sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Hemopa Capanema encerra campanha e supera meta de doações


Casal unido no amor e na doação de sangue.Parabéns!



Cássia seguiu o exemplo da mãe e salvou vidas

Cássio Ribeiro se uniu à mãe e à irmão na doação de sangue


O Hemonúcleo de Capanema (Henca) comemora o significativo saldo de 305 bolsas de sangue superando a meta de 200 doações, de 25 a 29/11. Essas coletas devem atender aproximadamente 1.220 pacientes adultos, no mês de dezembro, quando normalmente a unidade enfrenta dificuldades com a evasão de doadores, anualmente registrada no período natalino.
Segundo a responsável pelo serviço de Captação de Doadores do Henca, a assistente social Luiza Helena Santana, a mobilização ganhou fôlego com a parceria da Secretaria Municipal de Saúde que promoveu gincana solidária entre seus funcionários e familiares, desde o dia 18, que somou mais 101 bolsas á campanha, que servirão de importante reforço para estoque de sangue da unidade, que tem a responsabilidade de abastecer a rede hospitalar de 16 municípios da região do Caetés.
Bastante satisfeita com o resultado final da mobilização, ela agradeceu todos os doadores que aderiram à campanha. “Isso representa esperança de vida aos pacientes que dependem da transfusão para sobreviver, e também mais tranquilidade aos seus familiares e amigos. A doação de sangue significa muito mais que as pessoas imaginam. Obrigada, doadores”.Ela estendeu seus agradecimentos à equipe de profissionais da unidade que ,  segundo ela, “foram incansáveis” para proporcionar um ambiente alegre e de coleta segura.
O jornalista Elson sentiu e retratou a solidariedade das veias
Durante a campanha, muitos casos de solidariedade foram registrados pelo Serviço Social, entre elas, da doadora Cléo Ribeiro, que por está enfrentando uns problemas de saúde que impediram sua doação temporariamente, levou seus dois filhos Cássia e Cássio Ribeiro, de 16 e 17 anos, respectivamente, para a primeira doação no Hemopa Capanema. A mãe incentivoi, encorajou  os filhos durante todo o processo. Ao final, abriu um lindo sorriso de satisfação por ver que seu exemplo foi importante para a decisão deles. ´”È muito gratificante ver meu exemplo ser seguido pelos filhos.É emocionante”, disse Cléo Ribeiro.
Da mesma forma, Vicente Meirelles, que é doador de repetição, também levou o filho Fernando Meireles,18 anos, para sua primeira doação. Eles doaram juntos e o Dia do Doador se tornou a data mais importante da vida deles. “Esse dia ficará marcado em nossas vidas”, disse o pai com a cumplicidade do filho.
Pai e filho juntos até na doação de sangue.
O casal Maria do Socorro Silva e Leônidas Rodrigues Júnior  também fizeram sua parte, doando sangue juntos. A doação foi devidamente registrada pelas lentes dos colegas que o acompanhavam. “Estamos muito felizes pela doação, pois sabemos que vamos ajudar a salvar vidas de muitas pessoas.
O jornalista de uma emissora de televisão local, Elson Machado, foi fazer a cobertura do evento e aproveitou a oportunidade para passar pela experiência da primeira doação. “Ele ficou sensibilizado pelos doadores e acabou integrando essa corrente do bem”, comentou Luiza Helena.
Serviço: O Hemopa Capanema espera por você na Rod. BR 308, Km zero, S/N. Bairro São Cristóvão - Capanema/PA. Mais informações: (91) 3462-2744.

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Hemopa finaliza programação natalina


Coral de Hemopa já está em ensaio geral

A Fundação Hemopa está finalizando sua programação natalina que será realizada nos 11,12 e 13 de dezembro, com a finalidade de proporcionar mais integração entre a instituição, funcionários, usuários e à sociedade em geral. A ação contará com a “V Feirinha Natalina 2013”, “III Recital de Natal” e o “III Auto de Natal”, que vai marcar a confraternização da instituição. A programação será coordenada pelo Servido de Assistência à Saúde do Servidor (SASS).
Apresentação do Auto de Natal emocionou os presentes
Nos três dias de programação, de 8h às 14h, haverá comercialização de produtos artesanais produzidos por servidores e familiares durante a “Feirinha natalina”, cuja exposição dos produtos será na área frontal do hemocentro que estará encoberta para maior conforto dos visitantes. Com vagas limitadas, as inscrições já estão abertas e vão até o dia 10/12, de 8h às 14h, na sala do SASS.
No dia 13, a partir das 18h, será o ponto alto do evento com apresentação do  “III Recital de Corais de Vozes” com a participação do coral do Hemopa, do coral “Vozes da Amazônia”, do banco da Amazônia (Basa) e do coral “São Franscisco de Assis-O cantor da paz”, da Igreja dos Capuchinhos.
A feirinha obteve bastante visitação
Nesta mesma noite, haverá ainda a apresentação do “III Auto de Natal” com elenco composto somente por servidores. Este ano, a peça teatral terá como tema “O verdadeiro sentido do Natal”, com direção geral da servidora Maria de Lurdes Almeida.
Segundo a psicóloga do SASS, Suzana Repolho, a ação faz parte do programa de “Valorização do Servidor”. A atividade exige a participação de toda a equipe para garantir maior integração e desenvolvimento das ações. “Não estamos medindo esforços para que tudo saia de acordo com o planejado.Será um momento de união e de confraternização.Por isso, contamos com a presença do maior número possível de funcionários, familiares e amigos”, ressaltou, estendendo o convite à sociedade em geral..




Hemopa retoma campanhas externas em dezembro



Várias instituições unidas para salvar vidas

A Fundação Hemopa retoma calendário de campanhas externas de doação de sangue e cadastro de doadores de medula óssea no mês de dezembro. Essas ações fazem a retaguarda para suprir banco de sangue do hemocentro e atender satisfatoriamente a demanda transfusional da rede hospitalar.
O cronograma de campanhas começa no dia três e vai até o dia 21, em parceria com instituições públicas e privadas. Os interessados devem acompanhar o calendário em nossas redes sociais e site do Hemopa. As informações também serão repassas à imprensa local com o objetivo de manter a média de 100 coletas por campanha realizada. 

Dia 3: na UFPA, na Av. Perimetral (prox. Ao ginásio de esporte), de 8h às 17h. Nos dias 4 e 5, na Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, na Rua Oliveira Belo 195, de 8h às 17h. No dia 7, no  Colégio Centro de Estudos Integrado (CEI), na Av. A. Montenegro, 650 – Icoaraci, de 8h às 17h. Nos dias 10 e 11, Shopping Castanheira, na BR 316, 10h às 19h. Nos dias 12 e 13, na Escola Tereza Dávila, na Rua Decouville, 951 – Marituba, de 8h às 15h.
 
Mais informações:08002808118.

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Movimento de doadores está bom, mas deve melhorar



 A Fundação Hemopa retoma suas atividades do terceiro dia de ações alusivas ao Dia Nacional do Doador de Sangue, que começou no dia 24 e se estenderá até o próximo sábado, 30. Ontem, 26, o hemocentro registrou o comparecimento de 332 voluntários e 282 coletas efetivadas. O movimento foi considerado regular, tendo em vista que faltou bem pouco para atingir a meta de 300 doações/dia. Essa quantidade de coleta diária foi estipulada para atender satisfatoriamente a crescente demanda transfusional de dezembro, que por se tratar de uma época festiva, normalmente provoca significativa evasão de doadores.
Karina Lopes vai incentivar o ato solidário entre amigos
 “Quem ajuda, doa solidariedade. Quem doa sangue, salva vidas”. É o tema da campanha que está sendo realizada nos Hemocentros Regionais de Castanhal, Marabá, Santarém; e nos Hemonúcleos de Abaetetuba, Altamira, Tucuruí, Redenção e Capanema. No entanto, a programação festiva é distinta e de acordo com a realidade de cada localidade. Mas, todas homenageiam os doadores.
Atendendo o apelo da campanha, o eletricista Eduardo Henrique Sodré Melo, 29, compareceu na manhã de ontem para efetuar sua 9ª doação. Ele disse que uniu o útil ao agradável ao atender pedido de um amigo, e pelas comemorações em homenagens aos doadores, que ele ficou sabendo pela televisão. “Fico muito feliz em colaborar para recuperação da saúde de outras pessoas. Não custa nada e a sensação é a melhor possível”.
Cilene Pereira já experimentou os dois lados da moeda
Coincidentemente, seu sangue foi coletado pela técnica em enfermagem Cilene de Castro Pereira, que também é doadora de sangue desde 1998. Sua larga experiência profissional se confunde com seus 15 anos de solidariedade em salvar vidas, doando sangue. “No fundo eu ajudo a salvar vidas dos dois lados. Durante a semana do doador é muito trabalho com o grande movimento, mas o resultado é recompensador”, observou, sugerindo que os doadores de primeira vez se tornem de repetição, pois sempre tem alguém precisando de sangue.
A jornalista Silvia Karina Lopes da Silva, 34, realizou seu antigo de doar sangue. “Fiz várias tentativas, mas não tinha peso suficiente. Outra vez estava grávida e depois amamentando. Mas, agora deu tudo certo. Aproveitei a campanha para ajudar a salvar vidas”, comentou. Ela atua na produção da rádio Cultura, e de certa forma já ajudava na captação de doadores ao divulgar as ações desenvolvidas pelo hemocentro. Sobre uma mensagem para aquelas pessoas que ainda não doaram sangue, ela afirma: “Não dói nada. Vou incentivar meus colegas de trabalho e do movimento sindical da categoria ‘Jornalista Vale Mais’ para mostrar a solidariedade da classe, através da doação de sangue”.
Quem doa sangue ganha uma linda camiseta da campanha
A gerente de Captação de Doadores do Hemopa, a assistente social Juciara Farias, reafirma o convite à população potencialmente doadora para aderir a campanha . Todos doadores do período estão recebendo um kit com camiseta, panfleto e preservativos. “Venha logo e nos ajude a atingir diariamente nossa meta de coletas”.
A campanha será encerrada neste sábado, 30, com culto com adventistas, às 9h, no auditório do Hemopa, em parceria com o projeto “Vida por Vidas”, que estimula a doação voluntária de sangue na América do Sul. No Hemopa, a parceria existe desde 2005.
Quem pode doar sangue:
Até sábado, o movimento de voluntários deve aumentar
Qualquer pessoa com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea:
Homem ou mulher saudáveis e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118 ou 32429100- R:205.