sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Estande sobre doação de sangue é sucesso em Capanema

No último dia 23/11 foi realizada a I Feira Científica e Tecnológica da Escola Estadual Desembargador Augusto Olímpio, no município de Nova Timboteua.
O tema da Feira foi: “Sustentabilidade e Responsabilidade: Por uma vivência mais consciente”, onde uma das amostras desenvolveu um levantamento do quadro de doadores de sangue e de medula óssea do município, bem como uma Campanha de sensibilização e desmistificação de mitos e tabus sobre a doação de sangue e medula. Foi um trabalho muito bem elaborado e exposto através de palestras dirigidas com apresentação dos dados obtidos na pesquisa dos alunos, coordenados pelo Professor Waldir Ladislau G. Junior. Esse é mais um fruto da Oficina de Multiplicadores do Programa Doador de Sangue do Futuro. A equipe do hemonúcleo de Capanema agradece ao professor Waldir, a seus alunos, aos pais, à Direção, o corpo pedagógico e demais servidor da Escola pela acolhida e empenho no desenvolvimento das atividades. Foram feitos novos cadastros de medula óssea, encaminhados ao REDOME, aumentando assim a esperança de quem aguarda por um doador compatível. Mais uma Ação bem sucedida, boas sementes foram plantadas e certamente, excelentes frutos serão colhidos em defesa da vida.


Hemopa agradece as doações

Neste sábado, primeiro de dezembro, a Fundação Hemopa encerra campanha em homenagem aos doadores, que teve início dia 24/11. Até ontem, 29, houve registro de 1.976 comparecimentos, sendo que até às 12h de hoje, mais 149 voluntários aderiram à campanha “Salvar vidas precisa mais que pulso. Precisa de coração.Doe sangue”. A ação tem a missão de suprir atendimento transfusional de final de ano, quando a hemorrede brasileira enfrenta dificuldades com a redução de comparecimento de voluntários, em função do período de festivo.
A direção do hemocentro agradece todas as doações efetvadas durante a campanha e deseja um feliz Natal e um Ano Novo de sucesso, saúde e paz para todos que salvam vidas, doando sangue.
A mobilização está sendo realizada simultaneamente nos Hemocentros Regionais de Castanhal, Marabá e Santarém; e nos Hemonúcleos de Abaetetuba, Altamira, Tucuruí, Redenção e Capanema.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado. O resultado dos exames dos doadores podem ser obtidos on line, através do site: WWW.hemopa.pa.gov.br, em 30 dias após a coleta do sangue.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

Campanhas externas para dezembro


Dia 07/12, de 7h às 16h: Escola Duque de Caxias, rua: Raul Soares, sn. Próximo a Rua da Marinha. Previsão de 100 coletas. Doação de sangue e cadastro de medula óssea.

Dia 08/12, de 7h às 16h: Igreja Assembléia de Deus, Rua da Mata, 130 –Marambaia. Previsão de 100 coletas. Apenas cadastro de medula óssea.

Dia 22/12, 7h às 16h: Paróquia São Jorge, Av. Dalva, 445 – Marambaia. Previsão de 100 coletas. Doação de sangue e cadastro de medula óssea.

Dia 08/01/12, de 7h às 16h: Escola Santa Tereza D’Avila, Rua Decouville, 951 – Marituba. Previsão de 100 coletas. Doação de sangue e cadastro de medula óssea.

Pós-graduação


A Universidade Federal do Pará (UFPA) abriu processo seletivo para o Programa de Pós-graduação, em Análises Clínicas, nível mestrado.

Inscrições podem ser feitas no site: HTTP://cursos.fadesp.org.br, de 23/11 a 23/12. Prova escrita em 23 de janeiro de 2013.





quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Hemopa capacita professores para estimular doação de sangue

Profissionais da Educação que participaram da
Oficina do Doador do Futuro
Cerca de 50 professores das redes de ensino público e privado participam da “Oficina do Programa Doador do Futuro”, nesta manhã, 29, no auditório da Fundação Hemopa. O evento tem o objetivo de despertar um novo olhar em relação ao processo da doação de sangue à comunidade escolar, reafirmando a importância do papel social das instituições de ensino na formação de novos doadores.
A oficina parte da programação da semana comemorativa ao doador de sangue que prossegue até este sábado, primeiro de dezembro. O evento foi aberto oficialmente pela diretora Técnica do Hemopa, Dra. Socorro ferreira que deu boas vindas aos presentes e falou sobre a complexidade da hemorrede estadual.
“Fico muito feliz por cada um de vocês aceitarem nosso convite para esse momento de troca de experiências”, enfatizou a médica, informando que o Programa Doador do Futuro foi criado em 1995. Em 2000, o Hemopa a Secretaria de estado de Educação (Seduc) aderiu ao programa para ampliar a atividade de captação de doadores juntos às escolas. “Hoje estamos colhendo frutos desse trabalho, tendo e vista que quase 50% das doações efetivadas no Estado são de jovens”, revelou, destacando que o resultado concreto dessa atividade revela-se no índice de 43% das doações efetivadas no Estado é do segmento jovem, que aliás, superou a média nacional de 30% estipulada pelo ministério da Saúde (MS).

Dinâmica de grupo reúne professores

O professor de Física, Thiago Barbosa, 26 anos, que atua na Escola de Ensino Fundamental e Médio “Ruth Almeida”, parabenizou o hemocentro pela iniciativa e ressaltou que a educação não se faz só com aulas e provas, mas também com atividades de ações sociais, que promovam a cidadania e a consciência social. No primeiro semestre deste ano, o Hemopa realizou campanha externa em parceria com a escola, resultando no excelente saldo de 167 voluntários. A campanha envolveu alunos, professores e comunidade. “Participamos do desfile escolar com ‘Pelotão vermelho”, levando mensagem de estímulo à doação de sangue. A experiência foi muito boa”, afirmou Thiago Barbosa.

Prof.Thiago Barbosa:icentivador da doação de sangue
Em 2011, o hemocentro, através da Gerência de Captação de Doadores (Gecad), atuou em 23 escolas da Região Metropolitana de Belém (RMB). Este ano, com a aprovação do Ministério da Saúde (convênio 935/2006), para o desenvolvimento do projeto de educação continuada, por meio de oficinas para os professores em todos os municípios paraenses que possuem coleta de sangue, através da assinatura do convênio 935/2006, o Hemopa executou oficina nas suas unidades de Belém, Castanhal, Capanema, Abaetetuba, Redenção, Tucuruí , Marabá, Altamira e Santarém, que resultou em 10 oficinas, envolveu 439 professores, totalizando o envolvimento de 212 escolas (estaduais, municipais e particulares) do Pará.

Auditório lotado de captadores de doadores
A instituições interessadas em compor parceria com Hemopa para o desenvolvimento do Programa Doador do Futuro, devem entrar em contato com a Gecad, de segunda a sexta-feira, de 8h às 18h; e aos sábado até às 17h. Mais informações: 3224-5048/3242-9100- R- 205.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.




Liga de Hemoterapia e Hematogia do Pará



Nesta quinta-feira, 29/11, acontecerá a reunião da Liga de Hemoterapia e Hematogia do Pará (Lahhepa), às 19h30, no auditório do Hemopa, com palestra sobre: “Coagulopatias Hereditária” que será ministrada pelo dra. Maria do Socorro de Oliveira Cardoso, médica hematologista e hemoterapeuta, da Fundação Hemopa.
Mais informações: lahhepa@hotmail.com
Link: http://fundacaohemopa.blogspot.com.br/search?q=liga

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Hemopa faz uma semana de agradecimentos aos doadores

Todos oa anos ele agenda sua doação
A Fundação Hemopa prossegue com campanha “Salvar vidas precisa mais que pulso. Precisa de coração.Doe sangue”, até este sábado, dia primeiro de dezembro, com a missão de assegurar uma média de 400 coletas por dia. Nos dois dias de ação, o hemocentro contou com 849 doações. Essas bolsas de sangue vão suprir atendimento transfusional de final de ano, quando a hemorrede brasileira enfrenta dificuldades com a redução de comparecimento de voluntários, em função do período de festivo.
O doador, Jose Abner Silva dos Anjos, 58 anos, é um dos homenageados da semana. Ele salva vidas, anonimamente, desde 1982. Sua primeira doação para o filho. Depois disso, não parou mais. “‘Me sinto muito bem. Doo sangue todos os anos”, afirmou, incentivando o gesto para quem ainda não o fez.

De acordo com a programação, dia 29, será promovida Oficina do Doador do Futuro, com previsão de 50 participantes com representação de instituições parceiras, de 8 às 13h, no auditório do Hemopa. A ação tem a finalidade de promover a formação continuada, juntos aos professores da rede de ensino pública e privada, visando proporcionar a criação de um novo olhar em relação ao processo da doação de sangue voluntária, reafirmando a importância do papel social da escola.

O segmento jovem é responsável por 50% das coletas.

Durante a oficina, serão abordados os seguintes temas: A educação como base de sustentação para promoção da doação de sangue; Mobilizando e motivando multiplicadores para o ato de doar sangue; Doação de medula óssea: uma lição de vida; Apresentação de experiências exitosas no projeto Doador de Sangue do Futuro.
Até o dia primeiro de dezembro, a programação da campanha contará com cadastro de doação de medula óssea, lanche especial e exibição de vídeos educativos.
A gerente de Captação de doadores, a assistente social Juciara Farias, agradece a adesão do voluntariado da capital na campanha. “Estamos preparando nosso estoque de sangue para as necessidades de final de ano. Por isso, contamos com a colaboração da sociedade, que ao final do processo, é a própria beneficiada”, sinalizou. A mobilização está sendo realizada simultaneamente nos Hemocentros Regionais de Castanhal, Marabá e Santarém; e nos Hemonúcleos de Abaetetuba, Altamira, Tucuruí, Redenção e Capanema.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado. O resultado dos exames dos doadores podem ser obtidos on line, através do site: WWW.hemopa.pa.gov.br, em 30 dias após a coleta do sangue.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

Gincana solidária arrecada brinquedos e alimentos


Hemopa aguarda doações de brinquedos e alimentos
 Até o dia 07 de dezembro deste ano, você pode fazer o Natal de muitas crianças carentes bem mais feliz. Para tanto, a Fundação Hemopa, atravéa do serviço Social de Pacientes (Geses) está realizando “V Gincana Solidária” para arrecadar brinquedos novos e alimentos não perecíveis que serão distribuídos, dia 15/12, durante confraternização dos pacientes atendidos pelo hemocentro. A campanha deverá arrecadar 800 brinquedos e formar 250 cestas básicas.
Até o momento as doações estão desaceleradas: 26 brinquedos e apenas cinco itens alimentícios. No entanto, a titular da Geses, a assistente social Cristina Socorro, aposta superação da meta. “Acho que vamos ter uma boa surpresa após final deste mês. Muitos colegas estão esperando o pagamento do salário para contribuir”, comentou. Ano passado, a gincana arrecadou mil brinquedos e viabilizou a distribuição de 300 cestas básicas. Das doações, ainda foi possível dispor de uma retaguarda de alimentos para diversas atividades realizadas com os pacientes no decorrer deste ano.

Silvia e João Vitor estão ansiosos pela festa de Natal
O pequeno João Vitor, 3 anos, é um dos pacientes que estão aguardando a confraternização porque sabe que haverá festinha, lanche e distribuição de brinquedos. Segundo a mãe do garoto, Silvia Elenir da Glória, assim que ele chega no Hemopa para receber atendimento, vai direto para a “brinquedoteca”. “Lá ele brinca bastante e não pára de falar na festinha do Natal. Eu também estou ansiosa para receber a cesta natalina que nos ajuda e muito no Natal”, revelou.
Segundo ela, este ano os funcionários da área Técnica ficarão com a responsabilidade de doar alimentos e os da área Administrativa, os brinquedos. a todos para aderir ao movimento solidário. A participação na campanha está aberta para a sociedade em geral. “Qualquer pessoa pode ajudar. Aceitamos doações externas”, enfatziou.
Ano passado, o primeiro lugar foi conquistado pela Gerência de Processamento de Sangue (Gepro) que arrecadou alimentos não perecíveis e a maior doação de brinquedos foi do Núcleo da Qualidade (NQ). No entanto, a direção do Hemocentro agradece todas as doações que possibilitaram um Natal mais feliz para centenas de pacientes hematológicos atendidos pelo Hemopa.

Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. O atendimento para pacientes é de segunda a sexta-feira, de 7h às 19h, e aos sábados atendimento só em regime de urgência. Mais informações pelo: 08002808118


segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Mais de 500 coletas no primeiro 1º dia de campanha

A Fundação Hemopa comemora excelente saldo de 550 coletas no primeiro dia de campanha comemorativa ao doador de sangue, que começou no sábado, 24.. A ação tem a finalidade de suprir estoque estratégico para atendimento da demanda transfusional de dezembro, quando normalmente a hemorrede brasileira enfrenta dificuldades com a evasão do voluntariado da doação. A ação prossegue de hoje (26) até o dia primeiro de dezembro com o desafio de atingir a meta de 400 doações/dia.
A meta é mobilizar 400 doadores/dia
Durante todo o sábado houve o comparecimento de 635 voluntários que aderiram a campanha “Salvar vidas precisa mais que pulso.Precisa de coração.Doe sangue”, O saldo do primeiro da mobilização impulsionou o atendimento transfusional da rede hospitalar e agradou toda a equipe do hemocentro, que começou a semana com uma folga no banco de sangue da instituição. “É muito confortante perceber que a população continua muito receptiva a esse tipo de ações em favor da saúde pública de nosso Estado”, comentou a presidente do Hemopa, dra. Luciana Maradei, que conta com a colaboração dos demais meios de comunicação para a campanha que prosseguirá até o próximo sábado. “Temos o compromisso de dispor de sangue para superar a evasão de voluntários no mês de dezembro, quando normalmente a hemorrede enfrenta dificuldades com o baixo número de doações”, explicou.

Dra Luciana bastente satisfeita com saldo parcial da campanha

Nesta segunda-feira, 26, o Hemopa promove missa em Ação de Graças, celebrada pelo padre jesuíta Edson Tomé Pacheco, da paróquia de Lourdes. O auditório do hemocentro ficou completamente lotado por servidores, doadores, pacientes e visitantes. A missa contou com apresentação do coral do Hemo. Logo em seguida, houve parabéns com bolo para os doadores presentes, na copa, no andar térreo. A homenagem foi conduzida pela diretora Técnica, Dra Socorro Ferreira e a diretora Administrativa e Financeiro, a gestora em Organização de Saúde, Ana Flávia Guerreiro. Ambas externaram agradecimentos aos antigos e novos doadores que cumprem, voluntariamente, a missão de salvar outras pessoas com esse gesto nobre e solidário.
Até o dia primeiro de dezembro, a programação da campanha contará com cadastro de doação de medula óssea, lanche especial e exibição de vídeos educativos. Para o dia 29, está programado realização de Oficina do Doador do Futuro, com previsão de 50 participantes com representação de instituições parceiras, de 8 às 12h, no auditório do Hemopa.

Muita fé e oração para os doadores

A mobilização será realizada simultaneamente nos Hemocentros Regionais de Castanhal, Marabá e Santarém; e nos Hemonúcleos de Abaetetuba, Altamira, Tucuruí, Redenção e Capanema.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado. O resultado dos exames dos doadores podem ser obtidos on line, através do site: WWW.hemopa.pa.gov.br, em 30 dias após a coleta do sangue.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.


Parceria começa impulsiona coletas em homenagem ao doador

A abertura da semana em homenagem ao doador de sangue, sábado passado (24), em parceria com o grupo de comunicação RBA, reforçou o estoque estratégico da Fundação Hemopa com 550 bolsas de sangue que vão atender cerca de 2.200 pacientes. Durante todo o dia houve o comparecimento de 635 voluntários que aderiram a campanha “Salvar vidas precisa mais que pulso.Precisa de coração.Doe sangue”, realizada de 7h30 às 16h. A ação prossegue de hoje (26) até o dia primeiro de dezembro com o desafio de atingir a meta de 400 doações/dia.

A diretora Técnica, Socorro Ferreira agradece as doações

O saldo do primeiro da mobilização impulsionou o atendimento transfusional da rede hospitalar e agradou toda a equipe do hemocentro, que vai começar a semana com uma folga no banco de sangue da instituição. “É muito confortante perceber que a população continua muito receptiva a esse tipo de ações em favor da saúde pública de nosso Estado”, comentou a presidente do Hemopa, Dra. Luciana Maradei, que agradeceu o apoio do grupo RBA em mais uma importante campanha do hemocentro. Ela ressaltou ainda que conta com a colaboração dos demais meios de comunicação para a campanha que prosseguirá até o próximo sábado. “Temos o compromisso de dispor de sangue para superar a evasão de voluntários no mês de dezembro, quando normalmente a hemorrede enfrenta dificuldades com o baixo número de doações”, explicou.
Durante as 11 campanhas realizadas em parceria com o grupo de comunicação houve registro de 3743 comparecimentos, que salvaram cerca de 14.972 pacientes adultos. Com a soma das 550 coletas de sábado passado, o total de coletas passa para 4.293, que correspondem 17.172 pessoas beneficiadas com essa corrente solidária.

Doador paraense: sangue bom

A mobilização será realizada simultaneamente nos Hemocentros Regionais de Castanhal, Marabá e Santarém; e nos Hemonúcleos de Abaetetuba, Altamira, Tucuruí, Redenção e Capanema.
Nesta segunda-feira, 26, o Hemopa promove missa em Ação de Graças, celebrada pelo padre jesuíta Edson Tomé Pacheco, da paróquia de Lourdes. O auditório do hemocentro ficou completamente lotado por servidores, doadores, pacientes e visitantes. A missa contou com apresentação do coral do Hemo. Logo em seguida, houve parabéns com bolo para os doadores presentes, na copa, no andar térreo. A homenagem foi conduzida pela diretora Técnica, Dra Socorro Ferreira e a diretora Administrativa e Financeiro, a gestora em Organização de Saúde, Ana Flávia Guerreiro. Ambas externaram agradecimentos aos antigos e novos doadores que cumprem, voluntariamente, a missão de salvar outras pessoas com esse gesto nobre e solidário.
Até o dia primeiro de dezembro, a programação da campanha contará com cadastro de doação de medula óssea, lanche especial e exibição de vídeos educativos. Para o dia 29, está programado realização de Oficina do Doador do Futuro, com previsão de 50 participantes com representação de instituições parceiras, de 8 às 12h, no auditório do Hemopa.

Oração pelos doadores: Amor e Solidariedade

Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado. O resultado dos exames dos doadores podem ser obtidos on line, através do site: WWW.hemopa.pa.gov.br, em 30 dias após a coleta do sangue.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

sábado, 24 de novembro de 2012

Hemopa antecipa parabéns ao doador de sangue.

“Doar sangue é uma herança solidária em nossa família. Sou doador há mais de 10 anos. Meus oito irmãos também são. Hoje meus três filhos seguem o mesmo exemplo. Somos muito felizes por isso”. A declaração é de Fernando Souza, 46 anos, que teve o exemplo dos pais em salvar vidas. São para essas pessoas que o governo do Estado, através da fundação Hemopa, abre suas portas a partir de hoje, 24, até o dia primeiro de dezembro para agradecer e homenagear todos os doadores de sangue que tem seu dia comemorado neste domingo, 25.
A meta é de 800 comparecimento até às 12h, 350 doações já tinham sido coletadas. De 26 a 1º/12, será de 400 coletas/dia. A mobilização foi aberta oficialmente, às 9h, pelo secretário de Estado de saúde, Dra. Hélio Franco, com deu partida ao passeio ciclístico de Belém que contou com a participação de vários grupos de ciclistas, entre eles, o “Bike Belém”. Até às 11h, havia sido registrado o comparecimento de 300 voluntários. Helio Franco aproveitou a oportunidade para agradecer o ato solidário de todos os doadores do Brasil, especialmente, os paraenses.
A presidente do Hemopa, Dra. Luciana Maradei parabenizou os doadores e agradeceu mais um ano de parceria com o grupo RBA. ‘Somos muito agradecidos a todas as instituições públicas e privadas que se unem ao Hemocentro para salvar vidas. A imprensa tem papel fundamental nesse contexto formador de opinião positiva sobre o tema”, afirmou a médica.
Com bastante movimento na sala de coleta, Sandra Maria Fernandes da Silva, 44 anos, realizava sua quarta doação de sangue. “A primeira vez fui motivada por causa de campanha realizada pelo hemocentro. Gostei da experiência e nunca mais parei de ajudar outras pessoas. Vou doar enquanto tiver saúde”, afirmou, incentivando o ato solidário entre as mulheres. “Não tenham medo. A sensação é maravilhosa“.
Salvar vidas precisa mais que pulso. Precisa de coração. Doe sangue “. É o tema da campanha que deverá suprir estoque estratégico de sangue para do mês de dezembro, quando a hemorrede brasileira normalmente enfrenta redução de aproximadamente 40% do comparecimento de doadores.
 comemoração está sendo promovida simultaneamente nos Hemocentros Regionais de Castanhal, Marabá e Santarém; e nos Hemonúcleos de Abaetetuba, Altamira, Tucuruí, Redenção e Capanema. Ressaltamos que cada unidade da hemorrede está realizando seus eventos com datas específicas e de acordo com as suas respectivas realidades.
Em Belém, a programação também contou com lançamento da “Carta de Serviços”, que mostra os produtos e serviços oferecidos aos usuários, indicando ainda horário de atendimento e formas de acesso. As apresentações dos artistas locais: Cia de Comédia Tarja Preta, Fábio Resque “Michel Jackson couver da Amazônia”, Jorginho Gomez e Banda, Grupo “Virtude”, o cantor Arthur Espíndola, e o grupo “Lágrimas de Outubro”.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado. O resultado dos exames dos doadores podem ser obtidos on line, através do site: WWW.hemopa.pa.gov.br, em 30 dias após a coleta do sangue.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.


sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Parabéns, doador de sangue


Hemopa espera cerca de 400 doações/dia

 Neste domingo, 25, o Brasil inteiro estará unido para agradecer e parabenizar os doadores voluntários de sangue, que atualmente compreende a 1.9% da população brasileira. No Pará, A Fundação Hemopa estará agradecendo antigos e novos doadores que serão homenageados de 24/11 a 1º de dezembro. Este ano, o Dia Nacional do Doador de Sangue cairá no domingo. Por isso, o hemocentro paraense vai antecipar as homenagens para o dia 24. Durante a campanha, haverá uma grande produção com show de artistas da terra, bolo de parabéns aos voluntários, apresentação do coral do Hemopa, realização de oficina para formação de agentes multiplicadores, palestras, vídeos educativos, missa em ação de graças, passeio ciclístico, entre outras ações.
“Salvar vidas precisa mais que pulso.Precisa de coração.Doe sangue “. É o tema da campanha que deverá coletar 400 bolsas/dia, para suprir estoque estratégico de sangue, para garantir suporte ao atendimento transfusional do mês de dezembro, quando a hemorrede brasileira normalmente enfrenta redução de aproximadamente 40% do comparecimento de doadores. A comemoração está sendo promovida simultaneamente nos Hemocentros Regionais de Castanhal, Marabá e Santarém; e nos Hemonúcleos de Abaetetuba, Altamira, Tucuruí, Redenção e Capanema. Ressaltamos que cada unidade da hemorrede está realizando seus eventos com datas específicas e de acordo com as suas respectivas realidades.
Em Belém, a programação terá início dia 24, de 8h às 16h, com lançamento da “Carta de Serviços”, atendendo decreto presidencial nº 6.932, de 11/08/09, que dispõe sobre a simplificação do atendimento ao público, apresenta a segunda edição atualizada do referido documento, visando orientar, indicar seus compromissos de atendimentos e facilitar o acesso aos serviços e produtos oferecidos pela hemorrede estadual, em respeito aos usuários. Durante toda manhã, haverá apresentação com os seguintes artistas locais: Cia de Comédia Tarja Preta, Fábio Resque “Michel Jackson couver da Amazônia”, Jorginho Gomez e Banda, Grupo “Virtude”, o cantor Arthur Espíndola, e o grupo “Lágrimas de Outubro”.

Hélio Franco agradece dos doadores paraenses

Outro destaque do dia será o passeio ciclístico com concentração às 8h, em frente ao prédio do hemocentro, pela rua Serzedelo Corrêa. O movimento terá a denominação de “Bicicletada Belém”. No dia 26, as comemorações terão início às 8h, com celebração de missa em Ação de Graças, no auditório do hemocentro para doadores, pacientes, funcionários e a sociedade em geral. Logo após, o Coral do Hemopa, composto totalmente por servidores, fará sua apresentação. A homengem será marcada com o bolo de aniversário aos doadores que salvam vidas anonimamente.
De 24/11 a 1º/12, coleta de doadores de sangue. No entanto, somente no dia 24, não haverá efetivação de novos cadastros de doadores de medula óssea. Durante todo o período serão exibidos vídeos educativos sobre vários temas: doação de sangue, cadastro de doadores de medula óssea, além de outros temas ligados a prevenção da saúde.

Para maior conforto e agilidade no atendimento, no dia 24, todo o andar térreo estará transformado em uma grande sala de coleta de sangue, disponibilizando o espaço físico do paciente, bem como toda sua equipe de profissionais que também estará voltada ao propósito de atender da melhor forma possível esse convidado tão especial: o doador de sangue. O atendimento médico à pacientes funcionará excepcionalmente em caráter de urgência no prédio anexo, de 7h às 18h.
O secretário de Estado de saúde do Pará, dr. Hélio Franco faz questão de homenagear os doadores. “Nós temos que agradecer e reconhecer o doador pela responsabilidade cidadã e a grande importância dessas pessoas, para com os demais todos cidadãos desse país. São exemplos a serem seguidos. Em nome de todos os que fazem saúde nesse Estado, a gente quer parabenizar e agradecer a todos, que de maneira voluntária, fazem esse gesto de amor e solidariedade". 
Hemopa homenageia doadores com grande campanha
A presidente do hemocentro, dra. Luciana Maradei fará abertura oficial da campanha, às 9h, juntamente com o secretário de Estado de Saúde, dr. Hélio Franco, que sempre prestigia as ações estratégicas desenvolvidas pelo Hemopa em favor do doador de sangue. “Nosso muito obrigada a cada voluntário que salva vidas. Doar sangue é um dos gestos mais nobres do ser humano”, destacou a médica, reforçando convite pata antigos e novos doadores.
O Ministério da Saúde (MS) orienta que o doador não esteja em jejum, tenha dormido pelo menos seis horas e não tenha ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores à doação. É necessário também evitar o cigarro por pelo menos duas horas e o consumo de alimentos gordurosos nas três horas que antecedem a doação.

Luciana Maradei aposta na superação de meta de doações

Não podem doar sangue pessoas que tiveram diagnóstico de hepatite após os 10 anos de idade; mulheres grávidas ou amamentando; pessoas expostas a doenças transmissíveis pelo sangue como aids, hepatite, sífilis e doença de chagas; usuários de drogas; e pessoas que tiveram relacionamento sexual com parceiro desconhecido ou eventual sem uso de preservativos.

Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado. O resultado dos exames dos doadores podem ser obtidos on line, através do site: WWW.hemopa.pa.gov.br, em 30 dias após a coleta do sangue.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Círio de Abaetetuba homenageará doador de sangue


O Hemonúcleo de Abaetetuba (Henal) integra a semana comemorativa ao Dia Nacional do Doador voluntário de Sangue. A ação estratégica será realizada no período de 26 a 30/11/2012, como o tema “Salvar vidas precisa mais que pulso.Precisa de coração.Doe sangue”.
A semana festiva ganhará será destaque durante as festividades do Círio de Nossa Senhora da Conceição, do município de Abaetetuba, cuja procissão será no dia 25/11, quando se comemora o Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue. A parceria foi firmada com a presença do gerente responsável pelo Henal, dr. Elias Serruya; a assistente social da unidade, Marlea Sobrinho; e os representantes da paróquia de Nossa Senhora da Conceição, tendo à frente o padre Raimundo Maués, juntamente com coordenadoras das festividades do círio,  Maria José Machado dos Santos e Maria José da Rocha Quaresma. “Ficou acertado que durante a peregrinação da imagem da Santa, haverá um momento de reflexão acerca da importância da doação de sangue”, explicou Elias Serruya, que antecipa seu agradecimento aos doadores e instituições parceiras.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg. Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Serviço; O Hemopa Abaetetuba espera por você na Av. Santos Dumont, S/N. Mais informações: (91) 37511394/4031. Funcionamento para coleta de sangue: de segunda a sexta-feira, de 8h às 12h. Atendimento transfusional:24h.Ou ainda, 08002808118, de 2ª a 6ª, de 8h às 18h; e aos sábado até às17h.

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Hemopa Tucuruí homenageia doadores de sangue

Captação de doadores incentiva voluntariado

O Hemonúcleo de Tucuruí (Hentu) começou na segunda-feira, 19, semana em homenagem ao Dia Nacional do Doador voluntário de Sangue, comemorado dia 25/11. A ação que se estenderá até a próxima sexta-feira, 23, tem como tema “Salvar vidas precisa mais que pulso. Precisa de coração.Doe sangue”. A meta será de 200 coletas neste mês.
Durante a programação, o serviço de Captação de Doadores daquela unidade realizará atividades externas para sensibilizar o maior número de candidatos à doação. Entre os quais destacamos: palestras sobre a importância da doação de sangue e medula óssea para profissionais para funcionários da Secretaria Municipal de Saúde; efetivação de novos cadastros à doação de sangue e de medula óssea. Haverá ainda palestra no supermercado “Carajás” sobre a doação de sangue.
Com apenas uma doação podemos salvar muitas vidas
No dia 22, a unidade receberá um grupo de candidatos à doação de sangue do município de Pacajá, que antes de realizarem a coleta, assistirão palestra de incentivo a esse ato solidário.
O responsável técnico do Hentu, o médico Carlos Conde, acredita na superação da meta da campanha. “A população e solidária e sempre atende nossas com vocações”, comentou, sugerindo que cada doador traga um parente ou amigo para somar nessa corrente solidária. Ele aproveitou a oportunidade para agradecer e parabenizar antigos e novos doadores, bem como instituições públicas ou privadas que são parceiras da unidade.
Dr. Carlos conde agradece doações
Segundo a responsável pelo Captação de Doadores do Hentu, a assistente social Maria das Graças Sousa, o Hemonúcleo atende mensalmente uma média de 180 solicitações transfusionais e cerca de 150 coletas de sangue. Dessas doações, 30% são sexo feminino, atendendo média nacional determinada pelo Ministério da Saúde (MS).
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado. O resultado dos exames dos doadores podem ser obtidos on line, através do site: WWW.hemopa.pa.gov.br, em 30 dias após a coleta do sangue.
 Serviço: O Hemopa Tucuruí espera por você na Av. Raimundo Veridiano Cardoso, S/N, bairro Santa Mônica. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 12h. Maiores informações pelo fone: (94) 37874444 ou 08002808118, de 2ª a 6ª feira, de 8h às 18h, e aos sábados até às 17h.

Hemopa recebe visita e ganha doações de sangue

Alunos dos cursos de Farmácia e Biomedicina, da Faculdade Integrada Brasil Amazônia (Fibra), estiveram no Hemopa, nesta quarta-feira, 21, conhecendo o funcionamento e trabalho desenvolvido pelo hemocentro.
Os estudantes participaram de palestra para conhecer o ciclo da doação de sangue, e cadastro de medula óssea, que foi ministrada pelas assistentes sociais da Gerencia de Captação de Doadores (Gecad). Logo após a palestra, os estudantes participaram do "Hemotur", onde conheceram as instalações do hemocentro.

Alunos do 5º ano do Colégio "Ômega", visitaram a Fundação Hemopa, nesta quarta-feira, 21. Os pequenos estudantes conheceram o trabalho desenvolvido pelo Hemocentro e a importância da doação de sangue e do cadastro de medula óssea, que será tema de trabalho dos alunos, e será apresentado na feira da cultura do colégio, no sábado, 24. E se depender dessa turminha, daqui a alguns anos o Hemopa terá novos doadores de sangue.

Neste dia, 21, a funcionária pública, Sandra Lobo, 32, esteve no Hemopa doando sangue, para comemorar o aniversário da filha Mariana, que completou três aninhos. “Decidi doar como forma de ajudar a quem precisa e ganhar o dia de folga, para passar o dia com minha filha”, disse Sandra, que veio ao hemocentro para comemorar mais o aniversário da filha, ajudando a salvar outras vidas.



terça-feira, 20 de novembro de 2012

Hemopa Castanhal festeja Dia do Doador de Sangue


Segundo hemocentro a inaugurado no Brasil, no dia 02 de agosto de 1978, a Fundação Hemopa foi o pioneiro na interiorização dos serviços de hemoterapia e hematologia no país ao implantar o Hemocentro Regional de Castanhal, que no dia 25/11, completará 27 anos de atendimento especializado e de qualidade aos usuários cidadãos castanhalenses e à população dos demais municípios do Nordeste paraense. A comemoração do aniversário da unidade está incluída na programação da semana em homenagem ao doador de sangue, que começou nesta segunda-feira, 19, e se estenderá até o dia 23 deste mês. A meta é de 50 coletas/dia.

O primeiro dia da campanha, que este ano tem como tema “Salvar vidas precisa mais que pulso. Precisa de coração.Doe sangue”, atingiu 96% da meta prevista de doações voluntárias. Durante a programação comemorativa, o HRC prestará homenagem especial aos doadores fidelizados e os de primeira vez.
De acordo com a responsável técnica pelo hemocentro, a médica Sandra Lobato, a o sucesso da campanha é de fundamental importância para suprir estoque estratégico da unidade que abastece a rede hospitalar daquela região.
A abertura da semana comemorativa contou com exibição de vídeos educativos que tratam questões de prevenção à saúde e cobertura ao vivo das Tvs Record e SBT. De 20 a 23, será realizada a coleta de sangue e cadastro de doação de medula óssea com agendamento de entrega de camiseta, cartão de agradecimento e preservativos.
Dia 21, haverá apresentação do grupo folclórico “Kairós”, que é composto por 25 jovens do município de Igarapé-Açú, e que há mais de 8 anos realiza a mobilização de doadores de sangue daquele município.
Sandra Lobato aposta na superação da meta da campanha. “O povo de Castanhal e municípios vizinhos sempre atende nossas convocações. Esta semana somos nós que agradecemos cada voluntário nessa corrente pela vida”, ressaltou, estendendo os agradecimentos às instituições parceiras que colaboram com as ações do hemocentro ao longo do ano.
A responsável pela Captação de Doadores, a assistente social Adinaura de Castro, destaca que o bolo de parabéns pelos 27 anos da unidade e pelo Dia do Doador Voluntário de Sangue, será antecipado para o dia 21/11, em agradecimento a todos os doadores que abastecem a vida no Nordeste do Estado. “Parabéns para antigos e novos doadores que são a esperança de vida para centenas de pacientes”, finalizou.
O Hemocentro Regional de Castanhal tem uma média mensal de 550 coletas e cerca de 300 atendidos tranfusionais, sendo que 72% são de doações espontâneas e 34% de doações femininas, que supera a média nacional de 30% de participação das mulheres no processo da doação voluntária, determinada pelo Ministério da Saúde (MS).
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado. O resultado dos exames dos doadores podem ser obtidos on line, através do site: WWW.hemopa.pa.gov.br, em 30 dias após a coleta do sangue.
Serviço: O Hemopa Castanhal espera por você na Rua Floriano Peixoto, Alameda Rita de Cássia, casa B2, Centro - Castanhal. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h às 13h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Hemopa Castanhal comemora aniversário e festeja dia do doador


Segundo hemocentro a inaugurado no Brasil, no dia 02 de agosto de 1978, a Fundação Hemopa foi o pioneiro na interiorização dos serviços de hemoterapia e hematologia no país ao implantar o Hemocentro Regional de Castanhal, que no último dia 25/11, completará 27 anos de atendimento especializado e de qualidade aos usuários cidadãos castanhalenses e à população dos demais municípios do Nordeste paraense. A comemoração do aniversário da unidade está incluída na programação da semana em homenagem ao doador de sangue, que começou nesta segunda-feira, 19, e se estenderá até o dia 23 deste mês.

Hemo 2012 lançou Guia para gestão de equipamentos


No dia 09 deste mês, a hemorrede brasileira ganhou o guia para Elaboração
do Plano de Gestão de Equipamentos para serviços de hematologia e
hemoterapia, que foi lançado durante o XII  Congresso Brasileiro de
Hematologia e Hemoterapia (Hemo 2012), realizado no Rio de Janeiro, de 8 a
11/11.
O guia tem a finalidade de orientar a condução do serviço e minimizar as dificuldades encontradas  no gerenciamento do parque de equipamentos. O material foi desenvolvido pelos membros do Grupo de Assessoramento Técnico em Gestão de Equipamentos para os Serviços de Hemoterapia e Hematologia, da Coordenação Geral do Sangue e Hemoderivados do MS, do qual o servidor da Fundação Hemopa, o administrador Luís Renato Franco Hagmann deFigueiredo,  faz parte, tendo sido um dos autores do referido documento. 
Ele explicou que a produção do material técnico teve por objetivo orientar de forma simples e direta os profissionais da área para a modernização da gestão. “Nele, foram apresentadas soluções e sugestões práticas para a montagem do Plano de Gestão de Equipamentos, contemplando conceitos, atribuições, planejamento, monitoramento e  avaliação das atividades  da área com base na legislação e normas vigentes”, destacou.
O grupo disponibiliza assessoramento a toda a hemorrede brasileira,  além de realizar visitas presenciais para levantamento situacional e auxílio na melhoria dos serviços, sempre com foco na sensibilização e capacitação, tendo inclusive, capacitado 100% dos Hemocentros Coordenadores para a Gestão de Equipamentos, como também para a formação de gestores, por meio de  capacitação técnica em manutenção.
A elaboração do guia contou com a participação dos seguintes profissionais:
Alexandre Peixoto Maia, da Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais;

Cícero Daniel Ferreira de Sousa, Hemocentro de Campinas (Unicamp); Fabiano Romanholo Ferreira, da Coordenação Geral de Sangue e Hemoderivados/MS;José Carlos Goncalves de Araújo, da Coordenação Geral de Sangue eHemoderivados/MS; Márcia Teixeira Gurgel do Amaral, da Coordenação Geral de Sangue e Hemoderivados/MS; Manoel Álvaro Guimarães, da Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar (FAMESP) e Centro Tecnógico e Engenharia Clínica (CETEC); Livio Luksys, da Fundação Pró-Sangue Hemocentro de São Paulo; Luís Renato Franco Hagmann de Figueiredo, da Fundação HEMOPA; Pedro de Alcântara Ornelas Mendonça, da Universidade Federal da Bahia.

Força Jovem incrementa doações de sangue

A força da solidariedade no jovens da "Universal"

No sábado passado, 14, a Fundação Hemopa recebeu a campanha de doação de sangue do grupo “Força Jovem Pará”, da Igreja Universal  que contou com a participação de 23 voluntários e um excelente saldo de 19 coletas que vão ajudar a salvar cerca de 76 pacientes adultos.
A campanha foi estimulada pelo obreiro Edimar Assunção, que há três integra o grupo de jovens que está sob a coordenação do pastor Heliton Mariano. Os voluntários que compareceram à campanha são representantes de quatro regiões integrantes dos bairros da Pedreira,  Jurunas, Sacramenta e Laranjeira.
Segundo o pastor, a ação teve o objetivo de ajudar  a salvar vidas com freqüência. “ Nossa intenção é realizar esse movimento solidário a cada três meses “, afirmou, informando que o “Força Jovem Pará”, atua em  vários projetos entre eles, a doação voluntária de sangue 

Parabéns, Hemopa Capanema!


Dr. Jaques Neves agradece o voluntariado da região

Nesta segunda-feira, 19, a equipe do Hemonúcleo de Capanema (Henca) comemora, juntamente com a sociedade em geral, os sete anos da unidade, cuja credibilidade foi consolidada com investimentos em tecnologias e capacitação profissional para oferecer e manter a qualidade do atendimento ao usuário cidadão. A comemoração do aniversário do Henca está incluída na programação festiva em homenagem ao Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue, 25/11. No entanto, a campanha começa a partir de hoje e se estenderá até o dia 30. A meta será de 250 doações.


Yraci de Oliveira tem orgulho de fazer
parte da família Hemopiana
O Hemonúcleo de Capanema integra a hemorrede estadual responsável por garantir abastecimento transfusional de hospitais da região, atendendo milhares de pacientes, com qualidade e segurança. Segundo o responsável técnico do Henca, dr. Jaques Neves, os produtos e serviços oferecidos são  implementados com  tecnologia de ponta para maior segurança transfusional, além de primar pela saúde do voluntariado. “Ao  doador de sangue, que é um colaborador essencial, agradecemos por exercitar o amor ao próximo de maneira consciente, voluntária e solidária”, destacou o médico que reforça o convite para que a sociedade potencialmente doadora possa aderir a campanha que salvará centenas de pacientes internados na rede hospitalar daquela região. “Parabéns a todos, governo, cidadãos, servidores que fazem o Hemoa  Capanema”, finalizou. 
Um grande exemplo de solidariedade e amor ao próximo é o doador voluntário de sangue, Eliseu Paulino da Silva, que salva vidas há 30 anos. Ele é classificado pela equipe do Hemopa Capanema como “um verdadeiro anjo na vida de muitas pessoas”. A assistente social da unidade, Luiza Helena, agradece e parabeniza Eliseu da Silva em nome dos demais voluntários que salvam vidas, anonimamente. “Muitas vidas agradecem”, reforçou.
O doador eliseu da Silva: Exemplo de solidariedade
A servidora Iracy Araújo de Oliveira, 47 anos, técnica em enfermagem, que atua há sete anos na coleta de sangue, integra a equipe desde a inauguração do Henca. “Faço parte da família Hemopa há sete anos. Inicialmente entrei como temporária, em 2005, prestei concurso público e fui aprovada em 2008. Sempre tive o objetivo de salvar vidas, com a ajuda de nossos parceiros, especialmente, os doadores, os verdadeiros anjos-da-guarda”, comentou, ressaltando que trabalhar no Hemopa é motivo de orgulho e grande satisfação . “São laços de amizade que vão durar pra sempre", afirmou.
O Hemopa Capanema tem a responsabilidade de garantir atendimento da demanda transfusional dos municípios de Augusto Corrêa, Bragança, Bonito, Cachoeira do Piriá, Nova Timboteua, Ourém, Primavera, Peixe Boi , Quatipuru, Santa Luzia do Patá, São João de Pirabas, Santarém Novo, Salinópolis, Tracuateua e Viseu. A unidade tem uma média mensal de 200 doações e 250 transfusões. Das coletas efetivadas, 50% são do segmento jovem, 35% de mulheres e 70% são do tipo  espontâneas.
Equipe do Henca: profissionalismo e dedicação
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado. O resultado dos exames dos doadores podem ser obtidos on line, através do site: WWW.hemopa.pa.gov.br, em 30 dias após a coleta do sangue.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto
Serviço: Hemopa Capanema espera por você na BR 308, KM zero, S/N - Bairro São Cristóvão - Capanema /PA Mais informações: (91) 3462-2329. Funcionamento para coleta de sangue: 7h30 às 12h30. Mais informações: 8002808118, que funciona de 2ª a 6ª, de 8h às 18h.