores, familiares e amigos para se juntar ao bloco de voluntariado.
Durante toda a campanha do carnaval, os doadores foram brindados com distribuição de kits contendo camiseta, preservativo e enfeites de carnaval.
Sandra Lobato destaca e agradece a parceria da Prefeitura de Castanhal, Secretaria Municipal de Cultura, SESI, Instituto Mercina Miranda, entre outros, que possibilitaram o sucesso da campanha que vai reforçar estoque de sangue do hemocentro para atendimento satisfatório do feriadão momesco.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Serviço: O Hemopa Castanhal espera por você para coleta de sangue de 7h às 13h, de segunda a sexta-feira, na Travessa Floriano Peixoto, Alameda Rita de Cássia, Conj. Maria Alice, casa B-2 e B-3. Fone: (91) 3721.2986 / 3721.4008.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Hemopa convoca foliões solidários para doar sangue.

“No carnaval as fantasias são muitas. Use a de doador”, é o tema da campanha de doação de sangue que a Fundação Hemopa realiza até o dia 18/02. Em dois dias de mobilização já foram coletadas 744 bolsas de sangue. No entanto, o segundo dia não atingiu a meta de 300 doações. A campanha está sendo realizada simultaneamente nos municípios de Marabá, Santarém, Castanhal, Abaetetuba, Altamira,Tucuruí, Redenção e Capanema. A ação tem a finalidade de garantir atendimento transfusional da rede hospitalar no feriadão momesco.
A dificuldade em reforçar estoque de sangue em datas festivas como o carnaval, por exemplo, é sentida em toda hemorrede brasileira. No Pará, o hemocentro desenvolve ações em parceria com instituições publicas e privadas para assegurar atendimento da necessidade de transfusão de milhares de pacientes espalhados pelos 218 hospitais paraenses.
Os doadores do período da campanha recebem kit com camiseta/preservativos e material educativo sobre o tema. A gerente de captação de Doadores, a assistente social Juciara Farias faz um apelo: “Antes de cair na folia, doem sangue”, sugeriu, afirmando que a coleta de sangue não impede diversão, como algumas pessoas imaginam.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Parceria com SBT rendeu mais de 700 voluntários à campanha de doação de sangue

A abertura da campanha de doação de sangue do carnaval, dia 11, em parceria com o SBT Pará foi um sucesso absoluto com 734 comparecimentos e 575 doações voluntárias de sangue, superando o resultado registrado ano passado, que rendeu 574 comparecimentos e 495 coletas efetivadas. Somando o saldo das duas ações, as coletas efetivadas em parceria com o SBT somam 1.070 doações que atenderão cerca de 4.280 pacientes. “No carnaval as fantasias são muitas. Use a de doador”, é o tema da mobilização que se estenderá até o dia 18/02, em toda a hemorrede do Estado.
O secretário de Estado de Saúde, dr. Hélio Franco fez a abertura oficial do evento, parabenizando e agradecendo mais um ano de parceria com a emissora de tv, que impulsiona a mobilização para dar suporte ao estoque técnico de sangue do hemocentro que tem a responsabilidade de atender 218 hospitais no Pará. “A parceria é de fundamental importâcia para sensibilizar a população a aderir ao movimento solidário”, comentou o secretário.
Pelo SBT, estiveram presentes o gerente regional Nilton Senna e o gerente comercial Alexandre Tomé. "A parceria entre o SBT e o Hemopa foi imprescindível para o sucesso do evento de lançamento da campanha que superou a ação do ano anterior. Ficamos muito felizes em realizar parcerias como estas, pois além da responsabilidade social trazem benefícios para a sociedade”, comenta o gerente regional Nilton Senna que pela primeira vez participou da ação e disse estar impressionado com a adesão da população ao evento. "O sucesso certamente será ainda maior nas ações dos próximos anos", conclui Nilton.
Bastante satisfeita, a presidente do Hemopa, dra. Luciana Maradei também agradeceu a parceria com o SBT. “Estamos juntos pela vida e quem ganha é a população usuária de nossos serviços”, comemorou a médica, enfatizando que a instituição está aberta para firmar parceria com outras empresas para a melhoria contínua das ações desenvolvidas e assegurar transfusão de sangue em quantidade e qualidade. Com o slogan “SBT e Hemopa juntos na luta pela vida” , durante todo o dia, o hemocentro esteve lotado de doadores que tiveram o atendimento agilizado com a ampliação do espaço para doação. O ambulatório foi totalmente transformado em uma grande e confortável sala de coleta. Todos que efetivaram a doação receberam um kit com lanche, preservativo, camiseta e outros brindes doados pelo SBT. O sábado também foi um dia de festa com o arrastão do Bloco da Solidariedade, formado por funcionários, doadores, familiares e amigos. No pátio do hemocentro houve ainda apresentação com muita música, diversão e sorteio de brindes especiais durante todo o evento. Quem esteve presente teve a oportunidade de assistir o cantor e compositor Jorginho Gomez e banda, Fruto Sensual, Téo Pérola Negra e o grupo Exposta Samba; além da apresentação da bateria do “Rancho” e suas passistas, que também acompanharam ao arrastão do bloco pelas principais ruas do bairro da Batista Campos, convidando a todos para aderir à campanha.
Durante toda a semana passada, os apresentadores Celso Portiolli (Domingo Legal, Raul Gil (Programa Raul Gil), Nyelsen Martins (SBT Pará), Edson Matoso (SBT Esporte) e Úrsula Vidal (Etc & Tal...)convidaram a população para participar do evento que contou com três equipes do SBT Pará na cobertura completa da ação, além de entradas ao vivo durante toda a programação da emissora, explicando sobre a importância da campanha e chamando os telespectadores para fazer sua doação. Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

SBT Pará lança campanha de doação de sangue para o carnaval

Mais um carnaval se aproxima e com o objetivo de aumentar o estoque de sangue e atender a demanda desse período de maior necessidade, o SBT Pará em parceria com o Hemopa (Fundação Centro de Hemoterapia Hematologia do Pará), pelo segundo ano consecutivo, lançam em um evento social a campanha de doação de sangue e cadastro de medula óssea.
No ano passado mais de 600 pessoas passaram pelo local, que resultou na coleta 495 bolsas de sangue, reforçando o estoque técnico do hemocentro, garantindo suporte para atendimento satisfatório da demanda transfusional.
Com o slogan “SBT e Hemopa juntos na luta pela vida”, este ano a campanha tem como meta realizar 300 coletas em um dia. Vale lembrar que, cada coleta salva cerca de 3 a 4 vidas. Faça sua parte e ajude a salvar muitas pessoas!
Um dia muito especial e cheio de atrações está sendo preparado para toda população de Belém. Durante toda essa semana, os apresentadores Celso Portiolli (Domingo Legal) e Raul Gil (Programa Raul Gil) estão convidando os paraenses a participarem do evento. E ainda, os apresentadores Nyelsen Martins (Jornal SBT Pará), Edson Matoso (SBT Esporte) e a apresentadora Úrsula Vidal (Etc & Tal) estarão chamando os telespectadores para participar da ação e informando como ser um doador.
No evento, três equipes do SBT Pará vão fazer a cobertura completa da festa, com entradas ao vivo durante todo o dia convidando a população a doar, além de entrevistas explicando sobre a importância da campanha.
A abertura da festa também contará com o arrastão do “Bloco da Solidariedade”, composto por doadores, amigos e membros da sociedade em geral, o samba enredo que fala sobre a importância da doação e homenageia a solidariedade, é uma forma alternativa de sensibilizar as pessoas em aderir essa mobilização.
Venha fazer sua doação e faça parte dessa folia. Muita música, diversão e sorteio de brindes especiais durante todo o evento. Haverá ainda, shows com bandas regionais como o cantor e compositor Jorginho Gomez e banda, Fruto Sensual, Téo Pérola Negra e o grupo Exposta Samba; e a apresentação da bateria do “Rancho” e suas passistas.
Todos que doarem receberão um kit com camiseta personalizada, preservativo, informe sobre a campanha, além de lanches especiais.

Dia 11 de fevereiro, das 9h às 16h, esperamos por você!

Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118

Campanha de doação de sangue com arrastão do bloco da solidariedade

A Fundação Hemopa dará início a sua primeira ação estratégica de 2012, com a realização da campanha de doação de sangue e cadastro de doação de medula óssea, no período de 11 a 18/02. “No carnaval as fantasias são muitas. Use a de doador”. É o tema da campanha que terá o objetivo de restaurar o estoque técnico para atendimento satisfatório da demanda transfusional da rede hospitalar do estado, que atualmente é composta por 218 casas de saúde. A meta de 300 coletas/dia.
A ação estratégica vai suprir estoque de sangue do hemocentro que, assim como a hemorrede brasileira, enfrenta redução do número de comparecimento de doadores e eventual dificuldade para garantir atendimento das necessidades transfusionais de milhares de pacientes internados em UTI´s, unidades de urgência e emergência. Somente em Belém, o Hemopa é responsável elo abastecimento de 85 hospitais.
Pelo segundo ano com consecutivo, o Sistema Brasileiro de Televisão (SBT) Belém, fará a abertura oficial da campanha, dia 11, de 9h às 13h, com flashes ao vivo do evento, entrevistas e cobertura do show com palco armado na área de estacionamento do hemocentro. Os artistas da terra vão participar da campanha voluntariamente. Antecedendo evento, a emissora produzirá chamadas na Tv convocando a população a aderir a mobilização. Ano passado, a parceria rendeu quase 600 coletas de sangue, superando a meta de 300 coletas.
A abertura da mobilização também contará com o arrastão do “Bloco da Solidariedade” composto por funcionários, doadores, familiares, amigos e a sociedade em geral. Para a gerente de captação de Doadores, a assistente social Juciara Farias, o arrastão carnavalesco é uma forma alternativa de sensibilizar antigos e novos doadores para adesão a campanha. “Nosso samba enredo fala da importância da doação e homenageia a solidariedade”, adiantou, destacando a autoria voluntária de Ademir do Cavaco e Claudionor Oliveira. Os foliões do bloco ganharão abadá. O arrastão será embalado pela bateria “Nota 10” da agremiação carnavalesca “Rancho Não Posso Me Amofiná”, do bairro do Jurunas.
A concentração está marcada para as 9h, com saída prevista às 10h. Os foliões da solidariedade percorrerão pela rua dos Timbiras, Tv.Padre Eutíquio, rua Gama Abreu, seguindo pela avenida Serzedelo Corrêa até o hemocentro, onde haverá palco armada para apresentação de shows com artista da terra, no pátio frontal do prédio. Até o momento, confirmaram presença o cantor e compositor Jorginho Gomez e Banda, Banda “Fruto Sensual”, Téo Pérola Negra e o grupo Exposta Samba; e a bateria nota 10 do “Rancho” e suas passistas. Outras atrações estão sendo formalmente convidadas a se unir nessa parceria pela vida.
A campanha também será realizada nos Hemocentros Regionais de Castanhal, Marabá e Santarém; e nos Hemonúcleos de Abaetetuba, Altamira, Tucuruí, Redenção e Capanema. No entanto as datas serão definidas de acordo com a realidade de unidade.
Durante o período da campanha, os doadores da hemorrede serão brindados com kit com camiseta, preservativo e panfleto com orientações sobre doação de sangue.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Jogador incentiva doação

Todos devem doar sangue.É um gesto solidário e faz bem para quem doa.isso deveria ser um hábito de todos os brsleiros.Todos nós deveríamos nos programar para realizar, pelo menos, uma doação por ano.É muito bom saber que podemos ajudar alguém com um simples gesto:estendendo o braço". A frase é do jogador do Clube do Remo, Diego Barros, que doou sangue p/ campanha em comemoração aos 107 anos de seu time.

A campanha teve início na segunda-feira e vai até às 18h de hoje.

A ação reforçará estoque técnico de sangue do hemocentro para a campanha "No carnaval use a fantasia de doador", que será realizada de 11 a 18/02. A abertura oficial do evento vai ter como destaque o arrastão do "Bloco da Solidariedade" com distribuição de abadá aos brincantes.

Mais informações:08002808118.

Campanha externa com agentes da saúde

Nesta quinta-feira, de 8h às 16h, será realizada campanha externa de doação de sangue, com sala montada, na sede Casa Saúde Família, na Tv. Barão do Triunfo, 1015. A ação estratégica faz parte dos Programas de Agentes Comunitário de Saúde (PAC´S) e da Saúde Família (PSF), da Pirajá. A meta será de 100 coletas.
A comunidade atendida foi sensibilizada na semana passada, dia 03, com o arrastão do “Bloco da Solidariedade pela Saúde”, que percorreu as principais ruas e avenidas do bairro da Pedreira.Técnicos do hemocentro também ministraram palestras sobre o tema.
A gerente de Captação de Doadores do Hemopa, a assistente social Juciara Farias aposta na superação da meta prevista. “Estamos tendo excelentes resultados com a atuação dos agentes de saúde”, afirmou, adiantando que a ação faz parte do programa “Formação de Agentes Multiplicadores da doação de sangue e cadastro de doadores de medula óssea, que o hemocentro desenvolve com agentes da saúde da Região Metropolitana de Belém (RMB). “Desde 2011, já realizamos 14 oficinas, sendo que 11, ano passado e quatro este ano, resultando na capacitação de 276 agentes”.
Segundo ela, este ano, o estoque sangue do hemocentro está recebendo significativo reforço de coletas das comunidades do Bengui, Pirajá e Canal do Galo. Os voluntários foram encaminhos por agentes de saúde que passaram por capacitação, durante oficinas para formação de agentes multiplicadores.
A mobilização dará suporte para estoque de sangue do hemocentro para posterior abastecimento da rede hospitalar, que neste mês de carnaval, sofre alteração com aumento da necessidade transfusional devidos aos excessos cometidos, elevando o número de intercorrências hospitalares, especialmente, nas unidades de urgência e emergência.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Ídolos do Remo recepcionam torcedores doadores

Na manhã desta terça-feira (07), os fãs dos jogadores remistas Diego Barros e Adriano terão oportunidade de ganhar autógrafo, fazer foto ou apenas bater um papo com eles, que estarão na sede do Hemopa para prestigiar os torcedores doadores de sangue que aderiram a campanha de doação de sangue em homenagem aos 107 anos do clube do Remo, comemorado no domingo passado.A ação que teve início hoje, se estenderá até o dia 08. A meta é de 200 coletas.
Para identificação dos torcedores e facilitação do quantitativo das coletas efetivadas, foi especialmente criado um código de doação: 1132. Segundo a gerente de captação de Doadores, a assistente social Juciara Farias, os candidatos os voluntários devem anunciar que vieram doar sangue para a campanha do clube do Remo, durante entrevista para cadastro, na Recepção de Doadores.
A campanha que conta com apoio do presidente do clube, Sérgio Cabeça, está prevista no projeto de Marketing “O Remo é meu”, que é coordenado pelo assessor de imprensa André Anaisse.
A presidente da Fundação Hemopa dra. Luciana Maradei agradece a presença dos jogadores no hemocentro e parabeniza pela excelente fase do time. "A parceria com o segmento esportivo é fundamental para impulsionar nossas ações", enfatizou, sem esquecer dos parabéns pelo aniversário do time.
Quem pode doarsangue:candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto
Serviço:O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118 . Foto 1- Jogador Adriano.Foto 2- Diego Barros.

Campanha na escola Ruth Almeida supera meta de doações

FONTE:



A escola estadual Ruth dos Santos Almeida, no conjunto Maguari, abriu as portas para a solidariedade e fez, neste sábado (4), a terceira edição da campanha “Doador de sangue do futuro”, promovida em parceria com a Fundação Hemopa. A campanha foi bem-sucedida, permitindo a captação de 150 doações e o agendamento de outras 130 para março, superando as expectativas.
Dezenas de alunos e pais compareceram à escola para contribuir com o estoque técnico de sangue da fundação. A aluna Wanessa Veloso, 19 anos, foi uma delas. “É a primeira vez que participo de uma campanha para doar sangue e vejo a importância que tem ser uma doadora. Acredito também que desta maneira possamos ajudar outras pessoas que estão passando por momentos difíceis”, disse.
A coordenadora da campanha na escola, Lilian Bouth, explicou que para fazer a doação de sangue a pessoa passa por duas etapas anteriores. Primeiro o candidato preenche uma ficha cadastral com todos os dados pessoais. O documento vai para a fundação e fica em um sistema que permite identificar o perfil deste doador.
Em seguida o candidato vai para a segunda etapa, em que ele precisa responder um questionário com 37 perguntas. A enfermeira da fundação Elen Marçal explica que o candidato precisa ser sincero ao responder as perguntas, que investigam um possível histórico de doenças infectocontagiosas ou uso de drogas. “Este questionário é enviado pelo Ministério da Saúde e busca, sobretudo, garantir a qualidade da transfusão”, reforçou.
A iniciativa partiu de um professor da escola. Doador há oito anos, Thiago Barbosa retomou a campanha para que ela pudesse ter mais acesso, permitindo assim que a fundação também tivesse mais bolsas de sangue. “A campanha superou todas as expectativas. A procura foi tamanha que já marcamos para o próximo dia 3 de março uma nova campanha. Para nós é uma vitória o resultado alcançado”, frisou.
Iniciativa – A direção da escola reconheceu a importância da ação para a comunidade e todo o esforço dos professores e técnicos que atuaram na campanha. “Estamos muito felizes, principalmente porque superamos a meta do ano passado”, disse a diretora da escola, Maria do Rosário Moraes. Morador do conjunto Tenoné, próximo ao conjunto Maguari, Antônio Maia Santos, 45, é doador há anos e valorizou a iniciativa da escola.
“Procuro doar sangue de três em três meses, faço isso, pois considero um ato de caridade. Só quem já teve alguém que precisou de sangue na família sabe o quanto ele tem valor. Mesmo antes de minha irmã precisar, eu já doava e continuarei doando”, garantiu.
A campanha foi registrada por alunos da escola, que filmaram e entrevistaram os participantes. A “câmera” usada pelo grupo foi pensada e construída com material reciclado e um celular com câmera filmadora.
“A ideia surgiu ainda na sexta série, quando começamos fazendo matérias pequenas e divulgando para nossa turma. Depois pensamos em matérias maiores e hoje cobrimos quase tudo que acontece no bairro”, disse o estudante Flávio Mateus, 19 anos, revelando que já flagrou até um assalto. O material dos alunos pode ser visto no canal “TVR” – TV Ruth no Youtube.
Foto 1- Comunidade atende apelo da campanha.Foto 2-Estudante exercitando o ato solidário.Foto 3- Diretora da escola e incentivadora do programa.

Bloco da solidariedade pela vida

Na última sexta-feira, 03, as 9h, membros do Programa Agente Comunitário da Saúde (PAC´S) e da Saúde Família (PSF), da Pirajá, estiveram coordenando o arrastão do “Bloco da Solidariedade pela saúde”, pelas principais avenidas do bairro da Pedreira para divulgar campanha de doação voluntária de sangue, que será realizada no dia 09, na sede da Casa Saúde Família, na TV. Barão do Triunfo, 1015. A meta será de 100 coletas. A ação faz parte do programa “Formação de Agentes Multiplicadores da doação de sangue e cadastro de doadores de medula óssea”, que o hemocentro desenvolve com agentes da saúde da Região Metropolitana de Belém (RMB). Implantado em 2011, o programa já realizou 14 oficinas, sendo que 11, ano passado e quatro este ano, resultando na capacitação de 276 agentes.
Este ano, o estoque sangue do hemocentro recebeu reforço de coletas das comunidades do Bengui, Pirajá e Canal do Galo. Os voluntários foram encaminhos por agentes de saúde que receberão capacitação durante oficinas para formação de agentes multiplicadores.
Segundo a gerente de captação de Doadores, a assistente social Juciara Farias, a mobilização dará suporte para estoque de sangue do hemocentro para posterior abastecimento da rede hospitalar, que neste mês de carnaval, sofre alteração com aumento da necessidade transfusional devidos aos excessos cometidos, elevando o número de intercorrências hospitalares, especialmente, nas unidades de urgência e emergência.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118

SBT Pará lança campanha de doação de sangue

Mais um carnaval se aproxima e com o objetivo de aumentar o estoque de sangue e atender a demanda desse período de maior necessidade, o SBT Pará em parceria com o Hemopa (Fundação Centro de Hemoterapia Hematologia do Pará), pelo segundo ano consecutivo, lançam em um evento social a campanha de doação de sangue e cadastro de medula óssea.
No ano passado mais de 1.200 pessoas passaram pelo local, onde a meta era arrecadar 250 coletas em apenas um dia e devido ao grande sucesso da ação em apenas um dia compareceram 580 voluntários que resultou na coleta 495 bolsas de sangue, reforçando o estoque técnico do hemocentro, garantindo suporte para atendimento satisfatório da demanda transfusional.
Com o slogan “SBT e Hemopa juntos na luta pela vida”, este ano a campanha tem como meta realizar 300 coletas em um dia. Vale lembrar que, cada coleta salva cerca de 3 a 4 vidas. Faça sua parte e ajude a salvar muitas pessoas!

Remistas doam sangue em homenagem ao clube

teve início nesta segunda-feira, campanha de doação de sangue dos torcedores do Clube do Remo demonstrarão seu amor pelo time , em homenagem aos 107 anos que o clube completou no último domingo (05), cuja comemoração foi com carreata as 9h, saindo da Estação das Docas até a sede social do time, no bairro de Nazaré. A ação estratégica se estenderá até o dia 08.

Os doadores torcedores serão encaminhados para coleta de sangue na sede do Hemopa, onde foi criado o código 1132 para identificar a origem da coleta. A meta é de 100 doações.
Servidor da Fundação Hemopa, o agente de portaria Jorge Rafael Gonçalves de Oliveira, 31 anos, é doador de sangue e fiel torcedor azulino. Ao ser questionado, se pudesse, qual presente daria ao seu time, ele não titubeou e disparou: “Dirigentes que se preocupassem mais com o time e sua torcida, e sem interesse político”, disse, ao desejar que seu time do coração chegue a 3ª divisão até o segundo semestre deste ano.
Com o tipo de sangue AB Positivo, Jorge Rafael efetuou sua última coleta dia nove de dezembro de 2011. Portanto, ele só poderá repetir o ato solidário em março.Mas, garante que vai convencer parentes e amigos para colaborar com a campanha em homenagem ao clube do Remo. Para finalizar,o torcedor confidenciou que adora brincar com os colegas de trabalho do seu maior rival, o time do Paysandu. “Sou contra qualquer tipo de agressão verbal ou física. As brincadeiras devem ser sempre saudáveis. Afinal, esse é o tempero da rivalidade do futebol paraense.Mas tudo na paz”, garantiu ele.
A campanha que conta com apoio irrestrito do presidente do clube, Sérgio Cabeça, está prevista no projeto de Marketing “O Remo é meu”, que é coordenado pelo assessor de imprensa André Anaisse.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118 . Foto 1- Jorge rafael exibe com orgulho a "nação azulina". Foto 2- Ele não perde um debate contra seus "rivais" do papão.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Jogadores da Tuna doam sangue

Jogadores do Sub 20 da Tuna Luso Brasileira, familiares e amigos estarão unidos neste sábado (04), a partir das 9h, para doação voluntária de sangue na sede da Fundação Hemopa. A mobilização deverá resultar em 50 coletas.
A iniciativa partiu do treinador do time André Mendes.Antecedendo a ação, técnicas da Gerente de Captação de Doadores ministraram palestra de sensibilização na sede do clube, destacando a importância de todos os segmentos sociais n processo da doação voluntária de sangue e de cadastro de doadores de medula óssea.
Para a gerente de Captação de Doadores, a assistente social Juciara Farias, a iniciativa de responsabilidade social de atletas é um fator incentivador bastante significativo não apenas para os fãs dos esportes, como também para a sociedade em geral. “Afinal de contas os bons exemplos sempre são seguidos”, ressaltou, agradecendo a solidariedade da Tuna Luso.
Instituições públicas ou privadas interessadas em firmar parceria com o hemocentro, devem entrar em contato com a Gerência de Captação de Doadores (Gecad), de 2ª a 6ª-feira, de 8h às 17h; e aos sábado, até às 16h. mais informações: 32245048/32429100- R- 205/243.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118

Estudantes da rede pública doam sangue

Neste sábado (04), de 8h às 17h, a Fundação Hemopa estará realizando mais uma campanha externa de doação de sangue em parceria com a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio “Ruth dos Santos Almeida”, no conjunto Maguari, S/N, Alameda 16. A meta será de 100 coletas, que serão efetivadas em sala montada naquele estabelecimento.
A mobilização contribuirá com o estoque de sangue do hemocentro para assegurar atendimento das solicitações de transfusão de rede hospitalar pública e privada, que normalmente sofre abalo com a redução do número de coletas de bolsas de sangue em períodos festivos, como o carnaval, por exemplo.
Durante a campanha haverá um misto de solidariedade com ações educativas, sociais e culturais, que envolverá alunos, professores, funcionários e a comunidade assistida pela escola. A ação faz parte do programa “Doador do Futuro”, que somente ano passado, atuou em 23 estabelecimentos de ensino público e privado.
Não é a primeira vez que o hemocentro realiza campanha em parceria com essa escola. Em 2010, houve coleta externa com a unidade móvel que resultou em 118 comparecimentos e mais de 100 doações. Segundo a gerente de Captação de Doadores, Juciara Farias, a ação estratégica está contando com apoio irrestrito da diretora prof. Maria do Rosário Barbosa e seus colaboradores. “É muito gratificante atuar em companhia de agentes multiplicadores e solidários. Apostamos em mais um sucesso no número de coletas”, ressaltou, convidando a população atendida pela “Ruth dos Santos Almeida” a aderir a campanha.
De acordo com a assistente social, quase metade dos doadores de sangue do estado são jovens com faixa etária entre 16/29 anos. “Isso é o resultado concreto do programa doador do futuro que se traduz num trabalho educativo, que leva ás escolas de ensino fundamental e médio, informações precisas e corretas sobre o ato de doar sangue, contribuindo para a formação de uma nova cultura em relação à doação voluntária de sangue às crianças até os jovens calouro dos estabelecimentos de ensino superior.
Instituições públicas ou privadas interessadas em firmar parceria com o hemocentro, devem entrar em contato com a Gerência de Captação de Doadores (Gecad), de 2ª a 6ª-feira, de 8h às 17h; e aos sábado, até às 16h. mais informações: 32245048/32429100- R- 205/243.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118 . Fotos: Estudantes da rede de ensino pública em atividade durante semana da Pátria, ano passado.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Sub 20 da Tuna doa sangue

Jogadores do Sub 20 da Tuna Luso Brasileira, familiares e amigos estarão unidos neste sábado (04), a partir das 9h, para doação voluntária de sangue na sede da Fundação Hemopa. A mobilização deverá resultar em 50 coletas.
A iniciativa partiu do treinador do time André Mendes.Antecedendo a ação, técnicas da Gerente de Captação de Doadores ministraram palestra de sensibilização na sede do clube, destacando a importância de todos os segmentos sociais n processo da doação voluntária de sangue e de cadastro de doadores de medula óssea.
A vida agradece!
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118

Agentes de saúde com bloco sobre doação de sangue

Nesta sexta-feira, 03, a partir das 9h, membros do Programa Agente Comunitário da Saúde (PAC´S) e da Saúde Família (PSF), da Pirajá, estarão coordenando arrastão do “Bloco da Solidariedade pela saúde”, pelas principais avenidas do bairro da Pedreira para divulgar campanha de doação voluntária de sangue, que será realizada no dia 09, na sede da Casa Saúde Família, na TV. Barão do Triunfo, 1015. A meta será de 100 coletas.
A ação faz parte do programa “Formação de Agentes Multiplicadores da doação de sangue e cadastro de doadores de medula óssea”, que o hemocentro desenvolve com agentes da saúde da Região Metropolitana de Belém (RMB). Implantado em 2011, o programa já realizou 14 oficinas, sendo que 11, ano passado e quatro este ano, resultando na capacitação de 276 agentes.
Este ano, o estoque sangue do hemocentro recebeu reforço de coletas das comunidades do Bengui, Pirajá e Canal do Galo. Os voluntários foram encaminhos por agentes de saúde que receberão capacitação durante oficinas para formação de agentes multiplicadores.
Segundo a gerente de captação de Doadores, a assistente social Juciara Farias, a mobilização dará suporte para estoque de sangue do hemocentro para posterior abastecimento da rede hospitalar, que neste mês de carnaval, sofre alteração com aumento da necessidade transfusional devidos aos excessos cometidos, elevando o número de intercorrências hospitalares, especialmente, nas unidades de urgência e emergência.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Remistas doam sangue para comemorar aniversário do clube

Nos dias 06, 07 e 08, torcedores do Clube do Remo demonstrarão seu amor pelo time de futebol com a doação voluntária de sangue em comemoração aos 107 anos do clube, na sede do Hemopa. A iniciativa de responsabilidade social faz parte da programação comemorativa do aniversário do “Leão Azul”, que terá carreata neste domingo, 05, a partir das 9h, saindo na Estação das Docas até a sede social, no bairro de Nazaré. A meta da campanha será 200 doações.
A campanha que conta com apoio irrestrito do presidente do clube, Sérgio Cabeça, está prevista no projeto de Marketing “O Remo é meu”, que é coordenado pelo assessor de imprensa André Anaisse.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto .
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118

Agentes de saúde com bloco sobre doação de sangue

Nesta sexta-feira, 03, a partir das 9h, membros do Programa Agente Comunitário da Saúde (PAC´S) e da Saúde Família (PSF), da Pirajá, estarão coordenando arrastão do “Bloco da Solidariedade pela saúde”, pelas principais avenidas do bairro da Pedreira para divulgar campanha de doação voluntária de sangue, que será realizada no dia 02, na sede da Casa Saúde Família, na TV. Barão do Triunfo, 1015. A meta será de 100 coletas.
A ação faz parte do programa “Formação de Agentes Multiplicadores da doação de sangue e cadastro de doadores de medula óssea”, que o hemocentro desenvolve com agentes da saúde da Região Metropolitana de Belém (RMB). Implantado em 2011, o programa já realizou 14 oficinas, sendo que 11, ano passado e quatro este ano, resultando na capacitação de 276 agentes.

Alunos demonstram cidadania com doação de sangue.




Alunos da Escola Estadual Agostinho Monteiro visitaram a Fundação Hemopa, na manhã dessa quarta-feira (01). Segundo a professora de língua Portuguesa Rita de Cássia, 49 anos, que acompanhou os estudantes, a visita faz parte da programação “Feira do Conhecimento”, promovida pela escola, cujo tema é ”Educação e Cidadania”. O grupo foi recebido pela assistente social Lilian Bouth, da Gerência de Captação de Doadores (GECAD), que realizou o “hemotur”, pelas instalações do hemocentro, mostrando aos visitantes o processo de coleta, processamento, armazenamento e distribuição do sangue para a rede hospitalar.
A visita foi encerrada com os gestos solidários da doação voluntária de sangue e de cadastramento de doadores de medula óssea dos alunos que se enquadraram nos critérios básicos para enfrentar os procedimentos. “O Hemopa agradece a visita, as coletas e os cadastros de medulas efetivados desses jovens solidários que demonstraram compromisso com a vida”, elogiou Lilian Bouth.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto

Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 0800 2808 118 .

Telefônica Vivo envia 100 mil torpedos sobre doação de sangue.

A partir de hoje (01/02), cerca de 100 mil usuários da Telefônica Vivo, com DDD 91, receberão SMS (torpedos) com a mensagem: “Neste carnaval, vista-se de doador. Doe Sangue. Salve vidas. Para informações sobre postos de doação, ligue 0800-2808118. Vivo e Hemopa”. A parceria que foi celebrada na manhã desta quarta-feira, às 9h, na sede do hemocentro, prevê que 10% dos portadores de celulares da “Vivo” devem atender o apelo para impulsionar a campanha de doação do carnaval, que será deslanchada no período de 11 a 18/02, com a meta de 300 coletas/dia.
O evento contou com a presença do secretário de Estado de Saúde, dr. Hélio Franco que agradeceu e parabenizou a iniciativa da empresa . “É uma contribuição que vai ajudar a restaurar estoque técnico de sangue do carnaval e a melhorar a saúde da população de um modo geral”, ressaltou, destacando a responsabilidade do Hemopa em suprir a demanda transfusional do Estado. Ele remete também à sociedade em geral o compromisso com o voluntariado no processo da doação de sangue.
Para o diretor Regional Norte da Telefônica Vivo, Maurício Santos, o reconhecimento do trabalho realizado pelo Hemopa levou a operadora a apoiar a campanha do carnaval. Ele acredita na adesão de boa parcela dos usuários da empresa. “É uma causa nobre estimular esse ato de generosidade”, enfatizou, revelando que a empresa possui grupo de voluntariado que desenvolve anualmente campanha de doação internamente, nos meses de fevereiro e agosto.
A presidente do hemocentro, Luciana Maradei reforçou o agradecimento à telefônica Vivo. “Essa parceria vai despertar consciências. Motivar o sentimento humano para a doação de sangue”, ressaltou, apostando na superação de meta de 300 coletas por dia, durante a campanha do carnaval. A médica adiantou ainda que a parceria se estenderá por todo o ano para divulgação de outras ações estratégicas.
A “Vivo” apóia ações de utilidade pública que auxiliem os usuários a se conscientizar socialmente. Milhões de torpedos já foram enviados com alertas sobre combate à dengue, vacinação contra a rubéola e a hanseníase, incentivo à doação de sangue e ainda com mensagens de ajuda às vítimas de tragédias provocadas pelas chuvas.
A campanha de doação de sangue do carnaval do Hemopa se estenderá para sua hemorrede estadual composta pelos Hemocentros Regionais de Castanhal, Marabá e Santarém; Hemonúcleos de Abaetetuba, Altamira, Tucuruí, Redenção e Capanema. No entanto, as datas serão definidas de acordo com a realidade de unidade.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.

Foto 1- Mesa composta por representantes do Hemopa, Vivo e da área de saúde.Foto 2-(esq/dir)-presidente e diretora Técnica do Hemopa, Socorro Ferreira; e Luciana Maradei; dr. Hélio Franco e Maurício Santos.