terça-feira, 31 de julho de 2012

Parcerias aumentam doações de sangue

A Fundação Hemopa, através da Gerência de Captação de Doadores (Gecad), programou várias ações para o mês agosto, com a finalidade de reforçar estoque do banco de sangue e aumentar número de cadastros de doadores de medula óssea, por meio de campanhas externas em parceria com várias instituições.
A programação terá início no dia 07, com campanha de doação de sangue com a Rede Celpa, de 8h às 18h. Meta: 100 coletas. No dia 08, campanha de inscrição para cadastro de doação de medula óssea, na Unama, Campus da BR, 14h às 20h. No dia 09, a ação acontecerá no Campus da Unama Senador Lemos, 14h às 20h.
No 14, a mobilização será com a parceria da universidade Estadual do Pará (UEPA), de 8h às 16h, com doação de sangue e cadastro de doadores de medula óssea. Dia 16, a campanha de doação de sangue e cadastro de medula será promovida na Unama Alcindo Cacela, de 14h às 21h.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg. Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Cadastro de doação de medula óssea: Estar bem de saúde e ter entre 18 e 55 anos.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118, de 2ª a 6ª-feira, de 8h às 18h; e aos sábados até ás 17h.

Reunião de desempenho institucional

No próximo dia 07/08, de 8h às 16h30, a Fundação Hemopa realizará a I Reunião de Análise Crítica e Desempenho Institucional, referente ao período de Janeiro a Julho de 2012, que contará com a apresentação dos resultados das ações realizadas pela instituição, por meio de seus gerentes.
O evento se dará no auditório do hemocentro e estará aberto para participação de todos os servidores.

Cursos de especialização para enfermeiros do Estado

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) informa que a Secretaria de Gestão da Educação e do Trabalho na Saúde, por meio da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), abriram edital para o processo de seleção de estudantes para o “Curso de Especialização em Linhas de Cuidado em Enfermagem - Opção: Saúde Materna, Neonatal e do Lactente; ou Atenção Psicossocial; ou Urgência e Emergência; ou Doenças Crônicas não transmissíveis”.
O edital está disponível no endereço eletrônico http://www.unasus.ufsc.br/lcenfermagem e as inscrições podem dser feitas até o dia 20 de agosto de 2012. No Pará, o curso contará com o apoio da Escola Técnica do SUS Dr. Manuel Ayres, vinculada à Sespa.
Serão ofertadas 1.256 (Hum mil, duzentos e cinquenta e seis) vagas para todo o País, distribuídas por Estados/capitais/territórios e áreas temáticas, conforme prioridades de formação, estabelecidas pela Secretaria de Atenção Básica do Ministério da Saúde, de acordo com a distribuição a seguir:
Saúde Materna, Neonatal e do Lactente: para os seguintes Estados/Regiões: Amazônia Legal (Acre, Amapá, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins e Maranhão) e Estados da Região Nordeste, totalizando 17 Estados com 18 vagas por Estado (306 vagas).
Urgência e Emergência: 12 vagas para cada Capital dos 26 Estados brasileiros, mais 12 vagas para o Distrito Federal. Além disso, será ofertada 01 vaga para enfermeiros lotados no Hospital Universitário Polydoro Ernani de São Thiago - UFSC, totalizando 325 vagas.
Doenças Crônicas Não Transmissíveis: 12 vagas para cada Capital dos 26 Estados brasileiros, mais 12 vagas para o Distrito Federal. Além disso, será ofertada 01 vaga para enfermeiros lotados no Hospital Universitário Polydoro Ernani de São Thiago - UFSC, totalizando 325 vagas.
Segundo o edital, somente poderão se inscrever nas aréas temáticas: 01. Área Saúde Materna, Neonatal e do Lactante .02. Doenças Crônicas Não Transmissíveis profissionais de enfermagem que atuem em serviço situado em Belém e relacionado às áreas. 03. Urgência e Emergência .
A área Atenção Psicossocial, constante do edital, não tem oferta de vagas para o Estado do Pará. Esclarecimentos adicionais poderão ser obtidos junto à Escola Técnica do SUS no Pará, com a enfermeira Socorro Medeiros.
Serviço: Informações na nova sede da ETSUS-Pará, em Belém, situada na rua Jerônimo Pimentel, 207 , entre Doca e Almirante Wandenkolk, como também pelo telefone (91) 3202-9313.

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Agentes de saúde são treinados para captar doadores de sangue

Nesta quinta-feira, 26, a Fundação Hemopa capacitou mais 30 agentes comunitários de saúde dos bairros das águas Negras, Paracuruí II e de Outeiro, somando um total 180 novos agentes multiplicadores da doação de sangue na Região Metropolitana de Belém, que passaram, por treinamento somente este ano, com o objetivo de formar consciências críticas sobre o processo e voluntariado da doação de sangue e cadastro de doação de medula óssea, estimulando esses gestos solidários em suas respectivas áreas de atuação para potencializar o atendimento da demanda da rede hospitalar.
Durante a atividade, os participantes assistiram palestra sobre “O atendimento a Pacientes na Fundação HEMOPA”, “Atuação da Captação de Doadores de Sangue no HEMOPA”, “Planejamento das Estratégias de ação para efetivação do Projeto agente da doação junto ao programa saúde da família”, Apresentação dos trabalhos e discussão/plenária. Os agentes também assistiram vídeo sobre o Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome), seguido de discussão sobre o tema.
Instituições interessadas em firmar parceria com o hemocentro devem entrar em contato com a Gecad, de 2ª a 6ª-feira, de 8h às 17h; e aos sábados de 8h às 16h, através dos fones:32245048 ou 32429100 R- 205.
Quem pode doar: candidatos com boa saúde; idade entre 18 anos completos e 67 anos, 11 meses e 29 dias. Podem ser aceitos candidatos à doação de sangue com idade de 16 e 17 anos, com o consentimento formal do responsável legal. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
 Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.
Foto 1-. A assistente social Lilian Bouth (em pé) ministrou oficina.Foto 2- Grupo de agentes comunitários de saúde.

Hemopa participará de semana do aleitamento materno


O Hemocentro coordenador de Belém e o hemocentro Regional de Castanhal participarão da “Semana Mundial de Aleitamento Materno”, promovido pela Secretaria de Estádio de Saúde do Pará (Sespa) e Fundação Santa Casa de Misericórdia, de 1º a 8 de agosto, com a realização de ciclo de palestras, mobilizações em locais públicos e treinamentos. A ação terá como tema “Amamentar hoje é fortalecer o futuro”.O Hemopa contribuirá com arrecadação de frascos de vidros com tampas plásticas para o banco de leite da “Santa Casa”, além da divulgação interna da programação que visa incentivar a amamentação e melhorar a saúde dos bebês em todo o mundo.
A semana comemorativa tem o objetivo de contribuir para o fortalecimento das ações de promoção, proteção, incentivo e apoio ao aleitamento materno no Estado. A abertura será dia 1º de agosto, na Santa Casa, quando haverá a certificação estadual do Programa de Apoio, Incentivo e Promoção do Aleitamento Materno Exclusivo (Proame), que é paraense e chega aos 21 anos de existência em 2012, numa trajetória que proporcionou a Belém o título de capital brasileira que mais amamenta por duas décadas consecutivas, segundo pesquisa nacional do Ministério da Saúde.
O evento também sensibilizará a população para arrecadação de frascos e captadoras para o Banco de Leite Humano da Santa Casa. No calendário de eventos constam ainda um seminário que reunirá profissionais experientes no assunto; mobilização na praça Batista Campos, em Belém, dia 5 de agosto; e a oficina para a implantação do Programa Nacional de Suplementação de Vitamina A, a partir da iniciativa do programa Brasil Carinhoso, do Ministério da Saúde.
Celebrada todos os anos em mais de 120 países, a Semana Mundial de Aleitamento Materno foi criada para incentivar a amamentação e melhorar a saúde dos bebês em todo o mundo. O aleitamento, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), é a melhor maneira de fornecer aos recém-nascidos os nutrientes de que eles precisam, garantindo saúde e sobrevivência.
Segundo a OMS, a carência de aleitamento materno exclusivo durante os seis primeiros meses de vida contribui para mais de um milhão de mortes infantis evitáveis anualmente. Globalmente menos de 40% das crianças com menos de seis meses de idade são amamentadas somente de leite materno. Além de Belém, outros eventos alusivos à Semana do Aleitamento Materno ocorrem em Belém, Ananindeua e Castanhal, conforme programação a seguir:
1° dia – 01/08/2012 – 8 horas-Abertura oficial: auditório da Santa Casa de Misericórdia, em Belém. Lançamento da Certificação Estadual dos Proame’s e da campanha de arrecadação de frascos e captadoras para o Banco de Leite Humano da Santa Casa.
2° dia – 02/08/2012 – 8 horas- Seminário “Amamentar hoje é garantir um futuro legal”.Local: auditório dom Alberto Ramos, campus Senador Lemos da Unama.Programação de palestras
Coordenação: Dione Cunha, diretora de Políticas de Atenção Integral à Saúde da Sespa.
Amamentação como base da vida: Izabela Jatene, coordenadora do Propaz.
Rede Cegonha e a amamentação: Ana Cristina Guzzo, coordenadora estadual de Saúde da Criança.
Norma Brasileira de Comercialização de Alimentos para Lactentes e Crianças de Primeira Infância, Bicos, Chupetas e Mamadeira – Lei 11265/2006: Eunice Begot, presidente da Santa Casa.
Licença-maternidade de seis meses e sala de apoio à amamentação: Francisco Nascimento, professor da faculdade de Nutrição da UFPA.
Banco de Leite Humano no Pará: Cynara Souza, coordenadora do Banco de Leite da Santa Casa.
Rede Amamenta Alimenta no Pará: Rahilda Tuma, coordenadora estadual de Nutrição.
Assistindo Doadoras, Salvando Vidas e Bombeiros em missão: Sílvia Cruz, coronel do grupo Bombeiros da Vida.
Iniciativa Hospital Amigo da Criança e Proame no Pará: Luisa Margareth e Mylenna Rodrigues, técnicas da Coordenação Estadual de Saúde da Criança.
Belém, a capital do Brasil que mais amamenta: Emília Silva, referência técnica nutricional da Secretaria de Saúde de Belém (Sesma).
Amamentação em situações especiais: Rosa Marques, membro da Sociedade Paraense de Pediatria.
Iniciativa Mundial sobre Tendências do Aleitamento Materno: Selma Alves, técnica da coordenação estadual de Saúde da Criança.
11h30: Sessão de perguntas.
12 horas: Palavra do secretário de Saúde do Estado, Helio Franco.
3° dia – 03/08/2012 – 9 horas
Campanha de Arrecadação de frascos e captação de doadoras para o BLH, na creche abrigo Começo Feliz, no conjunto Satélite. Realização: Sesma de Belém.
4° dia – 04/08/2012 – 8 horas
Oficina para gestantes promovida pela Sociedade Paraense de Pediatria
Local: auditório da Sociedade Paraense de Pediatria.
5° dia – 05/08/2012 – 8h30
Abraço coletivo com o tema “Amamentar hoje fortalecendo o futuro!”, com a participação das instituições e parceiros envolvidos na Semana de Aleitamento. Local: praça Batista Campos.
6° e 7º dias – 07 e 08/08/2012, a partir das 8 horas
Oficina para a implantação do Programa Nacional de Suplementação de Vitamina A, ação do programa Brasil Carinhoso.
Realização: Sespa.Local: auditório dom Alberto Ramos, do campus Senador Lemos da Unama.
Programações paralelas -01/08/2012
Arrecadação de frascos para o BLH. Realização do Hemopa de Castanhal.
04 e 06/08/2012
Treinamento para Implementação dos Proames. Local: auditório da Secretaria Municipal de Saúde de Ananindeua.
07/08/2012, a partir das 9 horas-
Celebração em torno da Semana de Aleitamento no hospital Abelardo Santos, seguida da palestra “Importância do aleitamento materno exclusivo para a Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC). Local: auditório do Hospital Regional Abelardo Santos, no distrito de Icoaraci.
Texto:Mozart Lira - Sespa/Vera Rojas/Hemopa.








quarta-feira, 25 de julho de 2012

Jogadores do Remo marcam gol pela vida com campanha de doação de sangue

  
Na tarde desta quinta-feira (26), a partir das 15h, funcionários do clube do Remo e seus jogadores doarão sangue na sede da Fundação Hemopa, com a finalidade de colaborar com o estoque de sangue do hemocentro que enfrenta dificuldades com a redução do índice de doadores, no período de férias. A meta será de 30 coletas.
Segundo gerente do clube de futebol do Remo, Fernando Oliveira, os jogadores foram dispensados do treino de amanhã para não haver impedimentos à doação de sangue. Ele não confirmou nomes, mas garantiu a presença da maioria dos atletas do time “azulino”, como forma de incentivar o ato solidário, inclusive entre as torcidas. “È a nossa contribuição para a melhoria do atendimento transfusional dos hospitais de Belém e do interior”, ressaltou.
A iniciativa envolve diretamente funcionários e os atletas, mas não isenta a participação de torcedores e a sociedade em geral para aferir ao apoio à campanha que o hemocentro está desenvolvendo desde o dia dois deste mês, que tem como tema “Neste verão dê um banho de cidadania. Doe sangue”, que já contou com apoio de outras instituições, entre elas, Igreja Adventista do 7º Dia, 5ª Cia de Guardas do Exército, Polícia Federal, Empresa de telefonia Oi, White Martins, Star Rodas, agentes comunitários de saúde da Região Metropolitana de Belém (RMB), estudantes do curso de Comunicação Social da Universidade Federal do Pará (Ufpa), Igreja de Jesus Cristo dos Últimos Dias, entre outros.
A gerente de Captação de Doadores do Hemopa, a assistente social Juciara Farias, está apostando na adesão da campanha do clube do Remo. “Temos certeza que será um dia bastante movimentado. Esperamos também que outras instituições e entidades façam o mesmo para reforçar o nosso estoque de sangue e tranquilizar os usuários de nossos serviços”, disse, relembrando que na última campanha realizada pela torcida, de 23 a 26/05, foram efetivadas 256 coletas de sangue que possibilitaram o atendimento de aproximadamente 768 pacientes adultos.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg. Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118, de 2ª a 6ª-feira, de 8h às 18h; e aos sábados até ás 17h.
Fotos: Campanha com torcedores azulinos, realizada em maio deste ano.

Hemopa de Castanhal adere às campanhas sociais

Nesta quinta-feira (26), o Hemocentro Regional de Castanhal (HRC), sob a coordenação da médica Sandra Lobato, estará realizando palestra alusiva ao Dia Nacional de Prevenção de Acidente de Trabalho, às 11h30. O tema será ministrado por técnicos do CEREST e da Santa Casa.
O hemocentro também aderiu a campanha para divulgação referente ao Dia Mundial da Amamentação, comemorado no próximo dia primeiro de agosto, contribuindo com o Banco de Leite Humano, arrecadando frascos de vidro com tampa plástica que serão encaminhados à Coordenação Estadual da Saúde da Criança.A ação faz parte do calendário anual de atividades educativas deste HRC.
O Hemopa de Castanhal espera por você na Travessa Floriano Peixoto, Alameda Rita de Cássia,Conj. Maria Alice, casa B-2 e B-3. Fone: (91) 3721.2986 / 3721.4008.E-mail: hrc@linknet.com.br .08002808118, de 2ª a 6ª, de 8h às 18h; e aos sábados até às 17h.

terça-feira, 24 de julho de 2012

Jovens da Igreja da Paz doam sangue em Santarém

Um onda de solidariedade provocada pela gincana do “Aviva Jovem 2012”, da Igreja da Paz Santarém, vai agitar a cidade, com campanha com incentivo à doação de sangue que começou no dia 23 e se estenderá até o dia 26. A ação conta com atuação das equipes Sete Taças X Brows, que vai colaborar com o estoque de sangue do Hemocentro Regional de Santarém. A gincana tem a meta 150 coletas
Paralelamente à ação, o hemocentro está desenvolvendo campanha de doação de s angue referente ao veraneio: “Neste verão dê um banho de cidadania.Doe sangue”, em sintonia com o hemocentro coordenador de Belém, que segue ate´final de set mês. Segundo o serviço de captação da unidade, a parceria já perdura por 3 anos consecutivos, e sempre é realizada nas férias do mês de Julho, visando a manutenção do estoque de sangue, que enfrenta dificuldades com a insuficiência do número de voluntários neste pertíodo do ano, quando boa parte da população se desloca para outras cidades.
Quem pode doar sangue: Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado. É necessário apresentar documento oficial original e com foto. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado.
Serviço: O Hemopa Santarém espera por você na Av. Frei Vicente, S/N. Entre Alameda 30 e alameda 31.Bairro: Aeroporto Velho CEP: 68.040-040.Fone: (93) 3522.7763 / 3522.1448 / 3522.1143, ou ainda: 08002808118, de 2ª a 6ª, de 8h às 18h, e aos sábados até às 17h.
Foto: Jovens doadores da Igreja da Paz, fazendo lanche, após a doação de sangue, para repor as proteínas

Guarda municipal de Marabá apóia campanha e doa sangue

 Com a evasão de doadores, o Hemocentro regional de Marabá convoca antigos e novos doadores de sangue do tipo negativo para atender demanda da rede hospitalar composta por cerca de 37 hospitais daquela região, tendo em vista que a campanha de doação de sangue do veraneio, promovida de 18 a 20 deste mês, não atingiu a meta de 150 coletas, obtendo apenas 52 doações.
Diante da situação, o responsável técnico pelo hemocentro, dr. Fernando Monteiro informa que a ação se prolongará até o final de julho, com a finalidade de assegurar atendimento transfusional da rede hospitalar .“Neste verão dê um banho de cidadania. Doe sangue” é o tema da campanha que ganhou apoio da Guarda Municipal, com ação solidária que começou na segunda-feira (23) e se estenderá até o dia 27, com a meta de 100 doações no período. A ação tem o objetivo de comemorar o aniversário da categoria, festejado dia 23/07, com café da manhã na sede do hemocentro. A iniciativa também tem a finalidade de incentivar a doação de sangue em outras instituições, como bombeiros e policia federal.A meta estipulada para o período é de 100 coletas.
Com a evasão de doadores no Hemocentro, a assistente social Roberta Duarte Tavares informa que o estoque está com insuficiência de bolsas de sangue dos tipos O,A, B e AB Negativos. “Convocamos antigos e novos doadores para aderir a campanha para atender a necessidade transfusional de centenas de pacientes”, apelou, acentiuando o agradecimento pela iniciativa da Guarda municipal em comemorar o aniversário da instituição de forma responsávelmente social e solidária.
Quem pode doar sangue: Qualquer pessoa saudável, com idade entre 16 e 67 anos e peso acima de 50 quilos é um doador em potencial. Menor de 18 anos com autorização dos pais ou responsáveis. O candidato deve estar bem alimentado. É necessário apresentar documento oficial original e com foto. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado.
Serviço; O Hemopa Marabá espera por você na Rod. Transamazônica, Quadra 12, S/N.
Entre Av. Hiléia e Av. Amazônia. Bairro: Amapá .Fone: (94) 3324.1645 / 3324.1810.E-mail: hemopa@skorpionet.com.br. Ou ainda 08002808118, de 2ª a sábado, de 8h às 17h.
Foto: Campanha da Guarda Municipal vai somar apoio de outras categorias militares.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Verão com cidadania e doação de sangue

A campanha de doação de sangue do veraneio, promovida pela Fundação Hemopa desde o dia primeiro deste mês, continua sem, no entanto, atingir a meta de 250 coletas/dia, mesmo com o apoio de instituições públicas e privadas para reforçar estoque estratégico. Do início do julho até ontem (18) houve 3.281 comparecimentos com a média diária 219 adesão a mobilização. Ainda assim, neste veraneio houve aumento de 23%, no comparecimento de doadores, em comparação ao mesmo período do ano passado.

Do total de comparecimento na campanha “Neste verão dê um banho de cidadania. Doe sangue”, 47% são de repetição, 27% esporádicas, 25% de primeira vez, 48% de mulheres e 45% de jovens com faixa etária entre 18/29 anos. A mobilização também ocorre nos municípios de Castanhal, Marabá, Santarém, Altamira, Abaetetuba, Tucuruí, Redenção e Capanema.
Para alcançar a meta de doações, a Gerência de Captação de Doadores (Gecad) intensificou ações em parcerias. No dia 18/07, houve campanha com agentes do Programa Saúde Família (PSF) do Galo I, com cerca de 30 doações. Outras ações já foram realizadas na primeira quinzena deste mês com as seguintes instituições: Polícia Federal, Igreja de Jesus Cristo dos Últimos Dias, através do projeto “Mãos que Ajudam”; empresa White Martins, 5ª Cia de Guardas do Exército e com a Igreja Adventista do 7º Dia, por meio do projeto “Vidas por Vidas”.
Segundo a titular da Gecad, a assistente social Juciara Farias, o hemocentro incentiva a composição de novas parcerias com a sociedade civil organizada. “A responsabilidade é de todos e o retorno da qualidade do serviço é para a própria sociedade”, observou, apostando no alcance da meta de 250 coletas para assegurar atendimento transfusional da rede hospitalar. “Muitas pessoas estão de férias, mas outras precisam de sangue para sobreviver”, lembrou Juciara Faraias, convidando antigos e novos doadores para doar sangue antes de viajar.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg. Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118

terça-feira, 17 de julho de 2012

Hemopa Marabá começa campanha com estoque reforçado


Nesta quarta-feira (18), o Hemocentro Regional de Marabá inicia a campanha de incentivo à doação de sangue referente ao veraneio, que se estenderá até o dia
20, com o tema "Neste verão dê um banho de cidadania. Doe sangue". A ação já começa com estoque técnico de sangue reforçado com o saldo de 117 doações de torcedores do time do “Águia”, durante campanha foi promovida de 09 a 13/07, superando e meta de 100 coletas. Nos três dias de ação do verão, o hemocentro pretende efetivar 150 doações, para garantir atendimento transfusional dos 37 municípios da região.
Segundo a assistente social Sandra Tavares, os doadores do período terão lanche especial para abrandar o calor do verão com lanche especial, sorvete e salada de frutas, “Assim como no resto do Brasil, também enfrentamos dificuldades com a redução do comparecimento de doadores, neste período do ano. Por isso, contamos com apoio da mídia local para informar e sensibilizar a população de nossa região para aderir à campanha”, comentou, apostando no sucesso da mobilização solidártia.
Ela aproveitou a oportunidade para agradecer e parabenizar os doadores torcedores do time do “Àguia” pelo êxito da campanha realizada.
Sandra Tavares informou que a atividade de captação iniciou no dia 07, com panfletagem no estádio "Zinho Oliveira", em Marabá, durante o jogo do Águia x Cuiabá. A ação envolveu a diretoria, jogadores e comunidade.No decorrer da campanha, os voluntários ganharam camisa personalizada. Ao final da campanha cinco camisas oficiais do time foram sorteadas. A entrega dos brindes está programada para esta quarta-feira (18), com a presença da diretoria do “Àguia”, na sede do hemocentro.

Outra importante atividade foi realizada nos 14 e 15 deste mês, com campanha externa no município de Jacundá (102 km de Marabá), no Núcleo de Apoio a Saúde da Família- NASF, com apoio da Secretaria de Saúde daquele município, que resultou em 276 doações, superando a meta de 250 coletas. “Agradecemos a todos que direta e indiretamente ajudaram no excelente resultado dessa campanha”.
Quem pode doar sangue: Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado. É necessário apresentar documento oficial original e com foto. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado.
Serviço: O Hemopa Marabá espera por você na Rod. Transamazônica, Quadra 12, S/N.Entre Av. Hiléia e Av. Amazônia. Bairro: Amapá .Fone: (94) 3324.1645 / 3324.1810.E-mail: mailto:hemopa@skorpionet.com.br.%2008002808118, de 2ª a 6ª, de 8h às 18h, e aos sábados até ás 17h.Foto 1- Equipe fazendo captação de doadores durante jogo do Águia. Foto 2- Sorteio de camisas oficiais do time.

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Parcerias apóiam campanha do veraneio



Paralelamente à campanha de incentivo à doação de sangue do veraneio, que começou dia 02/07, a Fundação Hemopa está realizando campanhas internas de doação de sangue na sede do hemocentro, em parceria com instituições públicas e privadas, visando o abastecimento transfusional da rede hospitalar no mês de julho, quando normalmente a hemorrede brasileira enfrenta redução no comparecimento de voluntários. No Pará, a queda atinge 20% das doações efetivadas. Os tipos de sangue O negativo já alcançam a significativa redução de 50%. “Neste verão dê um banho de cidadania.Doe Sangue”.É o tema da campanha que prevê 250 coletas/dia, mas que ainda não foi atingida, registrando um total de 2.323 comparecimentos, que corresponde a uma média diária 194 voluntários.
Nesta quarta-feira (18), o estoque de sangue vai ganhar maior fôlego com a campanha de doação promovida pelos agentes do Programa Saúde Família (PSF) do Galo I, com a previsão de 30 doações. No entanto, outras ações já foram realizadas na primeira quinzena deste mês com as seguintes instituições: Polícia Federal, Igreja de Jesus Cristo dos Últimos Dias, através do projeto “Mãos que Ajudam”; empresa White Martins, 5ª Cia de Guardas do Exército e com a Igreja Adventista do 7º Dia, por meio do projeto “Vidas por Vidas”, que somaram mais 146 doações ao estoque estratégico do hemocentro que atendeu cerca de 450 pacientes internados na rede hospitalar.
Segundo a gerente de Captação de Doadores do Hemopa, a assistente social Juciara Farias, dos 1.048 pacientes atendidos no hemocentro, no mês de junho, 10% deles receberam transfusões. “Isso é uma pequena amostra da necessidade da rede hospitalar”, comparou. Sobre as campanhas com agentes de saúde, ela informou o Hemopa capacita esses profissionais da Região Metropolitana de Belém (RMB) para captação de doadores. “Somente este ano, treinamos mais de 200 agentes e o resultado são nas campanhas que eles realizam junto às suas comunidades, através do repasse de informações claras e precisas sobre a importância da sociedade no processo da doação de sangue”, destacou, ressaltando que essa captação é feita no dia-a-dia dos agentes de saúde. A próxima campanha será realizada no dia 26, com agentes de saúde dos bairros de Águas Negras, Paracurí II e Distrito de Outeiro, com meta de 40 doações.
Importante ressaltar que a campanha do veraneio também está sendo realizada nos municípios de Castanhal, Marabá, Santarém, Abaetetuba, Altamira, Tucuruí, Redenção e Capanema.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg. Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118, de 2ª a 6ª, de 8h às 18h, e aos sábados até às 17h.
Foto 1- Voluntária do projeto "Mãos que Ajudam", da Igreja Adventista do 7º Dia. Foto 2- Voluntários da PF doam sangue para ajudar a campanha e fazer reivindicações salariais.

terça-feira, 10 de julho de 2012

Campanha do veraneio com falta de sangue O Negativo

 A campanha de incentivo à doação promovida pela Fundação Hemopa, desde o dia 02 deste mês, ainda não aqueceu o estoque de sangue, sobretudo, os tipo raros, entre eles, O Negativo cuja oferta caiu em torno de 40%. A ação tem a finalidade de suprir as solicitações transfusionais da rede hospitalar do Estado, que atualmente é composta por mais de 200 casas de saúde. A meta é de 250 coletas/dia.
Para reverter o quadro, o serviço de Captação de Doadores, está intensificando realização de campanhas internas em parceria com instituições públicas e privadas. Nesta quarta-feira (11), haverá coleta de sangue com cerca de 20 voluntários da empresa “White Martins”. No sábado, 14, será realizada segunda fase da campanha de doação de sangue com a Igreja “Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias”, através do projeto “Mãos que ajudam”, que sábado passado (07), efetivou 66 coletas.
Segundo a assistente social Juciara Farias, a necessidade de sangue raro é de acordo com a demanda da rede hospitalar. “No momento há pacientes precisando de sangue O Negativo”, destacou, sugerindo que cada doador traga um amigo para repetir o gesto solidário. “Vamos fazer uma corrente solidária para aquecer o verão de quem precisa de sangue”.A campanha do veraneio está sendo realizada em toda a hemorrede: Belém, Castanhal, Marabá, Santarém, Abaetetuba, Altamira, Tucuruí, Redenção e Capanema.
Dados do Ministério da Saúde (MS) indicam que 1,9% dos brasileiros doam sangue regularmente. A taxa está longe do parâmetro de 3% a 5% definido pela Organização Mundial da Saúde (OMS). No Pará, a população doadora de sangue é de 1.8%, mas está aumentando gradativamente. “As pessoas só conhecem a importância e a necessidade da doação quando sentem na própria pele”, observou Juciara Farias. No hospitais, por exemplo, ela informa que o hemocentro busca diariamente a reposição dos estoques utilizados pelos próprios pacientes, o que torna mais viável a adesão entre os familiares e amigos.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg. Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118

Hemopa Abaetetuba convoca doações para o veraneio

Tem início nesta segunda-feira (09) e se estenderá até o dia 13/07, campanha de doação de sangue do Hemonúcleo de Abaetetuba (Henab), que é subordinado ao Hemocentro Coordenador em Belém. A ação que contará com apoio da Igreja Santa Rosa e da mídia local, tem a meta de 50 doações/dia.
“Neste verão dê um banho de cidadania.Doe Sangue”.É o tema da mobilização que terá a responsabilidade de assegurar o atendimento de pacientes internados na rede hospitalar dos municípios de Iagarapé Mirim, Moju, Barcarena, Mocajuba e Tailândia. Com uma média mensal de 250 coletas, no mês de junho, a unidade superou a meta ao efetivar a coleta de 352 voluntários. “Ficamos muito felizes ao reforçar o estoque técnico de sangue do Henab com a solidariedade de pessoas que salvaram vidas anonimamente”, ressaltou a assistente social Marlea Sobrinho, que é responsável pelo serviço de Captação de Doadores. Das doações da campanha junina, 149 foram de jovens (18/29 anos), 264 espontâneas e 95 de doadoras.
Segundo Marlea Sobrinho, a campanha encerra dia 13, mas a convocação para doaç~çao de sangue é permanente. “Todos os dias tem sempre alguém necessitando de transfusão na rede hospitalar. Então, antes de sair de férias, passe no Henab e salve vidas.”, convidou.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg. Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Serviço; O Hemopa Abaetetuba espera por você na Av. Santos Dumont, S/N.Mais informações: (91) 37511394/4031. Funcionamento para coleta de sangue: de segunda a sexta-feira, de 8h às 12h. Atendimento transfusional:24h. Ou ainda:08002808118, de 2ª a 6ª, de 8h às 18h; e aos sábados até às 17h.

Amigos do sangue fortalecem estoque de sangue em Marabá


A “XVI Campanha de Doação de Sangue”, realizada pelo Hospital Regional do Sudeste do Pará em parceria com o Hemocentro Regional de Marabá (HRM), obteve o significativo resultado de 120 coletas, superando a meta de 100 doações/dia, num único dia de coleta: 26/06. A ação contou com apoio do grupo “Amigos do sangue”, composta por funcionários daquela unidade de saúde.
A ação estratégica foi promovida com o objetivo de repor ao hemocentro os hemocomponentes disponibilizados para transfusão pela Agência Transfusional do HRSP, que possibilita a expressiva média de 200 transfusões mensais naquele hospital.
O responsável técnico do Hemopa naquele município, dr. Fernando Monteiro, agradece a equipe do Hospital Regional, e sobretudo, aos doadores que aderiram à campanha.

Hemopa Abaetetuba comemora saldo de ações


O Hemonúcleo de Abaetetuba (Henca) comemora resultados de ações estratégicas realizadas no mês de junho, entre elas, o saldo da campanha de doação de sangue “13 é Santo Antônio. 24 é São João. 29 é São Pedro. E todo dia é dia do doador. Doe sangue”, que atingiu a meta de 150 coletas, no período de 18 a 22/06.
Outra importante ação foi, de 25 a 29/06, em parceria com o “Programa Voluntários Albras” da Empresa mineradora Albrás e Alunorte, de Barcarena, A ação obteve o tema: “Ajude a salvar vidas. Uma campanha para quem tem solidariedade correndo nas veias”, que resultou em 75 voluntários. Antecedendo a ação, o coordenador do programa,. Edson Maciel, juntamente com a assistente social do Henca, Marléa Sobrinho, ministraram palestras educativas para 290 alunos do Instituto Permanente da Amazônia (IEPAM).
No decorrer da campanha, os doadores receberam bonés e bolinhas para massagear as mãos, que foram doados ALBRAS e Alunorte. “Agradecemos todos os voluntários da campanha e o empenho de nossa equipe para receber todos com carinho e profissionalismo”, ressaltou a assistente social, sugerindo a doação de sangue na campa há do veraneio que se estenderá até o final de julho.
“Neste verão dê um banho de cidadania. Doe sangue”.É o tema da ação que contará com apoio da Igreja Santa Rosa e da mídia local e terá a responsabilidade de assegurar o atendimento de pacientes internados na rede hospitalar dos municípios de Iagarapé Mirim, Moju, Barcarena, Mocajuba e Tailândia.. A meta é de 50 doações/dia.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg. Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Serviço: O Hemopa Abaetetuba espera por você na Av. Santos Dumont, S/N.
Fone: (91) 37511394/4031. Funcionamento para coleta de sangue: de segunda a sexta-feira, de 8h às 12h. Atendimento transfusional:24h.08002808118, de 2ª a 6ª, de 8h às 18h; e aos sábados até {as 17h.

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Hemopa conclui parte do programa de capacitação de professores na hemorrede estadual


A Fundação Hemopa encerrou primeiro semestre deste ano desenvolvendo Oficinas de Multiplicadores na hemorrede estadual. A ação que foi iniciada no dia 08 de maio, em Belém, capacitou professores da rede de ensino público e privado dos municípios de Belém, Castanhal, Capanema, Abaetetuba, Redenção, Tucuruí e Marabá, somando um total de 287 professores capacitados. A meta é treinar 400 docentes com a realização de 10 oficinas, que têm o objetivo de promover educação continuada para o corpo docente, reafirmando a importância do papel social da escola.

A atividade será retomada no dia 20 de agosto com realização de oficina no Hemonúcleo de Altamira (Henal). A ação será encerrada no dia 27 do mesmo mês, com oficina no Hemocentro Regional de Santarém. Em Marabá, onde aconteceu a última oficina deste semestre (25/06), a ação foi realizada em parceria com a Universidade Estadual do Pará (Uepa), que cedeu seu auditório, onde reuniu 35 professores.
A sequência de oficinas faz parte do Programa Doador do Futuro. Os agentes multiplicadores tem a responsabilidade de repassar para a sala de aula a importância da doação voluntária de sangue e de medula óssea para seus alunos e comunidade escolar. Segundo a gerente de Captação de Doadores, a assistente social Juciara Farias, a atividade está sendo executada com o apoio do Ministério da Saúde (MS) que repassou recursos, através do convênio nº 935, de 2006.
Durante a oficina, os participantes assistem palestra sobre “Educação como base de sustentação para promoção da doação de sangue”, “Mobilizando e motivando multiplicadores para o ato da doação de sangue”, “Doação de Medula Óssea:uma lição de vida”. Os temas são ministrados por assistentes sociais do hemocentro coordenador de Belém, com apoio das assistente sociais das unidades que sediam a atividade.
A programação conta ainda com exibição de vídeo educativo, para em seguida, ser abordado o tema sobre “Doação de medula óssea: uma lição de vida”. Ao final os participantes fazem trabalhos em grupos para posterior apresentação.
Segundo Juciara Farias, ao concluir o cronograma de ações de capacitação em parceria com o MS, será gerado relatório final e prestação de contas das atividades em setembro e outubro deste ano.
Ela alerta que Instituições interessadas em compor parceria para impulsionar a doação de sangue e cadastro de doação de medula óssea, devem entrar em contato com o referido setor, de segunda a sexta-feira, de 8h às 18h; e aos sábado até às 17h, através do fone 32245048.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.
Fotos;Oficina em marabá, no auditório da UEPA.

Torcedores do Águia salvam vidas, doando sangue


Torcedores e simpatizantes do time do “Águia” poderão demonstrar seu amor e a solidariedade a partir desta segunda-feira (09), participando da Campanha "ÁGUIA E HEMOPA : entrando em campo para salvar vidas", que está sendo realizada pelo Hemocentro Regional de Marabá (HRM). A ação se estenderá até o dia 13, sempre de 7h às 13h. A meta é de 100 coletas.
Segundo a responsável pela captação de doadores em Marabá, a assistente social Sandra Tavares a expectativa para alcançar a meta da mobilização é bem otimista. “temos certeza que os torcedores do Águia’ vão demonstrar toda sua paixão pelo time e ainda fazer um gesto de amor ao próximo”, comentou, informando que durante a campanha, haverá distribuição de camisetas e sorteio de camisa oficial do time.
Antecedendo a ação estratégica, no dia 07/07, a equipe do HEMOPA distribui panfletos no estádio “Zinho Oliveira”, em Marabá, durante o jogo do Águia x Cuiabá, convidando os torcedores para aderirem à campanha "ÁGUIA E HEMOPA : entrando em campo para salvar vidas", e marcar um gol pela vida.
Quem pode doar sangue: Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado. É necessário apresentar documento oficial original e com foto. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado.
Serviço: O Hemopa Marabá espera por você na Rod. Transamazônica, Quadra 12, S/N.Entre Av. Hiléia e Av. Amazônia. Bairro: Amapá .Fone: (94) 3324.1645 / 3324.1810.E-mail: mailto:hemopa@skorpionet.com.br.%2008002808118, de 2ª a 6ª, de 8h às 18h, e aos sábados até ás 17h.
Foto: Colaboração de militares durante açoes na hemorrede do Estado.A vida agradece!

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Hemopa Castanhal com campanha de doação de sangue no veraneio


 Em sintonia com a hemorrede estadual, o Hemocentro Regional de Castanhal (HRC), realizará campanha de incentivo à doação de sangue do veraneio, no período de 16 a 20, com a finalidade de assegurar abastecimento da rede hospitalar dos 48 municípios do Nordeste do Estado, que sofre com redução aproximadamente 30% do comparecimento de doadores, em época das férias. A meta será de 30 doações diariamente.
“Neste verão dê um banho de cidadania. Doe Sangue’. É o tema da campanha que convocar a população potencialmente doadora de sangue de Castanhal e localidades vizinhas.Bastante otimista, a responsável técnica pela unidade, a médica Sandra Lobato, aposta na superação da meta de coletas diárias. “Sempre nos surpreendemos com o grau de solidariedade de pessoas que salvam vidas anonimamente em durante nossas ações”, observou, revelando que de janeiro a maio deste ano, foram efetivadas 721 coletas, superando a meta prevista de 550 bolsas. Desse total, 46.1% foram doações de jovens (18/29anos0, 35% de mulheres e 74% do tipo espontâneas.
De acordo com ela, o HRC tem um diferencial positivo na hemorrede brasileira com o elevado índice de doações femininas, tendo em vista que o Ministério da Saúde (MS) quer aumentar para 30% a participação das mulheres no processo da doação de sangue no Brasil. “Agradecemos a demonstração e o exemplo de solidariedade das mulheres de nossa região”, destacou Sandra Lobato.
Paralelamente a campanha, o governo do Estado, através da 3ª Regional de Saúde, deslocará equipe de educação em saúde para os balneários de Marudá, Crispim e Algodoal, sensibilizar os veranistas para a preservação ambiental com distribuição de sacos de lixo, bem como repasse de orientações sobre cuidados com a alimentação, câncer de pele, abuso de bebida alcoolica, prevenção de DST/AIDS (disponibilizando preservativos aos interessados) e informações sobre doação de sangue.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg. Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.

Serviço: O Hemopa Castanhal espera por você para coleta de sangue de 7h às 13h, de segunda a sexta-feira, na Travessa Floriano Peixoto, Alameda Rita de Cássia, Conj. Maria Alice, casa B-2 e B-3. Fone: (91) 3721.2986 / 3721.4008.Serviço de Ouvidoria:08002808118.

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Hemopa de Abaetetuba abre campanha do verão.


Tem início nesta segunda-feira (09) e se estenderá até o dia 13/07, campanha de doação de sangue do Hemonúcleo de Abaetetuba (Henab), que é subordinado ao Hemocentro Coordenador em Belém. A ação que contará com apoio da Igreja Santa Rosa e da mídia local, tem a meta de 50 doações/dia.
“Neste verão dê um banho de cidadania.Doe Sangue”.É o tema da mobilização que terá a responsabilidade de assegurar o atendimento de pacientes internados na rede hospitalar dos municípios de Iagarapé Mirim, Moju, Barcarena, Mocajuba e Tailândia. Com uma média mensal de 250 coletas, no mês de junho, a unidade superou a meta ao efetivar a coleta de 352 voluntários. “Ficamos muito felizes ao reforçar o estoque técnico de sangue do Henab com a solidariedade de pessoas que salvaram vidas anonimamente”, ressaltou a assistente social Marlea Sobrinho, que é responsável pelo serviço de Captação de Doadores. Das doações da campanha junina, 149 foram de jovens (18/29 anos), 264 espontâneas e 95 de doadoras.
Segundo Marlea Sobrinho, a campanha encerra dia 13, mas a convocação para doaç~çao de sangue é permanente. “Todos os dias tem sempre alguém necessitando de transfusão na rede hospitalar. Então, antes de sair de férias, passe no Henab e salve vidas.”, convidou.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg. Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Serviço; O Hemopa Abaetetuba espera por você na Av. Santos Dumont, S/N.
Fone: (91) 37511394/4031. Funcionamento para coleta de sangue: de segunda a sexta-feira, de 8h às 12h. Atendimento transfusional:24h.

Hemopa Capanema convoca doadores do verão


Com a chegada do verão, a hemorrede do Estado se prepara para suprir os estoques estratégicos de sangue e garantir atendimento transfusional de aproximadamente 218 hospitais. No Hemonúcleo de Capanema (Henca), distante 160 Km de Belém, por exemplo, a campanha de doação de sangue do veraneio será realizada de 09 a 27/07, com apoio da Secretaria Municipal de Saúde e de Cultura. A meta será de 200 doações durante a mobilização.
“Neste verão dê um banho de cidadania. Doe Sangue”. É o tema da campanha de incentivo à doação voluntária de sangue que está desenvolvida no Hemocentro Coordenador de Belém, nos Hemocentros Regionais de Castanhal, Marabá e Santarém; e nos Hemonúcleos de Abaetetuba, Altamira, Tucuruí, Redenção, além de Capanema. Cada unidade estará desenvolvendo a ação em datas distintas, mas todas no mês de julho.
Segundo a responsável pelo serviço de Captação de Doadores em Capanema, a assistente social Luiza Helena Progênio, a unidade atende 16 municípios do Nordeste do Estado, com apoio do Hemocentro Regional de Castanhal, do qual é subordinado. Dessas localidades, cinco delas possuem hospitais: Bragança, Salinópolis, Ourém e Augusto Corrêa.
Das coletas efetivadas no Henca, uma média de 200 doações mensais, 50% são do segmento jovem (18/29anos), 35% de mulheres e 70% delas são de origem espontânea. “Queremos chamar atenção para os jovens menores de 18 anos que podem efetivar sua doação mediante autorização dos pais ou responsáveis”, destacou a assiste social, ressaltando a disponibilidade de composição para novas parcerias com instituições públicas e privadas.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg. Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sanguínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Serviço: O Hemopa Capanema espera por você na Rodovia PA-242, Km 0, S/N. Bairro: São Cristóvão. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 8h às 12h, Maiores informações pelo fone: (91) 3462.2744/2329 ou ainda pelo 08002808118, de 2ª a 6ª, de 8h às 18h, e aos sábados até às 17h.

terça-feira, 3 de julho de 2012

Campanha de julho aquece doação de sangue no veraneio


“Neste verão dê um banho de cidadania. Doe Sangue”. É o tema da campanha de incentivo à doação referente ao veraneio, que iniciou nesta terça-feira (03) e se estenderá até o final do mês, para suprir estoque estratégico da hemorrede do Estado. A meta é de 250 coletas/dia
A mobilização também está sendo desenvolvida nos Hemocentros Regionais de Marabá, Castanhal e Santarém; e nos Hemonúcleos de Altamira, Abaetetuba, Tucuruí, Redenção e Capanema. Normalmente, o hemocentro enfrenta dificuldades na captação de doadores em períodos de férias, quando boa parte da população se desloca para outras localidades. Por isso, a direção da instituição sugere que antes de sair de Belém, passe no Hemopa para efetivar a coleta de sangue. Ou ainda, doar sangue onde houver unidade do Hemocentro.
 
Segundo a gerente de Captação de Doadores, a assistente social Juciara Farias, a hemorrede brasileira enfrenta eventuais dificuldades com a redução no comparecimento de voluntários no período das férias escolares, tendo em vista o deslocamento das pessoas para outras localidades. “Nem sempre elas lembram de salvar vidas, doando sangue, antes de viajar”, comentou, enfatizando o alto índice de atendimento na rede hospitalar em função de alguns excessos cometidos nas férias, especialmente, acidente de trânsito e outras intercorrências de urgência/emergência.
O Hemopa tem a responsabilidade de garantir atendimento para centenas de hospitaias do Estado.Somente em Belém, são 85, das áreas pública e privada. “Isso significa que muitos pacientes necessitam diariamente da doação voluntária de sangue de todos aqueles que são potencialmente doadores”, disse. informando que atualmente a Fundação Hemopa possui 48 unidades espalhadas pelo território paraense, que corresponde a uma cobertura transfusional de aproximadamente 90%. Hoje no Brasil, cerca de 1.9% da população é doadora de sangue. No Pará esse índice é de 1.8%. No entanto, a Organização Mundial de Saúde (OMS) sugere que de 3% a 5% da população brasileira deveria doar sangue frequentemente para assegurar atendimento transfusional em quantidade e qualidade.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Hemopa Tucuruí inicia campanha do veraneio


 
Nesta próxima segunda-feira (02), o Hemonúcleo de Tucuruí (Hentu) inicia sua campanha de doação voluntária de sangue do veraneio que se estenderá até o dia seis, com a finalidade de reforçar estoque técnico para suprir demanda transfusional, que deve aumentar em função da realização do carnaval fora de época do município que será promovido nos dias 13, 14 e 15 de julho. A meta será de 60 coletas.“Neste verão ajude a salvar vidas. Doe Sangue”. É o tema da mobilização que vai acontecer em toda a hemorrede do Estado, envolvendo os seguintes municípios: Belém, Santarém, Marabá, Castanhal, Abaetetuba, Altamira, Redenção e Capanema. O doador Braz Moreira de Sousa, 40 anos, representante de vendas, antecipou sua doação de sangue na manhã desta quinta-feira (28). “Sou doador há três anos. Hoje fiz a doação para alguém que não conheço. Amanhã alguém da minha família pode precisar. Me sinto muito bem salvando vidas com esse gesto simples”, comentou.
“Antes de sair da cidade para outros locais, passem na unidade para doar sangue e salvar vidas”, estimulou a assistente social do Hentu, Maria das Graças de Sousa, que agradeceu a participação do voluntariado que colaborou com a campanha junina, realizada no período de 11 a 15/06, resultando no excelente saldo de 48 comparecimentos.
O Hentu tem a responsabilidade de atender as solicitações transfusionais da rede hospitalar do referido município e outras localidades, entre elas, Breu Branco, Novo Repartimento, Goianésia, Pacajá, Jacundá, Maracajá e Tailândia. “Nossa responsabilidade é muito grande e temos que dividir com a população doadora de sangue para garantir atendimento para centenas de pacientes que precisam de transfusão, diariamente”, enfatizou Graça Sousa, informando que durante a campanha do veraneio haverá distribuição de camisetas e sorteio de abadás para o carnaval fora de época do município.
Quem pode doar sangue:candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Menor de 18 anos com autorização dos pais ou responsáveis; pesar acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sanguínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Serviço: O Hemopa Tucuruí espera por você na Av. Raimundo Veridiano Cardoso, S/N, bairro Santa Mônica. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 12h. Maiores informações pelo fone: (94) 37874444 ou 08002808118, de 2ª a 6ª feira, de 8h às 18h, e aos sábados até às 17h