sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Hemopa convoca doadores e militares doam sangue

 Apesar da recente campanha em homenagem ao Dia Nacional do Doador de Sangue, realizada de 19 a 25/11, que rendeu duas mil coletas que ajudarão a salvar 8 mil pacientes internados na rede hospitalar, a sede da Fundação Hemopa já registra uma queda de 20% do número de comparecimento de voluntários no período de 28 a 30/11, que exige ações para reverter o quadro e intensificar a presença de doadores
Para manter o estoque estratégico o hemocentro conta com parcerias de instituições públicas e privadas, como o 2º Batalhão da Polícia Militar que promoveu  campanha de doação de sangue durante toda a manhã desta quinta-feira, 1, e contou com a presença de 40 voluntários.

Segundo o responsável pelo grupo, Fernando Lima, 32, que é doador desde os 18 anos, a campanha é uma ação voltada para os policiais que estão iniciando no 1º curso Operacional de Motociclistas de Recobrimento e ressalta a importância da doação de sangue. “Realizamos um trote voluntário de inicio de curso, então decidimos não fazer nenhum tipo de atividade física e, sim transformar o trote que é normal do curso, em trote voluntário”, informou.
Para Elton Blanco dos Santos, 31 anos, policial e aluno do curso, que realizou sua terceira doação, é um prazer contribuir com saldo positivo da campanha. “Acho muito importante ajudar o próximo. Pois não sabemos o dia de amanhã. Tem muitos acidentes, e pessoas que precisam de transfusão. Então é muito importante a doação de sangue”, destacou.

A programação de campanhas para o mês de dezembro segue nos dias 2 e 3/12, com alunos do Colégio Marista e da Escola Tereza D’Avila, com Grupo Sangue Corintiano e com membros da Igreja Jesus Cristo dos Últimos Dias.
Podem doar sangue pessoas com boa saúde, que tenham entre 16 e 69 anos e pesem acima de 50 quilos. Menores de 18 anos podem doar somente com autorização dos pais ou responsável legal. É necessário portar documento de identidade original, assinado e com foto, além de estar bem alimentado. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher, a cada três.
Serviço: A Fundação Hemopa fica na travessa Padre Eutíquio, 2.109, em Batista Campos, e no acesso ao Pórtico Metrópole, na entrada do shopping Castanheira (BR-316, km 1). As coletas são feitas de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h, e aos sábados, das 7h30 às 17h. Mais informações pelo Alô Hemopa: 0800-2808118.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Hemopa reúne voluntários no encerramento de campanha em homenagem ao doador de sangue



Uma programação cultural encerrou a campanha “Todo dia é dia de doar sangue”, nesta sexta-feira, 25, em homenagem ao doador voluntário de sangue, que a Fundação Hemopa promoveu desde o último sábado, 19, para elevar o número de coletas e reforçar estoque de sangue para assegurar atendimento satisfatório da demanda transfusional de final de ano, quando o número de comparecimento reduz em torno de 40%. Até às 14h havia o registro de 479 comparecimentos de voluntários. A coleta vai até às 18h.

O ex-doador de sangue Osvaldo Bellamino, que completou 79 anos hoje, no Dia do Doador Voluntário de Sangue, participou da comemoração. Ele não doa mais por causa da limitação da idade que é de até 69 anos. No entanto, esse antigo doador já contribuiu ao longo de sua vida ao somar 176 doações, que puderam ser computadas com o advento da informatização. Ele afirma que foram mais de duzentas coletas, afinal de contas, ele doa sangue desde os 18 anos, quando serviu ao Exército Brasileiro, que também é outro motivo de muito orgulho. O total de suas doações soma mais de 700 vidas que ele salvou, o que merece todo respeito e admiração pelo exemplo de vida.
 
Com um lote de 110 cartões de doação, outro velho conhecido dos técnicos da sala de coleta do Hemopa, o doador Ismael Monteiro de Souza, 63, também esteve no hemocentro, nesta sexta-feira, para parabenizar os outros doadores de sangue. Ismael afirma que, se Deus permitir, ele vai aumentar em muito o número de cartões de doação de sangue que coleciona. “Não perco a comemoração pelo dia do doador. Somos todos merecedores dessa festa em homenagem à vida”, afirmou.

Na oportunidade, Bellarmino e Ismael, foram apresentados ao adolescente Charles Victor Gomes de Souza, 16, que finalmente realizou seu sonho: sua primeira doação de sangue. O encontro na sala de coleta da sede do Hemopa emocionou a todos. “São gerações da solidariedade. Uma deixou de doar, outro ainda doará sangue até os 69 e o jovem que começa uma missão de vida”, comentou a presidente do Hemopa, Ana Suely Leite Saraiva, que agradece a cada doador de sangue do Pará e do Brasil pelo amor ao próximo. “Parabéns, doador de sangue”.

Acompanhado de sua mãe Madalena Gomes Batista, 40, o estudante do ensino médio afirmou que segue o exemplo dela que é doadora do tipo sanguíneo O Positivo. “Hoje estou aqui, doando sangue para alguém que precisa. Agora vou doar sempre que tiver oportunidade”, afirmou o estudante, informando que seu irmão de 10 anos é o próximo doador da família. A mãe não escondia o orgulho de seu filho ao registrar o momento da doação de seu primogênito.

A estudante Elisa Vieira dos Anjos, 24, também doou pela primeira vez hoje. “Adorei a experiência e voltarei outras vezes para ajudar quem precisa”, afirmou, ao revelar que já tinha a intenção de se tornar doadora de sangue, o que faltava mesmo era agendar uma data. “Temos que reservar um tempinho para salvar vidas, doando sangue”, sugeriu a estudante.
Image description

O clima de festa imperou na sede do hemocentro com apresentação dos cantores Alcyr Guimarães, Jorginho Gomes, Beto e Leno, Coral Eva Anderson, do Tribunal de Contas do Estado (TCE); Coral Tamba Tajá, dos Correios, ambos regidos pelo maestro Jeremias Progênio. Os alunos da Escola de Ensino Fundamental e Médio Tenente Rêgo Barros apresentaram paródias com conteúdos programáticos, exposição de entidades voluntárias, Caravanas solidárias e os parabéns em homenagem aos doadores, na sede Hemopa.

Image descriptionCampanha - No período de 19 a 25, a Fundação Hemopa contou com a importante parceria de instituições públicas, privadas e ONG´s para o desenvolvimento da ação. Paralelamente, a campanha foi realizada nos Hemocentros Regionais em Marabá, Santarém e Castanhal; e os Hemonúcleos de Altamira, Abaetetuba, Tucuruí, Redenção e Capanema.

Podem doar sangue pessoas com boa saúde, que tenham entre 16 e 69 anos e pesem acima de 50 quilos. Menores de 18 anos podem doar somente com autorização dos pais ou responsável legal. É necessário portar documento de identidade original, assinado e com foto, além de estar bem alimentado. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher, a cada três.

Serviço: A Fundação Hemopa fica na travessa Padre Eutíquio, 2.109, em Batista Campos, e no acesso ao Pórtico Metrópole, na entrada do shopping Castanheira (BR-316, km 1). As coletas são feitas de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h, e aos sábados, das 7h30 às 17h. Mais informações pelo Alô Hemopa: 0800-2808118.

Codec adere ao Programa de Excelência em Gestão Pública


O presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará (Codec), Olavo das Neves, assinou na última quarta-feira (23), o termo de adesão ao Gespública - Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização, que estimula a adoção por órgãos e entidades públicas de medidas para aprimorar a gestão interna e ofertar melhores serviços à sociedade. A assinatura do documento ocorreu após a palestra de apresentação do programa, na sede da Codec, no bairro de Nazaré em Belém.

Para o presidente do Conselho de Infraestrutura da Federação das Indústrias do Pará (Fiepa), José Maria Mendonça, a adesão ao programa por parte das instituições públicas sinaliza o início da modernização da gestão dos recursos públicos e traz benefícios aos cidadãos. “Atualmente, o serviço público ainda conserva práticas burocráticas que não dão espaço para a rapidez dos processos administrativos”, diz.

O presidente da Codec acredita que a implantação do programa simplifica o andamento dos processos internos e melhora a qualidade dos trabalhos desenvolvidos pela Companhia. “O Gespública sinaliza um momento de consolidação de um amplo projeto que nasceu a partir de um planejamento estratégico e análise de clima organizacional dentro da Codec e que hoje resulta na adesão ao programa”, argumentou.

Segundo a coordenadora executiva regional do Gespública, Lígia Garcia, a adesão da Codec ao programa implica em uma nova perspectiva da Companhia sobre a gestão. “Por meio de um modelo internacional de excelência, a Codec passa a ter um novo olhar sobre a gestão pública, que estimula a atuação voltada para resultados, e também sobre as práticas administrativas no setor público”.

“Este é o primeiro passo para que a Companhia se torne uma instituição de excelência e possa levar desenvolvimento econômico para o Estado e para o cidadão”, afirmou Manoriel Manolo, diretor de Relações Institucionais da Codec. Ele detalha, ainda, que o segundo momento após a adesão é o de autoavaliação, que deve pontuar as ações que serão desenvolvidas para o alcance da melhoria contínua.

O evento contou com a presença de servidores da Codec; do prefeito eleito de Santa Bárbara, Nilson Santos; do secretário de Ciência e Tecnologia e Educação Tecnológica do Estado, Alex Fiúza; do diretor-superintendente do Sebrae, Fabrizio Guaglianone, e de representantes da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), Junta Comercial do Estado do Pará (Jucepa), Fundação Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará (Hemopa) e da empresa Tramontina.

Por Igor Nascimento