quarta-feira, 31 de julho de 2013

Hemopa completa 35 anos e comemora com seus usuários

projetos sociais a favor da doação de sangue
Hemopa : 35 anos a favor da vida. É como esse slogan que o segundo hemocentro vai comemorar seu aniversário nesta sexta-feira, 02 de agosto, às 10h, no auditório do hemocentro. A comemoração alusiva ao aniversário prossegue nos dias 6, 7 e 8 com a realização do “II Encontro da Qualidade”, na sede da instituição.  A solenidade comemorativa contará com a presença do governador Simão Jatene e demais autoridades, além de funcionários, doadores, pacientes e representantes de instituições parceiras que ajudaram a construir a história do segundo hemocentro mais antigo do Brasil. Durante a cerimônia será procedida a “Obliteração” do selo comemorativo ao aniversário da instituição, que circulará por 30 dias em todas as correspondências da Agência Central dos Correios/Pa, entre outras homenagens.
O Hemopa faz aniversário e quer compartilhar com seus usuários a modernização da hemoterapia e hematologia no Estado, que superou desafios e obteve grandes avanços tecnológicos, ao longo dos anos. Segundo a presidente do Hemopa, a dra.Luciana Maradei, nas décadas de 60 e 70, o sistema transfusional do país funcionava livre do controle governamental e a doação de sangue era comercializada. Diante da caótica situação, o Governo Federal, através do Ministério da Saúde (MS) criou o Programa Nacional de Sangue que instituiu Centros de Hemoterapia, para coordenar as políticas estaduais de sangue, substituindo os sistemas remunerados da época.
Segmento jovem impulsiona doação de sangue
O primeiro passo rumo à melhoria da qualidade do sangue transfundido no Brasil  começou por Pernambuco, em novembro de 1977, onde foi implantado o primeiro hemocentro brasileiro. O fato entusiasmou o secretário de Saúde do Pará, naquela época, o prof. Manoel Ayres, que destinou todo empenho para criação do hemocentro paraense convidando o jovem médico João Carlos Pina Saraiva para assumir o desafio. Então, no dia 02 de agosto de 1978, era instituído Decreto nº 10.741, que criou a Fundação Centro Regional de Hemoterapia do Pará (FUNEPA), vinculado à Secretaria de Estado de Saúde (Sespa).
Em 1982, o órgão passou a ser denominado de Fundação Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará, através da lei nº 5.840, que a transformou em fundação de direito público. No dia 29 de março de 1994, a atual presidente do Hemopa, Luciana Maradei, inaugurou a nova e definitiva sede do HEMOPA que saiu de um prédio de 1.200m², localizado na av. Magalhães Barata esquina com a av. Castelo Branco, para o atual endereço, que possui uma área construída de 4.000m², onde foi erguido um dos hemocentros mais modernos da América Latina, não apenas pela arquitetura moderna, mas pela evolução tecnológica e ampliação dos seus produtos e serviços.
As importantes parcerias para aumentar número de coletas
Nos dias atuais, além de captar doadores, coletar, processar, armazenar e distribuir o sangue para a rede hospitalar do Pará, o hemocentro disponibiliza serviços de atendimento médico para pacientes portadores de doenças hematológicas, faz cadastro de doação de medula óssea, dá suporte ao Programa de Transplantes de Órgão do Governo do Estado, possui o primeiro e único Banco de Sangue de Cordão Umbilical e Placentário (BSCUP). E o mais importante: tem maior segurança transfusional com a implantação do teste do NAT (Teste Ácido Nucléico), que utiliza a metodologia de biologia molecular para detecção de várias doenças em 100% do sangue coletado no Estado.
Responsável pela coordenação da Política Estadual de Sangue do Pará, hoje o  Hemopa abastece 218 hospitais conveniados com o Sistema Único de Saúde (SUS), entre eles, grandes emergências, maternidades e UTI´s, que corresponde a cobertura transfusional de aproximadamente 104%.  A hemorrede paraense é composta por 48 unidades, sendo que 3 Hemocentros Regionais (Marabá, Santarém e Castanhal), 5 Núcleos de Hemoterapia (Abaetetuba, Altamira,Tucuruí, Redenção e   Agências Transfusionais (AT´s) na capital e interior paraense.
Assistência Hemoterápica- Somente ano passado, houve a coleta de 162 mil bolsas de sangue e 120.131 atendimentos transfusionais. Atualmente, a população doadora de sangue no Brasil é de 1.9%. Na Região Norte é de 1.5%. No Pará o índice de participação passou de 1.7% para 2.2%, superando a média nacional. Isso significa maior sensibilização, fidelização, cidadania e maior voluntariado, beneficiando diretamente os usuários dos serviços. No entanto, as ações não teriam êxito sem a parceria de instituições públicas e privadas.
Milhares de pacientes vão celebrar os 35 anos do Hemopa
Para reforçar o estoque, a Gerência de Captação de Doadores (GECAD) ampliou suas ações com a implementação do Programa Doador do Futuro, promovendo oficinas para “Formação de Multiplicadores”, junto aos professores das redes de ensino público e privado da capital e interior paraense, resultando na capacitação de 440 professores em 10 0ficinas, realizadas na hemorrede estadual.
Outra importante ação do Hemopa é o projeto "Agente da Doação", que objetiva a capacitação de profissionais dos Programas de Agentes Comunitários da Saúde (PACS) e  do Saúde Família (PSF), da Região Metropolitana de Belém (RMB), com promoção de oficinas.  A ação obteve excelente saldo com 16 oficinas que contabilizou a participação de 325 participantes.  A ação obteve excelente saldo com 16 oficinas que contabilizou a participação de 325 participantes.
Assistência Hematológica- Para melhorar cada vez mais o atendimento, o hemocentro destinou investimentos para capacitação em Hemoglobinopatias para 535 profissionais da área de saúde do interior do Estado, viando o diagnóstico precoce das patologias, o que vai reduzir o encaminhamento de pacientes para atendimento na capital.
Um grande abraço no Hemocentro do Pará
O atendimento médico para pacientes portadores de doenças hematológicas é feito por  equipe multidisciplinar com biomédicos, farmacêuticos bioquímicos, odontológicos, fisioterapeutas, fisiatras, enfermeiras, assistentes sociais, psicólogos e pedagogos, que somente em 2012, efetivou 7.610 atendimentos de pacientes entre adultos e crianças. Este ano, o foco das ações hematológicas estão voltadas para o controle das coagulopatias e melhor qualidade de vida dos portadores da doença.
   

Inovações Tecnológicas- Hoje, doadores e pacientes recebem resultado de exames  “on line”, através do site do Hemopa, oferecendo mais agilidade e conforto no atendimento aos usuários Outro diferencial e diversidade dos serviços é que o Hemopa é o único hemocentro no Brasil que disponibiliza serviço de Ouvidoria on line.
Apoio a Transplantes- Outro importante investimento foi a ampliação do Laboratório de Imunogenética, responsável pelo apoio laboratorial do Programa de Transplantes do Estado, com realização de exames pré-transplantes, inclusive, de pacientes renais oriundos dos municípios de Redenção, Marabá, Santarém, Bragança e Altamira.
Desde 2002, o hemocentro oferece serviço de cadastramento de candidatos à doação de medula óssea. Até joje o Hemopa já enviou 90 mil inscrições ao Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome). No Pará, cerca de 150 pacientes aguardam por um doador compatível de medula óssea.
Em busca de novas alternativas para aumentar as chances de encontrar doador de medula óssea compatível, fora da família, o disponibiliza o único Banco de Sangue de Cordão Umbilical e Placentário (BSCUP) da Região Norte, que atualmente possui 88 bolsas em seu bioarquivo. Para tanto, o hemocentro possui uma unidade coletadora de células tronco de bebês na maternidade do hospital da “Santa Casa”.
Serviço: O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109.Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h30. Maiores informações: 08002808118.


sexta-feira, 26 de julho de 2013

Doe sangue antes de viajar

Precisamos de sua ajuda para salvar vidas
Antes de viajar, para aproveitar o último final de semana das férias de julho, passe na Fundação Hemopa e doe sangue. A sugestão é da gerente de Captação de Doadores do hemocentro, a assistente social Juciara Farias. O apelo se justifica para garantir o abastecimento transfusional da rede hospitalar do estado, que atualmente é composta por mais de 200 estabelecimentos de saúde, cuja demanda aumenta em períodos de férias. No entanto, a oferta diminui em torno de 20%.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg. Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Além da sede do hemocentro, os voluntários podem doar sangue nos seguintes municípios: Castanhal, Marabá, Santarém, Altamira, Abaetetuba, Tucuruí, Redenção e Capanema.

Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

Militares do comando aéreo regional doam sangue

 A Fundação Hemopa recebeu no início da tarde desta sexta-feira (26), 32 homens do I Comando Aéreo Regional que doaram sangue. A iniciativa solidária e espontânea vai salvar cerca de 128 pacientes. As coletas reforçaram o estoque de sangue do hemocentro que sofreu redução do número de doações este mês, em função do período de férias, quando parte da população potencialmente doadora se desloca de Belém.
A ação solidária vai salvar muitas vidas.
De acordo com as informações do 2º Sargento Lúcio, o grupo faz parte do curso de adaptação para a graduação de 3º Sargento e Sargento de Taifa. A iniciativa de doar sangue partiu dos próprios militares. “Eles decidiram fazer uma ação de responsabilidade social e escolheram a coleta de sangue”, comentou, parabenizando o grupo pela idéia.
Bastante satisfeita com a ação, a assistente social Odileie Gordo, que atua na Gerência de Captação de Doadores (Gecad), agradeceu as 32 doações. “Elas vão servir para mais de 100 pessoas que aguardam por uma transfusão nos leitos da rede hospitalar. Nosso muito obrigada pela atitude exemplar de cidadania”, destacou.
O Hemopa agradece e parabeniza pela iniciativa
Com movimento de candidatos à doação  considerado fraco, a assiste social sugere que além da sede do hemocentro, os veranista podem doar sangue nos seguintes municípios onde o Hemopa possui unidade: Castanhal, Marabá, Santarém, Altamira, Abaetetuba, Tucuruí, Redenção e Capanema. “É bom lembrar que doença não tira férias.Então, antes de viajar doe sangue no hemocentro mais próximo”.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg. Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.
                                        


Igreja incentiva doação de sangue neste sábado

 Desde o início do veraneio, a Fundação Hemopa vem realizando campanhas externas de doação de sangue em parceria com várias instituições da Região Metropolitana de Belém (RMB). A atividade também conta com coleta na unidade móvel em pontos estratégicos da cidade e, ainda, com campanhas direcionadas para a sede do Hemopa.
Reuniões de sensibilização antecederam a campanha
Do dia 02/07 até o dia 24, foram realizadas 1.350 campanhas que resultou em 1.350 comparecimentos, contribuindo para o atendimento da demanda transfusional da rede hospitalar, que somente em Belém, é composta por 85 estabelecimentos de saúde. São ações estratégicas para incentivar a doação voluntária de sangue num período em que a demanda aumenta e oferta diminui, devido boa parte da população viajar para outras cidades ou estados.
O calendário de campanha prossegue neste sábado, 27, em parceria com membros da Igreja de Jesus Cristo dos Últimos Dias, que promoverá movimento nacional de doação de sangue. A ação faz parte do programa social “Mãos que ajudam”, que no Pará, vai envolver as unidades do Entroncamento e Cabanagem. Serão mais de 30 mil voluntários em todo o Brasil. No Pará, os candidatos à doação serão encaminhados à sede do Hemopa, de 8h às 15h. A meta será de 300 doações.
Todos são responsáveis pelo abastecimento do banco de sangue
Instituições interessadas em compor parceria com o Hemopa, entrar em contato com 32245048/32425430, de 2ª a 6ª, de 8h às 18h; e aos sábados até às 15h.
Para quem se deslocar de Belém para outras cidades paraenses, ela apontou que o Hemopa possui unidades de coleta de sangue em Santarém, Castanhal, Marabá, Altamira, Tucuruí, Redenção, Capanema e Abaetetuba.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg. Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudável e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.

Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

terça-feira, 23 de julho de 2013

Mais de mil voluntários já passaram pelas campanhas externas do Hemopa

 Desde o início do veraneio, a Fundação Hemopa vem realizando campanhas externas de doação de sangue em parceria com várias instituições da Região Metropolitana de Belém (RMB). A atividade também conta com coleta na unidade móvel em pontos estratégicos da cidade e, ainda, com campanhas direcionadas para a sede do Hemopa.
Unidade móvel descentraliza coleta e facilita doação
Do dia 02/07 até sábado passado, 20, 1.157 voluntários aderiram às campanhas, contribuindo para o atendimento da demanda transfusional da rede hospitalar, que somente em Belém, é composta por 85 estabelecimentos de saúde. São ações estratégicas para incentivar a doação voluntária de sangue num período em que a demanda aumenta e oferta é reduziza pelo deslocamento de boa parte da população para outras cidades ou estados.
Hoje e amanhã, 23 e 24, a unidade móvel
A programação de campanha externa do Hemopa, segue hoje e amanhã, 23 e 24, de 8h ás 15h, na Av. Presidente Vargas, em frente ao prédio do banco do Brasil, esquina com a rua Santo Antônio, onde a unidade móvel do hemocentro tem ponto fixo para facilitar a vdsa de quem quer doar sangue e não tempo para ir até a sede da instituição .
Doações reforçam estoque de sangue e salvam muitas vidas
No dia 27, será realizada campanha nacional de doação de sangue com membros e amigos da Igreja de Jesus Cristo dos Últimos Dias. A ação faz parte do programa social “Mãos que ajudam”, que no Pará, vai envolver as unidades do Entroncamento e Cabanagem. Serão mais de 30 mil voluntários em todo o Brasil. No Pará, os candidatos à doação serão encaminhados à sede do Hemopa, a partir das 8h às 15h. A meta será de 300 doações.
Instituições interessadas em compor parceria com o Hemopa, entrar em contato com 32245048/32425430, de 2ª a 6ª, de 8h às 18h; e aos sábados até às 15h.
Para quem se deslocar de Belém para outras cidades paraenses, ela apontou que o Hemopa possui unidades de coleta de sangue em Santarém, Castanhal, Marabá, Altamira, Tucuruí, Redenção, Capanema e Abaetetuba.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg. Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudável e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.

Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

Hemopa promove vídeo conferências

O Núcleo de Ensino e Pesquisa (Nepes), da Fundação Hemopa,  informa a realização de vídeo conferência, nesta terça-feira, de 14h às 15h30, que vai tratar sobre “Triagem clínica de doadores de sangue-Dúvidas e controvérsias”. O assunto será ministrado por Marcelo Addas Carvalho. Amanhã, 24, haverá outra sessão vídeo conferência, de 9h às 10h30, sobre “Excelência na gestão pública”, que será abordada por Cláudio Medeiros.  

Amboseventos serão realizado na sala de aula do Nepes, no 2º piso do hemocentro. Os interessados devem fazer suas inscrições através do email: nepes_hemopa@hemopa.pa.gov.br. Mais informações:08002808118.

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Igreja Batista incentiva doação de sangue neste sábado

Desde o início deste mês, a Fundação Hemopa vem realizando campanhas externas de doação de sangue em parceria com várias instituições da Região Metropolitana de Belém (RMB).
Neste sábado, 20, de 8h ás 8h, segue campanha em parceria parceria com a Igreja Batista, que está reunindo seus fiéis no Hangar – Centro de Convenções e Feira da Amazônia, desde hoje (19). A meta é de 100 doações. Haverá ainda cadastro de doadores de medula óssea.
No dia 27, será realizada campanha nacional de doação de sangue com membros e amigos da Igreja de Jesus Cristo dos Últimos Dias. A ação faz parte do programa social “Mãos que ajudam”, que no Pará, vai envolver as unidades do Entroncamento e Cabanagem. Serão mais de 30 mil voluntários em todo o Brasil. No Pará, os candidatos à doação serão encaminhados á sede do Hemopa, a partir das 8h às 15h. A meta será de 300 doações.
Instituições interessadas em compor parceria com o Hemopa, entrar em contato com 32245048/32425430, de 2ª a 6ª, de 8h às 18h; e aos sábados até às 15h.
Para quem se deslocar de Belém para outras cidades paraenses, ela apontou que o Hemopa possui unidades de coleta de sangue em Santarém, Castanhal, Marabá, Altamira, Tucuruí, Redenção, Capanema e Abaetetuba.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg. Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudável e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.

Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Quase 800 voluntários já compareceram em campanhas externas do veraneio

Doação descentralizada para elevar número de coletas
 Desde o início deste mês, a Fundação Hemopa vem realizando campanhas externas de doação de sangue em parceria com várias instituições da Região Metropolitana de Belém (RMB). Do dia 02/07 até ontem (16), foram promovidas oito ações estratégicas que garantiram o comparecimento de 797 voluntários. Hoje, 17, até às 16h, a unidade móvel do hemocentro encontra-se na Av. Presidente Vargas, em frente ao prédio do Banco do Brasil, esquina da rua Santo Antônio. A meta é de 100 doações.
Nesta sexta-feira, 19, de 8h às 18h, haverá campanha interna na sede do hemocentro, em parceria  com a 5ª Companhia de Guardas. A
Previsão é de 40 coletas. 
O calendário de ações segue nos dias 19 e 20, de 7h às 19h, em parceria com a Igreja Batista, que vai reunir seus fiéis no Hangar – Centro de Convenções e Feira da Amazônia. A meta de 100 doações é para todas as ações. Haverá ainda cadastro de doadores de medula óssea.
"Mãos que ajudam" em todos os cantos do Pará
No dia 27, será realizada campanha nacional de doação de sangue com membros e amigos da Igreja de Jesus Cristo dos Últimos Dias. A ação faz parte do programa social “Mãos que ajudam”, que no Pará, vai envolver as unidades do Entroncamento e Cabanagem. Serão mais de 30 mil voluntários em todo o Brasil. No Pará, os candidatos à doação serão encaminhados á sede do Hemopa, a partir das 8h às 15h. A meta será de 300 doações.
Sobre a campanha deste sábado, a titular da Gecad, a assistente social Juciara Farias explicou que projeto  “Vida por Vidas” em 2005 a partir de uma iniciativa do movimento de jovem da Igreja Adventista. A campanha cresceu e expandiu já passou pela Argentina, Bolívia, Chile, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai, com o  objetivo de conscientizar os cidadãos para o hábito de doar, suprindo assim a demanda dos estoques de sangue nos hospitais e hemocentros. O projeto costuma usar a seguinte frase para sensibilização; “Doar sangue é um ato bonito, seguro, uma forma rápida de ajudar alguém e, seu sangue é tão bom, que não deveria guardar só para você”. Que a frase sirva de estímulo para muitas pessoas.
Agende sua doação dia 27 e salve muitas vidas
Instituições interessadas em compor parceria com o Hemopa, entrar em contato com 32245048/32425430, de 2ª a 6ª, de 8h às 18h; e aos sábados até às 15h.
Para quem se deslocar de Belém para outras cidades paraenses, ela apontou que o Hemopa possui unidades de coleta de sangue em Santarém, Castanhal, Marabá, Altamira, Tucuruí, Redenção, Capanema e Abaetetuba.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg. Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudável e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.

Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Unidade móvel do Hemopa volta a coletar na Av. Presidente Vargas


Hemopa vai até você, doador de sangue.
Nesta terça e quarta-feira, 16 e 17, de 8h às 15h, a unidade de coleta de sangue da Fundação Hemopa estará estacionada na Av. Presidente Vargas, em frente ao prédio do Banco do Brasil. A campanha externa tem a meta de efetivar 100 doações/dias, que vão suprir estoque estratégico do hemocentro e garantir atendimento da demanda transfusional da rede hospitalar, durante o veraneio, quando é registrado a redução de aproximadamente 20% do comparecimento do voluntariado.

A programação começou dia 02/07, e até o dia 13, foram realizadas seis campanhas em parceria com instituições públicas e privadas, que já somaram a participação de 671 voluntários, que aderiram às campanhas realizadas na Av. Presidente Vargas, Empresa Dinamo Engenharia, Shopping Castanheira e com jovens da Igreja Adventista do 7º Dia, através do projeto “Mãos que Ajudam”, realizada no último sábado, na sede do hemocentro, que somou 68 coletas.
O calendário de atividades prosseguirá nos dias 19 e 20, de 7h às 19h, em parceria com a Igreja Batista, que vai reunir seus fiéis no Hangar – Centro de Convenções e Feira da Amazônia. A meta de 100 doações é para todas as ações. Haverá ainda cadastro de doadores de medula óssea.
 No dia 27, será realizada campanha nacional de doação de sangue com membros e amigos da Igreja de Jesus Cristo dos Últimos Dias. A ação faz parte do programa social “Mãos que Ajudam”, que no Pará, vai envolver as unidades do Entroncamento e Cabanagem. Serão mais de 30 mil voluntários em todo o Brasil. No Pará, os candidatos à doação serão encaminhados á sede do Hemopa, a partir das 8h às 15h. A meta será de 300 doações.
"Mãos que ajudam" a salvar muitas vidas
Instituições interessadas em compor parceria com o Hemopa, entrar em contato com 32245048/32425430, de 2ª a 6ª, de 8h às 18h; e aos sábados até às 15h.
Para quem se deslocar de Belém para outras cidades paraenses, ela apontou que o Hemopa possui unidades de coleta de sangue em Santarém, Castanhal, Marabá, Altamira, Tucuruí, Redenção, Capanema e Abaetetuba.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg. Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudável e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Campanhas em parcerias aumentam coleta de sangue em Belém

 Neste sábado, 13, a partir das 9h, a Fundação Hemopa estará recebendo mais de 100 membros da Igreja Adventista do 7º Dia, que vão doar sangue para a campanha do projeto “Vida por Vidas”. A meta será de 120 doações.
A unidade retorna para o Castanheira nos dias 17, 23 e 24.
A ação estratégica faz parte da programação de campanhas externas do veraneio que a Gerência de Captação de Doadores elaborou para reforçar estoque técnico do hemocentro, que enfrenta dificuldades, neste de férias, com a redução de aproximadamente 20% dos voluntários, quando parte da população se desloca da capital.
O calendário de atividades começou com ação nos dias 2 e 3, com unidade móvel na Av. Presidente Vargas, em frente ao prédio do Banco do Brasil, que resultou em 155 comparecimentos. No dia 6, foi realizada campanha em parceria com a empresa “Dinamo Engenharia”, que somou mais 92 voluntários. Nos dias 10 e 11, a unidade de coleta do Hemocentro foi para o pátio do Shopping Castanheira, onde foi registrada a participação total de 325 comparecimentos. Essas ações somaram o significativo saldo de 571 voluntários.
O militar Márcio Monsan, 38, foi um desses voluntários de campanha externa.  Ontem (11), ele passava em frente ao Shopping Castanheira, viu a unidade móvel de coleta e não teve dúvidas: Parou para doar. Há 20 anos ele repete o gesto de forma espontânea. “As pessoas têm que perder o medo da agulha. A satisfação em salvar vidas e muito maior”, comentou.
O cronograma de campanhas prossegue nos dias 19 e 20, de 7h às 19h, em parceria com a Igreja Batista, que vai reunir seus fiéis no Hangar – Centro de Convenções e Feira da Amazônia. A meta de 100 doações é para todas as ações. Haverá ainda cadastro de doadores de medula óssea.
Campanha com participação significa de voluntários
No dia 27, será realizada campanha nacional de doação de sangue com membros e amigos da Igreja de Jesus Cristo dos Últimos Dias. A ação faz parte do programa social “Mãos que ajudam”, que no Pará, vai envolver as unidades do Entroncamento e Cabanagem. Serão mais de 30 mil voluntários em todo o Brasil. No Pará, os candidatos à doação serão encaminhados á sede do Hemopa, a partir das 8h às 15h. A meta será de 300 doações.
Sobre a campanha deste sábado, a titular da Gecad, a assistente social Juciara Farias explicou que projeto  “Vida por Vidas” em 2005 a partir de uma iniciativa do movimento de jovem da Igreja Adventista. A campanha cresceu e expandiu já passou pela Argentina, Bolívia, Chile, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai, com o  objetivo de conscientizar os cidadãos para o hábito de doar, suprindo assim a demanda dos estoques de sangue nos hospitais e hemocentros. O projeto costuma usar a seguinte frase para sensibilização; “Doar sangue é um ato bonito, seguro, uma forma rápida de ajudar alguém e, seu sangue é tão bom, que não deveria guardar só para você”. Que a frase sirva de estímulo para muitas pessoas.
Instituições interessadas em compor parceria com o Hemopa, entrar em contato com 32245048/32425430, de 2ª a 6ª, de 8h às 18h; e aos sábados até às 15h.
Para quem se deslocar de Belém para outras cidades paraenses, ela apontou que o Hemopa possui unidades de coleta de sangue em Santarém, Castanhal, Marabá, Altamira, Tucuruí, Redenção, Capanema e Abaetetuba.
Márcio Monsan (dir) já salvou muitas vidas espontaneamente
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg. Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudável e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.

Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Hemopa descentraliza a coleta para aumentar número de doações de sangue

Unidade de coleta em pontos estratégicos da cidade
 A Fundação Hemopa prossegue com calendário de campanha externa nesta quinta-feira, 11, até às 20h, no pátio do shopping Castanheira, na Br-316, Km 01. Ontem (10), no mesmo local, houve o comparecimento de 146 voluntários. A unidade móvel de coleta de sangue do hemocentro retorna ao shopping nos dias 30 e 31/07. A meta sempre de 100 doações/dia.
Neste sábado, 13, a partir das 8h, jovens da Igreja Adventista do 7º Dia, doarão sangue, através do projeto “Vida por Vidas”. A meta será de 120 coletas.
Nos dias 19 e 20, de 7h às 19h, a campanha será em parceria com a Igreja Batista, que vai reunir seus fiéis no Hangar – Centro de Convenções e Feira da Amazônia. A meta de 100 doações é para todas as ações. Haverá ainda cadastro de doadores de medula óssea.
No dia 27, será realizada campanha nacional de doação de sangue com membros e amigos da Igreja de Jesus Cristo dos Últimos Dias. A ação faz parte do programa social “Mãos que ajudam”, que no Pará, vai envolver as unidades do Entroncamento e Cabanagem. Serão mais de 30 mil voluntários em todo o Brasil. No Pará, os candidatos à doação serão encaminhados á sede do Hemopa, a partir das 8h às 15h. A meta será de 300 doações.
Voluntários do programa "Mãos que Ajudam"
O “Mãos que ajudam” é de caráter humanitário e de prestação de serviço comunitário, que mobiliza milhares de voluntários de todas as idades, membros da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, no Brasil, estendendo a mão a quem precisa. Para eles, o exemplo é capaz de mobilizar aqueles que as palavras não convencem.
Instituições interessadas em compor parceria com o Hemopa, entrar em contato com 32245048/32425430, de
 2ª a 6ª, de 8h às 18h; e aos sábados até às 15h.
Para quem se deslocar de Belém para outras cidades paraenses, ela apontou que o Hemopa possui unidades de coleta de sangue em Santarém, Castanhal, Marabá, Altamira, Tucuruí, Redenção, Capanema e Abaetetuba.
Projeto Vida por Vidas, impulsiona doações de sangue
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg. Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudável e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto
A novidade do Hemopa é que os doadores podem obter o resultado desses exames pela internet, através do site www.hemopa-pa.gov.br, em até 30 dias.

Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

quarta-feira, 10 de julho de 2013

Hemopa convoca doadores com sangue O Positivo com urgência

O comediante Serginho Cunha um constante incentivador
 Assim como nas demais unidades da hemorrede brasileira, a Fundação Hemopa enfrenta problemas com a insuficiência do número de candidatos à doação de sangue em julho, em função das férias. Desde o início deste mês, o índice de comparecimento caiu em torno de 20%. Nesta quarta-feira (10), por exemplo, a maior necessidade registrada é do sangue tipo O Positivo, apesar de ser o mais comum entre os brasileiros, que corresponde a 55% da população.
Para reverter o quadro e restaurar o banco de sangue do hemocentro, a Gerência de Captação de Doadores (Gecad), está intensificando campanhas externas de doação de sangue em parcerias com várias instituições da Região Metropolitana de Belém (RMB). Hoje (10) e amanhã, 11, haverá coleta com a unidade móvel no Shopping Castanheira, de 10h às 20h. Essa mesma ação acontecerá ainda nos dias 30 e 31, na BR-316, Km 01.
A programação teve início dia 2 e 3, com campanha externa na Av. Presidente Vargas, em frente ao Banco do Brasil, e vai prosseguir nos dias 17, 23 e 24, de 8h às 16h. No dia 06, houve ação em parceria com a empresa “Dinamo Engenharia”.
Unidade móvel  na Av.  Presidente  Vargas.
Neste sábado, 13, a partir das 8h, jovens da Igreja Adventista do 7º Dia, doarão sangue, através do projeto “Vida por Vidas”. A meta será de 120 coletas.
Para quem se deslocar de Belém para outras cidades paraenses, ela apontou que o Hemopa possui unidades de coleta de sangue em Santarém, Castanhal, Marabá, Altamira, Tucuruí, Redenção, Capanema e Abaetetuba.
Nos dias 19 e 20, de 7h às 19h, a campanha será em parceria com a Igreja Batista, que vai reunir seus fiéis no Hangar – Centro de Convenções e Feira da Amazônia. A meta de 100 doações é para todas as ações. Haverá ainda cadastro de doadores de medula óssea.
Instituições interessadas em compor parceria com o Hemopa, entrar em contato com 32245048/32425430, de 2ª a 6ª, de 8h às 18h; e aos sábados até às 15h.
Doadores do projeto "Mãos que Ajudam" com solidariedade
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg. Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudável e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto
A novidade do Hemopa é que os doadores podem obter o resultado desses exames pela internet, através do site www.hemopa-pa.gov.br, em até 30 dias.

Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

terça-feira, 9 de julho de 2013

Hemopa ganha reforço nas coletas com programa “Mãos que ajudam”

No próximo dia 27, será realizada campanha nacional de doação de sangue com membros e amigos da Igreja de Jesus Cristo dos Últimos Dias. A ação faz parte do programa social “Mãos que ajudam”, que no Pará, vai envolver as unidades do Entroncamento e Cabanagem. Serão mais de 30 mil voluntários em todo o Brasil.
O “Mãos que ajudam” é de caráter  humanitário e de prestação de serviço comunitário, que mobiliza milhares de voluntários de todas as idades, membros da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, no Brasil, estendendo a mão a quem precisa. Para eles, o exemplo é capaz de mobilizar aqueles que as palavras não convencem.
Antecedendo a grande coleta na sede do hemocentro, dia 27, no último domingo (7), às 20 horas, foi realizada a primeira reunião de sensibilização na capela do Entroncamento. A palestra foi ministrada pela assistente social Rosicleide Teodoro, quer atua na Gerência de Captação de Dodores (Gecad), tratou da importância da participação da sociedade no processo da doação de sangue, ressaltando a relevância dessa mobilização nacional da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias
Sob a liderança do diretor de Assuntos Públicos Multiestacas, Ricardo Barbosa, a reunião também contou com a participação do presidente da “Estaca Entroncamento”, dos diretores de Assuntos Públicos das 5 Estacas.
Neste domingo, 14, está programado reuniões nas Estacas Icoaraci e Belém. Dia 21, será na estaca Cidade Nova. Todas as reuniões contarão com a participação de membros do Conselho Multiestacas de Assuntos Públicos e de assistentes sociais do Hemopa.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg. Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudável e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto
A novidade do Hemopa é que os doadores podem obter o resultado desses exames pela internet, através do site www.hemopa-pa.gov.br, em até 30 dias.

Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Veraneio provoca redução do número de coletas de sangue

Unidade móvel em vários pontos da cidade
A Fundação Hemopa agradece os 74 voluntários que compareceram no dia de ontem (3), na unidade móvel de coleta de sangue da Fundação Hemopa, que ficou estacionada durante todo o dia na Av. Presidente Vargas, em frente ao prédio do Banco do Brasil. Somados aos 81 comparecimentos registrados no dia 2, foram 155 pessoas solidária que atenderam o apelo da campanha externa.
A programação das ações externas prossegue até o final deste mês, com a finalidade de abastecer o estoque de sangue do hemocentro para atendimento da demanda do veraneio, quando a hemorrede estadual enfrenta dificuldades com a evasão de aproximadamente 30% de candidatos à doação de sangue.
As campanhas seguem até final deste mês 
Na sede do hemocentro, o número de coletas não atingiu a média diária de 250 doações. Na segunda-feira passada (1º), houve 174 doações; no dia 2, foram 194 coletas; no dia 3, 172 coletas foram efetivadas; e até às 12h de hoje, 66 doações concluídas. Para a gerente de Coleta, dra. Paula Amarantes, o movimento de doadores está bastante reduzido. “ Vamos esperar que melhore para que possamos atender satisfatoriamente as solicitações hospitalares, que não param de crescer”, observou, convocando a população para aderir a operação verão do governo do estado: “Juntos por um verão com moderação”, especialmente com cuidados redobrados nas estradas para evitar acidentes.
Para quem se deslocar de Belém para outras cidades paraenses, ela apontou que o Hemopa possui unidades de coleta de sangue em Santarém, Castanhal, Marabá, Altamira, Tucuruí, Redenção, Capanema e Abaetetuba.
A programação de campanhas externas segue dia 06, de 7h às 16h, em parceria com a empresa Dinamo Engenharia, localizada na Tv. Haroldo Veloso, nº 202,  no Tapanã. A ação envolverá funcionários e familiares. Nos dias 10, 11, 30 e 31, de 9h às 20h, a ação será promovida em parceria com o Shopping Castanheira, na BR-316, Km 01. Dias 19 e 20, de 7h às 19h, a campanha será em parceria com a Igreja Batista, que vai reunir seus fiéis no Hangar – Centro de Convenções e Feira da Amazônia. A meta de 100 doações é para todas as ações. Haverá ainda cadastro de doadores de medula óssea.
Centenas de pessoas dependem de sua doação de sangue
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg. Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudável e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto
A novidade do Hemopa é que os doadores podem obter o resultado desses exames pela internet, através do site www.hemopa-pa.gov.br, em até 30 dias.

Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.